Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 06/11/2020 in all areas

  1. 4 points
    Boas a todos! No meu mais recente projecto, decidi tentar replicar um sistema de paludário, mais concretamente os DOOA Terra. No inicio, o maior desafio que via para a realização do projecto, seria como fazer o sump interno / parede de cascata, pois como nunca tinha colado acrílico antes, não sabia se as colas disponíveis iriam conseguir segurar as placas de modo a reter a água. Usei duas colas, indicadas na embalagem para plásticos duros e funcionaram as duas perfeitamente: Aqui está o diagrama que segui para montar o sump: O vidro em si é aproveitado de um aquário velho que desmanchei cortei e colei, aproveitando ao máximo as medidas já existentes, não tendo propriamente dimensões definidas à partida. No final, o paludário acabou por ficar com 40x26x40cm. A altura da água é de aproximadamente 10 cm. Para a bomba arranjei uma Hydor Pico 600-115, que me agradou pelo preço, o facto de ter caudal regulável e ser de pequenas dimensões - conectada a um tubo e um cotovelo para passar a água para a coluna do meio, que por sua vez, enche (por baixo) a última coluna. Nestas duas, coloquei esponja para ter alguma superfície de acumulação de bactérias benéficas bem como servir de suporte ao fogger que coloquei no topo da última coluna. A cantoneira que direcciona a água ao longo da parede, foi mais chata de fazer, pois isto de cortar acrílicos e vidros é sempre mais fácil quando estamos a trabalhar com dimensões maiores. Acabei por ter de colocar um pouco de lã de filtro nos primeiros buracos que deixam passar a água, de modo a que a mesma não saísse logo tão rapidamente na zona inicial. Para as esponjas da parede, decidi comprar mesmo as DOOA Wabi-kusa Mat, por me parecer a aposta mais segura para garantir o sucesso do projecto. Os suportes das esponjas são pequenos cilindros de PVC que cortei e colei na parede. Estou a usar como iluminação uma velhinha MasWas de 60cm colocada directamente no topo dos vidros; Estou a borrifar diariamente com o fertilizante / anti-fungos DOOA Wabi-kusa Mist; O hardscape era tudo material que já tinha por cá de projectos passados. Para plantar o musgo no tronco, utilizei a DOOA Terra Tape para reter mais a água e ajudar o musgo a manter-se húmido. Plantas: Anubias barteri var. angustifolia Anubias barteri 'Coffeefolia' Anubias barteri var. nana Bucephalandra "Kedagang" Hygrophila pinnatifida Micranthemum "Monte-Carlo" Vesicularia ferriei 'Weeping' Vesicularia dubyana 'Christmas' Taxiphyllum 'Spiky' Lemna minor Salvinia natans Hardscape: Red Moor Wood Lava rock Areia Se tiverem alguma dúvida ou curiosidade em relação ao projecto, estejam à vontade para perguntar. Não está perfeito a nível de acabamentos, mas estou muito contente com o resultado final e penso que caso tudo se desenvolva bem, vai ficar bonito e acabar por disfarçar as imperfeições do sistema. Tendo em conta os constrangimentos e o facto de ter utilizado ao máximo materiais e equipamentos que já tinha por cá, penso que foi uma boa alternativa económica. Fotos após montagem:
  2. 3 points
    Podem ver aqui como está mais actualmente. O vídeo foi gravado há uma semana, um dia ou dois depois da poda. Entretanto já está com mais cores nas pontas das rotalas. Já está maturado e estabilizado. Não varia muito nem precisa de manutenção muito intensiva. Estou a fertilizar muito pouco para crescer lentamente. Comecei a usar uma twinstar 600S para exprimentar como ficava com uma luz RGB e está muito bom...
  3. 3 points
    Boa tarde pessoal, aqui vai mais uma atualização, neste momento o aquário está a compensar-me por todas as dores de cabeça que me deu no inicio e está simplesmente fantástico nunca um aquário me deu tão pouco trabalho e tão poucas dores de cabeça ao mesmo tempo, as plantas estão a dar-se muito bem e os camarões a reproduzir que nem coelhos, neste momento já não os conto mas já passaram os 150. Aqui ficam mais umas fotos:
  4. 3 points
    Boas deixo mais uma foto para verem como já começa a ganhar forma. Espero que gostem!
