Recommended Posts

Boas a todos.

Antes de mais, quero agradecer ao @Tozé Nunes (e restante organização) pela dedicação, empenho e boa disposição com que preparou este evento e tornou o passado domingo num excelente dia de convívio. O que é facto é que, apesar de andar nisto dos aquários há algum tempo (muito pouco comparado com a maioria..), apenas há pouco comecei a ter contacto pessoalmente com a malta aqui do forum. E este passado fim de semana senti-me como se nos conhecêssemos todos há uns belos anos. Realmente o gosto por algo tão especifico e tão "nicho", consegue aproximar as pessoas que estão envolvidas nesta vertente do hobby, de uma forma natural e orgânica, que poucas vezes antes havia experienciado. Agradeço muito a todos os presentes que o tornaram possível.

Sem mais demoras, apresento então a minha participação na 2ª Edição do Desafio de Aquascaping aqui do Forum. 

"Ripário"

Plantas:
Eleocharis acicularis

Micranthemum "Monte-Carlo"

Juncus repens

Lilaeopsis brasiliensis

Lilaeopsis novae-zelandiae

Myriophyllum "Guyana"

 

 

A principal parte que torna o desafio diferente do processo normal da criação de um aquascape, é o facto de começar ao contrário. Começar com a escolha das plantas, é oposto ao que sempre fiz. Porque ao criar um layout, tento-me focar sempre na harmonia e equilíbrio do hardscape, e depois, tendo em conta os buraquinhos, grutas, zonas de sombra, pontos focais etc, lá meto a plantinha que me parece mais indicada no local dela... 
Assim, cheguei à conclusão que criar um Iwagumi minimalista, seria uma forma segura de saber que tipo de plantas funcionariam bem "sempre". Isto aliado ao facto de adorar o estilo e querer efectivamente, ter algo assim em minha casa, foi então tomada a decisão.

A força deste aquário, a meu ver, é também a sua fraqueza. Muitas pessoas poderão achar que é desinteressante, aborrecido, simples demais. Mas a filosofia base deste tipo de aquários é precisamente "menos é mais" e transmite uma calma e tranquilidade que, por exemplo, os diorama complexos não conseguem (nem tentam) transmitir. Penso que apesar de tudo, se aproxima fortemente de um cenário que se pode encontrar nas margens de um rio, naturalmente, e esse era o objectivo. Tive a sorte (ou alguns dirão, a audácia lol) de conseguir boas pedras para o layout. A areia branca que arranjaram era precisamente o que eu queria, para obter o maior contraste possível entre o negro das rochas e o verde da vegetação. 

Agradeço ao @Bruno R. Carvalho
 por me deixar usar os seus pincéis e uma ponta de cigarro para colar estrategicamente a rocha mais alta do hardscape (aposto que sem esse ponto de colagem tinha chegado a casa em pior estado do que o aquário do @Ricardo Gil lool), e ao @ismael_figueira pelas dicas valiosas e conhecimento partilhado durante o evento.

Esperemos agora  que a monte-carlo não seja micranthemoides, senão a tranquilidade transmitida pelo aquário acaba depressa 😛 

large.DSC01680-1-3.jpglarge.DSC01681-1.jpglarge.DSC01693-1.jpglarge.DSC01685-1.jpglarge.DSC01698-1.jpglarge.DSC01682-1.jpg
 

Edited by pedroceriaco.flow
  • Like 6

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas Pedro

Gosto deste aquário. É claramente um dos meus preferidos, e vamos ver como vai evoluir com o crescimento das plantas. Na minha opinião tem um contra: a pedra do lado esquerdo não é muito feliz. Devia dar a harmonia e continuidade para esse lado, mas o facto de ser escura e não ser muito bonita prejudica esse lado. Não havia mais, é certo, mas não sei se a colocando numa outra posição se não ganharias mais. Não deixa no entanto de ser um dos aquários mais bonitos e um dos layouts mais conseguidos no domingo. Gosto mesmo!!!!!!

 

Parabens

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu gosto muito de Iwagumi's e acho que está aqui um belo aquário dentro do género!

Concordo com a parte daquela pedra não estar talvez na melhor posição, mas agora não deve dar para mexer muito.
É ver como a flora desenvolve, de qualquer das formas está muito bom! 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ora cá está mais um belo layout, simples como se quer num estilo iwagumi.

