Flow


JoseCarlosMarques

Recommended Posts

Infelizmente em nada do meu conhecimento que consigo ajudar. Mas, pelas ajudas que te estão a dar vou aprendendo muita coisa.

Espero que tudo se resolva e fiques com o aquário como sempre idealizaste. 

Edited by KoD
Link to comment
Share on other sites

1 hour ago, Texasrangel said:

Boas, gostava de ser uma maior ajuda mas em termos de carpetes temos os mesmos problemas. Parece que nada pega no meu aquario. A unica coisa que realmente ajudou foi podar as folhas mortas ou amareladas. Tenta retirar o maximo para a planta so enviar nutrientes para as folhas boas e para ver se rebentabonde cortas. O que tambem te podia ajudar era adicionares algumas plantas de crescimento rapido (combater as algas) flutuadoras é o melhor para isso.

Agradeço o comentário, de qualquer maneira. Ontem fiz uma mudança de água e já tentei tirar do aquário algumas folhas mortas, mas com plantas de carpete não é assim tão fácil. De qualquer maneira, e com a ajuda do @Alvaro Silva, julgo já ter chegado a uma conclusão. Escrevi no post em cima. Estou a tentar perceber como posso subir o PH, GH e KH da minha água... penso que a solução poderá passar por aí.

Link to comment
Share on other sites

6.4 á entrada no tanque é manifestamente muito baixo uma vez que mesmo que suba um pouco como no teu caso sobe para os 6.8 assim que introduzires CO2 vai baixar por vezes até um ponto e isso fica mesmo mesmo muito baixo esse calhau nao é completamente inerte e por si já baixa o PH 

 

para subires um pouco o teu PH GH e KH podes introduzir um um de coral partido num saco e colocá-lo dento do filto perto da saida de água nao o metas antes das ceramicas pois podes desiquilibrar as bacterias muito bruscamente.

 

 

 procura mais informação sobre a importancia do KH como buffer para nao teres flutuacoes muito grandes no PH

 

 

Link to comment
Share on other sites

9 minutes ago, Carlos André said:

6.4 á entrada no tanque é manifestamente muito baixo uma vez que mesmo que suba um pouco como no teu caso sobe para os 6.8 assim que introduzires CO2 vai baixar por vezes até um ponto e isso fica mesmo mesmo muito baixo esse calhau nao é completamente inerte e por si já baixa o PH 

 

para subires um pouco o teu PH GH e KH podes introduzir um um de coral partido num saco e colocá-lo dento do filto perto da saida de água nao o metas antes das ceramicas pois podes desiquilibrar as bacterias muito bruscamente.

 

 

 procura mais informação sobre a importancia do KH como buffer para nao teres flutuacoes muito grandes no PH

 

 

Estou agora mesmo a ver esses vídeos, Carlos 🙂 . O coral parece-me ser a melhor solução. Falta saber se consigo arranjar isso por cá. Também há quem use casca de ovo. Estou a tentar perceber se poderá ser uma alternativa viável ou não.

Link to comment
Share on other sites

Vem buscar água ao Barreiro e vais ver esse pH a subir hehehe

Agora a sério, não sei bem o que possas fazer. Há quem coloque conchas e aquelas cascas dos chocos tb... Mas não sei muito sobre o assunto... 

Link to comment
Share on other sites

16 minutes ago, Sofia Correia said:

Vem buscar água ao Barreiro e vais ver esse pH a subir hehehe

Agora a sério, não sei bem o que possas fazer. Há quem coloque conchas e aquelas cascas dos chocos tb... Mas não sei muito sobre o assunto... 

Vou fazer uma ligação aí ao barreiro. Eheh. Uma mangueira para fazer uma mudança de água por semana.

Essa das conchas esmagadas parece-me ser a opção mais acertada. Vou tentar comprar esta tarde para começar a experiência. Se não conseguir, vou tentar a casca de ovo.