  5. 3 points
    Olá a todos! Descobri o vosso forum através do google e entretanto uma conhecida também me falou muito bem de vocês. Pelo que, resolvi então criar uma conta para poder explorar melhor o vosso conteúdo e colocar-vos algumas dúvidas se possível. 🙂 Tenho 31 anos e sou da Azambuja. Considero-me uma iniciante no mundo de aquarofilia. Já tive um aquário há cerca de 10 anos atrás, mas na altura os peixes estavam sempre a morrer e acabei por desistir do hobbie. Entretanto este ano resolvi tentar de novo. O meu marido ofereceu-me um aquário de 60 litros, já com filtro e o termóstato. Aos poucos fui arranjando o resto das coisas e acabei por o montar apenas em Março. Pesquisei um pouco e embora fosse um pouco a medo, optei por um aquário plantando. Fiz a ciclagem e coloquei os peixes. Felizmente até agora nenhum morreu embora já tenha tido alguns percalços que ainda ando a tentar resolver 🤔 Não estou contente com a maneira como ele está montado, nem com os peixes que escolhi sinceramente. Na altura estava tão ansiosa por ter o aquário que simplesmente o montei sem planeamento. Já ando a fazer planos para fazer uma aquascape como deve ser , mais pensada e mais económica. Espero conseguir aprender com a vossa experiência e assim melhorar. Deixo acima uma foto do aquário em questão e agradeço desde já a atenção!
  6. 2 points
    Mudei o layout e coloquei plantas. O que acham?
  7. 2 points
    Boas pessoal! Então aqui ficam as novidades. Aquário com cerca de 1 mês e 7 dias de ciclagem. Nas últimas duas semanas, começaram a aparecer as belas das algas, tanto diatomáceas como uns filamentos verdes. Tentei aligeirar a coisa introduzindo Seachem Seagel no filtro e notou-se diferença. Tenho introduzido também Excel e o Advance. Mesmo assim as pedras (e vidros) têm sido limpas a cada TPA (tenho feito de entre 40-50% de troca de água, nas primeiras semanas de 3 em 3 dias e agora mais espaçado) Quanto à flora, tudo ok excepto a MonteCarlo que meltou quase por completo mas agora parece que quer desenvolver qualquer coisita e espero que comece a fechar como tapete. No dia de ontem introduzi uma equipa de limpeza composta por Otto's, um Sae, umas Japonicas e duas Pulligeras. Aqui fica o aspecto geral actual: Enviado do meu Redmi Note 5 através do Tapatalk
  8. 2 points
    A minha dica é tentar identificar o que está mal antes de voltar a gastar mais dinheiro em peixes novos. Porque quase de certeza que vai voltar a acontecer. Passo a passo, podem-se ir eliminando ou tentando tratar causas prováveis para esses problemas. Já deve haver certamente aqui pelo fórum alguma coisa com isto, mas vou partilhar o que costumo fazer: A primeira coisa importante que se deve fazer é anotar em qualquer lado (num caderno, no tlm, ou no computador) tudo o que se faz no aquário quando e o que foi feito nas manutenções TPAs limpeza do filtro etc resultados dos testes à àgua (incluindo tudo o que foi testado e a temperatura) adição de peixes tratamentos razão do tratamentos produtos utilizados etc Quando há problemas, deve-se sempre verificar se a água é a causa do problema: Amónia - Tóxico (toxicidade aumenta exponencialmente com o aumento do pH) Nitritos - Tóxico Temperatura - Demasiado frio/quente pH - demasiado ácido/alcalino Nitratos - Nocivo quando muito alto kH - kH baixo deixa o pH "descontrolado" gH - a alteração do gH geralmente leva a alterações do pH. TPAs Utilizar acondicionador para remover cloro e metais pesados da água que se vai pôr no aquário (água nova) Se colocado antes de colocar a água nova no aquário (por exemplo, num balde), usa-se a medida da água nova. Se colocado directamente no aquário, a medida é para o volume total do aquário. Ter em atenção o cheiro da água, se cheirar muito a cloro, deve-se utilizar um pouco mais do que a medida normal. Por exemplo, nesta altura de pandemia, a água da rede tem mais cloro que o normal. A temperatura da água nova deve ser a mesma ou o mais aproximado possível da água do aquário Ser regular com 1 TPA semanal de 20 a 30% Aumentar a regularidade quando há problemas (se a medicação a ser utilizada o permitir) Comportamento dos peixes Há agressividade entre eles? Assustam-se com frequência? Há demasiada agitação na água que os impeça de descansar? Têm sítios onde se possam esconder quando estão stressados? Estou a dar demasiada comida? Ou será que é comida a menos? A comida tem boa qualidade? Se conseguirmos identificar o problema, é mais fácil de resolver o problema ou fazer tratamento Se não encontrar-mos a causa do problema, resta-nos tentar: Limpar bem o(s) filtro(s) matérias filtrantes lavadas com água do aquário Aspirar bem o fundo Tratamento anti-fúngico e anti-bacteriano de largo espectro (se possível com produtos que não afectem as bactérias do filtro) Desparasitação para parasitas internos e externos No fim disto tudo, se continuarmos a perder peixes sem razão aparente, desmontar tudo para desinfectar antes de voltar a utilizar. Tudo o que não dá para desinfectar deve ser deitado fora e comprado novo (substrato, plantas, etc). Dica Final: Fazer quarentena dos peixes novos durante 4 a 6 semanas, não importa de onde/quem eles venham Aproveitar para fazer tratamentos anti-fúngico, anti-bacteriano e desparasitação de prevenção durante a quarentena. O "aquário" da quarentena deve estar ciclado antes de lá colocar os peixes O "aquário" pode ser um pouco mais pequeno que o "normal" para os peixes que lá vai pôr a fazer a quarentena. É muito importante ter uma bomba de ar, porque normalmente o aquário é mais pequeno e também porque os tratamentos tornam a absorção de oxigénio mais difícil para os peixes.
