O Rei morreu… Viva o Rei!...


C Mocho

Recommended Posts

Olá pessoal!...

A minha última montagem finou! Nasceu em agosto de 2018 e morreu, com atestado passado, em julho de 2023. Nada mau para quem quer apreciar o processo. Aprendi imenso e tirei algumas conclusões… mas devo confessar que nos últimos dois anos ela já devia ter sido eutanasiada, eu é que não tive tempo nem coragem, porque a vida nos pede atenção em muitas coisas simultaneamente.

Enfim, “O Rei morreu… Viva o Rei!...”.

Andei por aí uns tempos sem saber o que iria fazer, mas consciente que teria imperativamente de fazer algo… Não é ainda agora que vou deixar de me permitir ter este prazer que começou há muitas décadas atrás! Cada um de nós tem sempre que procurar o seu caminho, nem que seja a reinterpretar o caminho já desbravado por alguém. Mas cada um tem o seu tempo e o seu momento de fazer o que necessita ser feito!

A minha primeira reação foi “que se lixem as pedras, estou farto delas!” (atenção que eu admiro imenso os iwagumi, ainda não tive um "puro", mas hei.de ter!). Depois, pensei que o estilo “selva” seria talvez o "meu" caminho… Mas, c’um raio, para fazer uma “selva”, não há como fugir ao musgo, e eu tenho muito má relação com o musgo. Os mais exóticos, enchem-se de algas e definham, os outros apoderam-se-me das montagens, sem que eu os consiga travar!!!...

Foi por isso que me surgiu uma formidável ideia. Porque não um “holandês”, simples e porreirinho, com plantas de dificuldade não muito exigente?

Sim, é possível fazer um holandês com plantas razoavelmente domináveis… o problema será gerir as suas necessidades atempadamente, quando numa semana temos disponibilidade para cuidar delas todos os dias e noutra semana podemos não ter tempo para sequer verificar se o aquário ainda tem água! Para mim, um “holandês” é o desempenho máximo de quem gosta de plantados, mas um holandês tem regras muito rígidas e necessariamente exigências muito constantes… Gostaria efetivamente muito, mas não sei se tenho unhas para tocar essa viola. Apesar dos constrangimentos decidi meter mãos à obra: "Vamos lá fazer os planos da montagem do "holandês" mais fixe do Mundo!” …

Assim foi, porém, eu ainda não me reformei e já estou demasiado velho para me dedicar a tempo inteiro apenas ao “meu aquário”. É exequível sim e maravilhosamente desafiante. Ainda hei-de ter um “holandês”, mas não será desta vez! Contudo, uma imensa parte do prazer de um aquariófilo não se resume necessariamente apenas ao seu aquário, mas sim ao processo que leva à sua concretização. Curti imenso!... Ainda hei-de ter um iwagumi, um holandês e talvez uma piscina natural!...

Ligeiramente frustrado, mas sem desanimar, lembrei-me que tinha lá num canto uns troncos de “Red Moor”, da fase em que inocentemente pensei que talvez uma “selva” fosse a abordagem adequada para desenjoar da minha última montagem só com pedras. Ok! Pensei eu estupidamente, não vale a pena gastar muito dinheiro, portanto vou tentar fazer qualquer coisa com isto!

Conclusão mais disparatada seria difícil, porque com a minha idade já devia saber que essa coisa de “gastar pouco dinheiro” não é aplicável quando se vive em Portugal... Efetivamente as coisas não são caras em Portugal, claro que não! Os salários é que são muito parcos!

Nada a fazer! Eu passo mais horas no escritório do que em qualquer outra divisão da minha casa e uma caixa com água com uma cultura de cianobactérias até pode ser interessante e tolerável durante uns tempos, mas acaba por cansar!

E será então assim que começará esta minha nova epopeia, que já há muito tardava! O que entretanto, daqui para a frente vier a acontecer, já sabem, não está conforme com o planeado!...

 

SETUPhttps://www.aquariofilia.net/forum/topic/264375-o-rei-morreu…-viva-o-rei/?do=findComment&comment=1450222

 

Edited by C Mocho
Ligação para SETUP
  • Like 1
  • Upvote 1
Link to comment
Share on other sites

Ainda ontem me lembrei de ti, Mocho. Estava para te enviar uma mensagem a perguntar se já tinhas desistido do hobby. Eheh. Lembras-te de uma vez teres feito uma referência qualquer a uma manutenção que ficou a meio porque as tuas dores reumáticas já não te permitiram continuar? Lembrei-me disso porque ando há uns dias a pensar ir comprar umas rochas que quero para a minha nova montagem, mas pela mesma razão tenho andado a adiar. Pensei... "acho que vou fazer como o Mocho, e vou esperar até andar um bocadito melhor...".

