PAFS

Aqua - SUSSOA

Recommended Posts

Boa tarde,

À uns anitos atrás deparei-me por mero acaso com um site de aquariofilia que se chama “Aquaforum Portugal”.
Fiz o login e após breves consultas aos tópicos, rapidamente veio à memória os meus tempos de juventude, onde tive alguns aquários.
Daí a decidir que ia voltar à aquariofilia, foi um segundo.

De imediato fiquei apaixonado pelo Aquascaping, pelos aquários plantados.

Rapidamente me apercebi naquela altura que a realidade actual comparativamente à do passado no que respeita à aquariofilia, distava anos luz. Nada tinha a ver com a minha anterior realidade.
Aquariofilia já não era um retângulo com água, pedras ao molho de todas as cores, bomba de ar, um termóstato e uma lâmpada.
Passei meses em consultas pela Web, downloads de livros e mais livros, não fazia mais nada que não fosse ler e ler e ler sobre aquários.
A cada dia que passava ficava mais fascinado com os aquascapers deste universo.

Vai daí meti mãos à obra e iniciei as primeiras compras para aquele que seria o meu primeiro plantado a sério (Pensava eu naquela altura mas não foi..). Desde esse outros passaram.

Entretanto o tempo foi passando e quando dei conta já estava imbuído num longo processo de aprendizagem com erros e erros sucessivos e várias remontagens e novas montagens até que decidi parar e mantive apenas uma montagem que serviria para aprendizagem.
Montagem essa que decorreu até Junho de 2016. Depois desmantelei.

Nessa montagem, apenas me foquei em combater os males que havia tido nos outros aquários. O fito era aprender e não ter um aquário bonito a qualquer custo.
Passo a passo e lentamente a tentar perceber dia após dia como ultrapassar as barreiras que me eram colocadas á frente.
Combati quase todas as algas que conheço. Combati também insetos, larvas. Pragas de caracóis, etc. Tudo me assolava.

Mas aproveitei para em simultâneo, testar luz das mais variadas formas e seus efeitos, porque na minha opinião a LUZ é o fator ignição de tudo o que acontece no aquário e não é dependente de outros factores mas sim uma causa/origem isolada. É na LUZ que tudo se define.
Testei desde 39W até 160W T5 com vários Kelvins e Lumens. Mais perto da agua, mais longe, com mais ou menos Co2 , mais ou menos fertilizante e cheguei à conclusão que a teoria do “quanto mais luz mais Co2 e mais tudo ou vice versa” é a meu ver isso mesmo.. Teorias. Andar nos limites é incontrolável para mim. (É a minha humilde opinião tal como as que abaixo vêm).

Podemos ter o aquário estabilizado por uns dias mas de repente começa tudo a ruir. E descobrir a causa quando se anda nos limites é algo insano e não para quem quer desfrutar do hobby. De tudo que experimentei e testei e de todas as potências testadas a que corresponde à mais eficiente e balanceada é no meu entender 0.5 W litro ou 40 Lumens / Litro. Esta velha máxima dos velhinhos do Hobby aplicou-se na integra na minha visualização. Tambem naveguei pelos 0.6 a 07 W e com resultados satisfatórios mas já requer muito mais rigor e atenção nos outros parâmetros e mais facilmente o aquário desliza para o desastre.

Testei vários fotoperiodos desde as 6 horas às 10 horas. Optei pelas 10 horas com luz moderada. A meu ver quando as luzes ligam as plantas não iniciam logo a fotossíntese. Não é um disparo e já está. Desde que as luzes acendem e as plantas comecem a usar os “açucares” leva algum tempo. (não quantificável acho eu) E que também precisam de tempo para poderem exercer este processo de forma eficaz. Mais tempo para as plantas crescerem de forma mais lenta e moderada e até terem mais tempo para ganharem qualquer confronto com algas. Na natureza as 10 horas são normais. Foi essa a minha lógica. Não me dei mal.
Facto: Eu para obter bons vermelhos quer nas Echinodorus, quer na Reineckki tenho que usar uma lampada de espectro entre 3000 a 4000 K. Se meter apenas 6500 K não sai vermelho mas alaranjado.

Experimentei Fertilizações desde a tradicional “Estimativa Index” passando pela gama da ADA, a gama da Tropica, e actualmente não fertilizo com nada convencional.
Cheguei á conclusão que grande parte dos problemas com as plantas não reside propriamente na quantidade de nutrientes que introduzimos mas sim a outros factores muito difíceis mas não impossíveis de controlar ou pelo menos alguns prevenir. Acho até que os nutrientes é o que menos nos devemos preocupar e que basta um pouco de “ração” para que estejam bem.
Por exemplo há plantas que não podem estar muito próximas do Difusor de Co2 ou da ponta do Outflow em função do excesso de corrente ou mesmo até perto do Inflow. É necessário muita atenção às escolhas, necessidades de cada planta, e posicionamento adequado da Flora, bem como a circulação da água. Portanto partindo do principio que tinha o aquario com os parâmetros inamovíveis (CO2+Fert), se uma planta não correspondia ou não estava a crescer, o que fazia, era plantar a dita em pequenas porções pelo aquário e ver onde arrebitava mais e naturalmente tirava as minhas conclusões. E não é que resultava?
A mesma planta em determinado sitio não crescia ou até derretia, e noutro local do aquário despontava lindamente. Vá-se lá saber ao certo. Mas penso que seja pelas razões acima descritas. Não vejo outras.

