Pedro Vilaça

.Membro Ausente
  • Content Count

    15
  • Joined

  • Last visited

  • Country

    Portugal

Community Reputation

1 :)

About Pedro Vilaça

  • Rank
    Recém Chegado

Contact Methods

  • Mail
    pedrovilaca@netcabo.pt

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Braga (Braga)
  • Localização
    Braga

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Boa tarde, Obrigado pelos comentários. Em vida, a mancha do lado direito do corpo era conforme a imagem de cima: mais difusa, como que um aglomerado de pontos. Realmente o aspeto não era bom, nem podia ser, depois de cerca de 3 semanas doente e a alimentar-se mal ou nem sequer a alimentar-se, mais para o fim. Bem, conforme tinha referido, vamos pensar num novo aquário, atendendo ao material que já temos. Vou ler as informações existentes no fórum, fazer um plano, tomando a liberdade de o, digamos, submeter aqui no fórum, contando com as vossas úteis indicações, para que eu possa evitar eventuais erros na sua instalação. Vou dando notícias e mais uma vez obrigado por tudo. Pedro Vilaça
  2. Boa tarde, Obrigado pelas instruções para a inserção de fotos. Disponibilizo três fotos do nosso peixe que morreu (ficaram um pouco big size). As duas primeiras são post-mortem. Coloco-as por duas razões: para que se possa ver o seu tamanho relativamente à escala do meu dedo e observar a mancha verde escura que apresentava no seu lado direito, a qual pode ser indicadora de um problema de saúde ou tão só decorrente do processo de morte. Sempre era um kinguio oranda? Como já referi anteriormente, vamos planear um novo aquário e a dimensão do mesmo para os peixes a lá colocar é a primeira coisa com que nos devemos preocupar. Como disse, este peixe viveu sozinho cerca de 7,5 meses num aquário de 15 litros. Nunca aparentou nenhum tipo de problemas. Fazia-se uma manutenção semanal com filtragem, TPA com controlo de PH e neutralização de cloro. A sua alimentação era bi-diária, normalmente às mesmas horas com ração seca (tipo flocos). O fundo do aquário tinha o material que se vê na foto e as plantas eram artificiais. Quando estes começaram, foi-me dito aqui no fórum que o aquário eram muito pequeno para o peixe. Comprei então um de 50 litros, tendo-me também sido referido que esta seria a capacidade mínima indicada para este tipo de peixe. Sempre se confirmam estas indicações? Peço desculpa por insistir neste ponto, mas fiquei sempre na dúvida se eu teria conseguido transmitir corretamente de que peixe se tratava. Antecipadamente grato, Pedro Vilaça
  3. Boa tarde, Obrigado pelos vossos incentivos. Tomamos a decisão de com calma ir planeando um novo projeto de aquário. Para isso tenciono fazer uso da abundante informação do fórum, das dicas que me foram dando aqui e ir também contando com a vossa ajuda. Agora, para começar, gostaria de colocar uma imagem num post e não estou a conseguir. Para já, não disponho da opção de inserir uma imagem que esteja gravada no disco, apenas está disponível a opção de inserção a partir de um link; e aqui, mesmo colocando o link entre duas tags , o servidor fica eternamente em espera para fazer o upload. Isto a partir do Flickr ou do Google Fotos, por exemplo. Peço desculpa por colocar este assunto aqui, mas já temos uma sequência de conversa iniciada e num post que existe no fórum dedicado a este tema os replies já não são permitidos. Obrigado, Pedro Vilaça
  4. Boa tarde, Caros colegas de fórum, infelizmente tenho a comunicar que o nosso peixe, "Bubbles" que nos tinha sido oferecido em fevereiro e assim chamado pela minha filha, morreu entre a noite de sábado, 5 de outubro e a madrugada de domingo, 6 de outubro. Foi bastante triste. Também foi penoso ver o seu sofrimento: começou por estar mais no fundo do aquário, depois, além de continuar no fundo, apenas nadava de lado, até que se apresentou cada vez mais imóvel nessa posição. Com a vossa ajuda e indicações, tentamos o máximo para o salvar: compramos um aquário e filtros novos, testes de amónia e nitritos, além dos