JoseCarlosMarques

Membro
  • Posts

    2,101
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    76
  • Country

    Portugal

Everything posted by JoseCarlosMarques

  1. Ok. Obg. pela resposta. Este fim de semana vou fazer a TPA e logo vejo o que acontece a seguir...
  2. Chegaram as Rotalas, e já estão dentro de água. Optei pelas Indica... vamos ver como se comportam. No fim de semana tenho que fazer TPA e prometo que tiro uma fotografia sem o equipamento dentro do tanque.
  3. 7 aquários em 3 anos!?!?!? E depois da desintoxicação voltou aos 5!?!?!? Caramba... a minha mulher não me deixava ir tão longe. Acho que saía de casa antes disso...
  4. Acho que todos começamos com o belo do globo, quando éramos mais pequenos. Também tive um nos anos 80. Esses globos são óptimos... para servir de vaso para plantas. Eheh. Mas 5 aquários em casa... irra... isso deve dar muito trabalho. Espero que a minha panca não se estenda a tantos tanques! A iluminação é à prova de água, sim. E julgo que seja feita para ser colocada dentro do aquário. Mas como está muito perto da água, prefiro usá-la assim no exterior. Quanto às rochas... foram apanhadas de um rio, tal como a areia. Para ser sincero, ainda não medi o PH da água. Vou deixa-las assim umas semanas e logo faço as medições. Eu tenho um termostato que comprei na Loja China no meu aquário plantado. Foi super barato e tem cumprido... já está ligado há uns 4 meses. De qualquer maneira, tenho outro de reserva. Talvez um dia avance para uma coisa mais fiável... este que tenho marca 24 graus mas na realidade aquece até aos 22. Se o regular para 26, aquece até aos 24. Tive que fazer apenas esse ajuste... tirando isso, cumpre!
  5. Eu percebo Vera. Mais uma vez agradeço a sua opinião. A sério. É muito importante para quem está no hobby há tão pouco tempo como eu. Já agora, deixe-me colocar-lhe uma questão. Reparei que a Vera usa o sistema de eletrólise da Twinstar. Usou-o apenas no início, ou está sempre dentro do aquário? Notou alguma diferença nos Lily Pipes? Os meus parecem estar um bocadinho esbranquiçados, e estou com medo que possa ser calcário. Não noto isso em mais lado nenhum do aquário, e começou a aparecer depois de ter feito um sistema de eletrólise caseiro que ligo 20 minutos por dia (10+10).
  6. Tenham lá calma 🙂 . Eu não faço nada sem me certificar primeiro do que estou a fazer, e felizmente, até agora, ainda não tive nenhum "dissabor", portanto acredito que tenho andado a fazer as coisas da forma correcta. O que escrevi foram só ideias iniciais, mas já andei à procura de mais informação e já percebi que os tais peixinhos vermelhos não são adequados para ter num aquário deste tamanho. De qualquer maneira, até receber algum animal este aquário ainda terá muito tempo de ciclagem. Também sei que os Bettas não são peixes de água fria, mas como referiu o Tozé Nunes, "Peixes de água fria em Portugal só durante o inverno". Os meus aquários estão agora nos 25... 27º, o que quer dizer que estariam mais que aptos para receber um Betta. Estariam, se o resto das condições estivessem reunidas, e não estão. Não quero arriscar misturar um Betta com Tanichthys Albonubes no meu aquário plantado, nem vou colocar o pobre peixe num aquário por ciclar, sem qualquer vegetação. Até decidir o que vou fazer, volto a repetir, ainda tenho muito tempo, e foi por isso que vos pedi uma opinião... Isto de "conversar" pela Internet não traz só vantagens... parece que por vezes a informação sai um bocadinho distorcida. Bem... agradeço todos os conselhos e opiniões que me têm dado. Abraço.