As colorações da pedra em seco são sempre complicadas de perceber e de facto temos aí alguns contrastes, que acredito com o desenvolvimento da flora que aí colocaste venham a ser disfarçados.

 

há 10 horas, pedroceriaco.flow disse:

@ismael_figueira pelas dicas valiosas e conhecimento partilhado durante o evento.

Pedro, tal como já referi noutros tópicos do evento, não faria sentido ser de outra forma!

 

Um ponto que podes melhorar mas pode esperar pelo amadurecimento do aquário, o "caminho" nasecção superior está muito rectilíneo em conjunto com a parte inferior, tenta acentuar a curva para dar aquela sensação de que existe mais para lá daquela pedra maior!

 

Estou ansioso por ver este aquário no seu auge.

 

Força com isso

Abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

Continuo a achar surpreendente como é que conseguem que o substrato não se misture logo com o "rio de areia" ! Nem agora nem com o tempo... eu mal consigo tapar os buracos nos meus layouts para que isso não aconteça quando mais assim lol.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Realmente é pena as pedras não terem todas a mesma cor, mas acho que a montecarlo crescidinha dá conta do recado, e harmoniza isso tudo...

Gosto muito deste aquário, e tem tudo para daqui a uns meses ser um aquariozorro grau 7 na escala de Brutalidade!!!! 😉

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

muito bom, concordo com o que disseram da pedra da esquerda mas tambem acho que ainda é cedo com o crescimento ate pode dar um contraste interessante. na minha opiniao alargava um pouco o caminho tambem e fazia tal como disse o ismael a prolongar para tras da pedra para dar a sensaçao de continuidade . adora um dia fazer um iwagumi mas acho que ainda nao esta na minha hora haha parabens  gosto muito mas sou suspeito porque gostei de todos os aquarios la no domingo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Realmente a pedra não tá bem. Se a retirasses apenas, até ficaria melhor. Em relação a diferentes cor das pedras, neste belíssimo retrato até acho que fica bem. Eu gosto de o ver assim até. Continua e continuem todos com os vossos excelentes trabalhos. Este fórum está mesmo repleto de pessoas atentas e dedicadas a este hobby fantástico. Eu quero chegar a esse nível também. Pena não haver esses concursos aqui no Algarve nem palestras nem nada. Aqui infelizmente nem as lojas são assim tão boas como as vossas dai de Lisboa e norte. Enfim. Parabéns :)

Enviado do meu SNE-LX1 através do Tapatalk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Parabéns....pela composição, pelas fotos e por um aquário com 3 dias já estar com esse aspeto.

Partilho do que foi dito em relação aquela rocha mas também acho que as plantas vão harmonizar muito o conjunto e aquilo que agora salta à vista, em fevereiro já n se notará.

Força nisso

Share this post


Link to post
Share on other sites

Obrigado a todos pelas palavras! 

Apesar de a rocha que referem ser de facto de uma coloração ligeiramente diferente das restantes, penso que acaba por chamar ainda mais a ela, e uma vez que é de facto a rocha principal e mais alta do aquário, torna-se algo positivo.

 Problemática era a rocha sobre a qual essa tá pousada, que inicialmente era outra muito mais feia, mas que veio a ser substituída por esta muito mais interessante. Em relação a mudar a rocha que referem, de posição, é impossível uma vez que já esta colada com o tal filtro de cigarro e também porque este é efectivamente o seu lado mais bonito.  Em relação ao caminho, é a primeira vez que faço. De momento está só aquele trilho de areia como marcador para no futuro quando o aquário maturar, melhorar. 

E as fotos foram tiradas ontem, primeiro dia do aquário com água. Não tive nebulosidade nenhuma nem nada. Hoje no entanto, reparo que a agua está ligeiramente amarela como se tivesse taninos (o que é curioso uma vez que não tenho madeira nenhuma). Talvez seja um bloom especial de corrida lol.

Já fiz a TPA do segundo dia, e está impecável. Montei também hoje o CO2 pressurizado, puxado do meu sistema principal que alimenta o meu outro aquário. Agora está a levar a mesma quantidade de CO2 que o aquário de 100 litros ao lado dele. Enquanto não tiver fauna, as plantas até agradecem! Depois trato de colocar uma válvula de ajuste fino dedicada para ele. 


