JoseCarlosMarques

Membro
  • Posts

    4,441
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    173
  • Country

    Portugal

Everything posted by JoseCarlosMarques

  1. Vou experimentar assim uns meses, para ver como se portam estas pedras debaixo de água. Foram apanhadas perto de um lago, aqui na minha zona. Imagino que sejam granito, mas não tenho certeza. Também quero ver se o sistema de CO2 que inventei é suficiente para manter tudo a funcionar correctamente, e se a calha de iluminação que montei é suficiente. Se tudo correr bem, quando comprar o aquário que quero vou buscar umas rochas maiores e faço uma coisa mais arrojada. Obg. pelas dicas 😉 !
  2. Olá Marco. Não esteve parado, não. Foi uma coisa contínua. No máximo, 2 ou 3 horas... Obg.
  3. Usei uma parte da água. Não toda. Cerca de 20 litros dos 80 que o aquário suporta agora. Volto a repetir que sei que este não será o procedimento perfeito, mas a alternativa era deixar os peixes e os camarões dentro de uma caixa de esferovite até o ciclo estar completo. Resolvi arriscar. A verdade é que também não uso acondicionadores nem nada que se pareça quando coloco a água no aquário. Nunca usei. Até agora, tudo bem. Não tenho perdido muitos animais, e a maioria tem sido por descuido... animais que saltam fora do aquário, por exemplo. Nunca, depois de uma mudança de água ou depois de ter remodelado a decoração perdi um animal.
  4. Olá, Este aquário não é propriamente "novo", daí o nome que dei ao tópico. É a remodelação do meu anterior aquário. O substrato é o mesmo, o filtro não foi limpo e as plantas mantém-se. A única coisa que alterei foram as rochas, mas antes de as colocar lá dentro tive o cuidado de as ferver. O ideal seria esperar algum tempo para voltar a colocar lá os peixes, mas como não tenho sítio para os manter, resolvi arriscar. Ah... a fauna não foi colocada no aquário hoje, mas assim que acabei a "remodelação". Até agora, tudo OK.
  5. Acabei por fazer uma coisa diferente da que tinha idealizado. Estava a fazer-me confusão ter tanto peso dentro do aquário, portanto deixei apenas as rochas que achei serem necessárias. As outras ficam aqui guardadas para acrescentar, quando conseguir investir no tal aquário de 8mm. Entretanto, e como este tem apenas 6mm, resolvi colocar uma base em plástico por baixo do substrato, para evitar que as rochas se apoiassem no vidro e para tentar distribuir o peso. Também usei uns sacos de rede com um cascalho que tinha guardado, para dar mais altura ao substrato. Podem ver o resultado final aqui: Obrigado a todos pelas opiniões.
  6. Data da montagem : 09 de Março de 2020 Dimensões do aquário: 80 x 30 x 40 cm Filtro: Fluvial 207 Termostato: 100 W (regulado para 24º) Iluminação: Calha improvisada com 2 luzes T8 de 10W e 4 focos Flood de 15W (6 horas diárias) Sistema de CO2: DIY Substrato fértil: Aquario NEO Soil Compact Decorações: Rocha de Granito Fauna: 8 Otocinclus + 7 Amano Shrimp + 10 Tanichtys Albonubes Plantas: Monte Carlo Frequência das TPA's: 1 vez por semana
  7. Devia ter-vos dado ouvidos na semana passada. Hoje estive a inspecionar com mais calma o meu tapete e a Riccia já está comodamente instalada no mesmo. Nem pensei duas vezes... tirei toda a Riccia que estava no aquário e nas pedras, e agora à noite vou rezar para que não apareça de novo. Vou ter que andar muito atento nestes próximos dias... já percebi que meti numa alhada.
  8. Quando falei em Kgs queria dizer Litros. Geralmente os sacos são vendidos em litros. Erro meu.
  9. O Manado parece-me bem. Sou novo nestas andanças, e optei pelo Neo Aqua Soil. 2 sacos de 8 Kg. Acho que me custaram 40€ cada. Mas vi Manado à venda numa loja de bricolage aqui perto por 25€ - 10 kg. Não é propriamente barato, mas julgo que um saco seria suficiente para criar a "cama". Obrigado pela dica!
  10. Estava agora mesmo a olhar para a fotografia que fiz e a pensar no que disseste. Acho que esta opção de manter o fundo completamente plano não será a melhor. Quando comprar o novo vidro tenho que "brincar" um bocadinho com diferentes alturas de substrato, para lhe dar mais dinâmica. Já agora... optando por isso... posso colocar alguma areia por baixo do substrato, para poupar algum dinheiro? Uma primeira camada de areia normal, e o substrato por cima...
