Recommended Posts

Temos permissão para criar tópicos sobre aquários quando eles estão ainda a ser idealizados? Eheh. Pois bem... uma das lojas de animais que tenho aqui perto de minha casa resolveu começar a comercializar rochas para tanques dignas desse nome, e tenho andado de olho nelas há já algum tempo. Sempre fui contra a compra de rochas em loja, quando as podemos encontrar aos pontapés no seu meio natural, ou em hortos, mas depois de ter ficado um bocado frustrado com as últimas pedras que recolhi na natureza (não consegui idealizar nada com elas... principalmente pela diferença na sua coloração), resolvi seguir o caminho mais fácil e comprei 7 pedras (tentei conter-me) nessa tal loja. Quando as escolhi, tinha já uma ideia muito aproximada do que quero vir a fazer, portanto "montá-las", quando cheguei a casa, não foi difícil. Tenho no entanto algumas dúvidas que gostava que me ajudassem a resolver...

 

EgZ3fCC.jpg

 

9Il2LZP.jpg

 

u0HjyJO.jpg

 

- Optavam por deixar as rochas todas juntas, ou separa-las nos dois grupos que apresento (primeira, ou segunda imagem)?

- Aquela rocha pequena, que está mais à frente do grupo da direita... deixavam-na ficar aí, ou colocavam-na no lado esquerdo do aquário (segunda ou terceira imagem)?

Tenham p.f. em conta que a rocha mais comprida, à direita, e a outra que coloquei à esquerda na terceira imagem ficariam elevadas e mais chegadas ao vidro de trás, com o aumento da altura do substrato na traseira do aquário.

- A última questão prende-se com as plantas. Vou usar o que já tenho... Monte Carlo, Staurogyne Repens e Blyxa Japonica. Onde plantariam cada uma dessas espécies?

 

Desde já, como é meu hábito, agradeço todo o tempo que possam disponibilizar para me ajudar a responder a estas questões.

Um abraço.

 

 

  • Like 2
  • Upvote 1
Link to post
Share on other sites
  • Replies 102
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Bom dia!  Vamos lá ver se acerto.... desta vez, com base na tua última foto. A única coisa que alterei poderás ver no esboço. Desci o grupo de pedras do lado esquerdo e abri um pouco o caminho (t

Temos permissão para criar tópicos sobre aquários quando eles estão ainda a ser idealizados? Eheh. Pois bem... uma das lojas de animais que tenho aqui perto de minha casa resolveu começar a comerciali

Assim uma montagem à 3 duques.....é mais ou menos isto que descrevo mas tendo em conta estas dimensões das rochas.  

Posted Images

Boas, quais são as dimensões do aquário?? Só para ter uma ideia como te ajudar. De qualquer modo estou a gostar das composições à primeira vista. Coloca uma fita métrica para ter uma noção e tira uma foto. 

Link to post
Share on other sites
10 minutes ago, Vera Santos said:

Boas, quais são as dimensões do aquário?? Só para ter uma ideia como te ajudar. De qualquer modo estou a gostar das composições à primeira vista. Coloca uma fita métrica para ter uma noção e tira uma foto. 

O aquário será o mesmo que tenho agora: 80(comprimento)x30 (largura)x40(altura). Já desfiz a montagem, mas medi as duas últimas e tinha (no conjunto das pedras) 70x25x25. Obg. Vera.

Edited by JoseCarlosMarques
Link to post
Share on other sites

Boas José,

Estou a gostar do que vejo, não tenhas pressas pois esta fase inicial é a que mais entusiasmo dá :), isto depende muito do gosto de cada um, mas destaco a segunda combinação (2ª imagem), rochas separadas e já imagino um "caminho" seja de areia ou monte carlo.

Pela tua exposição demonstrada dá para ver que tens olho para a "coisa", em relação à disposição da flora a monte carlo nem é preciso mencionar, a Staurogyne Repens ficaria logo à frente das rochas mas atrás da rocha pequena da frente, a Blyxa no lado direito ao fundo, como vai de certeza atingir o tamanho da rocha ou mais ficará uma linha oblíqua a acompanhar as rochas até ao "caminho", penso que se ficar ao centro iria cortar o efeito do "caminho"....isto é o que a minha mente vê, a tua poderá ser totalmente diferente e se fores como eu, o layout irá mudar de tempos em tempos consoante a revelação da flora.