  7. O aquário suporta 25 litros mas neste momento (com a areia e as rochas) deve estar com menos de 18 litros. Engraçado que tenhas falado dos Tanichthys Albonubes. São a espécie que escolhi para o meu aquário maior. De qualquer maneira, este vai levar o tradicional peixinho vermelho ou um betta. Tudo depende se consigo ou não encontrar um Betta "decente"...
  8. Está a funcionar e com os resultados que o processo promete! Nem digo isto pelo que tenho notado no meu aquário plantado (https://www.aquariofilia.net/forum/topic/260948-ainda-sem-nome/?tab=comments#comment-1431170)! Ontem decidi montar um novo aquário por menos de 50€ (https://www.aquariofilia.net/forum/topic/261152-rio-alto-25-litros-24-horas-limite-de-50€/) e o resto da história está neste segundo link. Aprovo e recomendo! Por cerca de 5€ podemos ter um sistema de eletrólise de água que a Twinstar vende por 150!! Qualquer dúvida... disponham. Abraço.
  9. E porquê uma actualização tão cedo? Porque fiquei um bocado trengo com aquilo que acabou de acontecer... Ontem à noite, como podem confirmar pela imagem, tinha a água turva. Achei normal... o aquário tinha sido montado minutos antes de tirar a fotografia. Hoje fiz uma mudança de água de 50% e a água continuava turva. Continuei a achar normal. Saí de casa, fui trabalhar, voltei, e a água continuava turva. Pensei que ao fim de alguns dias a coisa ia melhorar e não lhe dei grande importância. Mas depois lembrei-me do sistema de Eletrólise que criei para o meu aquário plantado (https://www.aquariofilia.net/forum/topic/261106-eletrólise-da-água/?tab=comments#comment-1431068) e resolvi experimentar. O aquário não tem fauna nem flora... mal não poderia fazer. Está aqui o resultado depois de o ter deixado dentro do aquário durante 20 minutos: A água está límpida como se tivesse saído de uma garrafa do super-mercado... o processo de Eletrólise funciona mesmo! A coisa aconteceu porque o pus a funcionar! Para quem está com dúvidas, e não tem dinheiro para investir num aparelho da Twinstar... sigam o meu link anterior. Grande abraço!
  10. Esqueci-me de dizer que o meu limite para este projeto é mesmo de 50€. Quer isso dizer que tenho cerca de 17€ para comprar os peixitos...
  11. Data da montagem : 19 de Julho de 2020 Dimensões do aquário: 35 x 25 x 29 cm Filtro: Interno. Comprado na Loja China Iluminação: Diz que é LED de 1,5 Watts, mas tenho as minhas dúvidas. Também foi comprado na loja China Substrato e Rocha: "Roubados" do Rio Alto, na Estela - Póvoa de Varzim. Daí o nome. Vamos começar assim... conhecem o meu aquário plantado??? Se não conhecem, deviam conhecer. Fica aqui o link. Fico à espera de opiniões. https://www.aquariofilia.net/forum/topic/260948-ainda-sem-nome/ A minha ligação aos aquários é relativamente recente... comecei em Setembro do ano passado porque resolvi recuperar um tanque antigo que a minha irmã tinha lá por casa. Pior erro de sempre. Fiquei colado ao hobby. (Se está a ler isto e não tem nenhum aquário, dedique-se a outra coisa. Plantas... Relógios Antigos... à sua esposa ou à sua amante... a sério... tudo deve ser menos dispendioso). Na noite passada estava a ver umas imagens na internet e reparei em alguns aquários de água fria que me pareceram muito engraçados. Imagem puxa imagem e fui deitar-me com a ideia de fazer um parecido. Aquele que está na imagem acima! O problema é que é domingo, as lojas estão todas fechadas e eu não tenho grande disponibilidade financeira para andar aí a montar aquário atrás de aquário. Solução: Loja China. Levantei-me cedo e fui a um rio aqui perto. Recolhi rochas e areia. Voltei a casa, almocei e... Loja China... Na primeira que entrei, o único aquário que tinham tinha 50 cm e custava quase 100€. Só o vidro. Fui a outra. À segunda tive sorte... encontrei um aquário de 35 cm (muito bem construído, mesmo!!!) por 20€. Já com tampa! Comprei lá tudo o que precisava. Filtro interno (6,75 €) e iluminação LED (5,98€). Novamente em casa, lavei rochas e areia, montei tudo direitinho e apresento-vos o resultado. Muito sinceramente, estava a pensar colocar lá dentro 2 ou 3 peixes de água fria, mas depois pensei nos Bettas. Teria que investir num termostato (um balúrdio, na Loja China... custa quase 5€!!!). Qual é a vossa opinião? Um abraço! Já agora fica a pergunta... Quem, depois do primeiro aquário, avançou para o segundo... terceiro.. e por aí além?