  11. Boas, Já tinha ouvido muitas vezes falar do "Multiple Tank Sindrome" mas nunca pensei que ele também chegasse até mim. Quando há uns meses atrás decidi pegar no aquário abandonado da minha irmã para lhe dar nova vida, a minha ideia era apenas dar mais cor aqui a um canto da casa, mas depois de muito tempo (e dinheiro) gasto a criar uma coisa minimamente decente, continuei a ver vídeos e imagens de outros aquários pela Internet e já não consigo passar por uma árvore ou por uma pedra sem as imaginar dentro de água. Por vicissitudes da vida, fui obrigado esta semana a ficar fechado em casa, mas consegui ir a um parque aqui perto e muni-me de um conjunto de pedras que lá encontrei para ocupar o meu tempo a desenhar novos layouts. Criei uma caixa de areia com alguma madeira que tinha cá em casa, e dei por mim a voltar à minha infância quando me divertia com os legos no chão lá de casa. Pedra aqui, pedra ali, cheguei ao resultado que vos apresento em baixo. A minha ideia sempre foi trocar o aquário da minha irmã por um novo. O vidro, quero eu dizer, porque tudo o resto já foi sendo substituído. Isto porque o dela tem apenas 6mm de espessura, e muitos (mesmo muitos!) riscos no vidro da frente. Estava a pensar compra-lo ou fazê-lo com vidro de 8mm lá para Agosto, e quando o tivesse pronto ia tentar passar tudo o que tenho no actual (imagem de baixo) para esse. Ora... depois de ter criado este novo layout, fiquei com dúvidas, e gostava de ter a vossa opinião em relação ao que deverei fazer. Continuo a apostar no layout antigo (que foi feito com Lava Rock colada com pó de café) ou utilizo estas novas rochas no aquário que aí vem? Caso mude para este novo layout, a minha ideia é plantar apenas um tapete de Monte Carlo e deixar as rochas a descoberto. O layout actual tem também Riccia, que ainda está a crescer. Uma última questão... o layout actual tem cerca de 7 Kgs de rocha, que não me parecem nada exagerados, mas estas novas pedras que encontrei são um bocadinho mais pesadas. Ainda não as pesei, mas julgo que devem andar à volta dos 20 kgs. Será isso demasiado para um aquário de 80x30x40 em vidro de 8 mm? As rochas não ficariam encostadas aos vidros laterais, mas o vidro de baixo ia ter que aguentar o peso delas mais o peso do substrato (cerca de 15 kgs). Agradeço a vossa opinião. Sei que é uma questão de pura estética, mas julgo que para muitos de nós a estética é um dos factores que mais pesa quando pensamos nos nossos aquários. Grande abraço! (Ah... está fora de questão criar um novo aquário... para além da falta de espaço, a Maria cá de casa não ia gostar nada da ideia...)
  12. Boas, Provavelmente a questão é absurda, mas surgiu-me a dúvida e lembrei-me de colocar aqui no fórum. O verniz marítimo, que é usado para pintar barcos e madeira de exterior, pode ser utilizado para pintar ornamentos para o aquário?
  13. Já tinha visto esse vídeo, Alvaro. Mas a minha ideia não é criar carpete com a Riccia. Para isso usei Monte Carlo. A Riccia é para colocar no meio da rocha. Deixei uns espaços, aqui e ali, onde vai entrar a Riccia. Por enquanto estou a dar-me bem. Prendi-a a pequenas pedras, com rede de mosquiteiro. De qualquer forma, agradeço a dica. Abraço.
  14. Caraças... começo a ficar assustado... Obrigado pelas dicas. Já agora... conhecem outro tipo de musgo que possa ter uma utilização semelhante? A minha intenção é conseguir colocar musgo aqui e ali numa formação rochosa que criei com Rocha de Lava. A alternativa, quando andei à procura, seria Ricardia, mas era bastante mais cara, e levaria muito mais tempo a ficar completa. O Marimo é relativamente barato, mas não queria colar nada na pedra. Prefiro utilizar o método de rede, e estava a conseguir fazê-lo com a Riccia com algum sucesso. Lá está... pela hipótese de a retirar um dia mais tarde, caso optasse por outra coisa. Deixo-vos algumas imagens para tentar explicar melhor o que pretendo. O aquário é este: E este é o método que utilizo para prender o musgo às rochas:
  15. Compreendo. De qualquer maneira vou ver no que dá. Tenho a Riccia bem presa a algumas pedras. Se a coisa começar a complicar, posso sempre tira-las do aquário e pensar noutra solução. Gosto muito da luminosidade da Riccia. Por enquanto vai de encontro ao que idealizei. Obrigado pela dica!
  16. Já li essa opinião mais que uma vez, mas procurei diferentes opções e era Riccia ou Riccardia. Como a Riccia cresce mais rapidamente, optei por essa. Não que tenha pressa em ter o aquário "pronto", mas gosto de ver coisas a acontecer por trás do vidro para não perder o interesse. De qualquer forma, está bem presa a rochas com rede.
