• advertisement_alt
  • advertisement_alt
  • advertisement_alt

Ricardo Gil

.Membro
  • Content Count

    479
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    7
  • Country

    Portugal

Ricardo Gil last won the day on December 5 2018

Ricardo Gil had the most liked content!

Community Reputation

141 :)

6 Followers

About Ricardo Gil

  • Rank
    Membro Júnior Pro
  • Birthday 07/11/1980

Contact Methods

  • Mail
    ricardogil.qes@gmail.com

Profile Information

Recent Profile Visitors

954 profile views
  1. Ricardo Gil

    Risa (60l) - Tank Sponsored by Tropica

    Maravilha Partilho da mesmas palavras do Luis. Fazes parte de um grupo de pessoas que motivou uma geração aqui no forum para o Aquascaping. Os videos, as explicações, tutoriais, etc... muitos deles ainda guardo na minha memoria e muitas das dicas que foste dando por aqui, mesmo com a distancia temporal, ainda as usamos diariamente. É bom ver-te de volta. Quanto ao aquário, vamos ver o que vem daí. Já sabemos à partida que será no minimo muito bom. Abraço
  2. Ricardo Gil

    O Zezinando foi ás Amoras

    10 horas. Duvido que seja por isso mas sim por ter encostado a calha ao vidro. Aumentar o fotoperiodo aumenta o tempo que elas crescem e não a cor. Com a calha em cima delas aumentei a intensidade na folha da planta... Acho que foi mais por causa disso. ps: para ti, fundo branco ou preto?
  3. Ricardo Gil

    O Zezinando foi ás Amoras

    Quem é que se importava? Este Material que o Fórum disponibilizou com muito esforço e que os patrocinadores também ajudaram bastante, não é fácil podermos-nos queixar. Seria mesmo muito injusto. Há quem comece com muito menos e consegue igualmente coisas fantásticas. De facto uma RGB hoje em dia faz toda a diferença. Hoje em dia... Há 5 anos atrás, ainda muitos de nós tinhamos um pouco de cepticismo em relação à tecnologia nova e hoje em dia, quase ninguém prescinde dos LEDs e de preferência RGB. No entanto para teres bonitas cores num aquario, não precisas de RGB, precisas sim de intensidade, e a calha que temos, é lindíssima, é muito simpática, mas temos MUITA DIFICULDADE em sacar cor às plantas por falta dessa intensidade. As coisas crescem, mas para ganhar cor tens mesmo de transpirar..., pelo menos no tempo que temos até à Pet. Pareces o Tozé 😋 Muito obrigado Ora bem, já tardava uma nova actualização do "Zezinando foi às Amoras". Aqui vai... Até hoje, o regime de fertilização desde o principio foi sempre o mesmo: Apenas Micros e K! Não sinto tão pouco necessidade de alterar seja o que for a este respeito tão depressa. Provavelmente, nem leva nada até à Exposição. As algas que apareceram foram as expectáveis na altura certa, e saíram com Excel como referi na altura. Não seria por meter mais fertilização do que aquela que o substrato tem e vai libertando que teria resultados diferentes do que tenho. Nem mesmo ao nível da cor que é aquilo que mais me faz transpirar. Como referi, cor mudaria se houvesse mais intensidade na folha da planta, e assim talvez tivesse que dar algum acerto. Deste modo, apenas TPA todas as semanas de 50% no minimo. Como não fiz testes, não faço ideia da quantidade de Nitratos ou Fosfatos que tenho na água, mas sei que injecto CO2 em grandes quantidades para a coluna de água. Andei umas semanas com o drop com um verde amarelado, e depois de ir percebendo o consumo, acabei por retirar. Ou seja, com bastante CO2, se a água não acumula muito, é porque é consumido. Para ser consumido, tem de haver os outros nutrientes. Um dia destes faço o teste para matar a curiosidade de quanto tem antes e depois do fotoperíodo. Quanto à fauna, neste aquário, tem a equipa de limpeza (2 Amanos, 1 Crossocheilos, 1 Otto) e a rapaziada que vai nascendo no outro aquário. Coloquei 4 ancistrus com 2 cms e algumas crias do Endler que vou apanhando. Não deito comida de forma regular. Aquilo é gente para trabalhar e não para comer comida comercial. Os Endler, quando vêem a comida na minha mão de 3 em 3 dias quase saltam fora do aquário. A verdade é que não registo baixas, nem algas 🙂 Quanto ao aquário em si, e no que diz respeito à parte técnica, comecei a ter alguma atenção a alguns pormenores que gostava de desenvolver no plano frontal e no médio plano. Acabei por ir buscar um pote de Eleocharis sp mini para misturar no meio da MonteCarlo, e em alguns apontamentos no caminho e na frente. Acaba por dar um contraste mais natural e selvagem. Não sei se vai desenvolver para os sítios pretendidos, mas caso não o faça, mais à frente reforço com mais um pote. Tenho de subir a areia no plano traseiro e no meio do caminho, assim como colocar mais Gravel em alguns lugares para dar mais irregularidade ao mesmo. Neste momento parece artificial, mas ele vai ao lugar. No meio do caminho tambem terá de entrar um pedra pequena para separar as plantas de caule do caminho. Neste momento vê-se as raízes aéreas das plantas e não gosto disso. No entanto a pedra terá de entrar esta semana para que ganhe o verdete característico das outras também. Se for em cima da hora, rapidamente qualquer um repara que a pedra está a mais e assim perde a função que quero! Mexi também na posição de algumas plantas de caule na traseira do aquário. Para conseguir ter alguns laranjas nas Rotalas, tive de baixar bastante a calha (quase ao nível da água) o que sacrificou, e muito, o plano da frente e lateral. Foi assim que pensei estrategicamente. Primeiro resolver os assuntos mais fáceis na frente e depois espetar a luz atrás mesmo em cima da das plantas que queria menos verdes. Muita poda inversa, muita poda de acerto, e muitas mexidas na calha! Enfim, acabo por começar a ver resultados e as Rotalas começam a mostrar a cor que queria. Estão já compactas, e por isso a preocupação neste momento é cor. A forma da moita neste momento ainda não é o foco principal. Daqui a duas semanas darei a poda de acerto final... Veremos se o plano corre bem. Nunca tinha trabalhado com dimensões tão pequenas. Nunca tinha trabalhado para um resultado com um prazo tão diminuto. Não fazia ideia que era assim tão desafiante. E tem sido um desafio fantástico e de muita aprendizagem. Confesso que acuso a pressão de apresentar alguma coisa engraçada no fim. Acho que tem sido esse foco que me tem ensinado tanta coisa. Tentar no mês que falta levar o aquário para o pretendido seria uma grande conquista. Confesso que vou ter pena de o ver sair de casa. PS: tinha dito que um dia faria as fotos com o plano traseiro em preto. Tem vantagens claras e desvantagens também. Há coisa que gostei muito (é mais fácil sacar cor na foto), mas perco em profundidade. Sinceramente nem sei o que vou fazer. Se quiserem digam a vossa opinião. Ajudava bastante.
  4. Ricardo Gil