  12. Até agora não tive qualquer problema. Também usava as normais, mas desde que tenho a elétrica, a coisa tornou-se muito mais simples. Aquelas escovas são, supostamente, submersíveis. Mesmo o sítio onde encaixa o carregador é todo fechado. Funciona por wireless charging. Acredito que usar uma daquelas escovas para limpar o aquário não lhe dê um tempo de vida igual ao de uma utilização normal. Provavelmente vai "morrer" mais rapidamente. Mas custou-me menos de 20€ e vale bem o dinheiro que paguei por ela. Sempre que aparece um bocadinho de verde não desejado numa rocha é só ligar e demora 5 ou 10 segundos a limpar...
  13. Bom dia Eduardo. Agradeço imenso a sua avaliação, e fico muito contente por já estar a responder a questões sobre o meu aquário e a pensar que posso eventualmente, numa fase tão inicial neste hobby, estar a apoiar outros aquariofilistas. As primeiras pedras que usei, e que estavam no meu aquário anterior, foram recolhidas nas margens de um lago que existe aqui perto da minha casa. Achei que, estando num lago de água doce, serviriam também para usar no meu layout. Quando entretanto precisei de mais rochas, reparei que nessa tal rua que estava em obras, as pedras que eles estavam a tirar debaixo da terra tinham o mesmo aspecto que as primeiras, e resolvi trazer-las comigo. Foi na altura do confinamento, e era quase impossível deslocar-me novamente ao tal lago (caso contrário teria-o feito... seria menos arriscado). De qualquer maneira, quer da primeira como da segunda vez, dei-lhes o mesmo tratamento... lavei-as muito bem com água a ferver assim que cheguei a casa... deixei-as secar ao sol durante uns dias e repeti o processo umas três vezes antes de as colocar no aquário. Felizmente, da segunda vez, acertei no tipo de rocha... é a mesma da primeira recolha. Talvez o tipo de subsolo seja todo igual, aqui na minha zona... Quanto ao sistema de CO2 que estou a utilizar... existem muitos vídeos no Youtube que explicam como o fazer. É o de garrafa única. Experimentei várias "receitas" e vou deixar-lhe a minha. Mesmo assim aconselho-o a experimentar por si para ver qual o sistema que melhor o pode servir. Eu faço o seguinte: - Fervo 500ml de água e dissolvo lá dentro um pacote de gelatina e meio quilo de açúcar. - Deixo arrefecer por 20 minutos e coloco o resultado dentro de uma garrafa PET de 1,5 litros. Guardo no frigorífico até a gelatina endurecer. - Quando reparo que a garrafa que está no aquário está a produzir poucas bolhas, vou buscar a que tenho no frigorífico e adiciono-lhe uma embalagem de 11 gramas de Fermipan (fermento biológico... pode encontra-lo em qualquer super mercado e existe de várias marcas, mas terá que ser sempre biológico. Cheguei à conclusão que o da Fermipan é o que tem melhores resultados) e 200 ml de água morna. - Substituo as garrafas e espero que a reação comece a fazer efeito. Geralmente demora entre 1 a 3 horas, dependendo da temperatura exterior. Ah... quanto ao sistema que liga a garrafa ao difusor... terá que fazer um furo na tampa da garrafa e colocar-lhe uma pequena mangueira ligada a esse difusor (serve um dos mais pequenos, que pode encontrar em qualquer loja de aquários). O furo na tampa da garrafa deve ficar bem selado. Eu uso cola quente, mas também pode usar super-cola, ou silicone. Tem é que certificar-se que essa selagem não deixa sair gás, caso contrário estará a perder CO2. Basta