Usei Osmose 100% e água de rede com Osmose a 50/50 ou 60/40 e ainda 70/30 e contudo as algas lá prevaleciam. Não consegui perceber alterações ao nível da flora mesmo com níveis de GH e KH diferentes. Só mesmo ao nível das Diatomaceas é que existem diferenças notórias.

Tive um processo de oxidação de equipamentos e pedras. Descobri a causa. O2 em excesso fruto de uma bomba de ar que tinha instalado. Retirei a bomba, e a oxidação desapareceu em menos de 15 dias.

Nesse aquário andei em guerra com a GSA /GDA/BBA com H2O2 e TPA´s e nunca resultou. Voltava a reaparecer sempre. H2O2 não é solução definitiva. Decidi também deixa-las completar o seu ciclo de vida como é descrito em muitos locais da web e não resultava. Tambem não acredito hoje que isso seja solução. A solução foi a Luz e circulação de água.

Com Blackout´s (Fiz dois de periodos diferentes) verifiquei que muitas plantas não só deixaram de ter algas como inclusive cresceram e ficaram mais bonitas. Por estranho que pareça aconteceu. Lá está a luz.. não a fert nem o Co2 inamoviveis. Foi uma total surpresa para mim. Obviamente que outras (poucas) ficaram algo pálidas (diferentes necessidades como referi acima). Mas após o Blackout, corrigi a diferença de Nitratos para Fosfatos á taxa de 10:1 e/ou 10:2 como também se lê em alguns sites e não resultou. Tive que mexer na luz.

A BBA só começou a desaparecer quando baixei a luz para os 0.5 W a 0.6W / Litro.
Baixei a Luz, dei Seachem Excell e começou a fraquejar. De seguida fiz Blackout e durante seis dias deitava 10 Ml de Excel para a agua. Acabou a BBA. Mas com 0.5 a 0.6 W.

As TPA deixei de fazer semanalmente de 50%. Fazia uma TPA de 30% de 3 em 3 dias. Quando a mim efectuar TPA de 50% todas as semanas destabiliza o aquario. Mesmo não usando sistema de fertilização “EI”. Ai acredito que ainda é pior face ao cumulo de nutrientes disponíveis. Apenas sei que sempre que usava a “EI” tinha vidros, Lily Pipes tudo acastanhado! Uma autentica desgraça. Tinha que limpar os equipamentos toda as semanas. E nunca conseguia controlar a fertilização. Ora tinha nitratos a 80 como tão depressa vinha parar aos 40 e a máquina não se controlava.. Mais: Os sais tambem eles provocam oxidação. Daí o acastanhado que se verifica com muita frequência nas tubagens.

Twinstar: Não uso. Diferenças? Zero. Sinceramente não consigo relacionar.

Testar CO2 com PH. No meu caso verifiquei que Independentemente do KH se conseguirmos baixar uma unidade de PH temos uma concentração de 30 PPM de Co2.
Testado com KH de 5 e Kh de 2 e em ambas as descidas com um duplo DropCheker no mesmo período de tempo acusou 30PPM. Por isso aquelas tabelas de KH/PH = Co2(?) não são lá muito fiáveis. Acredito mais na leitura do Drop.

E assim depois desta “breve” história do que andei por aí a fazer e testar (e muito mais faltaria referir), aqui fica o Set up e o novo aquário em que apliquei mais um pouco do que penso que consegui aprender nos anteriores. Penso.. nada é certo neste hobbie.

Nome do Aquário “SUSSOA” - (deriva da composição do nome da minha namorada (SUS)ete e do meu (SOA)res.

Ela foi a minha força durante este tempo todo e sempre me apoiou mesmo naqueles momentos em que apetecia mesmo entregar as armas.

O aquario é uma alusão à paisagem portuguesa, algo que nunca vi pelos foruns nacionais internacionais. Tentei recriar os socalcos do Douro. Não ficou bem bem como inicialmente tinha em mente porque o substrato tem as suas próprias limitações.

Contudo foi um trabalho que me deu imenso prazer ao longo de meses, sentado na minha varanda de casa, talhando, cortando, testando e colando pedra a pedra e ir fazendo os muros tao característicos do nosso Douro Litoral. Só é mesmo pena que em fotografia não consigam vocês ter a real percepção do aquário em escala, e conseguirem de frente ter a visão que eu tenho.

Por isso sobre as fotos o que posso adiantar é que fiz o melhor que sei até ao momento com muito esforço e dedicação de volta da máquina e muitos truques que fui lendo pela WEB. Não consegui sacar fotos perfeitas mas está bem melhor do que fazia. Vou tentar melhorar nas próximas de forma a conseguir transmitir o mais possível 3 D daquilo que vejo.