  • Haha 1
Link to comment
Share on other sites

Jose, no tratamento que fizeste com o Excel, mandaste para cima da monte carlo? E que a minha tive muito cuidado para mandar so para ao pe das pedras, mas olha que o pouco que apanhou, dereteu-me o tapete quase todo! Olha, ao ponto de la ganhar coragem, e retirar tudo, para agora o iniciar de novo... E ele estava assim como o das tuas fotos, mas as folhas quase nem se punham castanhas, desapareciam simplesmente! Uma coisa que notei, foi que as plantas so se ressentiram, algum tempo depois de iniciar o tratamento....

Outra coisa que vejo, e que parece que tens fuzz algae, pelo menos pelas fotos, e isto aconteceu comigo quando a circulacao que tinha, apenas me deixava o co2 mais a superficie.... Descobri isto, apos ver num video um bacano a por o drop checker mais junto ao substrato durante um ou dois dias para ver o comportamento do mesmo. Podes sempre fazer esse teste que e rapido e ves logo ao fim de um par de dias.

De resto, nao consigo ajudar mais, mas desejo-te muita sorte!

Link to comment
Share on other sites

Daí eu prefira um reactor ao invés de uma difuzor ... pelo menos garantes que o CO2 já entra no aquario dissolvido na água depois é garantir que tens uma boa circulação e homogenea no aquario que no teu caso sem grande volumetrias de plantas acima do tapete nao me pareçe ser dificil.

Link to comment
Share on other sites

3 hours ago, PMarinho said:

Jose, no tratamento que fizeste com o Excel, mandaste para cima da monte carlo? E que a minha tive muito cuidado para mandar so para ao pe das pedras, mas olha que o pouco que apanhou, dereteu-me o tapete quase todo! Olha, ao ponto de la ganhar coragem, e retirar tudo, para agora o iniciar de novo... E ele estava assim como o das tuas fotos, mas as folhas quase nem se punham castanhas, desapareciam simplesmente! Uma coisa que notei, foi que as plantas so se ressentiram, algum tempo depois de iniciar o tratamento....

Outra coisa que vejo, e que parece que tens fuzz algae, pelo menos pelas fotos, e isto aconteceu comigo quando a circulacao que tinha, apenas me deixava o co2 mais a superficie.... Descobri isto, apos ver num video um bacano a por o drop checker mais junto ao substrato durante um ou dois dias para ver o comportamento do mesmo. Podes sempre fazer esse teste que e rapido e ves logo ao fim de um par de dias.

De resto, nao consigo ajudar mais, mas desejo-te muita sorte!

Olá Marinho. Sim, no tratamento que fiz mandei o Excel para cima da Monte Carlo, e foi quanto ela começou a queimar. Mas entretanto as algas começaram a perder a cor, e como pensei que o tratamento estava concluído deixei de usar o Excel dessa maneira e agora coloco só uma tampa por dia perto da saída do filtro, para ela se espalhar. Supostamente a Monte Carlo deveria recuperar, e foi isso que não aconteceu. Já lá vai mais de um mês. Algumas folhas crescem, mas outras ficam amarelas e morrem.

A Fuzz Algae - foi contra essa que fiz o tratamento, existe ainda em alguns sítios. Daí a contenção na fertilização. Esperava eu que, com o recuperar do tapete, as plantas tomassem conta dos nutrientes e as algas acabassem por definhar - quanto mais não fosse, quando começasse a aparar a carpete. Como o tapete não cresce, as algas continuam por lá, mas não têm crescido nem se tem alastrado.

 

2 hours ago, Carlos André said:

Daí eu prefira um reactor ao invés de uma difuzor ... pelo menos garantes que o CO2 já entra no aquario dissolvido na água depois é garantir que tens uma boa circulação e homogenea no aquario que no teu caso sem grande volumetrias de plantas acima do tapete nao me pareçe ser dificil.

