Bruno R. Carvalho

Registo Particular de Lojista
  • #Conteúdo

    604
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Days Won

    12
  • País

    Portugal

Bruno R. Carvalho last won the day on Dezembro 10 2018

Bruno R. Carvalho had the most liked content!

Reputação

224 :)

Sobre Bruno R. Carvalho

  • Rank
    Membro
  • Aniversário 07/21/1980

Formas de Contacto

  • MSN
    brrcarvalho@hotmail.com

Informação de Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Setúbal (Setúbal)
  • Localização
    Setubal

Quem visitou o meu perfil

2195 visitas ao perfil
  1. Bruno R. Carvalho

    Tmc 60x45x45

    Dia 42 O tapete está a andar bem. Está quase a fechar, excepto em uma área no lado direito tem crescido mais lentamente. Enviado do meu PRA-LX1 através do Tapatalk
  2. Bruno R. Carvalho

    Tmc 60x45x45

    Obrigado Ismael. De facto não é uma rocha fácil de trabalhar mas eu desde o início que tinha a ideia que se conseguisse justar rochas diferentes conseguiria formar estruturas mais complexas que simulassem um pouco as linhas naturais que encontramos noutras rochas mais interessantes. Não foi fácil e a prova disso é que os primeiros layouts que testei antes deste não eram muito bonitos. Demorou um pouco a apurar as técnicas e métodos que me permitissem conseguir estruturas complexas com esta rocha que ao mesmo tempo formassem um todo atraente. Os truques que usamos com outras rochas facilmente conseguem construir estruturas realistas devido as linhas naturais dessas rochas. Aqui não era possível, a rocha não tem linhas, tinha que ser eu a criar as mesmas. Foi feito juntando rochas de formatos e tamanhos diferentes nas várias estruturas. Em relação ao silicone, eu originalmente montei isto sem cola, usei o aquario como caixa de areia e fiz as minhas experiências. As estrutura consegue suportar-se a si própria sem a cola. Só que tornou-se óbvio que quando a desmontasse para colocar o substrato, não havia chance de eu conseguir voltar a lembrar-me onde encaixar cada peça do puzzle para que as estruturas ficassem iguais. Então surgiu a ideia do silicone, colei as rochas umas às outras de forma a formar 5 estruturas maiores que eu pudesse tirar do aquario e voltar colocar durante a montagem garantindo que o resultado final fosse igual ao dos testes. Ate me dá jeito que a cola caia por si só com o tempo porque se este layout for sucedido tenho ideia de tentar algo parecido numa escala maior no meu aquario de 250 litros. Ainda tenho muita rocha desta ali na arrecadação mas para um aquario de 120 quanto mais melhor e estas pedras vão dar muito jeito. O método do iogurte é interessante mas só para quem têm tempo. É muito lento. Como tenho mais 3 aquascapes para me entreter, não há problema deste demorar um pouco mais. Já agora deixo aqui fotos dos meus outros layouts para quem ainda não os viu. Dois deles têm tópicos aqui no fórum. Enviado do meu PRA-LX1 através do Tapatalk
  3. Bruno R. Carvalho

    Tmc 60x45x45

    Não precisas de borrifar depois de pincelares. Senão escorre tudo para o substrato. Dá umas 24 horas até o fazeres. O aquario fica coberto com a película com a calha por cima. Humidade e equipamento eléctrico não combinam muito bem. Os buracos baixa deixar umas aberturas nos cantos. Mais o menos do diâmetro do tubo de uma lilly pipe. Enviado do meu PRA-LX1 através do Tapatalk
  4. Bruno R. Carvalho