Vamos esperar por mais alguns pontos de vista, todas as críticas serão construtivas 😉

Link to post
Share on other sites
4 minutes ago, Miguel Simões said:

Boas José,

Estou a gostar do que vejo, não tenhas pressas pois esta fase inicial é a que mais entusiasmo dá :), isto depende muito do gosto de cada um, mas destaco a segunda combinação (2ª imagem), rochas separadas e já imagino um "caminho" seja de areia ou monte carlo.

Pela tua exposição demonstrada dá para ver que tens olho para a "coisa", em relação à disposição da flora a monte carlo nem é preciso mencionar, a Staurogyne Repens ficaria logo à frente das rochas mas atrás da rocha pequena da frente, a Blyxa no lado direito ao fundo, como vai de certeza atingir o tamanho da rocha ou mais ficará uma linha oblíqua a acompanhar as rochas até ao "caminho", penso que se ficar ao centro iria cortar o efeito do "caminho"....isto é o que a minha mente vê, a tua poderá ser totalmente diferente e se fores como eu, o layout irá mudar de tempos em tempos consoante a revelação da flora.

Vamos esperar por mais alguns pontos de vista, todas as críticas serão construtivas 😉

Obrigado pelo teu contributo Miguel. Também estou inclinado para a segunda composição, e com a colocação das plantas da forma como descreveste. Mas eu acho que com alguma S. Repens também do lado esquerdo, à frente das rochas, e a Blyxa por atrás, a coisa ganharia ainda mais equilíbrio. Isto é para ser estudado com calma, claro, até porque quero que a Monte Carlo prospere no meu aquário actual antes de o desmontar. E queria ver se a Blyxa crescia mais um bocadinho... neste momento não passa dos 5cm...

  • Upvote 1
Link to post
Share on other sites
há 6 minutos, JoseCarlosMarques disse:

..... Mas eu acho que com alguma S. Repens também do lado esquerdo, à frente das rochas.....

Não mencionei o lado esquerdo por uma razão, não dá para ter noção do tamanho real dessas rochas, porque se forem pequenas a S. Repens vai acabar por esconder totalmente as rochas....ou seja, essas rochas já estarão com aproximadamente menos 2 a 3cm (tapados pelo substrato + montecarlo) o restante será facilmente atingível...

Estes detalhes por norma nunca são englobados nos esboços iniciais, se tivesses já as rochas e o substrato nessas fotos o ponto de vista era diferente 😉

Link to post
Share on other sites
35 minutes ago, Miguel Simões said:

Não mencionei o lado esquerdo por uma razão, não dá para ter noção do tamanho real dessas rochas, porque se forem pequenas a S. Repens vai acabar por esconder totalmente as rochas....ou seja, essas rochas já estarão com aproximadamente menos 2 a 3cm (tapados pelo substrato + montecarlo) o restante será facilmente atingível...

Estes detalhes por norma nunca são englobados nos esboços iniciais, se tivesses já as rochas e o substrato nessas fotos o ponto de vista era diferente 😉

Compreendo. Eu tenho um caixote com as dimensões do aquário, mas deitei a areia fora depois de o usar a última vez. Talvez não seja má ideia arranjar dois ou três baldes de areia para imaginar toda a estrutura já com substrato. Vou tentar fazer isso hoje. E comprar mais duas pedras pequenas. Não me está a apetecer nada tirar aquela pedra que está mais à frente, do lado direito, mas imaginar aquele lado esquerdo sem nada lá enfiado também me está a fazer confusão.

Edited by JoseCarlosMarques
Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Miguel Simões said:

Assim uma montagem à 3 duques.....é mais ou menos isto que descrevo mas tendo em conta estas dimensões das rochas.

Eh lá! Olha que eu sou fotógrafo e não domino o Photoshop tão bem como tu, caraças... Agora surpreendeste-me! Muito obrigado. Era isso que tinha em mente, sim. Mas para a minha Blixa atingir esse tamanho vai ser preciso muito tempo. E continuo a achar que teria que replicar a S. Repens do lado esquerdo para a coisa ficar mais equilibrada. Talvez só um bocadinho, mais baixa, em frente das duas pedras. Já fui comprar mais duas rochas, mais pequenas. Quando chegar a casa vou lavá-las bem e logo vejo o que poderei fazer com elas. Mais uma vez, muito obg. A tua ajuda está a ser preciosa.

