Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 11/08/2019 in all areas

  1. 5 points
    Olá pessoal. Não tenho tido muito tempo para aquários e muito menos para social media por razões profissionais e pessoais, mas nunca parei. Desmontei um pequeno que tinha lá em casa para ter mais tempo para o que realmente me importa que é o aquário para concurso! O Qualicum lá foi desmontado e queria algo bonito mas mais fácil de manter. Setup Início da montagem: 02/08/2019 Aquário: 90x45x45 (162L úteis) com fundo em acrílico branco ice Móvel: DIY com estrutura em cantoneira de ferro Iluminação: Twinstar 900SP com dimmer - 0% 16:00h -100% 17:00h - 100% 23:00h -0% 00.00h Filtragem: Oase Biomaster Thermo 600 Media: Equo Stilla - 2 cestos Esponja - 2 cestos Seachem Purigen In/out: Lily pipes MIC Substrato: +/-30 L ADA Amazônia usado + 9 L novo Rocha de lava moida +/-15kg em saquinhos CO2: Botija de 2kg Redutor de pressão Co2 art com solenóide 12v Conta-bolha em vidro Hinterfeld Atomizador JBL proflora Direct 16/22 1 bolhas por segundo Aquecimento: Externo no filtro Hardscape: +/- 50kg Xisto Verde Muito pau Red moor Fertilização: Micros: Aqua Rebell Mikro Spezial Flowgrow Potássio: DIY Nitrato: DIY Fosfato: Não ponho Flora: Anubias 'Petite' Anubias Pangolino Bucephalandra sp. 'Red' Bucephalandra 'Wavy Green' Bolbitis heudelotii Microsorum pteropus 'Narrow' Microsorum pteropus 'Trident' Helanthium tenellum 'Green' Hemianthus callitrichoides 'Cuba' Hydrocotyle verticillata Lilaeopsis brasiliensis Myriophyllum mattogrossense Rotala 'Green' Rotala Rotundifolia 'Orange Juice' Rotala sp 'Yao Yai' Riccardia chamedryfolia Fissidens fontanus Fotos: Hardscape: Actual: Ainda tenho de mudar alguns pormenores. Espero que gostem! DSC_0008.NEF
  2. 2 points
  3. 2 points
    Mangueirada direta da torneira e pronto. Depois metes Seachem Prime ou equivalente e estás despachado. Temperatura? Meto devagarinho e com o filtro ligado para ir aquecendo a água (Oase 600T), Ph, Gh, Kh e outras paneleirices? não faço ideia, mas mais uma vez devagarinho e a fauna (incluindo CRS's) não se queixa.
  4. 2 points
    Ora viva! Aqui estou eu a abrir o tópico sobre o meu projeto executado no desafio do forum, gostaria desde já felicitar a organização do evento e parceiros(Aquaflora, Twinstar, ILA, Aqua design center),e a todos aqueles que se juntaram mais uma vez para que este evento se concretiza-se, muito Obrigado a todos! * Montagem a 13 de Outubro 2019 "Rotalas do Alqueva" Setup: Aquario- ILA 40×30×30 40l vol.bruto Iluminação- Twinstar 300C Filtragem- Hailea bio filter "hang on back" com media ADA bio rio Fertilização- ADA Substrato- Neo soil compact Flora- Rotala 'yao yai' Rotala green Rotala 'vietnam' Ludwigia sp.'mini super red' Higrophila lancea sp.'araguaia' Micranthemum 'monte carlo' Vesicularia ferrieri 'weeping' Lilaeopsis brasiliensis Eleocharis sp.'minima' Co2- JBL nano system/recarga tropica Hardscape- Ryuoh stone,areia, apontamentos com gravilha de basalto e 'Ryouh stone' (futuramente alguns retoques) Estado do projeto neste momento após a sua montagem e transporte; TPA diária 30/50% - Segunda semana após a montagem do "Rotalas do Alqueva" durante o desafio do forum. O aquario está em perfeitas condições para a fase de evolução em que se encontra, cada vez fica mais clara a ideia inicial q retive