Não podia finalizar sem referir alguns dos amigos que pelo Aquaforum fiz, que muito me ajudaram a chegar até aqui. Uns porque sempre estiveram presentes nos esclarecimentos e ajuda incondicional (Paul, Tony, Aqualtis, Isménio, Tiago, Spoty, Toutinho, entre tantos), e outros a somar também a isso são os cavalheiros que sem culpa alguma me meteram nesta má vida (Menos euros..) da aquariofilia. Esses bacanos que fizeram e fazem aquelas obras de arte que são fonte de inspiração de muitos como o Nuno Matos, Luis Cardoso, Hugo Alvarenga, só para citar alguns.

Agora é deixar crescer e ir construindo a obra a pouco e pouco.

Espero que apreciem o conceito. A ideia era mesmo criar algo diferente.

Data de Montagem:
01 de Setembro de 2016

Aquario:
100x40x40 Vidro 10mm Vidro Extra-Claro da Vidromoldura-Centividro

Iluminação:
4 x T5 39 W (6500 + 4200 K)
10 Horas de fotoperiodo: Das 14 às 16 Horas uma T5 6500 K, das 16 ás 22 Horas duas T5 (6500K+4200k) e das 22 às 24 Horas novamente apenas uma T5 de 6500 K.

Filtragem:
EHEIM Professionel 4+600
Aqua Rebell Glass Inflow e Outflow 16/22 mm 30 ranhuras.
Cerâmicas Equo Stilla (3 Cestos).

CO2:
Ada Pollen Glass Beetle de 40 mm
CO2ART Regulador e Solenoide
Cal Aqua Labs Double Drop Checker v2

Hardscape:
Pedras Xisto

Substrato:
Tropica plant Growth + Tropica Soil + Fertilizante universal Pro 12-14 Meses (15+9+11+2 MgO+Micros)

Flora:

Eleocharis Parvula
Monte Carlo
Hemianthus Micranthemoides
Alternanthera reineckii 'Mini'
Hydrocotyle Tripartida
Staurogyne Repens
Bacopa Caroliniana
Pogostemon erectus
Blixa Japonica
Limnophilla Hipuroides

A Rever:
Introdução de Troncos.(muito céptico..)
O areão qu está á frente ser coberto com La Plata Sand. Ele tem uma ligeira mistura de La Plata Sand mas quiçá fique mais apelativo só cm areia tal como já me foi sugerido. Tenho-a cá em casa e não custa nada experimentar.

 

large.1.jpg




large.2.jpg



large.3.jpg



large.4.jpg

 

large.5.jpg

 

large.7.jpg

 

large.8.jpg



large.9.jpg

 

large_10.jpg

 

large_11.jpg

 

large_13.jpg

 

large_14.jpg

 

large_15.jpg

 

large_16.jpg.

large_17.jpg

 

large_19.jpg

 

large_18.jpg

 

large_20.jpg

 

large_21.jpg

 

large_22.jpg

 

large_23.jpg

 

large_24.jpg

 

large_25.jpg

 

large_26.jpg

 

large_27.jpg

 

large_28.jpg

 

large_29.jpg

 

large_30.jpg

 

large_31.jpg

 



Abraços a todos.

Edited by PAFS
  • Like 1
  • Upvote 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Brutal amigo! Muito mas muito bom!

 

Enviado do meu ONE A2003 através de Tapatalk

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom dia Paulo, excelente! Diferente mas com muita pinta :) gosto bastante! Um abraço

 

 

El Padriño

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

boas,

 

muitos, mas mesmo muitos parabéns pela introdução, está fantástica, gostei imenso e obrigado pela partilha.

 

no setup fiquei curioso com esta parte "Fertilizante universal Pro 12-14 Meses (15+9+11+2 MgO+Micros", podes esclarecer? qual a fertilização alvo? :rolleyes:

 

na iluminação também optas por um fotoperíodo longo, 10 horas, mas fraco em relação à potência disponível, pois apenas utilizas 50% em 6 das 10 horas, nas outras 4 usas 25%..., é para "apalpar" o crescimento das plantas e reveres depois, certo? :cool2:

 

sinceramente, não gosto muito do layout, mas o que interessa é que tu gostes, e para já parece respirar saúde, o que é muito bom, também me parece ser uma excelente fonte para aprendizagem, pois a disposição das plantas em "canteiros" e "socalcos" permitirá certamente tirar conclusões interessantes biggrin.png' alt=':biggn:'>

 

estou muito, mas mesmo muito curioso, com o aspecto do áqua daqui a 1 ou 2 meses, vou acompanhar com muito interesse :smile2:

 

e claro, era excelente que quando fizesses actualizações, pusesses sempre a foto do "antes" e do "depois" da poda biggrin.png' alt=':biggn:'>

 

muitos parabéns pelo projeto e votos de que tudo corra como desejas!

 

abraço,

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas Paulo

 

E diferente do abitual,mas muito bem conseguido,

e muito bonito,esta excelente todo esse trabalho,

muitos parabéns pelo aquário unico,nunca vi nenhum

a sim.