  9. 2 points
    Olá a todos, Apesar de já estar registado no fórum algum tempo e de ter este gosto pela aquariofilia há muito tempo, devido a muitos as vários fatores tenho sempre adiado este desejo, até agora. Então depois de muita analise e pesquisa, e uma grande ajuda de um membro aqui do forum, Álvaro Silva, finalmente avançou, agora preciso da vossa opinião e ajuda de modo a ir fazendo as coisas com calma, como fiz até agora, tentando não errar muito de inicio. Setup - Aquário de água doce: 1 - Nome do Aquário Fausti Dream 2 - Data da montagem 21/06/2020 3 - Dimensões do aquário 80*40*30 3.1 - Volumes bruto e útil 96 litros 4 - Equipamentos Instalados 4.1 - Filtro JBL e902 4.2 - Termostato eheim 150w 4.3 - Iluminação/Foto-período calha leds 4.4 - Sistema de CO2 4.5 - Outro equipamentos adicionais 5 - Substratos & decorações 5.1 - Substrato fértil acho que é special ground 5.2 - Substrato inerte 5.3 - Decorações (pedras, troncos, etc) Pedras e troncos 6 - Fertilização (fertilizantes utilizados e plano de fertilização) 7 - Fauna 7.1 - Quantidade e espécie vai ficar para depois do ciclo 7.2 - Quantidade e espécie ... 8 - Plantas 8.1 - Quantidade e espécie Diversas ( anubias, Bacopa Compact, Hottonia Palustris, Cryptocoryne becketti petchi, Microsorum pteropus, Hygrophila polysperma , Ludwigia repens, sessiflora) 8.2 - Quantidade e espécie ... 9 – Observações 9.1 - Parâmetros da água (pH, gH, kH, NO2, NO3, NH3/NH4, temperatura) 9.2 - Frequência das TPA's ... 10 - Fotos
  10. 2 points
    Descobri. São Ostracoda. Estes amigos são incríveis máquinas da natureza... Limpam as algas com uma velocidade incrível, mas se forem em grande número começam a tocar nas plantas. Mas nada de dramático, apenas uns buraquitos... Mas foi incrível como comeram todas as folhas mortas das plantas. Além disso conseguem sobreviver a temperaturas negativas, e imaginem... Radioactividade... A natureza realmente foi muito bem feita...
  11. 2 points
    Como é para um aquário plantado, sugiro uma T8 que estimule a fotossíntese da planta. Como tal será recomendável lâmpadas que emitam fundamentalmente nos seguintes comprimentos de onda: De 430 a 500 um( Ultra violeta a Azul) De 630 a 720 um(Laranja a Vermelho) Todo o espectro compreendido entre estes dois mencionados, em quase nada contribui para o desenvolvimento da planta, apenas contribui para a questão estética do aquário. Como tal, e se me for permitido, gostaria de aconselhar as seguintes lâmpadas a titulo de exemplo: Aqua-Glo Fluor, Flora-Glo, Life-Glo venda por exemplo aqui, mas haverá mais comerciantes a ter. É tudo uma questão de se procurar na Internet e entrar em contacto para ver o stock disponível. Poderá também fazer conjunto de varias lâmpadas com características diferentes a trabalhar em simultâneo, caso, por exemplo, o plantado esteja circunscrito só ao fundo do aquário ou à lateral, ficando então o espaço restante com necessidades de iluminação menos técnica/exigente onde se poderá colocar outro tipo de lâmpada mais simpática em termos de orçamento. (Só uma ideia/exemplo) Um abc
  12. 2 points
    No final do mês passado foi levantar o aquário à Centividro. Era um Sábado e o projeto não tinha sido executado à risca (pormenores), de imediato foi corrigido até ficar pronto. Excelente serviço e não se ajustem se o preço for baixo demais para a qualidade do produto. A qualidade da Centividro é a melhor característica, se fosse mais caro pagava sem problema.