com o q consegui organizar até aquele momento em q comecei a planear o trabalho. Futuramente irei apresentar aqui mais pontos pelo qual o meu processo vai avançando, deixo aqui apenas algumas fotos durante esta semana após já um corte. Terceira semana após a montagem do "Rotalas do Alqueva" ,o layout parece em boa forma nestes primeiros tempos após a sua plantação. Talvez por residir na região do " Grande Lago" como lhe chamamos e as suas margens fazerem parte da minha rotina diária,e daí ter surgido também a ideia para o nome, resolvi então durante esta última semana visitar alguns locais habituais em busca de algo q troucesse mais alma a este trabalho, e que de certa forma me conseguisse trazer transição e ligação entre a rocha utilizada "Ryuoh" e a ideia que tinha para o layout. Com a introdução dos vivos, procedi a algumas precauções para evitar acidentes e reforçar certos pontos devido ao desnivel do próprio layout. Após dois cortes, e o terceiro a ser feito durante os próximos dias fica aqui então o estado de evolução do "Rotalas do Alqueva" até ao momento... 13 de Novembro Passado o primeiro mês após a montagem tudo parece bem até ao momento, dosagem bastante baixa de fertilização por enquanto e sem grandes preocupações com algas embora saiba q isto n vai ser fácil. As plantas têm recuperado bastante bem após os cortes e um corte por semana tem sido importante, para trabalhar a forma que melhor se ajuste a este layout e aumentar a densidade das próprias moitas. Para evitar problemas tenho usado água de compra neste trabalho e em todos os aquários q de momento tenho a funcionar, derivado á qualidade da água da zona de residência ser bastante alcalina e dureza elevada.(ph da água embalada nunca acima de 6 tem sido a minha preferência). Co2 / 2 bolhas por segundo e iluminação de 6 e mais recentemente 8h diárias. "Hygrophila Araguaia" e "Hemianthus Monte Carlo" foram as duas plantas que meltaram e só agora começam a desenvolver. Faço tpa's regulares de 40/50%, normalmente ao fim de semana e outra meio da semana. Não tenho feito qualquer retoque ou acrescentado gravilhas ou areias, o que está foi colocado para verificar se a cor ligava com a Ryuoh e poderia futuramente ser utilizada.
  5. 1 point
    Ok pelos vistos estava a fazer uma grande confusão pensei que tivesses filtro no de 15L e não tivesses no de 30L. Sendo assim, para mexer no substrato no de 30L, e se for uma alteração rápida, eu fazia o seguinte, tirava as plantas e decorações, desligava o filtro, mexia no substrato e depois se a água ficar muito suja fazia uma TPA e ligava o filtro, se não ficar muito suja voltava a ligar o filtro sem precisar de fazer TPA antes, em ambos os casos depois da alteração deves ficar atenta e ir limpando a lã filtrante porque será a responsável por limpar essa poeira que irás ver na coluna de água. Se por acaso a alteração ainda demorar algum tempo eu fazia tudo com o filtro a trabalhar, vai mexendo no substrato devagarinho para não levantar muita poeira(se mexeres com jeitinho isso mal levanta poeira).
  6. 1 point
    Os camarões são curiosos e onde quer que mexas é provável que lá vão "cheirar"...
  7. 1 point
    Eheim ganhou, calhas adquiridas. Mais logo já as monto ver como ficam e iluminam. Mais tarde estou a pensar adquirir o controlador para simular nascer e por do sol.