Eu tenho um reactor, e vejo as bolhinhas de CO2 perto do tapete. Em relação a isso julgo não ter problemas. Já em relação à circulação da água tenho algum receio... por baixo da saída do filtro não vejo muita coisa a mexer e estou a pensar comprar uma bomba de circulação apenas para ajudar esse movimento. O meu filtro não é aquele que seria o mais adequado. Sei disso, mas ainda não tenho possibilidade de o trocar. Em alternativa (e como tenho dois filtros iguais - arranjei um em segunda mão muito barato, ainda novo na caixa) já pensei em ligar um segundo do lado oposto do aquário, mas como me parece que seja filtragem a mais, decidi não avançar ainda com essa ideia.

 

Hoje passei por uma loja da especialidade e consegui encontrar Casca de Ostra triturada. Com os valores baixos que tenho tido de PH, GH e KH, estou mesmo tentado em colocar alguma dentro do filtro para tentar subi-los. Pode ser que, por aí, consiga que o tapete comece a crescer, porque isso resolvia a minha maior dor de cabeça... se vir a Monte Carlo a crescer, nem me importo de voltar a fazer o tratamento contra as algas (se assim achar necessário). Mas com o tapete neste estado não me atrevo a mandar novamente Excel para cima das folhas.

Edited by JoseCarlosMarques
Link to comment
Share on other sites

3 hours ago, JoseCarlosMarques said:

Eu tenho um reactor, e vejo as bolhinhas de CO2 perto do tapete. Em relação a isso julgo não ter problemas. Já em relação à circulação da água tenho algum receio... por baixo da saída do filtro não vejo muita coisa a mexer e estou a pensar comprar uma bomba de circulação apenas para ajudar esse movimento. O meu filtro não é aquele que seria o mais adequado. Sei disso, mas ainda não tenho possibilidade de o trocar. Em alternativa (e como tenho dois filtros iguais - arranjei um em segunda mão muito barato, ainda novo na caixa) já pensei em ligar um segundo do lado oposto do aquário, mas como me parece que seja filtragem a mais, decidi não avançar ainda com essa ideia.

Se tens um reactor as bolinhas que vês não serão de CO2 mas sim de oxigenio 

Link to comment
Share on other sites

On 24/10/2022 at 11:28, JoseCarlosMarques disse:

O coral parece-me ser a melhor solução.

Tenho literalmente vários kilos disso, se não encontrares...

Projetos antigos:

Link to comment
Share on other sites

24 minutes ago, João Cardoso (Kadoxu) said:

Tenho literalmente vários kilos disso, se não encontrares...

Arranjei, João. Obrigado. Não é coral mas é casca de ostra. Pelo que percebi, vai dar ao mesmo.

Link to comment
Share on other sites

Agora mesmo, JoseCarlosMarques disse:

Arranjei, João. Obrigado. Não é coral mas é casca de ostra. Pelo que percebi, vai dar ao mesmo.

É mais ou menos a mesma coisa, sim.

Eu uso fragmentos de coral nos meus filtros todos, se precisares diz...

 

Há alguma razão especial para teres a água só a 22ºC?

 

Se ganhares o hábito de ter plantas flutuantes, podes usá-las também para tirar algumas conclusões em relação ao teu problema.

Se as flutuantes estão ok, mas há problemas nas plantas submersas, o problema é provavelmente pouco CO2.

Se as flutuantes também não estão a 100%, muito provavelmente o problema está na fertilização.

As flutuantes ainda servem outro propósito, como plantas de crescimento rápido e absorção de nutrientes em excesso. Eu gosto de dosear um pouco a mais que o indicado e compenso com flutuantes.


Também já queimei um tapete por usar água demasiado quente quando fazia as TPAs. Uma diferença só de 2 ou 3ºC fez com que o tapete começasse a ficar amarelo.

Projetos antigos:

Link to comment
Share on other sites

39 minutes ago, João Cardoso (Kadoxu) said:

É mais ou menos a mesma coisa, sim.