Se estou a confundir, e não foste tu que escreveu isso no passado, peço desde já desculpa. Mas atribui a afirmação a ti e lembrei-me novamente da "luta" que tiveste para recuperar o teu aquário, quando ele se foi abaixo. Uma lição... nada é impossível neste hobby, desde que haja vontade e paciência.

Passando à frente... acabei por não perceber o que vais fazer nesta nova montagem. Foste para os troncos? Com musgo 🙂 ? É uma coisa que quero experimentar nesta nova montagem... nunca tentei manter um aquário com musgo e quero ver como me saio. Provavelmente vai dar m***da, mas logo se vê. Temos que experimentar tudo na vida!

Entretanto, e como diz o @Rui Assunção, gostava de ter visto aqui algumas imagens. E, já agora, uma descrição do equipamento. Eu sei que deve ser o mesmo que tinhas, mas fica sempre para registo, caso alguém cá venha espreitar o teu tópico.

Desejo-te a melhor das sortes para esta nova aventura... vou acompanhar com toda a certeza.

E fico à espera de ver essa piscina natural. Eheh.

Grande abraço!

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

@Rui Assunção, as fotos virão a seu tempo. A publicação deste texto é uma forma de assumir para comigo próprio o compromisso de avançar! Por enquanto não há grande coisa para fotografar, apenas uns troncos a ensopar dentro do aquário. Um projeto que andou às voltas e finalmente tomou uma direção! Sim tenho uma montagem no Photoshop, mas ainda tenho de lhe dar uns toques para que se visualize razoavelmente a ideia.

Antes de mais tenho voltar a encher as garrafas de CO2, comprar o solo e mais umas coisitas. Agosto não é de forma alguma o momento correto para encher um aquário. Na primeira semana TPA’s diárias, na segunda semana, dia sim dia não. Depois há os passeios, as patuscadas e as ressacas… não, setembro será seguramente mais oportuno. Mas sim, as fotos virão, apesar da minha preguiça natural, virão!

@JoseCarlosMarques, reumático não é normalmente uma das minhas maleitas habituais, mas pode ter sido um episódio pontual… não me recordo!

Se ficaste confuso com a direção que este projeto está a tomar é porque durante muito tempo também eu não soube o que iria fazer. Querendo tudo e gostando de tudo, em princípio será um clássico “Nature”, mas como eu tenho a experiência de arrancar com um projeto bem definido e depois deixar as coisas evoluírem de forma muito orgânica, veremos. Provavelmente vai transformar-se numa "selva", mas com pouco estilo!

Sim, o equipamento é basicamente o que eu já tinha, mas depois colocarei o setup atualizado. Vou ter troncos, vou ter pedras e algum musgo (não lhe posso fugir), pretendo ainda vir a experimentar algumas plantas que nunca tive e não sei se elas se comportarão como eu espero. Com sorte, daqui a uns meses talvez venha a ter uns peixitos e uns camarões cá dentro… LOL

Isto é para andar com muita calma, mas eu irei contando o que se vai passando.

Link to comment
Share on other sites

Não sabia que ainda havia monárquicos aqui nas lides aquariofilicas (acho que inventei uma palavra nova 🤪)

Que bem sabe ler um texto desta grandeza numa época em que as frases são curtas e muitas das vezes sem sentido! 

Cá espero pelas novidades que daí virão.  

  • Like 1
  • Haha 1
Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...

@Vasco Ferreira, sim, eu sei, vocês gostam é de ver fotos… pois, eu também! Mas como acredito que alguns estão de férias e com pouco dinheiro para ir ao cinema, escrevo aqui o guião deste filme, para vos acompanhar nas noites de insónia.

Na realidade não tenho nada interessante para vos mostrar. O projeto está em curso:

Como disse no texto inicial, acabei por me decidir a aproveitar uns troncos Red Moor que por cá andavam em casa já há muito tempo. Não sei lá muito bem porque é que os comprei, mas na altura pareceram-me engraçados… Agora já não tanto! Necessariamente terei de lhes juntar umas pedrinhas.

Claro que como sou sonhador comecei logo a pensar quais seriam as pedras que eu iria comprar (isto dito assim parece que não ficou lá muito bem, pois não? Acho que daqui para a frente vou utilizar o termo rochas, para não induzir ninguém em equívoco!). Tem dois tipos de rochas que ficariam aqui muito bem, aliás, aqui ou em qualquer lado. A Seiryu Stone ou a Elderly Stone, a Elderly tem uma textura formidável, mas a Seiryu tem uma cor que contrasta mais com a madeira Red Moor…. Ora, como eu queria gastar pouco dinheiro, acabei por agarrar num martelo e partir as minhas pedritas de Roadside Basalt, que também servem perfeitamente para o efeito!

Naturalmente a minha primeira abordagem foi colocar o tronco dentro do aquário, para confirmar se iria ou não caber, depois já ter colado uns ramos ao tronco principal, (não me lembrei disso antes). Coube, mas tinha um ar miserável e vulgar e como eu não tenho nada a ver com o Vitor Hugo, não conseguiria nunca tornar esta Miséria numa obra de arte…

Como podem verificar:

large.01-OReiMorreu.jpg

Nota: isto não é um tronco, são vários colados.

