ismael_figueira

Moderador GERAL
  • Content Count

    1,028
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    25
  • Country

    Portugal

ismael_figueira last won the day on December 7 2019

ismael_figueira had the most liked content!

Community Reputation

505 :))

About ismael_figueira

  • Rank
    Membro Entusiasta
  • Birthday 11/12/1987

Contact Methods

  • Mail
    ismaelfigueira38@gmail.com

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Lourinhã (Lisboa)
  • Localização
    Lourinhã

Recent Profile Visitors

2,298 profile views
  1. 1°Kong 2°O Zezinando odeia a otis (e o fcp também) 3°Mirkwood Menção honrosa para Rotalas do Alqueva e Ripário! No entanto fica os parabéns a todos os participantes pela qualidade demonstrada nos seus aquários! Cumprimentos Ismael Figueira
  2. Boa tarde, Essa planta chama-se sedum acre ou mais conhecida por arroz dos telhados. Normalmente cresce junto de musgos e zonas húmidas mas não creio que se aguente debaixo de água. Nada como experimentar, se vires que está a apodrecer o melhor é mesmo remover a planta.
  3. Ricardo, Fico contento por saber que estás a superar as dificuldades, no fim o resultado tem um sabor melhor. As diatomáceas são bastante desagradáveis visualmente mas é uma questão de tempo, paciência e dedicação até que elas quase que desaparecem naturalmente da noite para o dia. O excel nesses casos, diria que é quase desnecessário, com a ciclagem do aquário ao usar excel podes ter o efeito contrário, já que ao dar overdose desse produto estás a limitar a qualidade de vida das bactérias que se estão a formar no ecossistema. Após ver o teu último video deu para perceber que tens pouca/quase nenhuma movimentação na superfície. Isto também tem efeitos negativos pois a troca de gases está comprometida e acabas por ter poucas concentrações de oxigénio na coluna de água (mais um elemento a comprometer o equilíbrio do ecossistema). O meu conselho aqui é, levantar um pouco mais o lily pipe de saída do filtro de forma a movimentar e a quebrar essa película que se forma na superfície, por fim e não menos importante um skimmer de superfície para remover essa mesma película. Se quiseres podes também colocar uma bomba de ar a trabalhar após o fotoperíodo, desta forma vais ajudar a "oxigenar" mais a água do aquário contribuindo para que as bactérias nitrificantes possam fazer o seu trabalho de forma mais eficaz, até a água fica mais cristalina mesmo sem purigen! Força nisso!
  4. Não creio que haja qualquer problema mas também não posso garantir que essa matéria não venha a libertar algo menos bom para o aquário. Neste caso, o que usei, é basicamente plástico pelo que não haverá grande risco. No entanto se formos comparar essa espuma com a espuma que ultimamente se tem visto muito para fazer colagens de hardscape, sendo o mesmo material, já foi provado que é inerte no aquário depois de seco. Cumprimentos Ismael Figueira
  5. Muito obrigado! O material que coloquei debaixo das rochas é daquele revestimento antiderrapante que se coloca debaixo dos tapetes e carpetes, o objectivo é reduzir os pontos de pressão das pedras contra os vidros efectivamente, outro pormenor (não pensado) do uso deste material é que pelo facto de ser antiderrapante torna a base das pedras mais consistente evitando que elas deslizem sobre o vidro.
  6. O manado de facto ao pé de outros substratos no mercado é pouco denso e alguns granulos tem tendência a flutuar.
  7. Sendo assim, apesar de o manado não ser muito rico em nutrientes, aconselho a esperar umas 2 semanas antes de introduzir os primeiros vivos. Neste caso até o próprio substrato vai servir de alojamento para a colónia de bactérias e até isso acontecer irão surgir algumas instabilidades no ecossistema perfeitamente normais resultantes de uma maior carga de orgânica. Aconselho uma passagem pela área que temos dedicada aos camarões aqui no fórum https://www.aquariofilia.net/forum/forum/145-camarões/
  8. Antes de mais as minhas desculpas pela falta de resposta a ambos! Muito obrigado pelas vossas palavras! Carlos, não estou certo de que seja uma fêmea antes pelo contrário! Este exemplar já participou em pelo menos duas posturas, e o comportamento que observei da parte dele foi sempre uma passagem posterior à fêmea depositar os ovos. No entanto nunca obtive sucesso, pelo que não posso garantir com 100% de certeza que seja um macho. Entretanto o aquário tem evoluído bem, sem problemas tal como pretendia. Cá por casa a minha aquascaper já tratou da primeira poda, e felizmente para meu espanto, saiu-se bastante bem! Por isso o aquário fica bem entregue na minha ausência! Assim que tiver disponibilidade coloco aqui uma foto do estado actual do aquário. Abraço