  13. 2 points
    Olááá! Sou a Inês. Sou de Loures e à coisa de uma semana n resisti e comprei um peixe (cometa branco) porque a minha namorada queria muito um. Só que eu n sabia na altura que tinha que fazer o ciclo do aquário. A senhora q me atendeu disse que podia levar o aquário de 3L para o peixe (lol agora sei q foi uma abominação) não me informou nada disso mesmo tendo eu dado a entender que era a minha primeira vez a entrar no mundo dos peixes... e bom o peixe adoeceu e fui pesquisar (coisa que deveria ter feito antes mas ao invés fui impulsiva) e encontrei este fórum. E como tenho muito que aprender cá estou eu!!! Ps: o meu cometa branco está a melhorar e já tenho um aquário maior (35L) e estou a preparar o aquário antes de meter la o meu cometa branco.
  14. 2 points
  15. 2 points
    Deixo lhe uma dica para você experimentar.. Se tiver outro aquário, com as devidas atenções e sem grandes diferenças do aquário principal, retire o beta para esse aquário 2 dias e veja se nota diferença nos néons. Se os vir mais soltos pode já ter a sua resposta. Os parâmetros da água estão como eles gostam?
  16. 2 points
    Boas... Percebo a tua dúvida mas os bixinhos são espertos.. As corys andam o dia todo a procura de comida, elas fome não passam, eu dou uma pastilha de 3 em 3 dias a 2 corys, de resto existe sempre algum comer a cair no fundo.. O ancistru deveria de se alimentar a base de algas e produtos naturais, pepino, batata, cenoura, beterraba. Os camarões existe comida seca própria para eles que se pode colocar ao pé do esconderijos deles, mas estes também se alimentam de algas e detritos. "Uma colher de café de flocos alimenta quantos neons? E se forem escalares? É se for granulado? E comida viva? E papas caseiras?" Aqui, opa só lhe consigo dizer uma coisa, cada aquário é um aquário diferente, tudo depende do que você habituar os peixes a comerem. Se pretende realçar a cor deles e o seu bem estar tem que se pesquisar o que eles comem e gostam, a quantidade varia, mas não é preciso grandes quantidades. Mas eles fome não passam, dou lhe o exemplo dos guppys que se alimentam e por terem um estômago tão pequeno passado 1h já andam a caça de comida. Mas também é muito importante você observar os peixes quando lhe dá de comer, assim consegue perceber quem come mais depressa quem demora mais a comer, quem fica tímido, e você próprio adequada se a alimentação deles e eles a alimentação que você lhes dá. Até porque se vir, surtos de caracóis ou algas pode indicar um excesso de comida (também pode ser outros motivos).. Assim de repente acho que é tudo da minha parte 😉 Continuação boa sorte
  17. 2 points
  18. 2 points
    Não sendo do Brasil, e pesquisando apenas 5 minutos... Veja se ajuda : Estes parecem ser os mais viáveis em relação custo / desempenho : https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1265172587-luminaria-completa-p-aquario-plantado-60-cm-personalizada-3-_JM + https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1204870202-luminaria-led-aquario-60cm-plantado-25-watts-2200-lumens-_JM#position=16&type=item&tracking_id=a1163c01-813e-4314-8f25-75bdbcc4600d Mas tem outras opções... https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1423828916-luminaria-chihiros-rgb-45-para-aquarios-ate-60cm-bivolt-_JM#position=8&type=item&tracking_id=92014528-f306-4400-bca8-e76bf756ebde ... https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1348176027-luminaria-led-ocean-tech-60cm-c-48-leds-bivolt-automatico-_JM#position=4&type=item&tracking_id=bfe53c99-269e-4074-bb1a-502e6aafec37 ... É só ver a sua carteira e o que pretende Pois se não quer mais que Anubias, não precisa de grande luz, será basicamente para estética do aquário (óbvio que todos precisam de luz para recriar o ciclo solar para bem estar dos animais)
  19. 2 points
    Olá a todos Deixo aqui uma atualização.
  20. 2 points
  21. 1 point
    Olá João. Pelo que li, o processo de eletrólise só acontece entre as duas placas que constituem o circuito. E como a alimentação utilizada é de voltagem muito reduzida (geralmente entre 6 e 12 volts), a fauna não deve sofrer com isso... apenas os seres monocelulares que causam as algas e algumas doenças. De qualquer forma, também pelo que tenho estudado, a maioria dos casos em que acontece alguma "desgraça" deve-se ao tempo que o sistema fica ligado. Dependendo do tamanho do aquário, o sistema só deve ser ligado no máximo 20 minutos por dia (em diferentes alturas). É nesse aspecto que a Twinstar ganha pontos, porque o sistema deles vem com uma espécie de computador que controla muito bem esses tempos. E como não há grande informação na internet sobre isso, temos que confiar nos testemunhos de quem vai experimentando e vai tendo bons resultados. Eu meti-me neste hobby para aprender mais sobre todo o funcionamento do aquário... no início pensei que era só enchê-lo com água e meter os peixes lá dentro, mas tem-me dado um gozo imenso descobrir novas e variadas formas de fazer as coisas andarem no sentido certo Esta é apenas mais uma. Vou experimentar, e logo vejo no que dá...