 

Fiquei a pensar, “tenho de dar a volta a isto” … e assim foi, depois de várias tentativas, (algumas bem infelizes, mas que para meu contentamento não ficaram registadas), gostei de o ver numa posição mais “dinâmica”. Assim, um bocado a dar para o torto, tem mais afinidade comigo. Oxalá não me parta nenhum vidro com este dinamismo todo, pensava eu entretanto, enquanto ainda andava com ele às voltas!

large.02-OReiMorreu.jpg

O tronco estava sugestivo, agora tinha de adicionar as pobres pedras, (desculpem, rochas). Parti tudo o que consegui, exceto a maior, que ainda por cima era a que eu gostava menos, mas a malvada é dura (como pedra)!... Assim, corro menos o risco de vir um dia a fazer o tal iwagumi usando as mesmas ... rochas. Toca lá a fazer uma “sopinha da rocha” com este material!

large.03-OReiMorreu.jpg

Hummm, que exagero! Com tanta rocha, onde é que eu meto as "couves"? Isto é demais para o meu objetivo, a não ser que vá ali comprar mais uns tronquinhos para fazer as raízes… uma areiazita à frente, umas plantas no fundo...

 

Não! É suposto gastar pouco dinheiro e reciclar o material existente! Se tens de gastar, gasta nas plantas e nos peixinhos!... Menos é mais, dizem alguns entendidos. Fica assim!

large.04-OReiMorreu.jpg

 

É então agora que surge o momento de pensar seriamente na hortaliça…. Há tantas possibilidades de conjugação de plantas, que eu poderia continuar a fazer e refazer o projeto durante anos... É assim que se poupa dinheiro, eu é que sou pouco sensato. Mas vocês não se estejam a rir, porque alguns de vós sois muito pior do que eu!

Com todas as minhas indecisões iniciais sobre o estilo de aquário que gostaria de ter desta vez, acabei por criar um projeto híbrido: de um lado quase uma selva e do outro quase um iwagumi! Ter como projeto este tipo de conjugação, exige de mim muita atenção na seleção das plantas, pois se assim não for, não existe coerência e perde-se o equilíbrio visual. Elas têm de se harmonizar, dialogando sem discutir e cada uma com a sua voz própria. Por um lado, gostaria de fugir às plantas muito exigentes, por outro, quero experimentar plantas com as quais nunca trabalhei anteriormente. (Assim já tenho desculpa caso isto dê para o torto…).

E lá me fui entretendo, enquanto alguns “mirones” reclamavam insistentemente pelas minhas fotos. Mas onde é que eu vou arranjar fotos de uma coisa que ainda só está na minha cabeça?

Efetivamente, gosto bastante de me entreter com o Photoshop, mas é difícil encontrar imagens razoavelmente adequadas para fazer uma fotomontagem decente. Lembrei-me entretanto, de uma aplicação sobre a qual a Green Aqua fez um videozinho, há uns anos. O Scape-it (https://editor.scape-it.io/). De facto, não dá para ter um tronco idêntico ao meu, nem as minhas raras Roadside Basalt, nem tampouco as plantas todas que pretendo, mas dá para ter um tronco, umas pedras escuras e umas plantas razoavelmente parecidas... É certo que o Photoshop dá um bocado mais de trabalho, mas também dá bastante mais gozo, pelo menos a mim!

 

Com o Scape-it e com o Photoshop, já quase que me sinto realizado e pronto para partir para um novo projeto!

large.05-OReiMorreu.jpg

large.06-OReiMorreu.jpg

 

Não… estava a brincar!

Agosto, tal como eu disse anteriormente, não é de todo o momento ideal para encher um aquário. Agosto é para beber umas minis e comer uns tremoços à sombra. Entretanto posso ir começando a comprar umas coisitas, para depois o castigo não ser tão grande de uma única vez!

Antes disso, não há mais fotos para ninguém e desculpem lá tantas palavras para tão pouco conteúdo… Prometo que com o tempo falarei cada vez menos!

Edited by C Mocho
ortografia e gramática
  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Grande Mocho! Com meia dúzia de coisas "velhas" conseguiste fazer (a meu ver) um belo projecto de aquário. Os meus parabéns.  Eu não mexia muito mais.

Acho que aquela segunda imagem já passava no IAPLC. Eheh. Grande abraço. Fico à espera de mais actualizações.

Link to comment
Share on other sites

há 9 horas, JoseCarlosMarques disse:

Grande Mocho! Com meia dúzia de coisas "velhas" conseguiste fazer (a meu ver) um belo projecto de aquário... Fico à espera de mais actualizações.

Obrigado @JoseCarlosMarques, sempre atento e sempre otimista. É assim que eu gosto!

