João Cardoso (Kadoxu)

Registo Particular de Lojista
  • Posts

    1,410
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    59
  • Country

    Portugal

Everything posted by João Cardoso (Kadoxu)

  1. Peixes que aguentem as mesmas temperaturas (entre 18 a 28ºC) e que não cresçam muito para não olharem para os Red Cherrys como um lanche saboroso. Talvez Tanichthys albonubes (aka White Cloud Mountain Minnow ou Falso Néon)
  2. Para já, deve aprender o que é o ciclo do azoto, ou vai continuar a ter más experiências: Ciclo do Azoto & Síndrome do Novo Aquário Além disso, 10L é o mínimo absoluto para ter um Betta, 20L é mais recomendável. Como suponho que ainda esteja á espera do filtro e já tem o peixe, deve fazer TPAs (Troca Parcial de Água) se possível, todos os dias pelo menos 20% da água (no seu caso são 2L) para ter uma chance que ele sobreviva ás primeiras semanas. Deve fazer TPAs diárias e alimentar pouca quantidade durante cerca de 6 semanas após montar o filtro. Edit: Entretanto deve deixar o filtro externo a funcionar, mesmo depois de montar o filtro de mochila no aquário e durante cerca de 4 semanas com os 2 a funcionar em simultaneo. Outra opção é passar alguma matéria filtrante do filtro externo para o filtro mochila e assim já pode retirar o externo. Isto tudo, assumindo que não adicionou bactérias de compra e que utiliza água da torneira tratada com acondicionador para remover o cloro.
  3. Atenção, que o filtro do Fluval Flex não é bem um filtro interno... tem uma sump incluída na parte de trás do aquário. Com algumas alterações da matéria filtrante pode-se tornar num filtro até bastante acima da média. Eu sou um pouco suspeito, porque para aquários abaixo de 125L a Fluval é definitivamente a minha marca de eleição, e já ando a pensar comprar um Fluval Flex, mas a versão de 57L, para regressar ao hobby assim que voltar para Portugal. Para começar e para o que quer, parece-me ser a melhor opção, visto já ter filtro e luz. Quanto ao móvel, eu não confiava muito nos móveis da IKEA para suportar aquários, mesmo sendo reforçados não me inspiram grande confiança (e já usei alguns).
  4. Eu sei que nunca nos lembramos da matemática nestas alturas, mas basta calcular o volume daquilo que precisa. Volume (cm3) = Largura (cm) x Comprimento (cm) x Altura (cm) 1L = 1000cm cúbicos (cm3) Sendo que deve utilizar como altura a altura de substrato que deseja. Neste caso 40 x 25 x 6 = 6000cm3 = 6L de substrato.
  5. Pode tentar cozer ervilhas, retirar a casca e cortar em pedaços suficientemente pequenos para ele comer (a ervilha tem um efeito laxante). Depois de dar as ervilhas (meia ervilha deve ser suficiente) fique 3 dias sem dar comer para ver se melhora. Se melhorar, é porque está apenas obstipado, se não melhorar, normalmente não há muita coisa que dê resultado a longo prazo, mas pode tentar medicação para problemas de bexiga natatória causados por bactérias.
  6. Não consigo ajudar muito no que toca aos pontos negros... a mim parece-me apenas ser uma alteração da côr das escamas, mas como diz que o comportamento dele se alterou, é preciso ter atenção a isso. Quanto aos peixes que tem, os Pseudogastromyzon não são de todo peixes que se dêm bem nas mesmas condições que um Betta. Os Bettas selvagens vivem em arrozais, onde há pouco oxigénio e a água é quase estanque, os Pseudogastromyzon vivem em águas com correntes fortes e extremamente bem oxigenadas e o tamanho mínimo aconselhado da base de um aquário para os ter é de 75x30cm. Para além disso são peixes de água temperada e não devem ser mantidos em aquário a temperaturas superiores a 23ºC. As Corydoras e os Ottos são peixes de cardume, e devem ter-se sempre no mínimo 6 para que se sintam seguros, no entanto ja não tem mais capacidade no seu aquário para adicionar mais. O melhor a fazer seria tentar devolver á loja ou arranjar outra "morada" para os Pseudogastromyzon e para uma das outras que referi para poder adicionar mais daqueles que escolher manter neste aquário.
  7. As plantas que o @Alvaro Silva mencionou, normalmente são colocadas em pedaços de madeira (própria para aquários).
  8. Queres dizer betta, certo? Como vai fazer isso em apenas 2 semanas? Existem várias alternativas congeladas ou desidratadas.