  22. 1 point
    te aconselho no minímo dos mínimos 250 litros pra 2 texas blue, e dai tu sai pra uma filtragem forte. Mais importante que a vazão é a capacidade de armazenamento de mídia e filtragem. Se tiver, como, vai pra canister eheim ou se preferir, sump.
  23. 1 point
    Boas jcoelho O ciclo do azoto em media demora 30 dias,no final quando tiveres a Amónia e os Nitrítos a zero e os Nitratos abaixo dos 25ppm então o ciclo esta pronto,o que deves fazer e colocares um peixe ou dois num dia,deixa passar uns dois ou três dias,e fazes a mesma coisa ,se for de três em três dias tens uma semana que passou ai podes colocar mais uns três peixes ate estarem todos,isto para dares tempo ao filtro se adaptar,criar as bactérias suficientes para o aumento da quantidade de peixes. O termostato a 28 graus e muito,baixa isso gradualmente para 25 graus. Saudações
  24. 1 point
    Recentemente adquiri Hydrocotyle Tripartita e esta planta cresce mas cresce.... em 1 mês quintuplicou o tamanho não tinha realmente noção do quão proliferadora era, já tinha até de a trocar de aquário porque o aquário inicio já estava a ficar dominado por esta planta... em breve tentarei também colocar Staurogine Repens e Hygrophila Pinnatifida para testar a ver se pega. Aqui seguem as fotos: 01/06/2020 05/06/2020 08/06/2020 09/06/2020 05/07/2020
  25. 1 point
    Obrigado Alvaro pela informação, irei doar uns e colocar apenas 2 no aquário e ficarei de olho. João obrigado também pela observação, visualmente aparenta que a água não está forte e como coloquei alguns itens acredito que ajudará a quebrar um pouco a corrente, mas como não tenho experiência posso estar errado mais uma vez infelizmente. Aproveitando vou compartilhar com vocês o aquário, terminei de montar ele ontem a noite, dá até para ver um contraste entre a casinha popular e a nova casa dele, que já tá até curioso para ir logo para lá rsss. Agora é esperar o período de ciclagem. Acho que o problema que tive com os Bettas foi excesso de cuidado, digo isso pois ao limpar bem o aquário, entendi que removia as bactérias que eram responsáveis por tentar equilibrar o ambiente do aquário fazendo com que sempre estivesse dando pico de amônia, posso estar errado mas após ler e assistir a um monte de videos sobre ciclagem está sendo a conclusão que estou chegando. Quero mais uma vez deixar registrado meu agradecimento pela atenção nas minhas dúvidas. Abraço a todos!
  26. 1 point
    2 litros definitivamente não é o suficiente para um betta, basta ele fazer suas necessidades para poluir imediatamente a agua onde está! Não compre mais nenhum peixe! Por favor arrume um aquário maior, no mínimo 15 litros! Depois use um filtro canister de cascata e coloque dentro umas midias filtrantes biológicas e faça o ciclo do azoto completo. Isso dura em média uns 30 dias! Depois sim, coloque um betta!
  27. 1 point
    Todos os ecossistemas saudáveis necessitam de uma "equipa de limpeza". Se não fosse teres aí o betta diria para apostares nuns camarões neocaridina, talvez mais tarde quando as plantas crescerem mais um pouco ganhe refúgios seguros onde o betta não chegue! Para já opta por uma ou duas neritinas (caracóis) e evita dar muita comida ao betta!
  28. 1 point
    Boas LiaPandora Não coloques mais nenhum peixe desses,porque requer aquários grandes. Remédios que contenha ( Sulfato de Cobre ) que faz parte da maioria dos remédios,terá que ser com um que não contenha o tal sulfato de cobre,mesmo em doses mínimas pode o matar o peixe. Saudações
  29. 1 point
    Boas LiaPandora Em primeiro lugar deves retirar o objecto onde ele se maguou. Em princípio as escamas vão-se regenerar-se,mas vais ter em atenção se a coisa corre bem,não vá infectar. Não sei qual é o tamanho do teu aquário, mas para este peixe o mínimo e 100 litros. Saudações
  30. 1 point
    Boas HomemPeixe, obrigado pela opinião. Ainda coloquei as rochas e os troncos num dos lados, mas gostei mais assim ao centro. Para já vai ficar assim sem nada.
  31. 1 point
    Todos os materiais que se vê nas lojas foram recolhidos na natureza por alguém. É necessário saber identificar o que se recolhe para saber o resultado. Quando a troncos ainda é necessário ter mais cuidado pois mesmo sabendo identificar não basta uma limpeza exterior porque pode ter recebido químicos durante sua vida que ficam no interior e acabam por sair. Já aconteceu a um fanático de aquariofilia da velha guarda daqui e não foi bonito o que aconteceu com a utilização de um videira muito bem verificada. Mas existem sempre idiotas que gostam de fazer experiências como utilizar cortiça (eu). Resumindo se não tens a certeza do que apanhas pede ajuda!