  • Upvote 1
Link to post
Share on other sites
há 26 minutos, JoseCarlosMarques disse:

Eh lá! Olha que eu sou fotógrafo e não domino o Photoshop tão bem como tu......

Acredita que foi à 3 duques, se fosse com tempo nem notarias que era montagem :P hehehehe

há 27 minutos, JoseCarlosMarques disse:

... Era isso que tinha em mente, sim. Mas para a minha Blixa atingir esse tamanho vai ser preciso muito tempo. E continuo a achar que teria que replicar a S. Repens do lado esquerdo para a coisa ficar mais equilibrada.....

Até podes replicar do lado esquerdo, e porque não uma vermelhinha para contraste? :)

 

Capturar.JPG

Link to post
Share on other sites
há 1 hora, JoseCarlosMarques disse:

Mas para a minha Blixa atingir esse tamanho vai ser preciso muito tempo.

José Carlos, não te angusties com isso. Lembras-te do que eu te disse sobre o crescimento da Blixa? Ela não está parada, está a estabelecer o seu sistema de raízes... Qualquer dia olhas para ela e descobres que já está com o dobro do tamanho. Até lá vais ganhando experiência e pensando nesta nova montagem.

Por mim, qualquer das soluções apresentadas acima pode vir a dar um resultado muito agradável. São opções diferentes e caminhos algo distintos, mas qualquer delas pode resultar muito bem.

Link to post
Share on other sites
2 hours ago, Miguel Simões said:

Acredita que foi à 3 duques, se fosse com tempo nem notarias que era montagem 😛 hehehehe

A sério? Tu podias ganhar dinheiro com isso rapaz. O pessoal metia aqui as pedras e os troncos e tu sugerias o layout. Eheh. É como um arquitecto, quando faz uma maqueta. Não querendo ser muito intrometido, tu vives de quê?

2 hours ago, Miguel Simões said:

Até podes replicar do lado esquerdo, e porque não uma vermelhinha para contraste? 🙂

Já tive uma planta vermelha num layout antigo, mas neste quero uma coisa mais uniforme. Por agora, claro. Estou sempre a mudar de ideias... é pena não ter 5 ou 6 tanques aqui em casa.

Link to post
Share on other sites
1 hour ago, C Mocho said:

José Carlos, não te angusties com isso. Lembras-te do que eu te disse sobre o crescimento da Blixa? Ela não está parada, está a estabelecer o seu sistema de raízes... Qualquer dia olhas para ela e descobres que já está com o dobro do tamanho. Até lá vais ganhando experiência e pensando nesta nova montagem.

Por mim, qualquer das soluções apresentadas acima pode vir a dar um resultado muito agradável. São opções diferentes e caminhos algo distintos, mas qualquer delas pode resultar muito bem.

Claro que me lembro, Mocho. Aliás... lembro-me disso todos os dias quando olho para elas. Foi mais um ensinamento teu que vou guardar para a vida. Já agora pergunto-te outra coisa... a Blyxa pode ou não ser podada? Já ouvi as duas opiniões.

Quanto às opções que apresentei, acho que a segunda tem mais haver com o que quero fazer. Ou a terceira. Ando a ler uns artigo sobre o Iwagumi, e gostava de fazer as coisas com as "regras" que eles apresentam. Até posso mudar de opinião no futuro, mas gostava de sentir que estou a fazer as coisas da forma certa, desta vez.

Link to post
Share on other sites
há 1 minuto, JoseCarlosMarques disse:

a Blyxa pode ou não ser podada?

Poder pode, tecnicamente é uma planta de caule e sim, pode ser podada... Mas fica estranha durante algum tempo e um pouco "selvagem" depois disso. Mas se a tua pergunta se refere a uma "aparadela" como se fosse uma gramínea (tipo eleocharis), acho que não! É uma questão de gosto, já o vi fazer, mas acho que perde toda a naturalidade e encanto que lhe é próprio.