  9. As luzes da Chihiros normalmente vêm com um controlador que permite alterar a intensidade da luz. Já não me lembro se tem 6 ou 10 níveis de intensidade, mas nunca as utilizei no máximo em ocasião nenhuma. Nunca utilizei outra marca para água doce, portanto também não posso fazer comparações. Daquilo que me recordo, a montecarlo devia estar a expandir-se junto ao substrato, se for esse o caso, não é preciso podar ainda. Se estiver a crescer em direcção á superfície, é porque a luz provávelmente não é suficiente e deves tentar ou cortar e plantar o que cortas, ou tentar enterrar a ponta da planta no substrato para que ela se "agarre".
  10. O layout, a pedra grandre do lado esquerdo chama muito á atenção, não sei se é por estar inclinada para o lado esquerdo ou se é por ser a maior e estar um pouco mais á frente. Eu tentava ver se fica bem inclinada para o outro lado, talvez um pouco mais para trás e com algumas mais pequenas á frente para quebrar um pouco, outra opção e retirar essa pedra. Quanto á luz, os valores que se utilizam aqui no fórum como referência (Whatts e Lumens) a mim não me dizem nada, especialmente quando falamos de LEDs. Isto dito, eu quando fiz um aquário de 60L com montecarlo tinha 2 chihiros a funcionar.
  11. Como pedido aqui estou! 🤣 A poeira é normal. Convém tentar remover alguma poeira das plantas, agitas um pouco a água perto das plantas com a mão. Quanto a fertilização, para as plantas que tens, em princípio nos primeiros 2 meses não precisas de fazer nada. Agora, o que me ensinaram a fazer com um plantado é na primeira semana fazer TPAs todos os dias durante a primeira semana, dia sim dia não na segunda semana, 2 TPAs na terceira e quarta semanas e a partir daí 1 vez por semana. Isto para compensar os nutrientes em excesso libertados tanto pelo substrato como pelas plantas a "meltar".
  12. De certeza que era uma cobra? Não seria uma enguia?
  13. Diminua o termostato para 25ºC, assim se a temperatura exterior aumentar, o aquário não vai aquecer tanto como se já tiver a 27ºC. Quando faz a TPA tenha atenção para que a temperatura do aquário não baixe drásticamente. Os betas são demasiado inteligentes para estar num aquário sem nada, eles gostam de explorar, num aquário sem nada ficam aborrecidos. Adicione plantas e decorações para ele ter o que fazer.
  14. Regra geral, um bom plantado deve ter pelo menos 6cm de substrato.
  15. Visto que está a comer e se torna activo com a sua presença, provávelmente está só aborrecido... tem decorações e/ou plantas no aquário? Pode estar também com algum problema na bexiga natatória, mas é relativamente raro em peixes deste tipo. De qualquer maneira ficam mais algumas perguntas para ver se ha mais algum problema: Tem termostato no aquário? Com que frequência troca a água e que quantidade? Utiliza acondicionador para remover o cloro da água da torneira antes de colocar no aquário?
  16. Já experimentou parar de o alimentar durante cerca de 3 dias para ver se melhora? Se for apenas problemas de obstipação deve melhorar após 3 dias sem comer. Se não melhorar após 3 dias, podem ser parasitas ou hidropsia, ou outro problema que não será fácil de diagnosticar.
  17. Como já foi dito, a regra do 1cm por 1L é apenas uma regra geral que se deve usar apenas quando se sabe pouco das espécies e apenas deve ser utilizada com espécies pequenas, mas sempre tendo em conta o tamanho adulto do peixe. Caso exista já literatura com dados suficientes sobre tamanho do aquário e litragem da espécie em questão, é essa informação que devemos utilizar. Olhar para um aquário não nos diz de forma nenhuma se ele está sobrelotado ou não. Portanto mantenho e reforço o que disse sobre o aquário estar extremamente sobrelotado. Pode até estar dentro do limite agora porque os peixes parecem ser ainda pequenos, mas ainda assim duvido que não esteja já a causar danos aos peixes, que a longo prazo, serão irreversíveis.
  18. Um aquário de 50L com 21 peixes é um aquário extremamente sobrelotado. Isso mal dá para os 8 neons, quanto mais o resto. O tubarão então nem se fala, é um peixe que cresce demasiado até para estar sozinho num aquário dessas dimensões. Antes de tudo mais deve arranjar um aquário bem maior, ou tentar arranjar outra casa para grande parte desses peixes. Caso não o faça, posso assegurar-lhe que o futuro desse aquário não vai ser nada promissor. Além disso, praticamente todas as espécies que tem devem ser mantidas em grupos de pelo menos 6 da mesma espécie, ou sofreram constantemente de stress por se sentirem constantemente inseguros, o que a curto/longo prazo provoca doenças e morte dos peixes.