Algumas das plantas nas fotomontagens não são exatamente as que eu pretendo vir a colocar, mas estão lá próximo. Algumas também, segura e lamentavelmente não se desenvolverão como eu gostaria... A partir daqui, tudo é orgânico, tudo evoluirá conforme o que tiver e puder ser, mas tive em tempos uma professora de 'paisagismo' que me dizia: - "Tudo o que projetes e fique bem no papel, vai ficar muito melhor quando se concretizar na realidade!"... - Por isso, avancemos, "sem medos"!... 😶‍🌫️

PS: Acabei de partir a porcaria do inflow do lillypipe... (mais uma despesa?). Só espero não vir a partir também o aquário, por aí sim, desisto, (ou talvez não).

Curiosamente o tronco não está a deitar tanta "nhanha" como eu previa, talvez porque já está aqui em casa há tantos anos, que a "nhanha" secou e ficou fora de prazo, ou então está à espera da companhia das plantas, para aí sim, mostrar toda a sua magnitude!

Outra surpresa é que a técnica do "cianocrilato com filtro de cigarro", para colar pedras e madeiras é muito eficaz em seco, mas após 15 dias de molho, descolou. Não sei se foi culpa da escassez de textura das minhas Roadside Basalt, ou se foi por ser cianocrilato do chinês. Dos filtros dos cigarros não acredito que tenha sido! O que vale é que entretanto, os troncos já não flutuam, contudo, parece-me que mudaram subtilmente de forma (acomodaram-se)... Talvez tenha de vir a cortar as pontas de uns ramos para facilitar a manutenção, ou então virei a ter umas originais manchas de algas em algumas partes dos vidros... Ok, antes agora que depois de tudo montado, pois mesmo com os alicates dos bonsai, iria ser uma tarefa de execução muito complicada! 😁 😁 😁

Edited by C Mocho
Link to comment
Share on other sites

20 hours ago, C Mocho said:

Obrigado @JoseCarlosMarques, sempre atento e sempre otimista. É assim que eu gosto!

👍

20 hours ago, C Mocho said:

Algumas das plantas nas fotomontagens não são exatamente as que eu pretendo vir a colocar, mas estão lá próximo. Algumas também, segura e lamentavelmente não se desenvolverão como eu gostaria... A partir daqui, tudo é orgânico, tudo evoluirá conforme o que tiver e puder ser, mas tive em tempos uma professora de 'paisagismo' que me dizia: - "Tudo o que projetes e fique bem no papel, vai ficar muito melhor quando se concretizar na realidade!"... - Por isso, avancemos, "sem medos"!... 😶‍🌫️

Essa parte também tem piada... ver as plantas a tomar conta do tanque, e a "lutarem" por espaço com as outras. Aconteceu-me na última montagem. Houve plantas que plantei e que nunca mais vi... houveram outras que surgiram do nada 6 meses depois... enfim... é a natureza a trabalhar.

20 hours ago, C Mocho said:

PS: Acabei de partir a porcaria do inflow do lillypipe... (mais uma despesa?). Só espero não vir a partir também o aquário, por aí sim, desisto, (ou talvez não).

Eheh. Isso agora é barato. Antigamente os Lily eram bem mais caros. Mas se quiseres evitar futuros acidentes, compra já uns de inox. Não são tão bonitos, a meu ver, mas evitam muitas chatices.

20 hours ago, C Mocho said:

Curiosamente o tronco não está a deitar tanta "nhanha" como eu previa, talvez porque já está aqui em casa há tantos anos, que a "nhanha" secou e ficou fora de prazo, ou então está à espera da companhia das plantas, para aí sim, mostrar toda a sua magnitude!

Eu aposto que estão mesmo secos.

20 hours ago, C Mocho said:

Outra surpresa é que a técnica do "cianocrilato com filtro de cigarro", para colar pedras e madeiras é muito eficaz em seco, mas após 15 dias de molho, descolou. Não sei se foi culpa da escassez de textura das minhas Roadside Basalt, ou se foi por ser cianocrilato do chinês. Dos filtros dos cigarros não acredito que tenha sido! O que vale é que entretanto, os troncos já não flutuam, contudo, parece-me que mudaram subtilmente de forma (acomodaram-se)... Talvez tenha de vir a cortar as pontas de uns ramos para facilitar a manutenção, ou então virei a ter umas originais manchas de algas em algumas partes dos vidros... Ok, antes agora que depois de tudo montado, pois mesmo com os alicates dos bonsai, iria ser uma tarefa de execução muito complicada! 😁 😁 😁

Pois... também me aconteceu. Colar pedra com pedra não é coisa fácil, ao contrário do que nos dizem os vídeos do Youtube. Não me acredito que a culpa seja da cola... eu uso sempre cola dos chineses quando preciso colar alguma coisa, e ela cumpre. 