Eu uso fragmentos de coral nos meus filtros todos, se precisares diz...

Foi o que arranjei. Mas ainda não comecei a usar porque apesar da minha água da torneira ser muito "mole", a verdade é que os valores dentro do aquário regularizam. O PH fica nos 6.8, e o GH e o KH estão dentro dos valores mais baixos aceitáveis. Provavelmente usando os fragmentos a coisa poderia subir um bocadito (teria que ser comedido na quantidade de casca de ostra), mas ainda tenho algumas dúvidas. Preciso observar um pouco mais o aquário.

 

42 minutes ago, João Cardoso (Kadoxu) said:

Há alguma razão especial para teres a água só a 22ºC?

É o que costumo usar... entre os 22 e os 23. Disseram-me que as temperaturas mais altas poderiam ajudar o crescimento de algas, e como ainda não as vi desaparecer totalmente, optei pelos 22. Deveria optar por ter a água mais quente?

 

45 minutes ago, João Cardoso (Kadoxu) said:

Se ganhares o hábito de ter plantas flutuantes, podes usá-las também para tirar algumas conclusões em relação ao teu problema.

Se as flutuantes estão ok, mas há problemas nas plantas submersas, o problema é provavelmente pouco CO2.

Se as flutuantes também não estão a 100%, muito provavelmente o problema está na fertilização.

As flutuantes ainda servem outro propósito, como plantas de crescimento rápido e absorção de nutrientes em excesso. Eu gosto de dosear um pouco a mais que o indicado e compenso com flutuantes.

Está tudo OK com as flutuantes. Até demais. Todas as semanas elas dobram de quantidade. Mas também está tudo ok com a Eleocharis a Subulata e a Glossostigma. A Monte Carlo é que está a definhar. Ou melhor... como já disse... ela ficou queimada quando fiz o tratamento das algas com Excel e de há um mês para cá ainda não recuperou. Pelo contrário. Em alguns sítios vai crescendo, mas na maior parte do tanque está a amarelecer.

Falam-me muito do problema do CO2, mas pelas medições que faço e pelo Drop-checker o CO2 está no nível correcto. Poderá ser má circulação do mesmo? Poderá o filtro ser pequeno para o tanque que eu tenho e não dar conta da circulação pelo aquário todo? Em termos de matéria filtrante acho que é suficiente, porque nunca tive picos de amónia nem parâmetros fora do normal... mas pode não ter potência para fazer circular a água como deveria. Nesse caso, achas que uma daquelas bombas submersíveis ajudaria a resolver o problema? Não queria nada ter que comprar agora outro filtro.

 

52 minutes ago, João Cardoso (Kadoxu) said:

Também já queimei um tapete por usar água demasiado quente quando fazia as TPAs. Uma diferença só de 2 ou 3ºC fez com que o tapete começasse a ficar amarelo.

Isso, até hoje, não me aconteceu. Felizmente. O problema terá que ser outro.

Link to comment
Share on other sites

Nao querendo bater mais no ceguinho, o meu tapete com o pouco excel que lhe tocou, comecou a ficar castanho e de dia para dia parecia um fogo a alastrar! Ate a planta se comecou a separar do substrato,provavelmente porque as raizes morreram.

Depois de o arrancar, nao aproveitei quase nada, fiquei com dois ou tres "pes" que espalhei pela frente do aquario, e ele agora la esta a comecar a crescer.

Mas sabes o que e estranho e nao bate muito certo? Se tu antes do tratamento, tinhas as algas mas as plantas nao estavam assim, e a unica coisa que "mudaste" foi fazer o tratamento, ainda que os parametros da agua nao estivessem ideais para as plantas, achas que deviam fazer isso se antes nao o fizeram? Sei que as coisas nao sao asim tao lineares, mas e estranho.

