Vera Santos

Moderador GERAL
  • Posts

    3,949
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    109
  • Country

    Portugal

Vera Santos last won the day on February 28

Vera Santos had the most liked content!

About Vera Santos

  • Birthday 10/11/1967
  • Age 55

Profile Information

Recent Profile Visitors

8,101 profile views

Vera Santos's Achievements

  1. Não entendi mal não, para saber o que se passa de errado com o aquário que é o mais importante para não ter baixas na fauna e na flora é preciso saber um todo contexto do aquário, senão não passamos da adivinhação... Se não está disposto a dar as informações que lhe pedi, pronto é uma opção., não o posso ajudar.... 🤷‍♀️ Uma coisa é certa, o aquário está desiquilibrado... Nao respondeu sequer às perguntas que lhe fiz na citação, assim é difícil...
  2. Boas noites, com escova, amanhã mostro, neste momento estão com algum verdete...
  3. Depois faltam todas as informações sobre o aquário.... Fotos do dito peixe... É como ir ao médico dizer, Dr. sinto-me mal, e só com esta informação ser diagnosticado. Posto isto era bom fazer um copy/paste do questionário abaixo com todas as respostas às perguntas para se puder ajudar. Até arriscava dizer-lhe a doença do peixe em questão, mas já agora.... 😉 https://www.aquariofilia.net/forum/topic/250841-formulário-para-a-descrição-detalhada-em-caso-de-doença-no-teu-aquário/
  4. Boas, estou a gostar de ver o fundo preto por acaso... Está a evoluir muito bem o aquário. 💪🏻👌🏻
  5. Boas, ontem esqueci-me de dizer, entraram os camarões e 19 Boraras brigittae, e dois otos. TPA e poda feita, aqui fica o registo.
  6. Boas, olha sinceramente foi sem querer, mas também não me parece bem, foi para pôr mais uns pés de rotala a crescer. Mas se calhar vou pôr como estava, deixa ver. Amanhã vou fazer tpa, e tenho de fazer poda também, depois actualizo.
  7. A maior parte está plantada, mas colada nas rochas aqui também funciona, o mesmo se passa com a Cuba. Os nutrientes que vão buscar na coluna de água são suficientes para prosperar em, sempre com co2 e fertilizantes...
  8. Bulbophyllum Odoratissimum A Bulbophyllum odoratissimum é de origem asiática, ocorrendo do Nepal ao Vietnã. Curiosa por seu formato um tanto inusitado, que parece diferenciar-se quando olhamos a planta de perto ou de longe: ao nos aproximarmos notamos que o que parecia uma única flor na verdade é um juntado de várias pequenas flores de perfume adocicado. Em época de flor, parece um lindo buquê com várias orquídeas juntas com longas hastes no meio da flor. Tamanho da muda com aproximadamente 10 cm. Apta a florir. (Planta enraizada na terra, não é de corte) Bulbophyllum é o gênero mais vasto e um dos mais complexos dentre as orquídeas, com cerca de duas mil espécies bastante diversas, distribuídas pelos trópicos de todos os continentes com predominância nos sudestes da África e da Ásia. Esse nome advém da latinização de duas palavras gregas, a primeira que significa "bulbo", "tubérculo", "raiz carnuda"; e a segunda que significa "folha". Isso porque a primeira planta descrita desse gênero possuía as folhas bastante espessas, em forma bulbosa. Normalmente o labelo dessas plantas é bem colorido e imita insetos da região em que ocorrem. Na maioria das espécies, a base do labelo é apenas levemente presa ao resto da flor de modo que pode mover-se com a mais leve brisa, assim atraindo insetos polinizadores. Esta espécie aprecia regiões de clima subtropical, ameno a quente, de 16ºC até 25ºC graus de máxima. Acima disto, deve-se aumentar a umidade e a ventilação do local onde são