  9. Bem observado, mas coloco mais algumas questões em cima da que trazes. Nesse aquário que montaste de 20L que substrato utilizaste? É novo? É usado? Tens plantas, mesmo que de baixa manutenção (musgos, anubias, fetos)? Caso seja substrato novo, podes ainda vir a ter picos de amónia pelo que será sempre aconselhável aguardar 2/3 semanas antes de introduzir os camarões. Para todos os efeitos, é sempre bom para quem tem oportunidade de aproveitar matérias filtrantes e água maturadas, deste modo consegues que ciclo seja mais acelerado e mais rapidamente tens o aquário pronto a receber os vivos.
  10. @andiesel essas bba já estavam aí antes da entrada dos discus ou coincidiu o aparecimento das mesmas com a entrada dos novos peixes? É certo que ainda não há uma causa que se possa apontar diretamente no surgimento dessas algas mas sim um conjunto de factores. Normalmente são também apontados como "trigger" oscilações nas concentrações de co2, aqui tenho as minhas dúvidas mas deixo para quem já tenha passado pela experiência e tenha solucionado ao estabilizar este parâmetro. Da minha experiência posso partilhar o seguinte: 1a ponto a rever, maior manutenção ao filtro e troca de lã por nova com periodicidade mais curta possível, muito das bba deve-se a matéria orgânica acumulada (pelo menos assim acredito), ainda para mais com discus há maior probabilidade de acumulação de detritos. 2o, aumenta a "oxigenação" da água assim que as luzes apaguem, uma simples bomba com uma pedra difusora vão ajudar as bactérias que estão na coluna de água a tornarem-se mais activas, logo mais eficazes. 3o, vejo também aí algum surgimento de GBA, a variante verde das bba, reduz o tempo de luz ou reduz a intensidade das calhas se possível, acoplado a isto poderás estar também com os níveis de nutrientes desiquilibrados mas não mexas em tudo ao mesmo tempo, o conselho que te dou aqui, NUNCA deixes fertilizar! 4o, por fim e muito importante, já o estás a fazer! TPA mais regulares! Infelizmente a temperatura a que tens de manter o aquário por causa dos discus tb não ajuda nada, no entanto experimenta os passos anteriores a ver se resolve. Abraço Cumprimentos Ismael Figueira
  11. @Ricardo Gil, Fica aqui a foto do plano traseiro esquerdo [emoji6] Cumprimentos Ismael Figueira
  12. Bela evolução a deste aquário e tua também Tomás! De certo já te sentes mais confiante e seguro com este lançamento no aquascaping!
  13. Obrigado Vera, O cardume está em fase de avaliação, primeiro tenho de decidir o que faço com "El Asesino" das três uma, fica em domiciliária tal como está, recebe companhia da mesma espécie ou por fim sairá em liberdade após o julgamento. A ver vamos qual vai ser o veredicto... O que é facto é que até as japónicas se vêem negras com ele... No fundo sei que foi o meu "egoísmo" em o manter assim que o tornou tão mimado, por isso assumo mea culpa! Boas escolhas Vasco! Os tetra pinguim não são assim tão comuns e encaixam no perfil. Obrigado, a ideia é mesmo essa ser algo simples e de fácil manutenção! Vamos lá ver se corre como planeado! Obrigado Gil, independentemente do propósito da montagem ser algo "simples" agradou-me bastante o resultado final! Quanto ás plantas, temos da esquerda para a direita, myriophyllum matogrossense, pogostemom erectus, rotala rotundifolia seguida de HM terminando no extremo direito com rotala h'ra. Abraço
  14. Fabio, Parece-me bem, tenta manter a bonsai mais baixa. Quanto à staurogyne, é uma planta que não precisa de muito tempo para se adaptar, se ela sofrer de melt completo ou não se desenvolver bem é porque há algo de errado na distribuição de nutrientes ou até na quantidade destes.
  15. Bem sei que sou suspeito para opinar relativamente à bonsai mas uma staurogyne ficava ali muito bem, mais rasteira, irá deixar a rocha mais exposta e um contraste de tonalidades interessante. A reiniki é uma planta realmente bonita mas dá sempre muito destaque pelas cores fortes que apresenta, a meu ver o ideal será deixá-la perto de outras plantas dentro das mesma tonalidade, de forma a ofuscar um pouco mais a sua presença e consequentemente conseguir um conjunto de plantas mais harmonioso e natural. Cumprimentos Ismael Figueira