Atencao que eu pouco percebo disto, e so mesmo mais umas ideias para juntar ao brainstorming do pessoal... 🙂

Link to comment
Share on other sites

1 hour ago, PMarinho said:

Mas sabes o que e estranho e nao bate muito certo? Se tu antes do tratamento, tinhas as algas mas as plantas nao estavam assim, e a unica coisa que "mudaste" foi fazer o tratamento, ainda que os parametros da agua nao estivessem ideais para as plantas, achas que deviam fazer isso se antes nao o fizeram? Sei que as coisas nao sao asim tao lineares, mas e estranho.

Não é a primeira vez que me acontece. E, antes, em aquários sem algas ou sem os problemas que tive.

Curioso é que acontece sempre nesta altura do ano. Poderá ter haver com a água da rede. Outra coisa que acontece é ser recorrente a quebra de crescimento na Monte Carlo. Sempre a misturei com outras plantas (algumas supostamente "difíceis" como a Blyxa) e é sempre a Monte Carlo que sofre. Que é esquisito, é. Eu resolvia isto facilmente com um sistema de RO e um filtro melhor. Mas também planeei este aquário até ao pormenor e a coisa deu para o torto, o que quer dizer que a teoria é sempre muito bonita, mas na prática as coisas nunca funcionam (pelo menos para mim). Já não consigo contabilizar as montagens que fiz nestes últimos 4 anos, e o melhor resultado que tive foi quando comecei. Usava uns projectores de LED comprados nos chineses... não fazia fertilização... o layout foi feito com umas pedras que encontrei aqui na rua (literalmente! isto estava tudo em obras e eu fui "roubar" umas pedras durante a noite ) e o sistema de CO2 era feito com gelatina e açúcar. Tenho uma imagem que o comprova:

 

UCbtdcw.jpg

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

Onde a MC está a crescer, as folhas são mais pequenas, ou ficam com tamanho normal?

Para fertilização, ainda estás a usar Tropica? Specialized ou Premium?

À falta de melhores evidências, acho que o principal problema foi o Excel e depois a temperatura mais baixa pode estar a fazer com que a planta não esteja a recuperar tão depressa como podia. Se a temperatura reduz o crescimento das algas, faz o mesmo com as plantas e animais. 

O facto de dizeres que tens problemas nesta altura do ano (em que a temperatura baixa um bocado) ainda me deixa mais inclinado para a questão da temperatura.

A única outra coisa que me vem à cabeça, é a questão dos químicos (pesticidas e herbicidas) que as primeiras chuvas trazem para as águas em maior concentração depois de um período mais seco, mas não acho que atinjam valores suficientemente altos nas águas da torneira para fazer isso e haveria mais malta a queixar-se do mesmo. Que condicionador de água usas?

Se fosse eu, subia a temperatura para 24ºC, deixava o Excel de lado e esperava umas semanas para ver se fazia alguma diferença. Se não fizer diferença, começava a olhar para a questão do fluxo, depois luzes... e por aí fora.

Projetos antigos:

Link to comment
Share on other sites

3 hours ago, João Cardoso (Kadoxu) said:

Onde a MC está a crescer, as folhas são mais pequenas, ou ficam com tamanho normal?

São mais pequenas, sim. Já tinha reparado nisso. 

3 hours ago, João Cardoso (Kadoxu) said:

Para fertilização, ainda estás a usar Tropica? Specialized ou Premium?

Sim. Uso os dois. Usei Premium quando acabei o tratamento com as algas e depois passei para Specialized, mas como comecei logo a ter algas verdes, comecei a alternar. 1 bombada de cada por dia.

3 hours ago, João Cardoso (Kadoxu) said:

À falta de melhores evidências, acho que o principal problema foi o Excel e depois a temperatura mais baixa pode estar a fazer com que a planta não esteja a recuperar tão depressa como podia. Se a temperatura reduz o crescimento das algas, faz o mesmo com as plantas e animais. 

O facto de dizeres que tens problemas nesta altura do ano (em que a temperatura baixa um bocado) ainda me deixa mais inclinado para a questão da temperatura.