  8. 1 point
    Setup Dragon Cave 17/10/2019 (com Dry start) 60 cm x 30 cm x 40 cm 3.1.72 Litros/ 55 Litros 4.1. Filtro Eheim Classic 350 com Lilly Pipes 4.2. Termostato Sicce Scuba 100W 4.3. Chihiros A-Series 5730 LED Lamp. 12-39 W light 4.4. Sistema de CO2 pressurizado. 5.1. Substrato fértil - TRopica aquarium soil 5.3. Hardscape – 5kg Dragon Stone Boas! Depois de uma primeira experiência na aquariofilia e nos plantados, deixo o setup de um novo projecto. 7 meses de muita aprendizagem, sobretudo através de erros e falhanços. Aproveitei a desmontagem/montagem para reforçar o meu móvel, elevá-lo e fechá-lo com uma espécie de porta com ímanes. Neste momento estou a experimentar o método dry Start com Eleocharis Accicularis, Marsilea Hirsuta, Monte Carlo e staurogyne repens. A ideia ocorreu-me sobretudo tendo em conta a necessidade de tentar aguentar os declives do hardscape. O resto da Flora vou introduzir mais tarde - umas ainda em dry start e as outras que tenho noutro aquário já quando encher o aquário. Um detalhe que estou a gostar deste método (dry start) é que permite uma maior facilidade em alterar alguns detalhes no Lay out - venham essas sugestões. Um abraço João
  9. 1 point
    Também comprei 2 plantas e limpei as pedras que consegui retirar do aquario sem causar muitos problemas. Fortaleci a equipa de limpeza com mais 3 Japónicas, têm muito com que se divertir.
  10. 1 point
    Por acaso já tinha pensado em meter uma pedra lá atrás, depois de montar o aquário vi que os caminhos dos aquários do profissionais raramente acabam em paralelo ao vidro de trás, a forma como o tenho agora parece que o caminho acaba no vidro traseiro, se meter uma rocha onde a colocaste parece que há ali um curva e há mais caminho para trás da madeira era algo que já estava atento mas ainda não tinha experimentado, obrigado pela dica [emoji6] E também o facto de reduzir a quantidade de areia visível dá outra percepção da profundidade, vou ter de ver o que consigo arranjar para ali.
  11. 1 point
  12. 1 point
    Boas, As minha recomendações: Aqua - escolhe medidas standards como disse o Ismael. O 90x45x45 dá para fazer coisas engraçadas: Para filtro este aquário precisa de um filtro a fazer 1250l/h. Menos não aconselho se não quiseres andar a gastar dinheiro a remediar problemas. Para isso tens: - Oase Biomaster thermo 600. Ficas com filtro e termostato interno por 250€. - JBL 1502. Custa 170 paus mas depois tens de comprar um termostato externo (Hydor 300w) que não te custa menos de 50 paus, ou seja vai dar quase ao mesmo e ocupa menos espaço nas mangueiras (parece um pormenor mas é importante). - Depois podes ir para os Eheim que são mais carotes. Por exemplo o Profesional 4+ 600 que custa 200 paus. Quanto ao substrato: Nesse iwagumi que tenho aí gastei 4 sacos de 9L. Mas podes poupar cerca de metade com a sugestão do Ismael (que também uso). Quanto à iluminação: Aqui podes puxar bem pela carteira, mas também podes comprar usado. Arranja-se material muito bom por quase metade do preço.
  13. 1 point
  14. 1 point
    Olha a evolução do gajo. Nada mau geladeiro!
  15. 1 point
    Já devo vir um bocadinho atrasado na criação deste post mas mais vale tarde que nunca. No passado domingo, dia 13 de Outubro, realizou-se o 2º Desafio de Aquascaping organizado aqui pelo fórum. Deixo aqui o meu aquário e algumas informações. Informações técnicas: -Filtro: Hailea (filtro mochila, com uma esponja e biomedia já cicladas de outro aquario juntamente com novas) -CO2 pressurizado com difusor da neo -Skimmer (para o caso de precisar de mais circulação e para limpar a superfície, não está sempre ligado) -Luz: Twinstar 30C -Fertilização: ADA Informações do Layout: -Hardscape: Rocha: seryou stone Troncos: Red Moor Areia: mistura entre dois tipos de areia e gravilha Substrato Neo Soil -Plantas: Ludwigia sp. 