Link to post
Share on other sites
16 minutes ago, C Mocho said:

Poder pode, tecnicamente é uma planta de caule e sim, pode ser podada... Mas fica estranha durante algum tempo e um pouco "selvagem" depois disso. Mas se a tua pergunta se refere a uma "aparadela" como se fosse uma gramínea (tipo eleocharis), acho que não! É uma questão de gosto, já o vi fazer, mas acho que perde toda a naturalidade e encanto que lhe é próprio.

Pois... foi o que imaginei. Cortar uma folha de uma Blyxa é quase um crime, mas há quem diga que isso acabar por levar a planta a apodrecer.

Link to post
Share on other sites

Boas a todos,

 

Bem José Carlos, estás fortissimo 😉 O bicho de facto ficou entranhado e de que maneira.

 

Essas rochas são impecáveis, mas as rochas mais pequenas são muito mais lisas do que as duas grandes. São do mesmo tipo de rocha?

 

A conversa já vai avançada, mas por acaso o layout que acho mais interessante é o terceiro, principalmente com as plantas que vais utilizar, fazias montes desnivelados em cada lado e com um tapete de monte carlo, SG repens nos detalhes junto das rochas em ambos os lados, e a blyxa a crescer por trás das rochas, ficavas com um vale no meio em tapete de monte carlo e ficava impecável. Se calhar, podias era juntar mais alguma planta para juntar detalhes ao tapete de montecarlo, e também outra para ajudar a blyxa a preencher as traseiras das rochas. Nas fendas onde as rochas se juntam, umas anubias e bucephalandras também ficavam muito bem, mas aí já era capaz de estragar a ideia de um iwagumi.

 

e já agora, a blyxa não pode ser cortada??? duvido muito... uma planta como essa caso não seja cortada, vai tomar conta do aquário todo.

Link to post
Share on other sites
31 minutes ago, Diogo81 said:

Essas rochas são impecáveis, mas as rochas mais pequenas são muito mais lisas do que as duas grandes. São do mesmo tipo de rocha?

São as mesmas, sim. Paguei um dinheirão por elas...

 

32 minutes ago, Diogo81 said:

A conversa já vai avançada, mas por acaso o layout que acho mais interessante é o terceiro, principalmente com as plantas que vais utilizar, fazias montes desnivelados em cada lado e com um tapete de monte carlo, SG repens nos detalhes junto das rochas em ambos os lados, e a blyxa a crescer por trás das rochas, ficavas com um vale no meio em tapete de monte carlo e ficava impecável. Se calhar, podias era juntar mais alguma planta para juntar detalhes ao tapete de montecarlo, e também outra para ajudar a blyxa a preencher as traseiras das rochas. Nas fendas onde as rochas se juntam, umas anubias e bucephalandras também ficavam muito bem, mas aí já era capaz de estragar a ideia de um iwagumi.

Apesar de estar mais inclinado para a segunda imagem que apresentei, já me precavi e comprei mais duas pedras, para poder fazer isso. Quando montar o novo aquário, vou experimentar as duas versões. Mais plantas.. só se for a Eleocharis, que era o que já tinha previsto para o meu aquário actual. Anubias e Bucephalandras é que não. Mas tu continuas a tentar. Eheh.

 

34 minutes ago, Diogo81 said:

e já agora, a blyxa não pode ser cortada??? duvido muito... uma planta como essa caso não seja cortada, vai tomar conta do aquário todo.

Não é bem assim. Estávamos a discutir o corte em altura. O corte (e consequente "flush down the toilette") de ramificações que se queiram apropriar do aquário horizontalmente é mais que possível.

Link to post
Share on other sites
há 8 minutos, JoseCarlosMarques disse:

ramificações que se queiram apropriar do aquário horizontalmente

Não sei se me expliquei bem! A Blixa é uma planta de caule, como as rotalas. Se cortares uma Blixa ela não se estende como a pinnatifida, ela rebentará mais abaixo como acontece com as rotala. A diferença principal é apenas visual. A Blixa é muito mais compacta, não cresce tanto em altura e tem as folhas muito mais longas e concentradas, mas não deixa de ser uma planta de caule... Por vezes, os novos rebentos procurando a luz estendem-se inicialmente quase na horizontal e pode até acontecer que enraízem num ponto ou noutro, mas a Blixa não se propaga por "runners".