 

Cump: Álvaro Silva

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muito boa apresentação. Muitos Parabéns!!! Senti que estou a léguas do seu conhecimento. Parabéns!

 

Quanto ao layout, ainda não consigo ter opinião formada. Preciso de entranhar melhor o conceito. Estou curioso de ir vendo a evolução.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

O que achas da utilidade desse drop checker duplo?

Vale a pena?

 

Cumps

 

José

Share this post


Link to post
Share on other sites

Parabéns pelo trabalho, que tudo corra bem...gosto de ler os teus textos.

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas Paulo, sinceramente e vendo pelo fórum a maneira a que respondes a questões colocadas inclusive a mim não esperava uma apresentação diferente vindo de ti, ou seja muito bem estruturada, com pontos bastante interessantes reflectindo sempre a tua própria aprendizagem ao longo do tempo a que te dedicas á aquariofilia.

Nesse aspecto 5 estrelas.

No entanto falta-te mencionar a flora que usaste, para os mais prós basta olhar para o aquario para perceber o que lá está mas para mim consigo apenas identificar 3 espécies que ai tens.

Também gostava de saber que escolha terás em relação á fauna.

Em relação ao layout pessoalmente para mim não será o mais apelativo no entanto não deixa de ser o único desse género que vi neste fórum o que faz dele bastante interessante, especialmente daqui por 2 ou 3 meses quando essas plantas já tiverem desenvolvido mais um pouco.

Mas o mais importante é que tu gostes dele e pelo que li e vi estou certo que sim.

Resumindo os meus parabéns pelo que ai conseguiste fazer mas além do mais pelo conhecimento que deixaste transparecer no decorrer desse processo.

 

Cumprimentos

 

Nuno C.

  • Upvote 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom dia,

 

Antes de mais os meus sinceros agradecimentos pelo apoio e palavras de apreço.

 

A obra não foi facil, mas pronto dei o meu melhor. Sabia que não era algo comum, e claro está nestas coisas os gostos diferem sempre.

 

Eu sinceramente ponderei bastante antes de dar inicio a este aquário. A verdade é que mesmo tendo rochas Seiryu, Black Pagoda, Dragon e outras aos magotes em casa, bem como carradas de troncos de todos os tamanhos e feitios e Bonsais, sempre que olhava para todo aquele Hardscape dizia a mim mesmo: "Vou fazer o mesmo?" E por vezes iniciava uma montagem na bancada de ensaios que tenho. Mas lá está.. a ideia dos socalcos do Douro era a que estava na ideia e não saía nada de jeito com o restante hardscape. Acedi ao desejo. Para quê fazer algo contrariado? Não ia sair nada de jeito certamente.

 

Ainda considerei mais duas filas de Xisto elevando mais a parte detrás. Menos espaço entre filas e mais altura. Mas tambem se colocaria a questão de assim as plantas atrás ficarem demasiado expostas à luz e as devidas consequências.

 

E eu sei que assim com apenas uma T5 de 39W a coisa está devidamente controlada. Optei pelo seguro em detrimento do vistoso. Eu adoro ver as plantas resplandescentes. Dá-me um gozo brutal. E quando com a luz acende o aquario fica lindo.

Cheguei a este layout e gosto mesmo. Visto em casa não tem nada a ver com as fotos. E esse é o problema de quem aqui visualiza. Aliás o problema de todos, eu incluso quando visualizo os outros. Há sempre essa margem de erro de quem não tem o 3D à frente.

 

A opção pelo LA Plata Sand em BIG (grão) em vez de La Plata Sand (areia), é porque (e mais uma vez) não vejo o nosso Douro com areia de praia. Lá iamos para o de sempre .. o já visto e revisto. Optei por algo diferente.

 

A escolha das plantas também não fácil devido ás limitações. Tinha que optar por tapetes e nem todos são consensuais face ás dificuldades e necessidades de cada um. Da minha experiencia por exemplo a "Cuba" precisa muita luz, a "Utricularia" é um risco enorme de MELT etc, e assim optei pela Eleocharis e Monte Carlo, e com as podas que vou dar á frente pretendo que fique a ver-se os tapetes alinhados, tipo relvado aparado, e a pedra por trás de cada camada a ver-se.

 

Depois plantas de crescimento na ordem dos 5 a 10 cm maximo para o meio de forma a que tambem as consiga podar sem danificar a forma, (cortar caules apenas) e ficar a ver-se as pedras por trás a espaços conforme os molhos de Staurogyne e Reinecky que for deixando intactos. A Blyxa é cortar rente tambem e fica porreira. Para já vou podando e replantando pra encher aquela Fila. Quando cheia é ir cortando ao nivel do meio da pedra posterior.

E foi assim que fui pensando nas plantas. Caso a caso. Agora vamos ver se dá ;) Pensar está pensado. Executar não é igual.

Mas pronto se não der é mais aprendizagem. Para o próximo corrige-se.