colocar a garrafa debaixo de água e aperta-la ligeiramente para ver se a selagem liberta alguma bolha. A meio da mangueira também utilizo uma válvula de anti-retorno, para evitar que água do aquário entre na garrafa. Este sistema dura-me entre uma semana e meia e duas semanas, porque o tempo agora está mais quente. No Inverno já chegou a durar-me um mês. Não é o sistema ideal... tem que ter sempre o cuidado de manter uma solução no frigorífico enquanto a outra faz o trabalho dela no aquário, mas ainda não quis gastar dinheiro num sistema mais avançado... este tem-me trazido bons resultados. Imagino que um sistema de CO2 "profissional" me traria muito menos trabalho, e seria muito mais constante, mas dá-me gozo que todo o meu setup tenha sido criado por mim (luzes... móvel... só o filtro é que comprei). Acho que assim aprendo mais depressa os "segredos" da aquariofilia. Espero ter ajudado. Um abraço.
  14. Olá Arlindo. Antes de mais agradeço a sua opinião. Acredite que é muito bem vinda para quem está no hobby há apenas alguns meses. O meu problema com o anterior aquário era mesmo o vidro, que estava completamente riscado. Na fotografia não se nota porque felizmente tenho muita experiência com o Photoshop, mas comecei a ver o aquário a desenvolver-se e a ficar cada vez mais bonito e começou a fazer-me muita confusão cada vez que alguém o olhava pela primeira vez repetir sempre as mesmas palavras: "Só é pena estes riscos no vidro da frente!". Depois comecei a ver muitas fotografias de Iwagumi's na Internet e reparei que comparado com elas, o meu layout tinha uma quantidade exagerada de substrato na parte da frente. E quando digo exagerado, era exagerado mesmo... estou a falar de quase 15 cm dos lados e 12 no meio. Ou seja... com o ligeiro declive que tinha para a parte de trás, tinha lá uns 20 cm de substrato. Na altura fiz isso porque a maior parte das pedras que tinha estavam deitadas mas mesmo assim ficavam muito altas. Na última fotografia que lhe tirei não se nota muito, mas acabava por ficar desproporcional para um aquário com apenas 40 cm de altura. E com o crescimento posterior da Monte Carlo, parecia que tinha uma camada enorme de substrato, meia dúzia de rochas que ficavam quase escondidas (com exceção daquela à esquerda) e depois um vazio enorme para a parte de cima. Daí ter criado este novo layout. Quanto a todas as opiniões que me deu... aceito-as, claro, mas seria quase impossível concluir todo esse processo. Todas as pedras que fala (com excepção das que estão no centro), estão colocadas umas em cima das outras. Não dá para tirar apenas uma ou mexer outra sem estragar tudo o resto. Mas acredito que, com o crescimento das plantas que estou a pensar utilizar, as diferentes camadas do aquário se comecem a separar, e a coisa fique mais harmoniosa. Tenho que aguardar para ver... se a minha visão não ficar como espero, fotografo o resultado e avanço para outro layout. Acho que também é essa a piada deste hobby... estar sempre a criar coisas novas. Mais uma vez agradeço os seus comentários. Um grande abraço.
  15. Acabei por adicionar "Alternanthera Reineckii Mini" na parte da frente do aquário, ali pertinho das rochas. Espero conseguir mante-las. Estou agora à espera de Rotalas para colocar na parte de trás, no lado esquerdo. Quando a coisa estiver composta, volto a postar nova imagem do aquário. Continuo à espera de sugestões...
