C Mocho

.Membro Ausente
  • Content Count

    495
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    21
  • Country

    Portugal

C Mocho last won the day on October 23

C Mocho had the most liked content!

Community Reputation

139 :)

About C Mocho

  • Rank
    Membro Júnior Pro
  • Birthday 02/11/1964

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Azambuja (Lisboa)
  • Localização
    Aveiras de Cima

Recent Profile Visitors

2,266 profile views
  1. Sim José Carlos, é isso! Atenção é na quantidade que adicionas. Quando o fabricante diz 6ml por semana para cada 50 litros, refere-se à quantidade total, sem especificar qual o tipo, ou seja, se adicionares uma bombada de Specialized (2ml) então já só te faltam 2 bombadas de Premium (4ml) para alcançares a dosagem semanal... Sim, eu começaria com uma dose maior de Premium do que de Specialized, mas isso depende das propriedades do NeoSoil, que eu não conheço suficientemente bem para fundamentar essa sugestão (eu tenho usado o solo da ADA, já usei Trópica, mas foi há muitos anos). Se então
  2. Olá Diogo, o Specialized da Trópica tem tudo o que é necessário, sim, mas em muitos casos tem mais do que o necessário: “ Contém nitrogênio e fósforo para plantas exigentes e de crescimento rápido Também contém ferro, manganês e micronutrientes vitais Adequado para aquários com muitas plantas de crescimento rápido” O Premium, tem praticamente tudo, excepto o Nitrogénio (N) e o Fósforo (P): “ Contém ferro, manganês e micronutrientes vitais Não contém nitrogênio e fósforo Adequado para aquários com poucas plantas ou de crescimento lento
  3. Ui... tanta plantinha nesse cubo! Vai ser muito interessante ver a evolução. Se desapareceres por uns tempos, já sabemos, estás agarrado à tesoura... 😉
  4. Prontos, a Vera obrigou-me a pensar e eu não me consegui conter! Peço desde já desculpa pois não quero ofender ninguém... apenas tenho a minha visão, mas respeito todas as outras formas de interpretação: Com efeito, a esmagadora maioria das críticas, das regras pré-concebidas e dos valores estabelecidos e aceites a que atualmente assistimos em aquascaping, baseiam-se na apreciação bidimensional da composição, determinadas por regras “à la mode”. Pois, suponho que alguns poderão considerar que eu sou burro, porque estou a ignorar ou renegar que toda a gente se preocupa imenso com a pr
  5. Isso mesmo, a ideia que começou a surgir depois da composição inicial, (após a plantação, com o crescimento das plantas), foi que eu não tinha mãos para limitar e determinar com exatidão o ponto focal. Entretanto como qualquer unidade orgânica esta montagem começou a mostrar a sua "vontade", e eu apenas tenho intervido pontualmente aqui e ali, para pensar que comando alguma coisa! A minha intenção inicial era efetivamente tornar a pedra da direita o ponto focal, mas tentando fugir um pouco às convenções tradicionais. Foi aí que a montagem me começou a mostrar que também ela tinha vontade
  6. O Olá Vera, obrigado pelo teu comentário e não, não fico absolutamente nada mal com a tua interrogação, até porque me faz pensar e eu gosto de pensar. Com efeito não tenho nenhuma ideia particular sobre "ali no meio". Eu sei que esta pedra chama imenso à atenção, mas isso não me incomoda absolutamente nada! As rotalas atrás dessa pedra vão sair, já o esclareci várias vezes. Sim, eu conheço as regras básicas de composição de um layout, conheço a regra dos terços e já estudei a sequencia de Fibonacci... Também sei que essa é a "easy way" para uma composição plástica.
  7. Eu entendo que “o pessoal gosta é de fotos”, mas eu fico sempre dececionado com as minhas fotos… por isso costumo ser calão! (ou será cobardia?) Quando não se faz nada não se cometem erros. LOL Ainda não estava bem no momento certo, mas como para algumas das plantas já havia há muito passado o “momento certo”, cortei um ou dois pés de H’ra que estavam a tocar na superfície… no dia seguinte cortei um pé de Macranda mais alta, que também estava a tocar na superfície da água. Depois, olhei para aquilo e disse cá para mim: “se estás à espera que fique tudo no ponto certo para cortar, ent