    Reborn from the ashes

    Brutal!!
  5. Ricardo Gil

    Resultados Portugueses nos Concursos de Aquascaping

    Depende das expectativas que se tenha... Vejamos, não temos o mesmo numero de aquascapers que Espanha, França, Brasil têm, mas temos os nossos. Não são muitos, mas ainda são alguns. Se temos a expectativa de ter 100 inscrições, mais vale nem pensar nisso, mas se o objectivo do primeiro ano forem 20 entradas, e depois mais 10/15 a cada ano, acredito que daqui a uns 5 anos, podemos já ter 50 aquarios a concurso. Mais, se entendermos o concurso como rampa de lançamento, para incentivar as pessoas, para dar a conhecer o Aquascaping, para sermos saudavelmente competitivos, para irmos aprendendo mais uns com os outros, não vejo qual é que é o receio. Não precisamos de ter prémios grande, não precisamos de ter 5 categorias, não precisamos de ter 10 juris internacionais. Precisamos sim que, tal como houve no desafio de aquascaping lançado pelo forum, alguem seja suficientemente maluco para concretizar uma coisa destas. Não temos capacidade de fazer uma coisa grande? Fazemos uma à nossa dimensão 😉
  6. Ricardo Gil

    Aurora

    Epá, tão bom ler isto logo pela manhã!!!!!! 😂 Andamos aqui de volta das questões técnicas e por vezes esquecemo-nos do bom humor que vamos tendo... O lado esquerdo ficou pior, parece despido. No sei o que vais plantar ali, mas gostava de ver as laterais mais preenchidas o que te fazia depois teres mais profundidade nos vales. Tenta arranjar uma solução para esse lado ;)
  7. Ricardo Gil