cultivadas. O cultivo desta espécie é bastante simples. Aprecia boa ventilação, umidade e muita luz indireta. O substrato ou musgo deve estar sempre úmido, porém nunca encharcado. O cultivo deve ser feito em vaso de sua preferência (ideal que seja de barro com furos) recomendamos usar o substrato de xaxim de palha de coco, e colocar camadas de pedras, carvão, casca de pinus ou fibra de coco, o importante é não colocar um substrato que retenha água. Garanta que seu substrato cubra apenas a raiz. Cuide também na hora de regar, não regue por cima das flores. Essas orquídeas são suscetíveis a doenças causadas por fungos como a ferrugem, o que pode ser combatido com fungicidas específicos, sendo conveniente consultar um agrônomo. Regue duas vezes na semana em épocas mais quentes. E 1 vez na semana nas épocas frias. Regue preferencialmente pela manhã. É importante evitar excesso de água quando as hastes florais começarem a aparecer, assim não perderá os botões. Faça a remoção das flores secas para dar maior força ao reflorescimento e assim a planta irá se manter num estado de saúde adequado. A adubação pode ser feita com adubo orgânico. Já o fertilizante deve ser com potássio ou fósforo. Mas cuidado para não fertilizar demais! As orquídeas possuem metabolismo muito lento e o excesso de fertilizante pode acabar salinizando o substrato. Quando o adubo é líquido e bem diluído pode ser adicionado a cada 15 dias. E se for sólido: a cada 3 ou 4 meses
  9. Dia 22 Actualizando aqui o tópico, tenho feito duas tpas por semana, concluí agora a última. Hoje aumentei um ponto no dimmer da calha. As plantas têm crescido bem no geral. A nível de melt só notei na Monte Carlo, mas coloquei mais que tinha aqui de outro aquário. Amanhã vou podar as plantas de caule que hoje já não tive paciência. Algas não tem tido muitas, apareceu um bocadinho de diatomáceas, mais nas rochas, com uma escovadela desapareceu por agora. Aqui deixo uma foto tirada agora. PS: Não liguem, coloquei ali no meio um bocado de Fissidens Fontanus que comprei, e esqueci-me de tirar... 🤦‍♀️😂, amanhã já tiro outra foto para substituir.
  10. Obrigada pelo elogio... Foi o que saiu à pressão. Já fui perguntar ao meu consultor e mudei o título para Kiretsu. 😁 Agora vê lá se fazes a pesquisa corretamente no Google.... 🤣🤣🤣 para saberes o significado!!!
  11. Data da montagem: 09/10/2022 Aquário: ILA Europa 45X30X30 cm extra claro Substrato: Help Advanced Soil Plants 8L Iluminação: Calha W/RGB Twinstar 450CC II 8h/dia Filtragem: Filtro cascata Aquael Versamax FZN-Mini Hardscape: Oceânia Stones da Strideways Flora da Aquaflora: Micranthemum species 'Monte Carlo' Rotala species 'Green' Rotala rotundifolia 'Orange Juice' Eleocharis sp.'Minima' Vesicularia ferriei 'Weeping' Rotala rotundifolia 'H'ra' Rotala species 'Vietnam' Fauna: A decidir Fertilização: 2hr aquarist Apt1 Co2: Pressurizado 8h/dia
  12. Boas, pode ser que ajude Importante importante, é saber o que provocou a doença, e tentar corrigir e estabilizar o aquário....
  13. Boa noite, ????? normalmente regenera, mas.... Não se percebe a sua pergunta, sem qualquer contexto.....
  14. Bem vou colocar eu as fotos...
  15. Boas Tereza, separei a sua experiência, para um tópico novo, visto ter respondido e desenterrado um tópico de 2014, aos dias de hoje completamente desatualizado. Assim, discutimos o tema aqui, para lermos opiniões novas e fresquinhas sobre um assunto, que na verdade não é totalmente recente, mas sim recorrente no nosso meio. A esta hora da noite ainda não estou no meu melhor para tecer considerações. 🙂🙃 Mas tentarei fazê-lo mais tarde.