  32. 1 point
    Atenção onde se recolhem coisas. De acordo com a legislação em vigor, é proibida a recolha de qualquer tipo de amostras em áreas protegidas.
  33. 1 point
    Sem dúvida, lição aprendida. Já começaram a baixar os valores de Nitritos, só falta um bocadinho. Bem haja.
  34. 1 point
    De volta ...(3 anos ausente ) 1 - Nome do Aquário AQUATRESOR da Aquatlis 2 - Data da montagem 14 Junho 2020 3 - Dimensões do aquário 42x26x34cm 3.1 - Volumes bruto e útil Volume Bruto - 37L Volume Útil - 18L 4 - Equipamentos Instalados 4.1 - Filtro - "Bio box" - Termostato 5 - Substratos & decorações 5.2 - Substrato inerte 5.3 - Decorações (pedras, troncos, etc) - Gravilha 7 - Fauna 7.1 - Quantidade e espécie 2 - Escalares 2- Platys 2 -"Limpa Fundos" 1 - Beta 8 - Plantas 8.1 - Quantidade e espécie - Musgo de Java (ainda por colocar)
  35. 1 point
    Boas, Lá está... estamos a falar de um plantado ou de um aquário de camarões? Num plantado podes alterar os parâmetros artificialmente para os ideais que as plantas agradecem. Quando misturas animais mais sensíveis, oscilações não são aconselháveis. E se o aquário tiver tendência natural para ter KH baixo, adicionar químicos para subir vai sempre criar oscilações. Eu prefiro evitar... mas é uma decisão pessoal. Sim, mas liberta nutrientes para a coluna de água, principalmente no inicio da montagem. As plantas agradecem porque lhes dá um "boost" no início, mas a fauna ressente-se. Daí que não deve ser introduzida fauna nos primeiros tempos. Existem substratos para camarões que também estabilizam o pH a 6/6.5 ou até menos e não libertam nutrientes. Voltamos à mesma questão... um plantado ou um aquário de camarões? Isso é normal nos primeiros tempos depois de montar o aquário com produtos ADA. Como o substrato liberta nutrientes, a fertilização líquida é desnecessária ou muito reduzida. O que não quer dizer que não existam nutrientes na coluna de água que possam afectar a fauna, muito pelo contrário. É certo que a solução ADA funciona e está mais que provada. E o que é bom paga-se... nada a declarar quanto a isso! Mas 1000€ em substrato, fertilizante, hardscape , vivos, lily pipe e skimmer?! Se tu o dizes... Mas deixo-te um conselho: não deixes que a BBA se estabeleça no aquário. Caso contrário é uma carga de trabalhos para erradicar. Infelizmente não há muitas lojas por estas bandas. Dá um olhinho na parte do forum dedicada a lojas, és capaz de encontrar algumas muito boas a poucos quilómetros daqui. Não vou mencionar nomes por questões éticas.
  36. 1 point
    Tenho 5 sem tampa, se elas gostarem do seu habitat e houver comida não procuram outro 😉
  37. 1 point
    Eu tenho no aqua 1 Betta e 3 Amano. Estava a pensar comprar mais 4 Amano tamanho XL e 1 caracol Neritina Pulligera. Entretato vi os Stiphodon Ornatus e achei bonitos. Com o Betta não posso colocar camarões pequenos e peixes muito vistosos. Eu já tive Otocinclus mas são peixes muitos melindrosos e sensíveis a alterações nos valores do ambiente do aqua. Infelizmente morreram e não voltei a comprar... É bem verdade Sr Álvaro. No entanto antes de comprar qualquer ser vivo para o meu aqua eu procuro saber se é compatível com o tamanho do aqua e com a fauna que já tenho.
  38. 1 point
    Secalhar a gata só liga ao aquário, quando você não está em casa xD. Existe esse mito que os beta não precisam de filtragem no aquário.. Eu não concordo, contudo existe muita gente a faze lo. Penso que 2 dias não lhe fará mal... Mas convinha colocar a água que retirou da tpa para esse aquário mais pequeno, para ele não sentir diferença.
  39. 1 point
    Boas bettaa Vê aqui há tua resposta ,https://www.aquaonline.com.br/peixes/doce/fundo/2091-stiphodon-atropurpureus Saudações
  40. 1 point
    Sim comece pelas Anubias, feto de Java, e se gostar mais tarde analisa outras opções.. Boa sorte.