    Montagem aquário 200 Litros - Dúvidas

    Boas vou tentar ajudar em algumas dúvidas 1 - deves colocar acondicionador quando montas o aquário. Passo a explicar porquê, o cloro evapora, mas em alguns lugares é também usada cloramina para tratar a água e esta não evapora. Cloramina é mais perigosa que o cloro e o acondicionador remove-a. Outra razão é que a maioria dos acondicionadores também removem metais pesados. Por isso deve-se sempre usar. 2- Eu não me preocupava com o ph da água a não ser que vás usar espécies mais sensíveis. Razão é que a maioria dos peixes que compramos são criados em cativeiro por isso tem uma tolerância maior a águas diferentes visto que nunca cresceram no PH natural da especie. Para escalares, guppys, Neons e peixes assim não mudava nada. O mais importante é teres um PH constante, o que os peixes não gostam é de mudanças bruscas. Algo que pode acontecer quando tentas alterar o PH. 3- a fertilizacao depende da riqueza do teu substrato. Se for muito rico como por exemplo neo soil não deves fertilizar antes das 3 semanas. Se usas por exemplo aquasoil até podes aguentar mais. Se o teu substrato é pouco fertil podes ter que começar mais cedo. 4- o plant growth da tropica é bom. Mas para um aquario de 200 litros é capaz de se tornar caro com os tempos. O melhor é mesmo usar os sais e preparar os fertilizantes tu mesmo. Mas como és novo podes começar pelo fertilizante da tropica. Atenção que é um fertilizante um pouco fraco e se tiveres um aquario com muita densidade de plantas,muita luz e Co2 vais ter que fertilizar acima da dose recomendada. 5 - TPA's regulares no início vai também do substrato que usaste. Substratos muito ricos tipo neo ou aquasoil largam muitos nutrientes para a água, no início para reduzir as chances de problemas com algas fazemos TPA's. Eu por norma faço 3 na primeira semana, 2 na segunda e por aí adiante até chegar a 1 por semana. 7- em relação a colocar comida para ajudar o ciclo do azoto. Podes fazê-lo mas não deixes restos de comida a apodrecer no fundo. Eu não gosto muito desse método e fazia o fish less cycle, ou seja adicionava amónia pura ao aquário para começar o ciclo. Certos substratos tipo aquasoil libertam amónia nas primeiras semanas por isso com esses não é preciso adicionar nada. 7- testes para começar convém teres o PH, amónia, nitritos e nitratos. Esses são indispensáveis. Se puderes o GH e KH também convém ter a mão. 8- Co2 liquido não passa de um algicida e não é de forma alguma Co2. Não serve para fonte de Co2, muito menos num aquario de 200 litros. Podes tentar os caseiros mas para esse aquário deves precisar de montar dois. Eu em 2006 usei um caseiro num aquario de 120 litros de um metro com bastante sucesso. Mas tem as suas limitações, não tens controlo na produção de Co2, ou seja os valores não são constantes e a solução vai perdendo força a medida que o tempo passa. Também não podes fechar a torneira quando a luz apaga (nunca fechar um Co2 caseiro). Outra solucao é dares uma olhada aos sistemas de Co2 da Neo, são 19.90 e funciona semelhante ao caseiro. 9 - a colocação dos tubos do filtro vai do aquario. Idealmente colocas os dois no mesmo lado a tentar ter movimento circular da água ao longo do aquario. Mas cada caso é um caso. Tens que ir observando o aquario e ajustando. Rochas, madeiras e plantas podem bloquear a corrente daí que há sempre ajustes a fazer. Em certos aquarios ter um tubo de cada lado e mais recomendável que ter os dois no mesmo lado daí eu dizer que cada caso é um caso. 10 - Durante a a manutenção convém manter o filtro ligado, este vai aspirando a porcaria que vais soltando das plantas e substrato durante a limpeza. Sempre ajuda. Mas durante a Tpa em si em desligo. 11 - o bolor na madeira são bactérias. É comum aparecerem nas madeiras nas primeira semanas debaixo de água. Como te disseram usa a escova de dentes e depois do ciclo podes meter uns ottocinclus que eles comem isso tudo. 12 - tenho 6 escalares em 250 litros. Já cheguei em tempos a ter 8. Não tou a ver qual o problema em teres 2. Eu até colocava mais. Espero que isto ajude. Em baixo foto do meu aquario de 250 litros com 6 escalares. Enviado do meu PRA-LX1 através do Tapatalk
  5. Bruno R. Carvalho

    Tmc 60x45x45

    Não estou muito certo. O nigel disse-me que no aquario dele só notou algum crescimento ao fim de 35 dias. Este aquario já se notava algo antes dos 35. É certo que não é um método para quem tem falta de paciência. Mas quem tentar este método já tem que ter consciência disso. O único problema da mistura não ter a consistência desejada é que tenho musgo a crescer em áreas onde não tinha planeado, visto que este escorreu pelas rochas abaixo. É uma lição a ter em conta no futuro. Enviado do meu PRA-LX1 através do Tapatalk
  6. Bruno R. Carvalho