Achas que devo aumentar? Que temperatura costumas ter nos teus tanques?

3 hours ago, João Cardoso (Kadoxu) said:

A única outra coisa que me vem à cabeça, é a questão dos químicos (pesticidas e herbicidas) que as primeiras chuvas trazem para as águas em maior concentração depois de um período mais seco, mas não acho que atinjam valores suficientemente altos nas águas da torneira para fazer isso e haveria mais malta a queixar-se do mesmo. Que condicionador de água usas?

Uso o Seachem Prime.

3 hours ago, João Cardoso (Kadoxu) said:

Se fosse eu, subia a temperatura para 24ºC, deixava o Excel de lado e esperava umas semanas para ver se fazia alguma diferença. Se não fizer diferença, começava a olhar para a questão do fluxo, depois luzes... e por aí fora.

OK... comecei a fazer perguntas antes de ler o teu comentário todo até ao final 🙂 . Desculpa... não ligues às mesmas.

Vou tentar fazer isso que dizes, mas como entretanto aumentei o CO2 de 2 para 3 bolhas por segundo (o Drop-Checker continua verde - um verde mais vivo, e o valor do teste mantém-se dentro do normal) vou esperar umas semanas para avaliar os resultados. Se não verificar melhoras, subo então a temperatura para os 24º e deixo de dosear o Excel por uns tempos.

Deixa-me só colocar-te uma última questão... disseste que nos teus aquários todos usas coral triturado... isso mesmo nos de água doce? A quanto tens o teu PH?

Obrigado pela ajuda, Cardoso. Muito obrigado!

Link to comment
Share on other sites

13 hours ago, JoseCarlosMarques said:

 

Deixa-me só colocar-te uma última questão... disseste que nos teus aquários todos usas coral triturado... isso mesmo nos de água doce? A quanto tens o teu PH?

 

José Carlos eu tinha-te dito o mesmo ... 

Link to comment
Share on other sites

3 hours ago, Carlos André said:

José Carlos eu tinha-te dito o mesmo ... 

Provavelmente estou a confundir, então. Posso ter colocado a questão à pessoa errada. Mas já agora, Carlos, a quanto está o PH do teu aquário 🙂 ?

Link to comment
Share on other sites

Antes de CO2 7.4/7.6

Full CO2 saturation 7.1/7.0

o KH ronda os 3/4

 

mas nao te esqueças que o meu harscape é mais inerte ... as tuas Seryiu teem tendencia para baixar o PH

 

e depois vem sempre aquela cena do depende como o meu estao densamente plantado eu nem te digo o número de bolhas por minuto lolllllllll mas a vdd é que elas consomem aquilo td .... e a água da minha rede vem mesmo nos 7 de PH

Link to comment
Share on other sites

há 18 horas, JoseCarlosMarques disse:

Achas que devo aumentar? Que temperatura costumas ter nos teus tanques?

Tenho sempre tudo a 25ºC. 
 

há 18 horas, JoseCarlosMarques disse:

Deixa-me só colocar-te uma última questão... disseste que nos teus aquários todos usas coral triturado... isso mesmo nos de água doce? A quanto tens o teu PH?

No salgado não preciso de usar. Uso em todos os aquários de água doce, sim.

A quanto está o pH? Não faço ideia... 😂 eu deixo de testar a água regularmente quando os aquários estabilizam. Se mantiver o meu regime de TPAs consistente (normalmente faço TPAs de quase 50% todas as semanas), só testo quando vejo alguma coisa de estranho, ou se estiver com algum problema. Neste momento, preocupam-me mais falhas do material (especialmente dos termostatos) do que a qualidade da água. Testo de tempos a tempos, só para confirmar se está tudo ok e para ver se preciso de ajustar as TPAs. Posso-te dizer que este ano só fiz 2 testes, 1 em Março e outro em Maio. Nos 6 aquários de água doce o pH estava entre os 6.8 e os 7.6, o gH entre 4 e 10 e o kH entre 2 e 4. Estas variações ainda grandes de um aquário para o outro, devem-se a várias coisas em conjunto, tenho aquários muito diferentes, alguns sem plantas e outros densamente plantados, alguns sem substrato fértil e/ou rocha, alguns com injeção de CO2, a quantidade de fauna, etc. 