  17. Parecem mesmo ser Ostracods. E se não fazem mal aos peixes ou aos camarões, e se podem servir-lhes de alimento, maravilha! Obg. a todos, mais uma vez, pelas respostas. Andei a adiar a entrada neste fórum, mas já percebi que não há nada melhor que fazer parte de uma comunidade tão sapiente. Abraço.
  18. Boas, Ao fim de muito tempo a lutar contra algas castanhas, resolvi reestruturar todo o meu aquário e estou há cerca de um mês sem lhes por a vista em cima. O meu aquário tem cerca de 100 litros, hardscape em lava rock colada com super-cola e café em pó, tapete com Monte Carlo (que, por sinal, está com óptimo aspecto), e alguma Riccia que estou agora a começar a colocar nas rochas. Tenho 2 sistemas de NEO CO2, 10 Otocinclus e 7 Amano Shrimp. Tudo parece correr às mil maravilhas, mas hoje cheguei a casa e reparei que tenho uns seres minúsculos a correr por cima das pedras. Quando digo minúsculos, são mesmo minúsculos. Não chegam a meio milimetro em tamanho. Ainda pensei que pudessem ser filhotes de camarão, mas já li muito sobre o assunto e sempre pensei que os Amano não conseguem reproduzir-se em água doce. Alguém me pode ajudar a perceber que "bichos" são estes que resolveram vir cá para o tanque? Tentei fazer um vídeo, mas é muito difícil ter uma imagem nítida dos dito cujos. Também pode haver a hipótese de me terem vendido Amano sem serem Amano, portanto deixei algumas imagens dos camarões no fim do vídeo. Agradeço todas as respostas. Ah... todas as plantas foram compradas inVitro, portanto não devem trazer fungos com elas. O substrato também é de qualidade, e se por alguma razão algum mosquito tivesse decidido deixar umas larvas em cima da água, imagino que as mesmas não teriam sobrevivido dentro de água... estou completamente às cegas neste assunto. Espero que alguém me possa ajudar.
  19. Boa noite a todos. Tenho um aquário de aproximadamente 100 litros plantado com Monte Carlo (carpete) e Riccia (nas rochas). Estou neste momento a usar 2 kits NEO CO2 da Aquario, e tenho gostado dos resultados, mas os kits estão a chegar ao fim e não sei se devo optar por comprar as recargas ou avanço para uma opção diferente. Antes de ter os dois kits experimentei CO2 caseiro. Funcionava, mas por pouco tempo. Procurei soluções em lojas de aquariofilia, mas pareceram-me sempre bastante caras. Ouvi falar na utilização de extintores de incêndio, mas não sei se serão fiáveis e quais os acessórios que terei que adquirir para os por a funcionar correctamente. São muitas questões, eu sei... mas podem dar-me algumas opiniões para eu tomar uma decisão mais consciente? Desde já agradeço toda a vossa colaboração.
  20. É mesmo isso, Ismael. Bastou colocar a designação que lhe deste no Google para perceber que é essa planta. Como a vi crescer no meio de musgo, em zona com áreas submersas, pensei que pudesse ter encontrado uma boa planta para o aquário, mas tudo o que li indica o contrário. De qualquer maneira, o bom aspecto mantém-se... vou esperar mais uns dias para ver o que acontece. Muito obrigado!
  21. Boa tarde a todos. Há uns tempos atrás reparei numas pequenas plantas (cerca de 3 cm) que estavam a crescer entre o musgo no quintal dos meus pais - algumas dentro de poças de água. Resolvi trazer umas poucas para casa, limpei-as, e coloquei estas 4 dentro do aquário para ver se aguentavam. Até agora (já passou mais de uma semana) não notei qualquer alteração. Parece-me até que cresceram em altura. Alguém consegue ajudar-me a identificar a espécie? Quanto tempo acham que deixe passar até perceber se realmente se vão adaptar ou não ao estado submerso? A minha ideia é usa-las aqui e ali, no meio de um tapete de Monte Carlo que estou a tentar criar... só para ter alguma diversidade. Desde já agradeço todas as vossas respostas.
  22. Data da montagem : Comecei aos bocadinhos em Setembro de 2019, mas só ficou completo em meados de Janeiro de 2020 Dimensões do aquário: 80 x 30 x 40 cm (aproximadamente 100 litros). Móvel improvisado Filtro: Fluvial 207 com lily pipes Termostato: 100 W (regulado para 25º) Iluminação: Calha improvisada com 2 luzes T8 de 10W e 4 focos Flood de 15W (6 horas diárias) Sistema de CO2: 2 kits de Aquario NEO CO2 Substrato fértil: Aquario NEO Soil Compact Decorações: Lava Rock fixa com super-cola e café em pó Fertilização: Seachem Flourish (meia tampa, uma vez por dia) Fauna: 10 Otocinclus + 7 Amano Shrimp + 10 Tanichtys Albonubes Plantas: Tapete plantado com Monte Carlo + Riccia nas rochas (quando fiz as fotografias ainda não estava lá) Frequência das TPA's: 1 vez por semana