  16. Como é que vocês geralmente fazem para dar um nome a um aquário? Pensam muito, pedem muitas opiniões, e depois o primeiro que a mulher diz é o que fica, certo? 🙂
  17. Tanta informação! Eu sou novo na coisa... tem que ir com calma. Eheh. Eu tinha o solo desnivelado no meu setup anterior, mas entretanto achei por bem deixa-lo assim. Quanto a todas as plantas que me aconselha... já encomendei as anubias para as pedras, e agora deixou-me o bichinho das Rotalas para o fundo... junto às pedras acho que, por enquanto, vou apenas manter a Monte Carlo. Pela minha experiência, posso podá-la de forma a criar alguns desníveis... vou ver como funciona. De qualquer maneira, agradeço todas as recomendações. Já tenho aqui muito para equacionar. Obrigado mesmo!
  18. Actualização. Um mês depois da montagem, a Monte Carlo parece estar a crescer a bom ritmo. Mesmo aquela que coloquei no meio das rochas, e cujas raizes não tocam o substrato. Imagino que daqui por um mês ou assim já terei o aquário totalmente coberto. Acrescentei Eleocharis em três sitios, mas não tenho certeza da espécie que comprei, portanto não sei se terei os resultados que esperava. A minha ideia era que ela crescesse por trás das rochas e ficasse mais visível para quem olha o aquário de frente, mas apesar de parecerem estar a desenvolver muito bem, não tenho a certeza do tamanho que vão atingir. Também consegui comprar mais 10 Tanichthys Albonubes. Neste momento tenho 18, junto com os 7 Otocinclus e os 7 Amano Shrimp. Digo "consegui" porque as lojas de aquariofilia aqui perto de minha casa estão com bastante dificuldade em ter acesso a fauna e flora para venda. Queria comprar mais Otos e Amanos, mas não os consigo encontrar em lado nenhum. A tal Eleocharis que comprei estava em tão mau estado (já devia estar na loja há meses) que o comerciante que ma vendeu fez-me um desconto de 50%. Estive quase para não a trazer, mas até agora não me arrependo... já noto crescimento de novos rebentos. Vou tentar fazer actualizações mensais do aquário. Estou bastante contente com os resultados que estou a conseguir atingir, mas gostava de ouvir as vossas opiniões e dicas. Ultimamente tenho pensado se devo ou não acrescentar duas Anubias daquelas mais pequenas (uma de cada lado do aquário, presa no meio das rochas). O que acham? Ah... não liguem à qualidade da imagem... foi tirada com o telemóvel 🙂 .
  19. Demasiado complicado, JVHiggs. Queria fazer uma coisa simples, apenas para ver se o processo realmente funciona. Nem sequer colei a caixa, para mais tarde, caso seja necessário, poder abri-la e substituir as redes. De qualquer forma continuo a acreditar que este sistema não será prejudicial para animais ou plantas... fica apenas ligado 10 minutos de manhã e outros 10 à tarde, com uma alimentação de 12 Volts. E optei por liga-lo 2 vezes porque o número de bolhas que vejo sair do aparelho é reduzido quando comparado com outros resultados que vi online. Caso contrário só iria liga-lo uma vez por dia. Outra coisa é que o tiro do aquário sempre que acabo de o utilizar, para o secar convenientemente. Muito sinceramente, acredito mesmo que não fará mal nenhum à fauna e à flora... estou curioso é com os resultados... vou continuar com a experiência e entretanto dou mais novidades.
  20. Assim já deve conseguir ver, Vera: Já agora, deixe-me dar os parabéns pelo seu mais recente aquário. Espero chegar a esse nível algum dia.