Daqui a pouco, se tiver tempo, faço testes para te dizer como estão os meus valores. Mas a ideia que quero passar aqui, é que os números não são assim tão importantes, desde que estejam minimamente estáveis e não os podes comparar com os números das outras pessoas, porque os aquários delas são diferentes. Tenho 6 aquários, não tenho nem 2 com números idênticos de pH, gH e kH em cojunto e só tenho tido alguns problemas, mas nada de especial, num deles.

Não é preciso usar uma quantidade enorme de coral. Eu tento colocar uma quantidade que faça só uma camada mínima no filtro para obrigar a água a passar pelo coral. Não chego a usar uma mão-cheia para o filtro do aquário de 200L, por exemplo.

Projetos antigos:

Link to comment
Share on other sites

Honestamente eu faria um back to basic.

Tu perdeste o pé ao aquário...com tantas alterações, tratamentos e luta com algas acabaste por deixar de ter ideia do que se passa dentro dele.

Embora possa parecer e haja um pouco essa ideia, manter aquários plantados não é uma ciência exata, nem nós temos ideia de todos os processos que se passam dentro dele e como variam no dia a dia, ainda mais quando as coisas não estão a correr bem e em cima disso andamos a fazer alterações periódicas.

Os meus 50 cêntimos

- Parar com o excel, tens co2 a ser injetado. Serve perfeitamente. o Co2 é o elemento essencial para a fotossíntese, mas tem de ser acompanhado pelo resto, nomeadamente pela fertilização. Se estás a catalisar a fotossíntese e depois não "alimentas" ao nível nutricional podes entrar em carências. 

- Diminuir a intensidade da luz. 50%.  Eu pesquisei de li que tem 5100 lumens (se li corretamente). Isso é uma barbaridade. Menos luz menos algas. 

- Aumentar a fertilização. Pessoalmente acho que andas a sobre dosear o co2 e a fertilizar pouco para o "boost" de metabolismo que estás a induzir via co2. Eu no aquário de desafio da pet ando a fertilizar 2ml de macro dia sim dia não para um aquário infinitamente mais pequeno. Sou daqueles que sempre fertilizei "massivamente" os meus aquários e não é por aí que vejo o aparecimento de algas.

- Diminui o volume das TPAS.  Ainda sou do tempo em que 10-15% era a norma. Desde lá e começou a hiperbolizar tudo e as TPAS também. Se não tens um aquário estabilizado agora não vejo como tpas de 50% vão ajudar. Mais uma vez, o meu do desafio leva 3 semanas sem TPAS e não é por isso que está a correr mal. TPAs com fauna são importantes, obvio, mas não se "resets" de 50% são o mais aconselhável. Experimenta 25%.

 

São só ideias....

  

Link to comment
Share on other sites

6 hours ago, Carlos André said:

Antes de CO2 7.4/7.6

Full CO2 saturation 7.1/7.0

o KH ronda os 3/4

 

mas nao te esqueças que o meu harscape é mais inerte ... as tuas Seryiu teem tendencia para baixar o PH

 

e depois vem sempre aquela cena do depende como o meu estao densamente plantado eu nem te digo o número de bolhas por minuto lolllllllll mas a vdd é que elas consomem aquilo td .... e a água da minha rede vem mesmo nos 7 de PH

A diferença de montagens é realmente muito grande. Perguntei porque, supostamente, a casca de ostra sobe o PH até um determinado nível (dependendo da quantidade de casca, claro) e depois estabiliza. Sinceramente, tenho andado bastante ocupado e ainda não consegui fazer a medição depois de ter aumentado a cadência do CO2. Terá que ficar para o fim-de-semana, se conseguir ter algum descanso 😕 .