  41. 1 point
    Boas LiaPandora Bem vinda ao Fórum. Lia num aquário ter plantas tem tudo a ganhar para os peixes,para a biologia do mesmo,e para o nosso olhar de ver um pouco de Natureza dentro de quatro vidros, Coloque sim muitas plantas,tem muitas plantas de baixa manutenção que pode colocar,não só o musgo,mas tem Anubias,Fetos,Bucephalandras,e tantas outras. Saudações
  42. 1 point
    Com Anubias já fica bastante bonito. Tem delas grandes e tem delas mini. Não precisando do substrato fértil. Por experiência própria, pastilhas de co2 não me alterou o co2 em nada, supostamente seria para colocar uma de 2 em 2 dias, colocava todos os dias e não resultou em nada. Eu também não quis sistema de botija de co2 para já, então encontrei uma solução, JBL PRO FLORA BIO, este sistema já recomendo, em 5 dias as minhas plantas ganharam outro verde.
  43. 1 point
    Dia 31 - 7 Jun Boas, uma foto para actualizar, está tudo a crescer bem, amanhã é dua de poda e tpa, depois mostro.
  44. 1 point
    É verdade, este aquário é muito bonito e tem algumas características que aprecio como o sexto vidro e a estrutura para esconder o equipamento, mas as dimensões são um desafio sim! Escolhi para substratos uma opção económica, mas que anteriormente me deu resultados aceitáveis: JBL Aquabasis Plus (4 cm apenas na traseira do aquário, na zona onde vão existir plantas) e Manado no topo (até 10 cm de altura nalgumas zonas). Continuo a achar que os produtos da ADA são os melhores para o crescimento e manutenção de plantas aquáticas em aquários full tech (+500 lm/L e injecção de CO2), mas como vou optar por uma montagem o mais simples e de mais baixa manutenção possível, estes substratos devem ser mais que suficientes. Sendo um aquário de baixa manutenção, a colocação de uma planta de tapete está praticamente fora de questão. Por isso, a frente do aquário tem apenas areia de sílica que é fácil de limpar e no longo prazo pode sempre ser substituída. Para separar os substratos usei uma cartolina que depois retirei. Há sempre alguma mistura de substratos nos primeiros tempos, mas quando as plantas ocuparem a zona de transição substrato-areia, esta mistura torna-se menos relevante. Uma vez que o aquário é muito alto e pouco profundo, o truque de aquascaping para minimizar estas dimensões menos favoráveis é um grande declive entre a frente e a traseira do aquário. Também as rochas devem ser colocadas de tal modo que ajudem a suportar o declive do substrato. Fiquei razoavelmente satisfeito com o hardscape principal, tendo conseguido gerar várias linhas condutoras do olhar e alguma profundidade com o uso destas rochas. Falta acrescer algumas rochas mais pequenas na zona de transição, eventualmente seixos de pequena granolometria, mas não tinha contado com essa possibilidade e não tinha esse material comigo durante a montagem. Irei acrescentar mais tarde, mesmo com o aquário já cheio. As plantas são muito simples e de baixa manutenção e exigência, pertencendo quase todas à classificação "Fácil" da Trópica. Em resumo, temos musgo nas extremidades dos troncos, fetos 'narrow' na base dos mesmos, Bucephalandras na zona de transição troncos-rochas, pinnatifida no centro do layout, cyperus na traseira e Hydrocotyle nas laterais. Ficaram a faltar algumas plantas por não haver stock, nomeadamente dois musgos para as rochas da frente, mas que podem ser adicionados posteriormente e que são a Riccardia chamedryfolia e o Fissidens fontanus e também uma ou mais espécies de Marselia, não para fazer tapete, mas para criar preciosos apontamentos de verde entre as rochas, com o seu pontual trevo de três folhas que por vezes as plantas deste género desenvolvem. E por hoje é tudo, aquário cheio, ciclagem iniciada, dentro de algumas semanas voltamos a falar!
  45. 1 point
    Sim é realmente o ponto de fuga, eu pensei que o Vasco se referia ao ponto de fuga. Desconhecia a Marsilea crenata, gostei muito e a eleocharis parvula mini também é uma boa opção. Depois de falar com um colega fiz comecei a fazer algumas alterações ao layout ainda não está pronto mas está quase! O lado esquerdo ainda tem coisas a fazer. Deixa aqui uma foto para verem a diferença. obrigado pela dicas.
  46. 1 point
    Boas Dinis Carvalho https://peixes.animais.info/carpa Saudações
  47. 1 point
    Boa noite, novos inquilinos.