  19. As cerâmicas, se forem apenas de filtragem biológica devem ficar depois da lã filtrante, isto permite que as ceramicas fiquem limpas durante mais tempo. A lã filtrante só é colocada em último, se não houver maneira de evitar que ela fique comprimida com o peso das cerâmicas.
  20. Penso que foi uma migração do fórum para um servidor novo e estão a tentar tratar disso.
  21. Na minha opiniao atingiste um equilíbrio muito bom entre fauna e flora (pelo que parece pela foto), tens relativamente pouca fauna e uma flora bastante saudável e cuidada. Além disso, da pouca fauna que tens, grande parte da que se ve nas fotos também ajuda a controlar as algas. Muito bom! 👌
  22. Estamos cá para isto mesmo... trocar ideias e opiniões. Desde que seja feito com respeito, ninguem se deve ofender com as opiniões dos outros. A sua opinião está certa, o exemplo que deu dos escalares nem por isso (por se tratar como diz de alojamento temporário). Eu asseguro-lhe que consigo manter um peixe dourado num aquário de 20 litros durante bastante tempo... se estaria disposto a fazê-lo, se ele cresce como devia ou não e se dura 2 anos em vez de 20 já é outra conversa. Quando se fala em litragem mínima, esta está geralmente associada a aquários de dimensão genérica que se vendem em lojas e em que as dimensões variam pouco. Porque eu também já tive 300L de água no chão e não conseguia pôr lá nenhum peixe! 🙃 Não existe nenhuma regra geral que nos diga o tamanho que o aquário deve ter em relação ao tamanho do peixe, portanto geralmente recorre-se á literatura. As recomendações de dimensões mínimas que encontro para este tipo de peixe, tanto no link partilhado pelo @Alvaro Silva, como em sites internacionais, estão entre os 100x40cm e os 120x38cm, mas lá está, é o mínimo aconselhado... quanto mais melhor.
  23. Se tiver muita sorte até pode ser pacífico... se não for pacífico vai eventualmente perder os outros peixes, é um risco que eu não estaria disposto a correr. A melhor opção, na minha opinião, se quer adicionar mais peixes, é comprar mais 1 ou 2 peixes dourados (do tipo fancy).
  24. Infelizmente este é o lado menos bom deste hobby. A nossa falta de informação ou experiência levam muitas vezes á perda dos animais que tanto gostamos. E quando digo "nossa", falo de todos aqui no fórum, porque acho práticamente impossível haver alguém neste hobby que nunca tenha "perdido" um peixe por algum motivo que poderia de alguma forma ter sido evitado. Até uma pessoa extremamente experiente está sempre a um simples erro de distância de dizimar uma sala cheia de aquários. Eu costumo dizer que este hobby (tal como praticamente todos os que envolvam animais) é um hobby egoista, ao fim ao cabo temos animais a viver em caixinhas pequenas. O nosso objectivo deve ser sempre tentar encontrar um balanço entre o nosso egoísmo e o bem estar dos animais, tentando sempre dar-lhes a melhor vida que está ao nosso alcance. Com o tempo aprendemos que antes de montar um aquário bem sucedido podemos ter que passar meses a investigar e a planeá-lo. Posso dar o meu exemplo, há cerca de 2 anos, passei cerca de 6 meses a investigar antes de montar o meu primeiro aquário de água salgada. E ainda assim houve muita coisa que fui aprendendo só depois de o ter montado. Tente aproveitar isto de forma pedagógica. Aproveite para ensinar á sua filha que antes de adquirir qualquer tipo de animal é preciso saber mais sobre ele. Se por cada peixe que morre, houver 2 pessoas a aprender como o evitar no futuro, o hobby (e as pessoas) só tem a ganhar. Antes de recomeçar, informe-se mais, faça perguntas. Sabendo um pouco mais sobre o ciclo do Azoto, como fazer TPAs adequadamente, manutenção dos filtros e as necessidades básicas do(s) peixe(s), tudo isto se torna mais simples. Depois disso é bom saber como escolher um peixe numa loja, procurar por peixes com certos comportamentos ou por alguns sinais para saber se o peixe está saudável ou não antes de o comprar. Não desista!