    Rookie

    Herege!!!
  8. Ricardo Gil

    Aurora

    E pronto, mais uma confirmação que tens olho para estas coisas 😉 Vou deixar apenas aqui o que não gosto que é mais facil, porque tudo o resto estás de parabens: 1) Os 2 troncos que a Vera indicou. Pensa numa forma de os disfarçar. Seja com plantas ou mesmo cortando. 2) Tens tens caminhos bem trabalhados, mas na foto frontal, só vês... 1! A colocação deles e das pedras tapam-nos. Acaba por ser agradavel de ver por cima, mas as fotos tiram-se de frente 😜 . Pelo que vi, o do meio dá para prolongares até ao vidro traseiro, e pode meter a areia mesmo em cima do substrato. Esse mesmo caminho (o do meio) fica muito engraçado assim... Vias o principio, depois a pedra tapava, e vias outra vez o caminho na parte traseira. Se o fizeres bem feitinho, dá-te muita profundidade nessa area. O do lado esquerdo não o conseguimos ver se não subires muito mais a areia. O do lado direito pode parecer muito direito (quase paralelo ao vidro lateral), mas com os detalhes que fizeste, fica muito agradável. 3) O tronco mais grosso que aí está, está tambem na parte de trás... Não te está a ajudar na composição. Por acaso tambem é aquele que refiro no ponto 1)... 😏 De resto, palavras para quê... Tens mesmo quanto tempo de aquascaping?
  9. Ricardo Gil

    Retrieve Forefathers

    Mas isto ainda não tem água???? tss tss... 😊
  10. Ricardo Gil

    Reborn

    Olá Fabio Vai dando noticias acerca desse arranque regularmente. Vai fazendo TPAs regularmente e grandes. Sempre trabalhei com Equo e gostei muito! Na falta de Amazonia, foi a minha preferência sempre. Agora experimentei o Neo e tambem gostei! No entanto, tens muito material a mandar nutrientes para a coluna de agua, e com a adaptação das plantas elas podem demorar a consumir isso. Podias ter metido mais uns 2 potes no tapete, ajudava-te um pouco mais no arranque. Gosto muito da composição!!
  11. Ricardo Gil

    Woods Stream

    AHAHAHAHAHAHAHA Acho uma planta lindissima, mas tem de andar rasteira ou apenas como apontamento em troncos e pedras... É extremamente invasora de tudo. Com o problema de ser muito compacta e acumular muito lixo por baixo 😞
  12. Ricardo Gil

    Qualicum

    Boas Gonçalo Equacionas mexer aí nuns troncos? Se equacionares, fica a minha sugestão: 1) Parece-me que nas laterais, mesmo nas pedras maiores que ficam da parte de fora (à esquerda e direita), falta qualquer coisa. Tens muita composição de troncos no meio e nada nas laterais. Ficam apenas duas paredes de pedra. Não sei se isso valoriza muito o layout assim. Fico com a sensação que está tudo muito concentrado na parte central... em demasiado! 2) O teu ponto focal é mesmo no centro do aqua, mas tens muitos troncos que nos divergem a atenção... Parece-me, e talvez em excesso. Acho que no meio, menos seria mais... Quando tento que o olhar chegue ao fundo do vale, bem lá atras, ao olhar fica preso nos troncos na frente, e isso parece.me retirar profundidade que pretendes. Assim, retirava alguns dos troncos (os mais grossos) e colocava em frente das pedras nas laterais com musgo ou alguma coisa de folha grande (anubias, buces, feto pequeno, difformis, etc...), e no meio, deixava apenas 2 ou 3 troncos bem fininhos para ter o campo de visão limpo para o olhar ir até ao fim da abertura. Abraço
  13. Ricardo Gil

    Rookie

    Sinceramente odiava o filtro quando apareceu cá em casa... Limita um pouco o layout porque o inflow é grande e desproporcional (nada que uma faca não resolva). No entanto, é um filtro que me conquistou por absoluto pelas razões que indicaste! Simplesmente brutal! 0 Ruido, muita capacidade de matérias filtrantes, grande débito (o meu está cortado quase a 50%). E confirmo o preço acessivel. O meu não custou nada 😄
  14. Ricardo Gil

    Woods Stream

    Muito bom, não mexe!!!! Mais um que é fã da hydrocotyle tripartita😟 😂
  15. Ricardo Gil

    Ephemeris

    A minha planta fetiche... Quando for grande vou ter um aquario só com isto 😉