 

 

no setup fiquei curioso com esta parte "Fertilizante universal Pro 12-14 Meses (15+9+11+2 MgO+Micros", podes esclarecer? qual a fertilização alvo? :rolleyes:

na iluminação também optas por um fotoperíodo longo, 10 horas, mas fraco em relação à potência disponível, pois apenas utilizas 50% em 6 das 10 horas, nas outras 4 usas 25%..., é para "apalpar" o crescimento das plantas e reveres depois, certo?

 

 

 

 

Amigo Ferreira,

 

A fertilização em causa testei no anterior aquario. Misturei com o Tropica Plant Growth. Granulado que vai libertando os nutrientes pouco a pouco e com durabilidade de 10 a 12 meses. Gostei bastante deste modelo de fertilização porque mantem niveis perfeitamente estabilizados de nutrientes (sempre o mesmo valor de NPK) e é um sossego.

Não só tenho a garantia de ter NPK controlado, como tambem o CO2. Desse modo só tenho que me preocupar com a luz.

 

E acresce que a minha agua de rede tem Nitratos e Oligoelementos Q.B. ;) Só com a agua de rede quase nem preciso de Fertilização. Mas como tenho 10 horas de fotoperiodo tinha que compensar.

 

Portanto a Luz será o unico factor a mexer uma vez que os demais são inamovíveis. Se algo começa a deslizar já sabes que só tens que adoptar a "energia" correcta, esperar duas semanitas pelos resultados dessa adopção, e continuar sempre a rotina das TPA´s - muito importante e factor decisivo para a saude do aquario. Como já referi não pratico 50% semanal.

 

Quanto ao fotoperiodo, uma vez mais lá vamos nós às práticas tidas como correctas. Podem ser correctas dependendo do tipo de aquario que se pretende.

Ferreira.. amigo.. digo-te que as plantas até estão a crescer demais para o meu gosto embora eu saiba que estamos no primeiro mês de vida, mas mesmo assim estão a crescer com uma taxa muito superior ao que eu esperava, e isto com apenas uma T5 de 39W e 3000 lumens. Para quê mais? Para que é magotes de luz? Para andar á beira do precipio?

 

Eu prefiro um crescimento mais lento e sustentado, em que as plantas têm mais tempo para fazerem fotosintese, digerirem os açucares, e vão crescendo a um ritmo normal com boas formas e cor. Ou seja, ao invés de lhe dar 6000 Lumens e 80 W de cima em 6 horas, que quase as queima e obriga a um ritmo de crescimento que a meu ver é demasiado brusco, opto por 9 ou 10 horas a acelerar menos com elas.

 

Se eu quisesse uma montagem para um concurso então sim.. dava-lhe gas com fartura, em dois meses tinha um aquario preparado para uma fotos magnificas e a seguir desmantelava.

 

Vou alterar a Luz conforme a massa vegetal a alimentar for aumentando. Mas nunca para niveis que vemos por aí. Posso articular outra T5 de 4200 K (está previsto no Set Up) com esta actual de 6500 K, mas será por valores de tempo muito residuais.

 

Com este modelo de energia, a taxa de sucesso no anterior aquario respeitante ás nossas amigas algas, foi um sucesso.

Luz elevada é igual a algas. E não é andar a mexer no CO2 e mais fertilização, andar a remediar com soluções de todo o tipo que as coisas se compôem. Podem compor-se mas demoram uma eternidade porque o factor energia está sempre elevado e andamos sempre á beira do precipio.

 

Por isso amigo vou para o que testei e que melhores resultados me ofereceu. Não tenho pressa ;)

 

 

O que achas da utilidade desse drop checker duplo?
Vale a pena?

 

 

 

Boas Bringer,

 

Depois de alguns anos a utilizar soluções 4Dkh feitas à martelo, e outras soluções cuja fiabilidade era sempre uma incógnita, e sabendo nós que o CO2 é um elemento chave para o bom funcionamento de qualquer aquario plantado, achei por bem comprar este que vem com uma solução calibrada a 30PPM e uma solução de referência com um delay de 1 hora. Assim sei a quantas ando. Uma vez mais : CO2 inamovivel. Está calibrado e á hora que a Luz liga está nos 30 PPM. Não mexe mais!

 

O dinheiro que gastei nos outros três drops simples anteriores e varias soluções, se tivesse logo comprado este ficava mais barato e bem melhor servido e porventura evitava muitas dores de cabeça. O mesmo digo para os Lily Pipes e outros equipamentos.

Eu sei que não é facil porque estas coisas são caras e a vida não está para cócegas, mas o facto é que a malta tenta contornar o inevitavel e acaba por gastar mais. Vale mais esperar, juntar uns cobres e comprar algo mais correcto do que aquele equipamento que até sabemos é um "desenrasca".

Andamos a comprar hoje uma peça mais barata, amanha outra tambem barata, e no final quando vamos somar os "baratos" todos que fomos adquirindo ao longo dos anos, chegamos à conclusão que gastamos mais do que se tivessemos logo comprado algo mais em linha. Isto é um conselho que dou aos mais novos. Na aquariofilia todos cometemos estes erros.