  48. 1 point
    Boas a todos! Decidi mostrar a evolução do aquário, agora que as plantas tiveram algum tempo para crescer e após adição de mais uns habitantes: Desde o post inicial adicionei maus umas Echinodorus ao lado direito. O resto foram as que havia inicialmente que acabaram crescendo. Algumas das plantas no entanto têm sido bastante dificil de fazer "vingar": - Pogostemon helferi(lado esquerdo, frente): tinham como propósito se propagarem, simplesmente não estão a crescer. muito pelo contrário, tem vindo a morrer; - Alternanthera reineckii 'Pink' (a meio, trás): os caules têem crescido, e as folhas estão um vermelho vivo (o que é sinal de boa iluminação), mas as folhas acabam por ganhar buracos, mesmo as mais recentes - Hygrophila polysperma 'Rosanervig' (lado esquerdo, lado e trás): estas sim, uma desilusão. Apesar de serem de fácil dificuldade, simplesmente não têem crescido (também não diminuem. simplesmente não... crescem). Estas, possivelmente tentarei recolocar, mas ainda não sei para onde.... Do outro lado, tive algumas que simplesmente tenho adorado: - Lótus vermelha - As 3 que tenho veiram do mesmo bolbo, que ao tentar plantar (entenda-se plantas as raízes, já que o bolbo tem que ficar à superfície), acabaram por se separar do bolbo. Lá enterrei as 3 plantas, que aos poucos têem vindo a tornar-se as minhas preferidas. O ritmo de crescimento delas surpreendeu-me! E o bolbo, que entretanto pus ao de leve num vaso com lã de rocha que guardei destas plantas, quando as introduzi no aquário, já está a brotar mais uma planta - Ludwigia repens 'Rubin' - planta de 0 cuidado, com bom crescimento e que dá-me aquela muralha verde que quero para trás para esconder algums dos equipamentos. Gosto especialmente do tom avermelhado das folhas mais acima. Dá um toque muito engraçado. - Todas as Echinodorus! Eu adoro Echinodorus! Acho uma planta com excelente forma e em certos casos cor. Tenho neste momento 4 variedades: palaefolius, bleherii, Red Diamond e a minha preferida: ozelot Red. São plantas que dando um substrato fértil e boa iluminação cuidam de si mesmas e crescem a um excelente ritmo. A nível de fauna adicionei mais uns Corydoras (sterbaii(10), punctatus(5) e splendens(5)), Ancistrus sp. Super red, 8 Neritinas (6 antracite e 4 zebra), Ramirezi german blue (3) e electric blue (4) e por fim discus! 2 Leopard Mozaic, 2 Spider Eruption e 2 Blue Snakeskin. Os discus têm vindo a habituar-se aos poucos e inclusivamente já comem a comida congelada da minha mão, mas noto que, devido a estarem num quarto separado, assustam-se quando entro e lá tenho que esperar 5-10 mins até reaparecerem. Apesar de este comportamente tem vindo a diminuir aos poucos. Para já é tudo e espero que estejam a gostar. Eu cá estou e bem!! 😄
  49. 1 point
    Então vou fazer aqui uma lista nem todas crescem totalmente imersas Plantas Hidrófitas existentes no território nacional Apium nodiflorum : Illecebrum verticillatum : Carum verticillatum : Iris pseudacorus : Phragmites australis : Sparganium erectum : Glyceria declinata : Veronica anagallis-aquatica : Ranunculus omiophyllus : Juncus bulbosus : Typha domingensis : Eleocharis palustris : Eleocharis uniglumis: Eleocharis acicularis: Eleocharis parvula: Lemna minor : Ranunculus peltatus : Marsilea batardae : Juncus heterophyllus : Hypericum elodes : Eryngium corniculatum : Lemna gibba : Eleocharis multicaulis : Ceratophyllum demersum : Ranunculus tripartitus : Ludwigia palustris : Ranunculus ololeucos : Gratiola officinalis : Potamogeton nodosus : Isolepis fluitans : Nymphaea alba : Myriophyllum alterniflorum : Myriophyllum aquaticum : Myriophyllum aquaticum red stem : Myriophyllum aquaticum roraima: Elatine brochonii : Cladium mariscus : Gratiola linifolia : Elatine macropoda : Utricularia australis : Nuphar luteum : Callitriche brutia : Utricularia gibba : Ranunculus hederaceus : Wolffia arrhiza : Callitriche hamulata : Groenlandia densa : Littorella uniflora : Pilularia minuta : Menyanthes trifoliata : Potamogeton crispus : Potamogeton pusillus : Sparganium angustifolium : Callitriche cribrosa : Callitriche obtusangula : Hippuris vulgaris : Fontinalis antipyretica : Potamogeton gayi : Aldrovanda vesiculosa : Marsilea azorica : Rorippa nasturtium-aquaticum: Montia fontana: Lycopodiella inundata: Damasonium bourgaei: Bem, a maior parte não encontrei nada a respeito do uso em aquário mas talvez testando até dêem, grande parte crescem na água as as folhas e flores crescem fora de água (boas para lagos). Alguma espécies são endémicas (exclusivas) da península Ibérica. Existem muitas mais do que as que foram aqui publicadas não é fácil é encontrar informação, localização, nomes científicos etc .. Fontes: flor-on.pt e google imagens
  50. 1 point
    1 dia se pessimamente mal tratado 1 semana se mal tratado ... Muitos anos se tiveres donos exemplares.