A sua resposta ao corte é com um rebentamento ligeiramente mais abaixo e, eventualmente podem e ocorrem frequentemente mais do que um rebentamento, tal como em qualquer outra planta de caule.

Se cortarmos parcialmente as folhas elas irão sempre permanecer "folhas decepadas"... eventualmente o novo crescimento do caule poderá fazer surgirem novas folhas que tapem a mutilação que provocámos, mas as folhas não se regeneram individualmente, por isso para mim, é uma prática que nunca executei e nunca gostei dos resultados que vi, mas gostos são gostos!

Sim, a Blixa poderá invadir espaço que não lhe estava destinado, mas nesse caso, o melhor será remover os caules que se estão a alargar para os locais errados, ou melhor ainda, uma poda invertida.

Link to post
Share on other sites

 

No teu caso também não precisas de cortar a blyxa em altura, pois vai ficar impecável a notar-se atrás das rochas.

 

Mais uma vez, curioso para ver o resultado final

Link to post
Share on other sites
14 hours ago, C Mocho said:

Por vezes, os novos rebentos procurando a luz estendem-se inicialmente quase na horizontal e pode até acontecer que enraízem num ponto ou noutro, mas a Blixa não se propaga por "runners".

Mas esses novos rebentos podem ser cortados, certo? Ou até arrancados, pelo que percebi. Eu sei que não são runners, mas comportam-se de uma maneira semelhante. Desde que não se caia no exagero, e notando que um ou outro possa estar a estender-se para onde não deve.

 

14 hours ago, C Mocho said:

Se cortarmos parcialmente as folhas elas irão sempre permanecer "folhas decepadas"... eventualmente o novo crescimento do caule poderá fazer surgirem novas folhas que tapem a mutilação que provocámos, mas as folhas não se regeneram individualmente, por isso para mim, é uma prática que nunca executei e nunca gostei dos resultados que vi, mas gostos são gostos!

Partilho a tua opinião. Folhas decepadas são um "não não" para mim. Acho que se traduzem em desconhecimento por parte de quem trata do aquário.

 

14 hours ago, Diogo81 said:

No teu caso também não precisas de cortar a blyxa em altura, pois vai ficar impecável a notar-se atrás das rochas.

Exacto. Eu quero mais é que elas cresçam.

Link to post
Share on other sites

Entretanto, como havia dito, comprei mais duas rochas que acho que ajudaram a resolver a comichão que tinha em relação ao lado esquerdo do layout. O que acham? Perco algum espaço para o "vale" central, mas ganho outro do lado esquerdo, onde até posso colocar alguma S. Repens (para equilibrar com a que vou colocar no lado direito). Estarei a complicar demasiado?

 

6vyjQYY.jpg

 

Já agora, e como a vossa ajuda se tem revelado tão importante para mim, venho colocar outra questão que se prende com a mudança do meu layout actual para este. Terei, obrigatoriamente que desmontar tudo o que agora tenho, e das vezes anteriores que o fiz tentava fazê-lo no mais curto espaço de tempo para não perder as bactérias do filtro e para não stressar muito a fauna, mas desta vez julgo que vou precisar de mais tempo e estava a pensar utilizar um aquário mais pequeno que tenho vazio (com 1/4 da capacidade do meu aquário maior) para manter o filtro em funcionamento e acondicionar os peixes. Será essa uma boa ideia? Quanto tempo acham que a fauna se aguentaria dentro desse aquário sem começar a ter peixes a saltar para fora da água? Devo continuar com o mesmo ciclo de iluminação ou eles ficariam mais tranquilos se os deixasse às escuras? Devo alimentá-los durante esse período? 

Link to post
Share on other sites

Boas José Carlos,

 

Em relação às bactérias do filtro, se o deixares a funcionar num aquário mais pequeno e o encheres com a água do aquário actual, isso vai fazer com que não percas as bactérias nitrificantes e não tenhas de voltar a iniciar a ciclagem do filtro/aquário. Já o conjunto de manteres o filtro a funcionar num aquário que é 1/4 do tamanho do actual, em conjunto com a fauna... isso não será muita circulação para a fauna?