Eu então.. foi por demais. Nabiço em toda escala.

 

Agora vamos ver como isto cresce e daqui a um mês ou assim já coloco mais fotos, e vou tentar melhorar a habilidade a tirar fotos. Fazer aqueles efeitos, foi do arco da velha. Tive que improvisar.

 

Deixo um truque que usei para vocês.

Cortei garrafas de meio litro de água ao meio, forrei-as com papel cor de laranja e meti uma lampada normal de 30W daquelas espalmadas e bicudas, em cada garrafa e depois foi só coloca-las atrás do aquario. E brincar com a posição delas. Deu para aquelas fotos que vêm.

 

Verdade.. Ferreira as fotos foram todas tiradas com apenas uma T5 ligada dentro do aquario. Portanto vê lá a luz que aquilo dá.

Bem sei que trabalhamos a abertura da lente da maquina mas mesmo assim com uma abertura de 4 e ISO 200 bastou uma T5 para fazer aquelas fotos.

 

Abraços a todos e bem haja,

Share this post


Link to post
Share on other sites

muitos, mas mesmo muitos parabéns pela introdução, está fantástica, gostei imenso e obrigado pela partilha.

 

 

 

sinceramente, não gosto muito do layout, mas o que interessa é que tu gostes, e para já parece respirar saúde, o que é muito bom, também me parece ser uma excelente fonte para aprendizagem, pois a disposição das plantas em "canteiros" e "socalcos" permitirá certamente tirar conclusões interessantes biggrin.png' alt=':biggn:'>

 

 

Também agradeço a introdução, o teu testemunho e experiência. Concordo com muito do que dizes. Realmente isto da aquariofilia não é assim tão básico quanto se pode fazer crer. Existem muitas regras, mas depois também muitas excepções a essas mesmas regras.

Quanto ao layout acho muito repetitivo. Podias ter feito vários formatos e com apenas patamares redondos parece-me muito igual no seu todo.

Seja como for vou acompanhar a ver o desenvolvimento.

Parabéns pela forma como fizeste o planeamento. Belo exemplo a seguir.

 

Bruno

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas Paulo,

Obrigado e parabéns pela tua partilha, existem coisas que concordo outras nem tanto, mas acho que estamos todos aqui para aprender uns com os outros e em aquariofilia não existem verdades absolutas existindo "muitos caminhos para chegar a Roma".

 

Quanto ao layout é daqueles que as plantas e a sua condução é que vão fazer a diferença no layout em si. Se for bem conduzido ao nível das podas podes conseguir algo muito bom, quebrando alguma da linearidade que hardscape agora apresenta. Tem tudo para ficar 5*

 

Como moderador, no entanto não posso deixar de fazer uma pequena consideração. Tenho pena que não tenhas vindo ao forúm deixar os passos da tua caminhada anterior dado que, assim como os nossos amigos do Aquaforum.pt, também aqui estamos sempre dispostos para te ajudar...mesmo quando as coisas correm mal. Só assim podemos todos continuar a crescer.

 

Abraço

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Parabéns Paulo, peça única e muito bem conseguida. Estou bastante curioso em relação à fauna que vai habitar essa encosta do Douro.

Edited by anaiv
  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Parabéns Paulo, peça única é muito bem conseguida. Estou bastante curioso em relação à fauna que vai habitar essa encosta do Douro.

 

Ola bom dia e bem haja pela apreciação.

 

Ainda não decidi sobre a fauna. Apenas sei que não será nenhum dos vivos que já tive em momento anterior, pois não pretendo ver o layout arrasado ;)

 

Tenho que estudar bem essa parte. Talvez uns Rams.

 

 

Boas Paulo,

Obrigado e parabéns pela tua partilha, existem coisas que concordo outras nem tanto, mas acho que estamos todos aqui para aprender uns com os outros e em aquariofilia não existem verdades absolutas existindo "muitos caminhos para chegar a Roma".

 

Quanto ao layout é daqueles que as plantas e a sua condução é que vão fazer a diferença no layout em si. Se for bem conduzido ao nível das podas podes conseguir algo muito bom, quebrando alguma da linearidade que hardscape agora apresenta. Tem tudo para ficar 5*

 

Como moderador, no entanto não posso deixar de fazer uma pequena consideração. Tenho pena que não tenhas vindo ao forúm deixar os passos da tua caminhada anterior dado que, assim como os nossos amigos do Aquaforum.pt, também aqui estamos sempre dispostos para te ajudar...mesmo quando as coisas correm mal. Só assim podemos todos continuar a crescer.

 

Abraço

 

Bom dia Vasco,

 

Obrigado pelo apreço meu caro.

 

Percebo a questão da linearidade (já referida noutros locais) que existe mas tem que lá estar.

Quando fazemos um nature aquarium tentamos recriar a natureza (esta sim desordenada e caótica mas sempre bela) mas aqui são socalcos do Douro. Esse foi o mote do aquário. Por isso era quase impossível fugir ao diorama ou linearidade.