  21. Bem, aqui está o resultado da experiência, para quem quiser acompanhar o processo: Curiosamente, tinha ido a uma Loja China aqui perto pare recolher materiais para a construção, mas quando cheguei a casa fui ao armário onde guardo o meu equipamento fotográfico (sou fotógrafo de profissão) e alterei todo o plano inicial. Vou tentar ser breve... Encontrei por lá uma embalagem de filtros para objectivas que tinha ficado ali esquecida: É da Rodenstock, mas não recomendo a sua compra... cada filtro custa para mais de 50€, portanto não faria sentido para este resultado... mais vale procurarem outra opção. Abri dois buracos paralelos na embalagem: Cortei rede de Aluminio à medida: E coloquei-a em cada um dos lados da embalagem: Montei em cada rede o polo negativo e positivo de um transformador de 12 Volts: Selei-os com cola quente... e adicionei uma ventosa a toda a montagem: Aqui está em funcionamento: https://imgur.com/rLSWW7W Não me parece interferir com o comportamento da fauna, mas, muito sinceramente, não sei se o vou manter por muito tempo. Vou experimenta-lo 20 minutos por dia, durante 2 ou 3 semanas, mas não vou sequer gastar dinheiro num temporizador... vou fazê-lo manualmente. Se os resultados forem surpreendentes, aviso, mas julgo que este post vá ficar por aqui 🙂 .
  22. Olá João. Pelo que li, o processo de eletrólise só acontece entre as duas placas que constituem o circuito. E como a alimentação utilizada é de voltagem muito reduzida (geralmente entre 6 e 12 volts), a fauna não deve sofrer com isso... apenas os seres monocelulares que causam as algas e algumas doenças. De qualquer forma, também pelo que tenho estudado, a maioria dos casos em que acontece alguma "desgraça" deve-se ao tempo que o sistema fica ligado. Dependendo do tamanho do aquário, o sistema só deve ser ligado no máximo 20 minutos por dia (em diferentes alturas). É nesse aspecto que a Twinstar ganha pontos, porque o sistema deles vem com uma espécie de computador que controla muito bem esses tempos. E como não há grande informação na internet sobre isso, temos que confiar nos testemunhos de quem vai experimentando e vai tendo bons resultados. Eu meti-me neste hobby para aprender mais sobre todo o funcionamento do aquário... no início pensei que era só enchê-lo com água e meter os peixes lá dentro, mas tem-me dado um gozo imenso descobrir novas e variadas formas de fazer as coisas andarem no sentido certo Esta é apenas mais uma. Vou experimentar, e logo vejo no que dá...
  23. Olá mais uma vez. Há uns tempos atrás cheguei ao site do Esterilizador da Twinstar (https://twinstareu.com/steriliser/) e fiquei com vontade de experimentar, mas os preços são quase proibitivos. O aparelho promete acabar com as algas no aquário, e promover o crescimento das plantas através de um processo de Eletrólise da água. Hoje estava à procura de mais informação sobre o processo (o site da marca não nos diz quase nada sobre o seu funcionamento... apenas sobre os benefícios), e encontrei montes de vídeos no YouTube que ensinam a fazer um "Twinstar Caseiro". Vou experimentar. Alguém tem experiência neste assunto? Prometo que vou tentar actualizar este post à medida que tiver mais resultados. Abraço.
  24. Agradeço os seus conselhos. Eu tenho camarões e Otos, e eles costumam fazer um bom trabalho, mas ao fim de um mês ou assim, as pedras acabam sempre por ficar cobertas por algas verdes. Não me incomoda... faz parte do tipo de aquário que quero manter (com carpete), mas gosto mais de as ver limpas, e por isso, como expliquei, sempre que limpo o filtro limpo também as rochas. Acho que faz parte da manutenção. Usava uma escova de dentes normal... agora é que me lembrei de experimentar a elétrica e estou muito contente com os resultados. O único problema, como disse, é o tempo que ela demora a carregar. Mas posso sempre usar a escova de dentes normal quando acaba a bateria da outra. Foi o que fiz desta última vez.
  25. Voltei a usa-la agora mesmo e não quero outra coisa. A única desvantagem é que aquela que comprei demora 16 horas a carregar para 20 minutos de utilização...