Quanto ao corte nos troncos, se é para fazer, faz agora. Não adies.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Tens aí umas belas ideias para um plantado. Avança com isso , pq se conseguires que isso fique como os desenhos vai ficar top.

Link to comment
Share on other sites

Quando puderes, vê este vídeo, Mocho: 

https://www.youtube.com/watch?v=6koaCKLLsbQ

 

 

Não é bem o resultado final que tu procuras, mas a base é muito semelhante à tua. Pode ser que te dê algumas ideias.

Link to comment
Share on other sites

há 19 horas, JoseCarlosMarques disse:

Quando puderes, vê este vídeo... Pode ser que te dê algumas ideias.

Obrigado @JoseCarlosMarques, ainda não tinha visto este, mas mesmo que o tivesse visto podia revê-lo, que só me faria bem!

Pois, não é bem o que eu pretendo, mas aprende-se sempre com estes senhores! 

Link to comment
Share on other sites

  • 1 month later...

Muito bom projeto, escrito com muito bom português. 
 

Quanto às colas de hardscape prefiro sempre um silicone neutro ou um cola e veda. Tenho usado sempre e é muito mais eficaz e duradouro. A super cola só uso para colar plantas. 
 

 

Link to comment
Share on other sites

7 hours ago, Gonçalo84 said:

Quanto às colas de hardscape prefiro sempre um silicone neutro ou um cola e veda. Tenho usado sempre e é muito mais eficaz e duradouro. A super cola só uso para colar plantas.

Podes explicar porquê, Gonçalo? Colei recentemente umas pedras e usei super-cola com lenços de papel. Ficaram bem, mas tenho medo da reação da água. O que é isso do cola e veda? Que marca usas?

Link to comment
Share on other sites

há 16 horas, JoseCarlosMarques disse:

Podes explicar porquê, Gonçalo? Colei recentemente umas pedras e usei super-cola com lenços de papel. Ficaram bem, mas tenho medo da reação da água. O que é isso do cola e veda? Que marca usas?

A super cola não faz reação na água. É completamente seguro, podes usar sem medo. 
 

O cola-e-veda ou um silicone sem fungicida são mais elásticos, mais fáceis de trabalhar, também são inertes e têm a vantagem de se poder retirar bem para reutilizares o hardscape. 

Neste aquário colei tudo com silicone neutro. E mantiveram-se estáveis até ao fim da montagem e com muita esfregadela de pedras e troncos à mistura.

O truque da super cola às vezes falha como pode comprovar o Sr. Mocho.

_DSC0312-2.jpg
 

Tenho umas fotos da colagem com silicone mas o fórum não me deixa meter a foto nem por nada! 
 

@Tozé Nunes tens de melhorar isto das fotos no fórum. Tem de dar para colar diretamente! Que chatice!

 

edit: lá consegui…

 

large.28510132977_6d0c658e14_o.jpeg

Edited by Gonçalo84
Inserir foto
  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

2 hours ago, Gonçalo84 said:

A super cola não faz reação na água. É completamente seguro, podes usar sem medo. 
 

O cola-e-veda ou um silicone sem fungicida são mais elásticos, mais fáceis de trabalhar, também são inertes e têm a vantagem de se poder retirar bem para reutilizares o hardscape. 

Neste aquário colei tudo com silicone neutro. E mantiveram-se estáveis até ao fim da montagem e com muita esfregadela de pedras e troncos à mistura.

O truque da super cola às vezes falha como pode comprovar o Sr. Mocho.

OK. Isso tudo eu já sabia. A minha questão é... a Super-Cola, com a água, não perde propriedades? Pode descolar? Pessoalmente prefiro trabalhar com Super-Cola, mas se me disseres que as pedras podem soltar-se, e como ainda estão fora do aquário, posso reforçar com um bocado de Cola-e-Veda.

Link to comment
Share on other sites

On 06/08/2023 at 13:11, JoseCarlosMarques disse:

Eu aposto que estão mesmo secos.

Afinal não José Carlos, estavam apenas a dormir profundamente!...

On 21/09/2023 at 11:21, Gonçalo84 disse:

Quanto às colas de hardscape prefiro sempre um silicone neutro ou um cola e veda.

Sim, antes de usar o "cianocrilato com filtro de cigarro" experimentei o silicone, mas certamente não o usei em quantidade suficiente, as minha pedras (rochas), muito pesadas e com pouca textura, descolaram no primeiro manuseamento! O basalto não é bem todo igual e alguns são mais densos do que outros, pois têm mais ferro na sua composição. Talvez tenha sido isso, ou talvez eu simplesmente tenha usado uma quantidade ridiculamente insuficiente de cola. Se fosse pedra com pedra, teria possivelmente funcionado, mas pedra com madeira, com necessidade de a remover para limpar os fungos, não funcionou!