  8. Pois, agora entendo melhor… O JBL AQUABASIS PLUS é um substrato ativo, carregado de nutrientes que irá servir para alimentar as plantas através das raízes, Não deve porém, ficar em contacto com a coluna de água, senão começa a libertar esses nutrientes de forma descontrolada, o que irá seguramente propiciar um ambiente excelente para o desenvolvimento de algas. Claro que num low teck isso acontece mais devagar, mas acontecerá! Lavá-lo não faz absolutamente nenhum sentido, senão perdes as qualidades excecionais que ele possui. O MANADO é um solo que permite a fixação de bactérias
  9. Olá Denys, boas… Já li e a tua questão várias vezes e efetivamente não entendo a tua pergunta! Muito bem quanto à fauna, parece-me bastante correto. Eu não diria que musgo e feto de java são plantas de crescimento rápido, mas ok, não é esta a parte que tenho dificuldade em entender. É muito chato quando um filtro se avaria, mas não me parece que essa seleção de “medias” seja muito eficiente. Bioballs, normalmente são grandes, mas têm pouca superfície para a fixação de bactérias. Esponja para pré filtração está correto, lã de vidro para uma filtração mecânica de partículas
  10. Olá Ângelo… tens os valores de NO3 muito altos, por isso é que te estão a aparecer algas. Não desesperes que é aceitável neste momento e o melhor remédio para controlar isso são as TPA’s. Podes fazer TPA’s diárias que só faz bem para controlar esses valores de NO3, se vires que os valores continuam altos fazes uma TPA maior. Não tenhas receio de mudar mesmo a água toda, desde que a renoves com água sem cloro (suponho que não estás a usar água de osmose)! As bactérias que precisas para estabilizar o aquário têm uma presença insignificante na água, eles estão a fixar-se no solo e nas matérias do
  11. Se tiveres cães, o melhor é colocares uma cerca elétrica á volta. O meu evaporou-se, mas antes disso os meus cães divertiram-se imenso... agora só resta o buraco! 😉
  12. Ah, ok, agora compreendo a tua ideia. Tinha entendido que era atrás da pedra central... Pois, seria giro, mas efetivamente não há espaço para mais. Poderia ser executado se o aquário tivesse mais um bocadinho de profundidade, ou se eu tivesse colocado todo aquele grupo de rochas do lado esquerdo mais perto da frente. Quanto à Eleocharis, tem sido como te digo, à esquerda abafou tudo, à direita ainda lá está, mas bem mais discreta. Suponho que tenha a ver com a distribuição do CO2, mas não o posso afirmar com segurança, até porque o meu filtro é sobredimensionado para este aquário, mas ain
  13. Olá, boas... Encontrei pouca informação sobre essas novas calhas, mas pareceu-me que elas não foram concebidas para aquários plantados. Tens a certeza que será essa a melhor opção para aquilo que pretendes a médio prazo? O preço é tentador, o nome vem associado a um fabricante de calhas de tremenda qualidade para aquários plantados, mas informa-te melhor pois posso ter eu compreendido mal o objetivo dessas calhas!
  14. Olá Diogo, muito obrigado pela tua contribuição nesta postagem. Relativamente à fertilização, passando do esquema da ADA, (onde a introdução de nitratos e fosfatos é nula), para um esquema tipo TROPICA, é obvio que não poderia de um momento para o outro começar a introduzir apenas Specialized, que adiciona N e P juntamente com o potássio, os oligoelementos e o ferro… seria um caminho seguro para um enorme desequilíbrio. Mesmo assim, assumo que o risco de desequilíbrio é enorme, não estamos perante a apresentação de um novo layout onde o equilíbrio das coisas se vai estabelecendo, esta mon
  15. Que desenho tão bonito. Obrigado!... Relativamente ao volume, sim é mais ou menos isso que eu pretendo. Só o musgo é que não irá ficar ali, nem a Macrandra por detrás da pedra central. Não entendo muito bem é o que queres indicar com os círculos, suponho que são as áreas onde alterarias qualquer coisa, certo?