 

Caso não seja uma circulação exagerada que leve os peixes à exaustão, não acredito haver qualquer problema em realojar a fauna pelo tempo que for necessário, não sendo necessário manter qualquer ciclo de iluminação ou atenção especial (isso é mais importante para as plantas do que para a fauna). Caso demores mais do que um dia, sim, deves alimentar os peixes, não esquecendo, apenas por curiosidade, que quando o pessoal precisa de fazer blackouts ao aquário por motivo de alguedo, deixa a fauna sem comer durante 3 a 4 dias sem problemas de maior. Tens é de ter o cuidado de alimentar a fauna antes de os retirares da sua residência actual.

 

PS - o layout assim fica bem mais completo, agora as 3 rochas à esquerda, mantinha-as próximas umas das outras sem qualquer separação.

Edited by Diogo81
Link to post
Share on other sites
1 hour ago, Diogo81 said:

Em relação às bactérias do filtro, se o deixares a funcionar num aquário mais pequeno e o encheres com a água do aquário actual, isso vai fazer com que não percas as bactérias nitrificantes e não tenhas de voltar a iniciar a ciclagem do filtro/aquário. Já o conjunto de manteres o filtro a funcionar num aquário que é 1/4 do tamanho do actual, em conjunto com a fauna... isso não será muita circulação para a fauna?

 

Caso não seja uma circulação exagerada que leve os peixes à exaustão, não acredito haver qualquer problema em realojar a fauna pelo tempo que for necessário, não sendo necessário manter qualquer ciclo de iluminação ou atenção especial (isso é mais importante para as plantas do que para a fauna). Caso demores mais do que um dia, sim, deves alimentar os peixes, não esquecendo, apenas por curiosidade, que quando o pessoal precisa de fazer blackouts ao aquário por motivo de alguedo, deixa a fauna sem comer durante 3 a 4 dias sem problemas de maior. Tens é de ter o cuidado de alimentar a fauna antes de os retirares da sua residência actual.

 

PS - o layout assim fica bem mais completo, agora as 3 rochas à esquerda, mantinha-as próximas umas das outras sem qualquer separação.

O meu filtro dá para regular a circulação. Terei que o reduzir ao mínimo possível, só mesmo para o manter a trabalhar. Não conto demorar mais de 24 horas, mas como quero fazer as coisas com mais calma, a ideia é começar de manhã para acabar no mesmo dia. O meu medo é por 22 peixes e 11 camarões num espaço reduzido sem qualquer tipo de decoração onde eles se possam esconder. Lá terão que aguentar alguma pressão...

Agradeço o teu comentário em relação ao layout, mas muito respeitosamente acho que prefiro ter as pedras mais à esquerda separadas, e chegadas atrás. Por uma razão muito simples... caso as junte todas, vou ficar com dois volumes muito semelhantes, e o aquário muito simétrico. Desta forma fico com uma espécie de triângulo. Parece-me mais equilibrado.

 

cl5rZ1t.jpg

 

Talvez tenha é que diminuir a altura das rochas ao meio, para não parecer que estão a chamar tanta atenção como as da direita. Isso só poderei trabalhar quando elas já estiverem dentro do vidro. Mas tirando isso, acho que estou no bom caminho.

Mais uma vez, obrigado!

Link to post
Share on other sites

Boas José Carlos

Se tiveres a possibilidade de ficares com a maioria da água do aquário,ainda melhor,e só completares com água nova o menos que for possível.

O que te vou dizer não é de um aquascaping,que não o sou de maneira alguma,mas dar uma opinião não mata ninguém,no lado esquerdo do aquário acho que se coloca-ses uma pedra pequena a atrás da pedra maior e deixares uma pequena frecha para fazer profundidade,não tapando o caminho,acho que fazia mais profundidade,isto é a minha opinião,não sei se me fiz entender!!!

Saudações  

Link to post
Share on other sites
12 minutes ago, Alvaro Silva said:

O que te vou dizer não é de um aquascaping,que não o sou de maneira alguma,mas dar uma opinião não mata ninguém,no lado esquerdo do aquário acho que se coloca-ses uma pedra pequena a atrás da pedra maior e deixares uma pequena frecha para fazer profundidade,não tapando o caminho,acho que fazia mais profundidade,isto é a minha opinião,não sei se me fiz entender!!!

Portanto, chegar as pedras mais à esquerda para o conjunto do meio sem os aproximar, certo?

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.