Não podia fazer os socalcos, com uns côncavos e outros convexos porque assim já não seria o retrato do Douro mas uma miscelânea de muros. Eu testei isso e não gostei do resultado.

 

Este é daqueles que não cumpre regras ou conceitos pre estabelecidos.

 

Veremos como vai correr o desenvolvimento das plantas e o que se pode fazer de jardinagem.

 

Quanto ao Aquaforum, eles tambem são membros aqui. Apenas referi (vinha de uma colagem) porque foi lá o meu primeiro forum. No hardfeelings ok?

 

Abração

 

P.S.

Eu quando coloco as minhas experiências é apenas isso. Não estou a vincular nada. Apenas gosto de partilhar o que vou fazendo e as conclusões que vou observando. Cada aquário tem a sua vida própria.

Edited by António Nunes

Share this post


Link to post
Share on other sites

E novidades?

 

Está na altura de mostrar a evolução das encostas....

 

Abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

boas,

 

passou quase um mês, está altura de ver o andar da carruagem, fazer a vindima e pisar os cachos biggrin.png' alt=':biggn:'>

 

mostra lá isso depois da "colheita" :cool2:

 

cumps,

Share this post


Link to post
Share on other sites

TAmbem quero ver o que se passa neste aqua!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ora boa noite rapaziada,

 

Aqui ficam umas fotos sem qualquer tipo de edição ou trabalho de luz nem tripé, foi mesmo agarrar na máquina e click click click por aí fora.

 

Depois da ligeira poda que levou à uns 10 dias, assim está o bébé.

 

Não me estiquei muito a podar, foi só pequenos retoques, estou a deixar crescer, para ganharem robustez.

 

Tenho para mim que o trabalho de tesoura vai ser danadito.. para obter a paisagem desejada.

 

Entretanto entrou alguma fauna. Para já uns CRS de vários Grades e Platys que já vêm da 8ª (ou mais) geração de outros aquários.

 

Das nossas amigas algas apenas os ligeiros apontamentos de Gsa nas pedras o que é normalissimo.

Nada de grave. E até estão a regredir, fruto do natural maturamento do aquário.

 

Em termos de manutenção continuo com 30% de muda de água duas vezes por semana (À quarta e ao domingo).

Filtro ainda nem lhe mexi uma unica vez. Tubagens limpas. Apenas retirei os Lily Pipes porque cortam muita circulação de água e o que é certo é que após inserir a tubagem original a GSA começou a regredir.

 

Mas essa conclusão já à tinha do aquário anterior. Fraca circulação favorece aparecimento de diatomáceas e GSA. Acumulação de zonas mortas com altos teores de nutrientes e/ou fraco CO2 nessas mesmas zonas. Independentemente da LUZ, sendo certo que quanto mais intensidade mais se intensifica a GSA / Diatoms.

 

A este propósito devo dizer que segundo o que vamos lendo e relendo (propagação/correntes da WEB) é que as diatomáceas estão directamente associadas a Silicatos. No meu caso pude comprovar que tal é errado. Repito: No meu caso!

Como muitos sabem usei Osmose a vários niveis, (50/50 - 60/40 - 70/30) e sempre tive diatomáceas. Só deixei de as ter com alta circulação (neste caso um filtro com 10X a litragem real. E isso pude comprovar mais uma vez neste aquário. Tenho indices de silicatos que passam dos 50 PPM na água de rede e não tenho diatomáceas. Nem sombra delas.

E neste aquário é 100% água de rede. A osmose está na arrecadação. (Daqueles investimentos que ficam como aprendizagem..)

 

Da luz apliquei agora mais uma T5 de 39W 3000 K associada à de 6500 K mas só liga por enquanto durante 3 das 8 horas de fotoperiodo.

 

Conto lá mais para a frente com a maturação elevar estes niveis até porque a REINECKY precisa de intensidade para crescer para os lados com vermelhos bonitos e não para cima à procura da luz. Aliás vê-se que é a planta que dá precisamente esses sinais, mas já contava com isso.

 

Entrou também uma "Bucephallandra", que é uma espécie que ainda não tinha experimentado.

 

Quanto à fertilização continua a cargo do Tropica PLant Growth com um acréscimo de um adubo que misturei nele. Nada de fertilizantes líquidos por enquanto.

 

Os dados medidos hoje e após repetir os testes oferecem:

 

PH - 6,2 (Desce de 7 para 6,2)large.2.jpg

 

large.3.JPG

 

large.4.JPG

 

large.5.JPG

 

large.6.JPG

 

large.7.JPG

 

large.8.JPG

 

large.9.JPG

 

large_10.JPG

 

large_11.JPG

 

large_12.JPG

 

large_13.JPG

 

large_14.JPG

 

large_15.JPG

 

large_16.JPG

 

large_17.JPG

 

large_18.JPG

 

large_19.JPG

 

large_20.JPG

 

large_21.JPG

 

large_22.JPG

 

 

large_23.JPG

 

large_24.JPG

 

large_25.JPG

 

large_26.JPG

 

large_27.JPG

 

large_28.JPG

 

large_29.JPG

 

large_30.JPG

 

large_31.JPG

 

large_32.JPG

FE - 0,05

PO4 - 0,05

NO3 - 5

Mg - > 15 < 20 (água da rede)

 

Espero que desfrutem, só tenho pena que realmente as fotos (sejam elas quais forem não traduzam o que vejo) ..