Não em importância, isso fez-me rever as rochas selecionadas, reduzir o seu tamanho e ter mais espaço disponível para a minha futura "selva". Neste momento sinto-me mais tentado a focar-me nas plantas do que no hardscape. Sim, o cenário está montado, não é nada que me faça cair de queixo, mas é o que há cá, agora os atores têm de ser os seres vivos e a forma como eles se irão apropriar daquele espaço. Eu irei dar uma "ajudinha", mas eles é que mandam!

Qualquer dia, ainda faço um holandês, sem cenário, 100% nature... 🤣

Link to comment
Share on other sites

15 minutes ago, C Mocho said:

Sim, antes de usar o "cianocrilato com filtro de cigarro" experimentei o silicone, mas certamente não o usei em quantidade suficiente, as minha pedras (rochas), muito pesadas e com pouca textura, descolaram no primeiro manuseamento! O basalto não é bem todo igual e alguns são mais densos do que outros, pois têm mais ferro na sua composição. Talvez tenha sido isso, ou talvez eu simplesmente tenha usado uma quantidade ridiculamente insuficiente de cola. Se fosse pedra com pedra, teria possivelmente funcionado, mas pedra com madeira, com necessidade de a remover para limpar os fungos, não funcionou!

Não em importância, isso fez-me rever as rochas selecionadas, reduzir o seu tamanho e ter mais espaço disponível para a minha futura "selva". Neste momento sinto-me mais tentado a focar-me nas plantas do que no hardscape. Sim, o cenário está montado, não é nada que me faça cair de queixo, mas é o que há cá, agora os atores têm de ser os seres vivos e a forma como eles se irão apropriar daquele espaço. Eu irei dar uma "ajudinha", mas eles é que mandam!

Qualquer dia, ainda faço um holandês, sem cenário, 100% nature... 🤣

Eu só gostava de saber uma coisa... a super-cola, quando usada para colar pedra com papel de cozinha, pode perder propriedades quando colocada debaixo de água? Ou uma vez colada, colada para sempre (sem exageros no que respeita ao manuseamento das pedras, claro)?

Link to comment
Share on other sites

há 51 minutos, JoseCarlosMarques disse:

a super-cola, quando usada para colar pedra com papel de cozinha, pode perder propriedades quando colocada debaixo de água?

Não José Carlos, não perde propriedades, mas também não passa a ser pedra fundida com a outra pedra! Fica sólida e mantém-se sólida, mas tem um limite de resistência à tensão, ou seja, se não lhe mexeres mais ela não irá descolar, mas se começares a puxar para um lado e para o outro (no meu caso era para fora e para dentro do aquário) ela irá ter rutura de tensão e descola!

Cada caso é sempre exclusivo, tanto a super cola como o silicone funcionam muito bem se nós montarmos o hardscape, enchermos o aquário e seguirmos em frente... eu é que fiz as coisas "mal". Colei o hardscape sem o solo, entretanto decidi hidratar os troncos e necessariamente fui observando a libertação de taninos... naturalmente chegou a um momento em que para além dos taninos começaram a aparecer fungos e nessa altura resolvi retirar periodicamente os troncos para, a quando das "TPA", retirar o excesso de fungos com o chuveiro da banheira! Pois é, seria talvez mais simples colocar lá uns amano, mas como ainda não tinha o filtro a funcionar não podia fazer isso aos bichinhos! Nesse momento, a colagem revelou-se ineficiente, mas o normal não é estarmos a montar e a desmontar o hardscape semanalmente.

Quanto a mim, o que me parece é que para colar rochas mais texturadas entre si, a super cola funciona muito bem, para rochas com menos textura e mais densas, talvez o silicone funcione melhor, mas temos de eliminar bem todas as poeiras e utilizar uma superfície de colagem e quantidade de cola muito mais generosa. Para colar rochas com madeira, ou madeira com madeira, creio que a super cola é mais eficaz, mas sem grandes manuseamentos posteriores, pois a madeira tem uma estrutura de camadas e pode "descascar" como uma cebola. (sempre que a coisa falhou, a cola ficou agarrada à rocha, não à madeira).

Por ultimo, o silicone é translúcido, tanto em seco como molhado (mais honesto). A super cola é transparente em seco, mas após molhada fica branca (o papel de cozinha pode ter a cor que tu quiseres, mais o branco da cola)! A super cola em gel (menos adequada para usar com papel de cozinha ou filtro de cigarro), também é transparente em seco e também fica branca molhada! A transparência em seco é porreira, mas por vezes, se não houver o cuidado suficiente, aparecem manchas brancas em locais inesperados!...

 

 

Edited by C Mocho
ortografia
Link to comment
Share on other sites

há 16 horas, Gonçalo84 disse:

como pode comprovar o Sr. Mocho

Que horror!... Eu admito que tenho idade para ser teu trisavô, mas escusas de me lembrar disso! Aqui somos todos companheiros de viagem, não somos?