'Mini Super Red Myriophyllum sp. 'Guyana' Rotala wallichii Rotala sp. 'Nanjenshan' Cyperus helferi Bucephalandra 'Lamandau Mini Red' Lilaeopsis 'Novea-Zealandiae' Manutenção Técnica: TPA's de 80% nos primeiros dois dias. Depois vou mudando a frequência até fazer duas semanas. A partir daí uma tpa por semana Fertilização a partir do segundo dia, meto potássio apenas. O filtro e o substrato tem um grande papel na manutenção, como nunca usei neo soil nem o filtro vai ter que ser a olho. Montagem: Composição triangular, bastante simples, com um grande foco nas plantas. 13/10/19 (dia do desafio) 17/10/2019
  16. 1 point
    Boas a todos. Antes de mais, quero agradecer ao @Tozé Nunes (e restante organização) pela dedicação, empenho e boa disposição com que preparou este evento e tornou o passado domingo num excelente dia de convívio. O que é facto é que, apesar de andar nisto dos aquários há algum tempo (muito pouco comparado com a maioria..), apenas há pouco comecei a ter contacto pessoalmente com a malta aqui do forum. E este passado fim de semana senti-me como se nos conhecêssemos todos há uns belos anos. Realmente o gosto por algo tão especifico e tão "nicho", consegue aproximar as pessoas que estão envolvidas nesta vertente do hobby, de uma forma natural e orgânica, que poucas vezes antes havia experienciado. Agradeço muito a todos os presentes que o tornaram possível. Sem mais demoras, apresento então a minha participação na 2ª Edição do Desafio de Aquascaping aqui do Forum. "Ripário" Plantas: Eleocharis acicularis Micranthemum "Monte-Carlo" Juncus repens Lilaeopsis brasiliensis Lilaeopsis novae-zelandiae Myriophyllum "Guyana" A principal parte que torna o desafio diferente do processo normal da criação de um aquascape, é o facto de começar ao contrário. Começar com a escolha das plantas, é oposto ao que sempre fiz. Porque ao criar um layout, tento-me focar sempre na harmonia e equilíbrio do hardscape, e depois, tendo em conta os buraquinhos, grutas, zonas de sombra, pontos focais etc, lá meto a plantinha que me parece mais indicada no local dela... Assim, cheguei à conclusão que criar um Iwagumi minimalista, seria uma forma segura de saber que tipo de plantas funcionariam bem "sempre". Isto aliado ao facto de adorar o estilo e querer efectivamente, ter algo assim em minha casa, foi então tomada a decisão. A força deste aquário, a meu ver, é também a sua fraqueza. Muitas pessoas poderão achar que é desinteressante, aborrecido, simples demais. Mas a filosofia base deste tipo de aquários é precisamente "menos é mais" e transmite uma calma e tranquilidade que, por exemplo, os diorama complexos não conseguem (nem tentam) transmitir. Penso que apesar de tudo, se aproxima fortemente de um cenário que se pode encontrar nas margens de um rio, naturalmente, e esse era o objectivo. Tive a sorte (ou alguns dirão, a audácia lol) de conseguir boas pedras para o layout. A areia branca que arranjaram era precisamente o que eu queria, para obter o maior contraste possível entre o negro das rochas e o verde da vegetação. Agradeço ao @Bruno R. Carvalho por me deixar usar os seus pincéis e uma ponta de cigarro para colar estrategicamente a rocha mais alta do hardscape (aposto que sem esse ponto de colagem tinha chegado a casa em pior estado do que o aquário do @Ricardo Gil lool), e ao @ismael_figueira pelas dicas valiosas e conhecimento partilhado durante o evento. Esperemos agora que a monte-carlo não seja micranthemoides, senão a tranquilidade transmitida pelo aquário acaba depressa 😛
  17. 1 point
    E sinceramente se tirasses o resto dos paus ficava ainda melhor! Parabéns Tozé e toda a equipa do fórum por mais um evento!
  18. 1 point
    Boas, acho que te faz falta mais umas pedras aqui no lado esquerdo, para cortar a linearidade e dar um pouco mais de altura.