    The Old forest

    Boas Nunca mais me lembrei de actualizar este tópico. As minhas desculpas. Este aquario já leva 1 anos e sensivelmente 2 meses. Durante muitos meses deixei este aquario crescer ao ponto de ficar uma selva como mostrei no último update. Depois levou uma poda radical e desde então o foco tem sido em controlar e dar forma ao crescimento das plantas por forma a conseguir o look desejado. Umas das primeiras mudancas foi a remoção das Anubias do lado direito à frente. Tinham crescido demais e não encaixavam bem no layout, a ideia era remover as anubias e deixar o tapete de monte carlo crescer e tomar o seu lugar. Mas como a planta estava a demorar a crescer e o espaço vazio estava a incomodar-me acabei por usar um pote de in vitro para encher o buraco deixado pelas Anubias. O segundo passo foi remover as anubias no espaço intermédio do lado direito, com o crescimento do arbusto de Hemianthus michrantemoides a planta já não encaixava no layout. Isto revelou alguns desafios visto que o arbusto de HM tinha completamente envolvido as anubias e que estas estavam firmemente enraizadas nas rochas e árvore. Ora eu queria remover as anubias sem destruir o layout, com um cuidado lá consegui remover as anubias e manter o suficiente do arbusto para que este cresça e preencha aquela área do aquario. Por volta de esta altura apareceu-me outro problema que ameaçava a continuação deste layout, as árvores que compramos nas lojas têm tendência a degradar com o tempo, em especial os ramos pequenos começam a desintegrar-se. Mas no meu caso um dos ramos maiores da árvore do lado direito partiu, isto resultou na possibilidade de a árvore se partir em dois e destruir o layout. Resolvi o problema da seguinte maneira, baixei o nível da água e usei supercola e filtros de cigarro para colar a parte solta de volta na estrutura principal da árvore. Isto resolveu o problema e por mais uns tempos. Fiz o mesmo numa árvore do lado esquerdo para restaurar um bocado mais pequeno que se soltou no passado. Espero levar este layout para a pet no mês que vem se a moderação ainda estiver interessada nisso. Aqui vai uma foto do aquario tirada com o telemóvel. Enviado do meu PRA-LX1 através do Tapatalk
  7. Bruno R. Carvalho

    Sugar vs Stevia - A battle landscape

    O look selva estava muito bom. E deixar crescer de novo e ir usando a tesoura para desta vez não ficar fora de controlo Mas está um layout muito bem conseguido e acima de tudo um layout onde as plantas saltam logo a vista. Enviado do meu PRA-LX1 através do Tapatalk
  8. Bruno R. Carvalho

    Rookie

    Parabéns pelo trabalho. Está um layout muito interessante. Agora em relação a poda da próximas vez podes replantar os topos, para a planta nao ficar tão feia. É só mesmo encaixares os topos no meio do arbusto, assim evitas aquele ar pouco saudável que as plantas têm após a poda. Não tens que te preocupar se não ficar enterrado no substrato, o arbusto mantém a planta no lugar e a medida que ganha raízes a planta agarra-se ao fundo sozinha. Em relação a monte carlo, a planta apesar de ser de crescimento fácil e conhecida por demorar bastante até arrancar completamente. No teu caso é possível que o Co2 caseiro tenha a tornar essa adaptação ainda mais longa. Mas depois quando a planta arranca cresce que se farta. O ano passado trouxe um aquario de Inglaterra e o tapete meltou quase todo devido à diferença da química da água. Depois levou uns 3 meses a recuperar, e mesmo assim para o levar para a pet ainda tive que adicionar monte carlo de outro aquario. Mas depois arrancou e nunca mais parou. Hoje está assim. Enviado do meu PRA-LX1 através do Tapatalk
  9. Bruno R. Carvalho

    Audeō

    Boas Vera. Isso está muito bom. As filamentosas vai fazendo remoção manual, com o tempo elas desaparecem. Podes também tentar usar Excel ou aqua oxigenada com uma seringa directamente na alga se não conseguires remover manualmente. Em relação à monte carlo, no último ano cresci vários tapetes com esta planta, em todos a planta demorou bastante tempo a arrancar. Mas depois quando arrancou tomou conta de tudo. Parece também sofrer do mesmo problema quando leva podas extremas. Por isso acho que se tiveres paciência esse tapete ainda te vai dar bastantes alegrias. A Stauregyne é uma planta que também tenho dificuldades em entender, tem vezes que está muito bem e de repente começa a definhar, outras parece que está nas últimas e do nada recupera e faz-se bonita de novo. O que me lembro é que não é uma planta que goste muito de podas. Mas no teu aquário, posso estar enganado mas a planta parece-me estar um pouco a sombra. Enviado do meu PRA-LX1 através do Tapatalk
  10. Bruno R. Carvalho

    Tmc 60x45x45

    Aqui vai mais umas fotos. As plantas continuam a crescer bem. O bolor foi-se. Em relação ao musgo começa-se a notar pequenos pontinhos aqui e ali nas rochas. Mas ainda é muito cedo para dizer se vai resultar. Enviado do meu PRA-LX1 através do Tapatalk
  11. Bruno R. Carvalho