Link to comment
Share on other sites

11 hours ago, C Mocho said:

Não José Carlos, não perde propriedades, mas também não passa a ser pedra fundida com a outra pedra! Fica sólida e mantém-se sólida, mas tem um limite de resistência à tensão, ou seja, se não lhe mexeres mais ela não irá descolar, mas se começares a puxar para um lado e para o outro (no meu caso era para fora e para dentro do aquário) ela irá ter rutura de tensão e descola!

Cada caso é sempre exclusivo, tanto a super cola como o silicone funcionam muito bem se nós montarmos o hardscape, enchermos o aquário e seguirmos em frente... eu é que fiz as coisas "mal". Colei o hardscape sem o solo, entretanto decidi hidratar os troncos e necessariamente fui observando a libertação de taninos... naturalmente chegou a um momento em que para além dos taninos começaram a aparecer fungos e nessa altura resolvi retirar periodicamente os troncos para, a quando das "TPA", retirar o excesso de fungos com o chuveiro da banheira! Pois é, seria talvez mais simples colocar lá uns amano, mas como ainda não tinha o filtro a funcionar não podia fazer isso aos bichinhos! Nesse momento, a colagem revelou-se ineficiente, mas o normal não é estarmos a montar e a desmontar o hardscape semanalmente.

Quanto a mim, o que me parece é que para colar rochas mais texturadas entre si, a super cola funciona muito bem, para rochas com menos textura e mais densas, talvez o silicone funcione melhor, mas temos de eliminar bem todas as poeiras e utilizar uma superfície de colagem e quantidade de cola muito mais generosa. Para colar rochas com madeira, ou madeira com madeira, creio que a super cola é mais eficaz, mas sem grandes manuseamentos posteriores, pois a madeira tem uma estrutura de camadas e pode "descascar" como uma cebola. (sempre que a coisa falhou, a cola ficou agarrada à rocha, não à madeira).

Por ultimo, o silicone é translúcido, tanto em seco como molhado (mais honesto). A super cola é transparente em seco, mas após molhada fica branca (o papel de cozinha pode ter a cor que tu quiseres, mais o branco da cola)! A super cola em gel (menos adequada para usar com papel de cozinha ou filtro de cigarro), também é transparente em seco e também fica branca molhada! A transparência em seco é porreira, mas por vezes, se não houver o cuidado suficiente, aparecem manchas brancas em locais inesperados!...

Muito obrigado pela explicação, Mocho! Fiquei a perceber tudo. Neste momento já colei as pedras e já "testei" a resistência dos pontos onde coloquei a cola. Vou ter cuidado quando as colocar no aquário (felizmente já sei onde entra cada uma, e também fiz a coisa de modo a que fiquem todas assentes no vidro de baixo) para ver se não faço asneiras, e a partir daí deixo-as estar quietas. Bela explicação!

Link to comment
Share on other sites

  • 4 weeks later...

Finalmente tenho água no caixote…

Isto foi mais complicado do que eu estava a imaginar. É certo que não pretendia fazer uma nova montagem em agosto, pois como afirmei anteriormente preferia beber uns copos com os amigos a montar um aquário em agosto, mas as coisas atrasaram de tal maneira que já estava a temer ficar com uma cirrose!

Efetivamente, após o período de férias algum do material necessário demorou muito mais a chegar do que seria imaginável. A minha ideia inicial era fazer um dark start, e ir andando com muita calma, porém, só no início de outubro consegui ter aquilo que considerava o mínimo obrigatório para o arranque. Como a minha vida não consiste apenas em ir de casa para o trabalho e do trabalho para casa, vi-me obrigado a recalendarizar todo o programado de forma a poder estar em casa nos primeiros tempos da vida deste sistema (sim, não quero perder a oportunidade de ver as algas bebés a nascer…). Dark star o caraças, com a minha agenda irregular e quase imprevisível, só lá para o Natal é que montava isto.

Seguiu-se a encomenda das plantas… Aí correu tudo dentro do prazo. Agradeço à Sónia (Aquaeden) a sua atenção, cuidado e a grande paciência para aturar chatos tagarelas como eu! A grande maioria das plantinhas chegou como eu planeei, embora algumas das variedades só sejam comercializadas com um pedido mínimo de 3 unidades (não entendo porquê). Desta vez, o único atraso foi devido à tal minha agenda, mas foi coisa de 2 ou 3 dias.

No sábado procedi então à montagem e plantação. Pois, grande coisa, estão vocês a pensar… mas para além da montagem do aquário, tive de instalar um segundo filtro no meu Panorâmico e gerir as plantinhas que me foram sobrando desta nova montagem. Quando destruí a anterior montagem do 60P, mudei o filtro para o Panorâmico para conservar as bactérias e embora já com os seus 6 anitos, ele voltou a dizer “estou aqui”. Assim sendo já não o podia abandonar apenas com uma biobox, coitadinho!... Acabei por encomendar um OASE BioMaster Thermo 600, pois considero a hipótese de um dia no futuro fazer um upgrade desse aquário e filtragem nunca é demais.

