JoseCarlosMarques

.Membro Ausente
  • Content Count

    41
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    1
  • Country

    Portugal

JoseCarlosMarques last won the day on April 17

JoseCarlosMarques had the most liked content!

Community Reputation

23 :)

About JoseCarlosMarques

  • Rank
    Super Recém Chegado

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Póvoa de Varzim (Porto)
  • Localização
    Póvoa de Varzim

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Voltei a usa-la agora mesmo e não quero outra coisa. A única desvantagem é que aquela que comprei demora 16 horas a carregar para 20 minutos de utilização...
  2. Olá boa gente... Remodelei o meu aquário há cerca de um mês (https://www.aquariofilia.net/forum/topic/260948-ainda-sem-nome/) e estou muito contente com a sua evolução, mas como quero voltar a ter o tapete de Monte Carlo que tinha no setup anterior, continuo com 6 horas de muita luz por dia, e de mês a mês vejo-me obrigado a limpar as algas verdes que se colam às pedras. Eu sei que é normal, para o tipo de aquário que tenho, mas como gosto de as ver mais limpas, sempre que limpo o filtro tenho também o hábito de lhes dar uma boa esfregadela com uma velha escova de dentes. Em alguns vídeos na Internet vi várias pessoas usarem uma escova de dentes elétrica para facilitar a tarefa. Comprei hoje uma das mais baratas, já a experimentei no aquário e funciona muito bem. Imagino que não vá perder tanto tempo a limpar as pedras, e não vou fazer tanta força, o que poderia deslocá-las do sitio onde estão ou até tombá-las contra os vidros. Estou determinado a usar este método, mas gostava de saber se mais alguém o utiliza. Agradeço desde já todas as respostas. Um abraço.
  3. Data da montagem : 09 de Junho de 2020 Dimensões do aquário: 80 x 30 x 40 cm Filtro: Fluvial 207 Termostato: 100 W (regulado para 22º) Iluminação: Calha improvisada com 2 luzes T8 de 10W e 4 focos Flood de 15W (6 horas diárias) Sistema de CO2: DIY Substrato fértil: Aquario NEO Soil Compact Decorações: Rocha de Granito Fauna: 7 Otocinclus + 7 Amano Shrimp + 8 Tanichtys Albonubes Plantas: Monte Carlo Frequência das TPA's: 1 vez por semana Boas. Comprei, finalmente, um vidro novo, e decidi mudar todo o layout anterior (https://www.aquariofilia.net/forum/topic/260404-segunda-tentativa/). A minha ideia inicial era mantê-lo, mas com o crescimento que verifiquei na Monte Carlo percebi que devia elevar um pouco as rochas de modo a que elas não ficassem tão escondidas (usei uma base de plástico no fundo). Subi o substrato na parte de trás e acrescentei 2 rochas que foram literalmente roubadas a uma rua que está em obras aqui perto. Toda a mudança, até agora, parece ter corrido bem. Estava com algum receio em mudar todo o equipamento, fauna e flora de um aquário para outro, mas deixem-me dizer-vos que olhar para um aquário novo, sem riscos, é uma experiência do caraças. A minha aventura na aquariofilia parece ter vindo para ficar. Comecei em Setembro passado e já decidi que quero optar por uma coisa assim... simples. De qualquer das formas, resolvi colocar uma primeira imagem do aquário aqui no fórum para ter algumas opiniões. A minha ideia é ter um tapete de Monte Carlo com as rochas em cima, mas estou indeciso sobre a opção de adicionar outras plantas. Eleocharis mini, talvez... alguém me aconselha alguma coisa? Já agora... este novo aquário foi feito por medida e, depois de estar cheio, notei estas "bolhinhas" no silicone. Devo preocupar-me? Deixei o aquário cheio durante 4 dias no meu terrraço, e está montado no móvel há cerca de 2 dias. Quase uma semana, portanto, sem qualquer fuga de água. Agradeço, mais uma vez, todas as opiniões que me possam dar. Um abraço.
  4. Sim Álvaro. Percebi. O que estava a pensar fazer vai muito ao encontro disso, mas estava a pensar usar o aquário antigo para guardar a água e os peixes. A sua ideia poupa-me uma etapa, realmente. Porque colocando a água e os peixes nesse tal recipiente, posso movimentar substrato e decoração de um aquário para o outro livremente e demorando o tempo que quiser. Obg. mais uma vez!
  5. Boa noite a todos. Entrei para o hobby em Setembro passado e depois de uma primeira tentativa que não saiu exactamente como eu estava à espera, alterei todo o aquário e cheguei ao resultado que alguns já devem conhecer: https://www.aquariofilia.net/forum/topic/260404-segunda-tentativa/?tab=comments#comment-1429059 Estudei e aprendi muito durante este tempo, e julgo ter adquirido a experiência necessária para fazer uma coisa mais permanente. Como o único elemento que me incomodava era o vidro todo riscado que veio de casa da minha irmã, resolvi investir numa coisa melhor e encomendei um 80x30x40 com 8mm de espessura. Deve chegar nos próximos dias. A minha questão é a seguinte... já algum de vocês fez a mudança de todo o hardscape de um