outros procedimentos que já costumávamos levar a cabo. Inclusive, estava na disposição de o levar amanhã a veterinário, mas ele não resistiu. Com já referi, tendo-nos sido oferecido, veio-nos cair nas mãos; no entanto, sempre procuramos tratá-lo bem, com manutenção de aquário uma vez por semana e alimentação diária sempre às mesmas horas. Era giro e de certa forma ternurento ir ter com ele, tocar com dedo na parede do aquário e ele vir ter connosco. Gostaria se saber a causa do sua morte, até para efeitos de aprendizagem. Neste momento temos em casa dois aquários: em penso que em acrílico de 15 litros e outro em vidro de 50 litros, para além de todos os elementos coadjuvantes (filtros, reagentes, etc). Estamos a ponderar se queremos mais peixes, pois posso estar errado, mas sou levado a pensar que se calhar o seu lugar é na natureza e um aquário será talvez um ecossistema cujos parâmetros têm de ser muito controlados, senão acontecem coisas como esta. Por outro lado, pude aperceber-me que a aquariofilia é uma atividade que transmite serenidade e um aquário bem construído e mantido é uma coisa esteticamente bela. Não sei, vamos ponderar. Para o caso de decidirmos avançar com a compra de outros peixes, agradecia vossas eventuais sugestões no respeitante a tipos de peixes e número dos mesmos, em face do material que temos disponível. Irei também com certeza aproveitar as vossas sugestões expostas nos posts acima. Resta-me agradecer todo o vosso apoio e úteis conselhos. Em meu nome e da minha família e o nosso obrigado. Pedro Vilaça
  5. Bom dia, Obrigado por todos os comentários. Vou levá-los em consideração e proceder em conformidade com eles. Depois darei notícias. Cumprimentos, Pedro Vilaça
  6. Bom dia, Não anda de barriga para cima; está basicamente imóvel no fundo e quando nada, pelo fundo do aquário, parece fazê-lo um pouco de lado, de uma forma não muito acentuada. Já tinha visto o tutorial cujo link disponibilizou acima. O sintoma é o correspondente à figura do lado direito de cima do primeiro quadro de figuras. Devo proceder conforme os passos indicados? Obrigado, Pedro Vilaça
  7. Boa tarde, Já instalei um novo aquário (50 litros) e mudei a peixe para lá, tendo o cuidado de efetuar todos os procedimentos adequados, como ciclagem da água, ph ,testes de amónia e nitritos, neutralização de cloro, lavagem do filtro, etc. No entanto, o peixe apresenta sensivelmente o mesmo comportamento: permanece no fundo do aquário. Das raras vezes que via à superfície, faz-lo disparado e depois deixa-se cair para o fundo. Ou seja, não consegue nadar de forma normal pelo meio do aquário, controlando a profundidade a que se encontra. Perante isto e depois de ter investigado um pouco, sou levado a pensar que ele pode ter algum problema na bexiga natatória. Assim, ficaria agradecido se me pudessem facultar alguns conselhos no sentido de abordar este eventual problema. Antecipadamente grato, Pedro Vilaça
  8. Ok, obrigado. Depois vou dando notícias. Boa noite. Pedro Vilaça
  9. Boa noite, Obrigado pelas informações, que foram bastante claras e que me elucidaram perfeitamente (mesmo a questão da ciclagem). Vou já amanhã proceder como me aconselhou. Resumindo, o que terei de fazer para já é o seguinte: Comprar um aquário adequado e enchê-lo com água da torneira 100% nova; Passar o filtro interno para o novo aquário, tendo atenção aos elementos filtrantes adequados; Colocar as plantas no aquário, sem substrato (que creio ser as tais pedras pequenas que eu referia). Pôr o peixe na nova casa. Apenas uma dúvida: antes de meter o peixe no novo aquário, julgo ter de de preparar a água, com um regulador de PH e neutralizador de cloro. Relativamente à ciclagem, pelo que entendi está relacionada com as TPA's para extrair o excesso de nitrato. Relativamente ao estabelecimento da colónia de bactérias, há alguma forma de induzir logo esse processo na instalação inicial do aquário? Obrigado, Pedro Vilaça