Após passar o dia inteiro entretido com isto tudo, no final do dia e com uma valente dor de costas, tirei uma foto à pressa antes de me ir deitar. A foto está um nojo, eu sei, acho que foi a pior foto que o meu telemóvel tirou. Não sei se não era o telemóvel cansado de me ver trabalhar tanto, mas fica o registo:

large.Oreimorreu!2023-10-14.jpg

Já sei que vocês vão dizer que os lily pipe são lindos, mas estão mal lavados, mas foi para dar um ar mais envelhecido à montagem!

Agora vou colocar a ligação para o setup no final do primeiro comentário, para que fique tudo respeitando o protocolo! Qualquer dia, tento tirar umas fotos mais decentes, mas por agora algumas das plantas lá atrás ainda não se conseguem ver, por isso, não vale a pena.

PS: Não quis intervir na outra publicação onde se falou disso, mas estes 20 anos não são de um fórum… O Aquariofilia.net é uma verdadeira academia. Quem quiser dar-se ao trabalho de aprender é sempre bem-vindo. Muito obrigado a todos, aos que questionam, aos que ensinam e aos que partilham!

 

SETUP

1 - Nome do Aquário: O Rei morreu… Viva o Rei!...
2 - Data da montagem: 14-10-2023
3 - Dimensões do aquário: 60x30x36 cm
3.1 - Volumes bruto e útil: 64,8 l brutos / aproximad. 55 l úteis
4 - Equipamentos Instalados
4.1 – Filtro:
EHEIM professionel 4+ 250T Oase Biomaster Thermo 350
4.2 – Termostato: 210W 200W (integrado no filtro)
4.3 - Iluminação/Foto-período:
Twinstar Light 600E / 6 horas na primeira semana, com incremento de ½ hora quinzenalmente até alcançar as 8 horas diárias.
4.4 - Sistema de CO2:

CO2 Kit Pro completo c/ electroválvula e botija de 2kg.
DOOA CO2 Count Diffuser - 1,6 bolhas/s.
(Liga 2 horas antes da iluminação, desliga 1/2 hora antes da iluminação, antes da introdução de vivos, desliga 1 hora antes da iluminação após a introdução de vivos)

4.5 - Outros equipamentos adicionais: nada a declarar
5 - Substratos & decorações:

ADA Power Sand Special S + Tourmaline BC / ADA Aquasoil Amazonia Ver.2 / Basalto (aprox. 2,5 kg) / Red Moor wood.
6 - Fertilização (fertilizantes utilizados e plano de fertilização): ADA Brighty K / Tropica Premium / Flourish Excel
7 - Fauna:
12 Caridina Multidentata;
5 Clithon Corona;
10 Neocaridina Davidi var. "Red Fire";
10 Microdevario Kubotai.

8 - Flora:
1 Blyxa japónica (Tropica 1-2-Grow);
1 Bucephalandra 'Bukit Kelam' (Tropica 1-2-Grow);
1 Bucephalandra mini sp. 'Red' (BSP Plants); --- readição posterior ---
2 1 Bucephalandra sp. 'Needle Leaf' (Tropica 1-2-Grow); --- readição posterior ---
2 Cryptocoryne albida 'Brown' (Tropica);
1 Cryptocoryne parva (Tropica); --- adição posterior ---
1 Cryptocoryne x willisii (Tropica);
1 Eleocharis acicularis (Tropica 1-2-Grow);
1 Eleocharis montevidensis (Tropica);
1 Eleocharis pusilla (BSP plants);
“0,1” Hydrocotyle tripartita (Tropica 1-2-Grow);
1 Fissidens Fontanus (Tropica); --- adição posterior ---
1,5 Juncus repens (Tropica 1-2-Grow);
1 Limnobium Laevigatum (Tropica 1-2-Grow);
1 Lilaeopsis brasiliensis (Tropica 1-2-Grow;
1 Ludwigia Palustris 'Super Red' (Tropica);
2 Marsilea minuta (Tropica 1-2-Grow);
1 Microsorum pteropus 'Trident' (Tropica);
1 Myriophyllum sp. 'Guyana' (Tropica 1-2-Grow);
1 Pogostemon deccanensis (Tropica);
1 Ricardia Chamedryfolia (Tropica);
1 Rotala wallichii - (BSP Plants);

1 Salvinia minima (Tropica 1-2-Grow).

Edited by C Mocho
atualização de setup
  • Like 4
Link to comment
Share on other sites

há 3 horas, C Mocho disse:

Não quis intervir na outra publicação onde se falou disso, mas estes 20 anos não são de um fórum… O Aquariofilia.net é uma verdadeira academia. Quem quiser dar-se ao trabalho de aprender é sempre bem-vindo. Muito obrigado a todos, aos que questionam, aos que ensinam e aos que partilham!

👏👏👏

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.