aquário para o outro? O que devo ter em conta? Vou acrescentar algumas rochas, mas quero manter tudo o resto. Substrato, plantas, equipamento... Quais os passos que devo seguir para a fauna não sofrer muito com a mudança? A minha ideia é a seguinte: - Transferir metade ou dois terços da água do aquário antigo para o aquário novo e colocar lá todos os peixes e camarões; - Retirar todas as rochas, plantas e substrato do antigo e guardar num recipiente à parte; - Passar novamente a água e os animais para o aquário antigo e ligar lá todo o equipamento; - Colocar o aquário novo no móvel e tratar de redesenhar todo o hardscape. Penso que desta forma, mantendo as plantas húmidas, consigo ter tempo para experimentar o layout; - Ligar todo o equipamento no aquário novo e colocar lá os peixes e os camarões. Será esta a melhor opção? Também já me lembrei de retirar todas as rochas do aquário antigo e "brincar" com elas fora do aquário até chegar ao resultado que quero, para depois fazer a mudança de forma mais rápida, sem ligar o equipamento no aquário antigo fora do móvel. Qual opção vocês acham que devo seguir? Agradeço todas as opiniões. Cumprimentos.
  6. A experiência com fermento caseiro não resultou... felizmente consegui encomendar pela internet um fermento desidratado que está a funcionar, e evitei ficar sem CO2 no aquário. É da marca Condi, e comprei-o em Celeiro.pt.
  7. Pois... foi isso que li. Estava com esperança que me dissessem que algum poderia sobreviver. Eheh. Sendo assim, se não acontecer nada à fêmea, já fico contente. Obg. mais uma vez. Abraço.
  8. Boa tarde, Em dezembro comprei 10 Caridina Multidentata, os famosos Camarões Amano. Desses 10, 7 sobreviveram, e reparei que nas últimas semanas um deles estava a crescer bastante, em relação ao tamanho dos outros. Parti do principio que seria uma fêmea e tinha razão. Hoje quando acordei reparei que o corpo dela está cheio de ovos, como podem ver na imagem. Existe alguma coisa que possa fazer para que alguns desses ovos resultem em crias que possam depois crescer até ao tamanho adulto? Já li em vários sites que é muito complicado criar camarões Amano, e muito sinceramente não me passa pela cabeça montar um novo aquário só para criação das crias. A minha pergunta é... será que deixando a fêmea no aquário onde está (entre Otocinclus e Tanishthys Albonubes) alguma cria conseguirá sobreviver? Já alguém passou por uma experiência desse género? Obg. Cumps.
  9. Partilho da mesma ideia, Miguel. Mas queria ver se comprava um vidro novo antes de criar um novo layout. Já tenho as pedras, e vou manter a mesma simplicidade, mas com menos substrato na frente e mais na parte de trás, de forma a criar uma coisa mais dinâmica. De qualquer maneira, só mesmo depois de ter o novo aquário. Este foi "reciclado". Era da minha irmã tem o vidro da frente todo riscado. Obg. pela sua opinião.
  10. Passou um mês e desta vez fiz uma fotografia muito mais cuidada que a primeira. O tapete ainda não está tão fechado e tão denso como eu gostava... estou à espera que ele cresça mais um bocadinho para depois o aparar como deve ser. Tirando isso, estou muito contente com o resultado e já começo a idealizar um novo layout para o vidro novo que há de vir. De qualquer maneira, julgo ter encontrado o meu caminho na aquariofilia. Gosto muito desta simplicidade. Aguardo ansiosamente pelas vossas opiniões. Desde já as agradeço.
  11. Nem isso consigo arranjar, nesta altura. E compreende-se porquê. Há gente que prefere fazer o pão em casa do que sair à rua para ir comprá-lo. Mas ensinaram-me o método para fazer fermento natural, apenas com farinha e água, e um site que ensina a desidratar o resultado, para depois triturar e guardar em pó. Suponho que seja mais ou menos isso o Fermipan que usava. Quanto não vale ter o conhecimento da mãe que em pequena ajudava a avó dela a fazer o pão em casa... 🙂 De qualquer maneira, agradeço a sua resposta, Álvaro. Mais uma vez! Se a coisa resultar (vai demorar mais ou menos uma semana a preparar), deixo aqui a receita. Caraças... com tanto tempo de quarentena, qualquer dia dou por mim a fundir areia para fazer os vidros do meu novo aquário!
  12. Boas, Montei um novo aquário há cerca de um mês, mas estou a usar um sistema de CO2 caseiro e neste momento é quase impossível encontrar a levedura que usava na mistura (Fermipan). O meu tapete de Montecarlo está quase completo, mas temo que, deixando de usar CO2, as plantas comecem a morrer. Deixo aqui duas questões, para quem me possa ajudar: - É possivel substituir o Fermipan por levedura de padeiro normal... daquela que não é em pó? - Parando o fluxo de CO2, a Montecarlo continuará a crescer? Desde já agradeço todas as respostas. Abraço.
  13. Armário pronto! Não ficou perfeito mas fui eu que o fiz e isso vale mais que muito. Eheh. Agora tenho que inventar outra coisa para fazer...