  10. Boa tarde, Em primeiro lugar, os meus agradecimentos pelas rápidas respostas. Relativamente às observações que gentilmente colocaram, passo a comentar: Ciclagem do aquário Julgo que foi feita, não por mim, mas pela minha esposa. Penso que será uma preparação da água antes de pôr o peixe no aquário. Contudo, julgo que o problema não advirá daí, pois isso foi em fevereiro, quando o peixe veio para nossa casa. Tamanho do aquário Talvez o aquário não seja pequeno; passo a explicar: quando disse o que o peixe era um oranda, foi o que me disseram numa loja (quando lhes mostrei uma foto; aqui não consigo inserir). É peixe pequeno, com não mais de 5 cm de comprimento (da ponta da barbatana caudal à ponta do focinho) e 2,5 cm de altura. No entanto, se mesmo perante estes dados, o aquário se revelar pequeno, por favor façam-me saber, que não me importo de investir num novo. Filtro Refiro a marca no post que coloquei: marca SERA fil 60/20 com esponja filtrante e carvão ativado filtrante. É novo, tem apenas uma semana, pois compramos-lo para substituir o anterior, quando apareceu este problema. Outras dúvidas que eu tinha Ficaram todas esclarecidas pelas vossos oportunos esclarecimentos. Tenho apenas mais uma: trata-se de um peixe de água fria; é necessário termostato? Iremos proceder aos testes adicionais. P.S. O aquário está no quarto da miúda. Quando ela acorda, a primeira coisa que faz, é ver como é que está o peixe... Obrigado por tudo, Pedro Vilaça
  11. Bom dia, Antes de mais, as minhas desculpas por colocar a minha mensagem aqui, mas não o consegui fazer no fórum "doenças e pragas". Em fevereiro passado ofereceram um peixe à minha filha, que eu recentemente vim a saber que se trata de um oranda. Compramos um aquário e uma vez por semana procedemos a alguns tratamentos, como regulação de ph e acondicionador de água nova (neutralizador de cloro) quando acrescenta um pouco de água nova, bem como a filtragem da água. Estava tudo normal, o peixe apresentava um comportamento bastante dinâmico, chegando-se às pessoas e procurando a comida à superfície. Desde de há uma semana para cá, tudo mudou: o peixe mostra-se bastante apático, estando imóvel no fundo do aquário num canto na parte de trás do aquário, não procurando comida. As raras vezes que assoma à superfície, fá-lo como que disparado, quase colocando a cabeça de fora e regressando imediatamente ao fundo. No entanto, não evidencia manchas ou pintas suspeitas. Provavelmente está-nos a faltar fazer outros tipos de tratamento, como regulação da temperatura da água, controlo de nitritos e nitratos, trocas parciais de água, etc. Entretanto, compramos um filtro novo que está a trabalhar em permanência. Alguma coisa ele deve comer, derivado de a comida, por ação do filtro, se espalhar pelo aquário e ele eventualmente apanhar alguma coisa. Agradecia eventuais dicas no sentido de tentar encontrar uma solução, pois incomoda-nos ver o peixito naquele estado. Em baixo, respondo a algumas questões do questionário que está disponível no fórum "doenças e pragas". Obrigado Dimensões do aquário: ver volume Volume: 15 litros Filtro(s): SERA fil 60/20 Matérias filtrantes: Esponja filtrante e carvão ativado filtrante Iluminação: Não tem PARÂMETROS DA ÁGUA: Temperatura da água (ºC): Sem indicação (Parâmetro não controlado) pH:_ 7,4 Amônia:_ Sem indicação (Parâmetro não controlado) Nitrito:_ Sem indicação (Parâmetro não controlado) Nitrato:_ Sem indicação (Parâmetro não controlado) TPA's (Trocas Parciais de Água): Irregular INFORMAÇÕES ESPECÍFICAS: Fauna: Apenas um peixe Aspecto físico: Aparentemente normal Aspecto comportamental: Imóvel no fundo do aquário num canto na parte de trás do mesmo, não procurando comida. As raras vezes que assoma à superfície, fá-lo como que disparado, quase colocando a cabeça de fora e regressando imediatamente ao fundo Aspecto das fezes: Sem informação Alimentação: Nutron Gold Food: flocos para peixes vermelhos de aquário (água fria). O peixe não se alimenta ativamente Flora: Plantas artificiais. Pedras no fundo do aquário. OBSERVAÇÕES: Sem nada a indicar
  12. Pedro Vilaça

    Pedro Vilaça