 

6 hours ago, João Cardoso (Kadoxu) said:

Daqui a pouco, se tiver tempo, faço testes para te dizer como estão os meus valores. Mas a ideia que quero passar aqui, é que os números não são assim tão importantes, desde que estejam minimamente estáveis e não os podes comparar com os números das outras pessoas, porque os aquários delas são diferentes. Tenho 6 aquários, não tenho nem 2 com números idênticos de pH, gH e kH em cojunto e só tenho tido alguns problemas, mas nada de especial, num deles.

Eu também tenho tendencia a não fazer medições. Desde que tudo aparente estar bem, não me preocupo muito. Mas com todos estes problemas que tive, lá fui "obrigado" a comprar um kit de testes, para ver se algo estava fora do normal. Fiz-te a pergunta do PH pelo que já falei em cima... a utilização da casca de ostra ou dos fragmentos de coral têm, pelo que li, um tampão a determinado valor. É esse valor que estava a tentar descobrir.

 

4 hours ago, Vasco Ferreira said:

Honestamente eu faria um back to basic.

Tu perdeste o pé ao aquário...com tantas alterações, tratamentos e luta com algas acabaste por deixar de ter ideia do que se passa dentro dele.

Embora possa parecer e haja um pouco essa ideia, manter aquários plantados não é uma ciência exata, nem nós temos ideia de todos os processos que se passam dentro dele e como variam no dia a dia, ainda mais quando as coisas não estão a correr bem e em cima disso andamos a fazer alterações periódicas.

Os meus 50 cêntimos

- Parar com o excel, tens co2 a ser injetado. Serve perfeitamente. o Co2 é o elemento essencial para a fotossíntese, mas tem de ser acompanhado pelo resto, nomeadamente pela fertilização. Se estás a catalisar a fotossíntese e depois não "alimentas" ao nível nutricional podes entrar em carências. 

- Diminuir a intensidade da luz. 50%.  Eu pesquisei de li que tem 5100 lumens (se li corretamente). Isso é uma barbaridade. Menos luz menos algas. 

- Aumentar a fertilização. Pessoalmente acho que andas a sobre dosear o co2 e a fertilizar pouco para o "boost" de metabolismo que estás a induzir via co2. Eu no aquário de desafio da pet ando a fertilizar 2ml de macro dia sim dia não para um aquário infinitamente mais pequeno. Sou daqueles que sempre fertilizei "massivamente" os meus aquários e não é por aí que vejo o aparecimento de algas.

- Diminui o volume das TPAS.  Ainda sou do tempo em que 10-15% era a norma. Desde lá e começou a hiperbolizar tudo e as TPAS também. Se não tens um aquário estabilizado agora não vejo como tpas de 50% vão ajudar. Mais uma vez, o meu do desafio leva 3 semanas sem TPAS e não é por isso que está a correr mal. TPAs com fauna são importantes, obvio, mas não se "resets" de 50% são o mais aconselhável. Experimenta 25%.

 

São só ideias....

 

Agradeço toda a pesquisa que fizeste, Vasco, e todo o tempo que dispensaste a tentar ajudar-me. Uma das coisas que mais me assusta no hobby, é a questão "sub". Sub-nutrição... Sub-iluminação... Sub-Doseamento de CO2. Quando as coisas não correm bem, temos tendência a pensar que alguma coisa está a acontecer em exagero nos nossos tanques, e pode ser ao contrário. Vou ter em consideração as tuas recomendações, mas muito sinceramente, esse "Back to Basic" que mencionaste... eu até já pensei em leva-lo ao extremo... esvaziar o tanque, deixar as plantas recuperarem em ambiente húmido, e depois tentar outra vez. Vamos ver. Uma coisa de cada vez 🙂 .

 

Mais uma vez, obrigado a todos!

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.