 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que conseguiste bastante eficazmente, criar o "efeito de calma" com esse layout. :)

Com o crescimento das plantas esse destaque da pedra principal, só vai melhorar a composição.

A parte inicial do caminho é que acho que podias aumentar um pouco de largura, para se evidenciar os pormenores dessa pedra da frente e a profundidade ser aumentada progressivamente. Dá a sensação que a seguir à "curva" por trás da pedra o caminho se "teleporta" para longe. Além que quando as plantas crescerem vai acabar por desaparecer.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Colocação de pedras interessante.
Vamos ver se a flora não as vai tapar em demasia.
Parabéns

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas malta. Está na altura de fazer um update! 


Chegaram as algas há coisa de uns dias. Agora é apertar mais com as tpas, limpar o excesso e aguentar esta fase normal. Já meti os amanos vindos da soluções aquáticas, mas como vieram mais pequeninos que alguns dos meus blue dream, vão ter de trabalhar muito para aguentar lol.

Por outro lado, tenho ideia que vieram mais do que encomendei, por isso não me posso queixar.

Confirma-se o que temia... Existe micranthemoides ali pelo meio da monte-carlo. Pelo menos 1 dos 3 vasos de "monte-carlo" que utilizei, era efectivamente micranthemoides. Vamos aguardar pela evolução da carpete para conseguir perceber melhor a "gravidade" da situação. Em ultimo caso posso sempre arrancar e comprar um in-vitro de monte carlo e safo a coisa logo. Mas se for pouca micranthemoides até pode dar um toque interessante. Vamos ver.

Agora estou só focado em atingir a estabilidade do aquário e ultrapassar a fase das alguinhas. 

Tenho tido alguns problemas com o CO2.. Como estou a usar o mesmo sistema pressurizado que alimenta o meu outro aquário, que tem um difusor in-line, as pressões necessárias para os difusores funcionarem simultaneamente e de forma correta, são distintas o que faz com que a solenoide sozinha não dê conta do recado no que toca a activar o CO2 para ambos aquários. Tenho sempre de ser eu a aumentar a potência manualmente no inicio, para ambos os aquários serem alimentados correctamente. E agora nesta fase não convém nada ter problemas de CO2. Mas estou a investigar qual a solução mais eficiente, sem precisar que eu tenha de ir mexer na pressão manualmente todos os dias.

Foto tirada hoje. após TPA forte
large.DSC01760-1.jpg
 

Edited by pedroceriaco.flow
  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tens que dar uso à  escova nessas pedras 😉

E podar a elocharis. O juncus repens está a crescer? 

Nao me lembro de ver um dropChecker tão rente ao solo, alguma razão especial?

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pois tenho de começar a esfregar as rochas. E meter umas Neritinas para irem ajudando também não era mal pensado.

Este aquario tem várias particularidades para ser atractivo para algas: Não usei medias já cicladas, e tenho pouca massa de plantas de caule /crescimento rápido. E também porque me desleixei nas tpas e tenho este desequilibro na regulação do co2.

A Eleocharis gosto como está sinceramente, pelo menos para já. Realmente a Juncus estagnou bastante. É a primeira vez que estou a usar e ainda estou a ver como se comporta. Apenas dei um corte na Guyana que é realmente a única planta de caule e de crescimento mais rápido que tenho neste aquário.


O drop checker tenho sempre tendência a meter no máximo a meio do aquário. 

Não acho que faça assim tanta diferença, mas no fundo a ideia é testar a concentração de co2 mais ao nível do substrato possível, uma vez que isso é indicação de que se está a distribuir bem pela coluna de água, e as plantas de carpete tem acesso ao mesmo, sendo a tendência natural de um difusor sem fluxo de agua suficiente no aquário, fazer com que o co2 suba todo e se mantenha mais à superfície. É um bocado como a ideia de meter os termómetros no lado oposto aos aquecedores: Não quer dizer que o aquário não aqueça igualmente, apenas terás uma leitura menos fiel se os colocares juntos.

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Gosto disto. Bom trabalho!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.