    Tmc 60x45x45

    Peço desculpa. Foi mesmo um caso de falta de paciência. Neste caso da Maria por eu não largar o aquario. Amanhã tiro fotos melhores. Enviado do meu PRA-LX1 através do Tapatalk
  12. Bruno R. Carvalho

    Tmc 60x45x45

    Pormenor das alterações feitas nas traseiras. Enviado do meu PRA-LX1 através do Tapatalk
  13. Bruno R. Carvalho

    Tmc 60x45x45

    Boas Estamos a chegar às 2 semanas deste dry start e por agora as coisas até estão a correr bem. 1 - já se nota um crescimento considerável no tapete. 2- nota-se alguns sinais que a riccardia está a querer arrancar nas pedras Durante estas duas semanas têm sido só manter a humidade, faço um pequeno mist das plantas e Rochas todos os dias. E verifico o aparecimento de bolor, e durante a primeira semana infelizmente tive algum bolor. Isto é sempre um risco no dry start mas neste caso já era de todo esperado devido ao uso do iogurte. No entanto não é razão de entrar em pânico e só suar uma cotonete e remover das Rochas e plantas sempre que aparece. Para reduzir chances de bolor aparecer e dar 10 minutos de arejamento diários ao aquário e deixar algumas pequenas aberturas na cobertura. Com a chegada da segunda semana o bolor foi deixando de aparecer. Se houver acumular de água no substrato, é só usar um turkey baster para remover o excesso. Outro problema que tive é a areia do caminho a ficar coberta de verdete Evitar isto e facil, é só colocar areia no aquario depois do dry start estar concluído e antes de encher. Eu descuidei-me na montagem e coloquei logo a areia. No entanto também não é um problema grave, no final do dry start convém encher o aquario e vaza-lo de novo para remover excesso de nutrientes e resíduos acumulados durante o dry start. Por isso quando fizer isso simplesmente uso a mangueira para remover a areia suja e antes de voltar a encher coloco nova areia. Hoje fiz mais algumas mudanças no layout. Ainda não estava contente com o layout nas traseiras, então usei substrato entre as rochas para aumentar a altura e proporcionar novas áreas de plantação. Usei Cuba e Eleocharis mínima nestas áreas e tou confiante que a medida que crescerem serão visíveis aumentado a profundidade do layout. Sem mais demoras aqui ficam as fotos de como o aquario está hoje. Enviado do meu PRA-LX1 através do Tapatalk
  14. Bruno R. Carvalho

    The way home - Dennerle scapers tank

    Boas Aqui vai um vídeo de update deste aquario. Em relação ao aquário este está a chegar ao ponto, se eu fosse bom fotografo, creio que conseguia fazer algo de engraçado com este layout. Já tem 11 meses e de momento é o aquario que me dá mais gosto cuidar cá em casa. No entanto já de a algumas semanas para cá que ando com a ideia na cabeça de tentar reduzir o tempo perdido em manutenção. Eu uso EI dosing o que tem permitido estes crescimentos rápidos e saudáveis das plantas. Isto leva uma poda todas as semanas e podia até levar mais eu é que não me dou ao trabalho. E se tenho gosto nas podas, acho bastante relaxante, ter que limpar pedra a cada duas semanas é chato. As plantas não tem algas mas como vão ver no vídeo as pedras ficam todas verdes e sujas o que me obriga a ter que usar a escova regularmente. Tenho andado há umas semanas a matutar possibilidade de deixar o EI dosing e ir para uma fertilizacao mais reduzida para tentar minimizar as frequência de podas e limpeza de Rochas. E ontem mesmo a calhar no evento da soluções o Filipe falou várias vezes do mesmo. Por isso nos próximos dias vou tentar elaborar um regime de fertilizacao mais reduzido para este e todos os meus outros aquarios. Também baixei 2 níveis a calha, estava no máximo, a ver se controlo um pouco o ritmo de crescimento. Espero que gostem do vídeo e do aquario. Críticas e sugestões são bem vindas. Enviado do meu PRA-LX1 através do Tapatalk
  15. Bruno R. Carvalho

    Tmc 60x45x45

    Muito obrigado Vera. Tudo o que sei hoje, aprendi de alguém que partilhou o seu conhecimento. Se eles tivessem guardado para eles, eu hoje sabia muito pouco. O forum sempre foi um espaço de partilha de conhecimentos e experiências. Da mesma maneira que nos meus tempos de novato aprendi aqui com os grandes mestres do passado, espero que o que escrevo hoje possa inspirar quem está agora apenas agora a começar. Enviado do meu PRA-LX1 através do Tapatalk

Tempo de vida do fórum


Data de criação do fórum: March 16, 2003 00:00:00