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cumprimentos a todos.

Edited by PAFS
  • Upvote 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas

 

A disposição do aquário não me é estranha, pois em tempos fiz algo idêntico (socalcos) mas em vez de pedras utilizei pedaços de tronco mapani, fica bem porreiro, pois dá a possibilidade de ter várias plantas de pequeno porte umas atrás das outras e todas visíveis.

 

Esqueceste de mencionar a razão que levou a alteras o fotoperíodo de 10 para 8 horas

 

Outra coisa que também me deixou curioso, a Blixa Japonica cortas rente e ela rebenta novamente? ou quando referes cortar rente quer dizer deixar tipo deixas 1 cm?

 

Só está a faltar uma tela permanente atrás ligeiramente inclinada.

Edited by vitorfranco

Share this post


Link to post
Share on other sites

 

Esqueceste de mencionar a razão que levou a alteras o fotoperíodo de 10 para 8 horas

 

Outra coisa que também me deixou curioso, a Blixa Japonica cortas rente e ela rebenta novamente? ou quando referes cortar rente quer dizer deixar tipo deixas 1 cm?

 

 

 

Bom dia amigo Vitor,

 

A Luz reduzi para 8 porque iniciei no meio do fotoperiodo que é entre as 15 e 23 Horas ligar mais uma T5 por apenas 3 horas. (das 18 às 21).

 

O meu aquário recebe muita luz exterior. Trabalho com a luz natural da casa que vem da rua. Com apenas uma T5 obtenho os resultados que vês acima. Adicionei a outra T5 por três horitas para que a Reinecky Mini não cresça tanto em altura mas para os lados. Eu sabia que ia ter este problema com a Reinecky mas precisava de uns vermelhos no aquario. E as opções não são muitas. Agora ao aumentar os Lumens também aumentei o ritmo das TPA que passou para 80% a quarta feira e ao Domingo.

 

Com 6200 Lumens se não aumentar o volume de TPA é estar a pedir GSA a qualquer momento. Isto tambem porque não quero aumentar PO4. A fertilização está inamovivel no Plant Growth.

 

Isto é.. A GSA existe sempre e está sempre em qualquer aquário mas não a quero de cima das plantas e pelo aquário todo mas sim controlada. ;)

 

A Blyxa como a grande maioria das plantas aceita qualquer tipo de tesourada. Dei-lhe uma tesourada á quinze dias atrás em diagonais para que cresça tipo em forma de triangulo. E está assim agora. Entretanto já tinha uns "Runners" que cortei e replantei ao lado dos primeiros 4 molhos e já encheu todo aquele "canteiro".

 

E olha por falar em tesoura, ontem a Reinecki levou uma valente tesourada sem respeito algum.. mesmo a direito por ali fora. Ficou rasa ao substrato. Cresceu muito para cima e alaranjada. Não gosto fica feia. Lá está.. tinha falta de intensidade não ganhou cor. Daqui a uns 15 dias já começam a aparecer as primeiras folhas. Esta menina leva algum tempo a arrancar depois de cortada.

 

Entretanto estou a aguardar que o meu amigo Paulinho da Oliaqua ali da Cruz de Pau me arranje "Ludwigia Arcuata"

e "Rotala Rotundifolia" para entrarem no aquário.

 

Este fim de semana não consegui tirar fotos estive com o meu filhote. Fim de semana com o pai. A ver se no próximo perco umas horas ;)

 

 

Grande abraço

Edited by PAFS

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas Paulo,

É sempre bom ler os teus posts, és daqueles users que aprendemos sempre qualquer coisa ctg, todos deviam ser assim nos fóruns :huh: mas adiante, o aquário está muito bom, as plantas transpiram saúde e neste altura um trabalho assim diferente é sempre uma lufada de ar fresco. Só uma pequena chamada de atenção, atenção que os Rams quando lhes dá para criar tornam-se bastante invasivos e até mesmo destruidores, falo por experiência própria que osmeus arrancaram grandes partes do tapete de parvula na ânsia de fazer ninho.

  • Upvote 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom dia Egas,

 

Um muito obrigado pelo apreço. Faço o que é possível amigo. Gosto de tentar explicar sempre a minha lógica.

Onde andam as minhas ideias. Se com isso ajudar outros é fixe. ;)

 

Não meti RAMS ainda. tenho só uns CRS e uma geração de Platys com Neons.

Vou investir nos CRS à grande. Um grande colónia mesmo. Estou a pensar nuns 50.

 

Adoro os camarões. Acho-os fantásticos pelo comportamento e esbeltos.

 

Grande abração

Share this post


Link to post
Share on other sites
Este tópico tem mais de 6 meses de antiguidade... Se fizer sentido, por favor considere criar um novo tópico em vez de reactivar este. Obrigado!

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.