  19. 1 point
    Desafio Aquascaping Portugal - aquariofilia.net 1- Nome do Aquário Audeō 2 - Data da montagem 07-10-2018 3 - Dimensões do aquário 3.1 - Volumes bruto e útil ILA - 45*30*30 - Vidro extra claro - L brutos / L úteis 3.2 - Estrutura/móvel Móvel aparador  4 - Equipamentos Instalados 4.1 - Filtro Hailea SL-306 500 L/h Substuido por: JBL 701 eProfi 4.2 - Termostato Não estou a lembrar a marca.. 4.3 - Iluminação/Foto-período 1 Calha de led's Twinstar 300C series / 8h 4.4 - Sistema de CO2 Kit co2 com extintor 2 kg, redutor de 2 manómetros, válvula solenóide, válvula de ajuste fino e Neo Diffuser CO2 S 4.5 - Outro equipamentos adicionais 5 - Substratos & decorações 5.1 - Substrato fértil 1 Saco de Neo Plant Soil 8L 5.2 - Decorações Red Moor Wood. Ryuoh stone 6 - Fertilização Macros Nitrogen; Phosphorus; Potassium; Micros Iron Seachem: Trace da Seachem  7 - Fauna Colisa chuna 4 Caridinas japonicas 4 otocinclus affinis 6 Caridinas super red 8 - Plantas - Quantidade e espécie Aquaflora : Anubias barter var. Nana 'mini mini' - 1x Bucephalandra sp. Wavy Green - 2x Eleochris sp. mini - 1x In vitro Ludwigia sp. 'Mini Super Red' - 1x Micranthemun "monte carlo" - 1x 1/2 In vitro Ranunculus inundatus - 1/2 vaso dado pelo Ismael Rotala sp 'Green' - 1x Rotala rotundifolia - 1x Rotala sp 'Vietnam' - 1x Staurogyne repens - 1x In vitro 9 – Observações 9.1 - Parâmetros da água (pH, gH, kH, NO2, NO3, NH3/NH4, temperatura) 9.2 - Frequência das TPA's 10 - Fotos Ora foi um desafio a aceite e um fim de semana muito bem passado, quer a preparar as coisas para a malta quer no dia da montagem. O pessoal esteve todo bem disposto, disponível para ajudar e correu como era de esperar. Conheci duas caras novas, o Pedro e o Ricardo Galante e é sempre bom rever amigos, com os mesmos interesses que nós. A montagem foi dia 7 e a viagem com o aquário correu bem, chegou tudo intacto, ficou em dry start até 3°feira dia 9, altura que consegui ter tempo para encher o aquário. Por esquecimento depois de montado não agarrei o tronco a uma pedra, e quando enchi, distraída como sou flutuou obviamente daí arranjei uma pedra que cá tinha em stock e resolvi o problema, quando encharcar o tronco é só retirar, não há nada que não se resolva. Depois foi adaptar o inflow do filtro à pouca altura do aquário, que resolvi bem, não precisei cerrar nem cortar tubos, bastou colar com um bocadinho de super cola em gel, fica aqui uma foto. Achei que o filtro estava com circulação a mais para a dimensão do aqua derivado à localização possível do mesmo, pois verifiquei que remexia o substrato junto ao vidro, e lá se ia a monte carlo, assim coloquei a saída a 2/3 da capacidade, se é que me faço entender. Ontem dia 11 acabei de montar o kit de CO2 que está a trabalhar com normalidade, após algumas dificuldades com a válvula de ajuste fino, que consegui resolver, só falta tirar mais logo uma foto frontal para vocês verem. A Iluminação tem estado ligada 10h, estou aqui a tentar entender como funciona um temporizador eletrónico, está difícil, lol. O CO2 está regulado para 2 bolhas por segundo mas está a trabalhar as 24h, por causa do mesmo problema. Até logo.
  20. 1 point
    Boas Eu uso t8, t5 e leds. As luminarias são feitas por mim, como faço os meus aquas em função do espaço que tenho disponível para os colocar, raramente encontro luminarias de tamanho standard. T5 e t8 da osram e de outras marcas encontras na Electro Siluz. O armazém principal é na circunvalação quase a chegar ao Parque Nascente, quem vem da Areosa. Mas tens uma loja deles na Afonso Henriques, logo ao lado do Madureira, no Forno. Dá uma olhada nas soluções deles em leds e transformadores. Vou deixar o link aqui. Abraço
  21. 1 point
    Malta, de que estão à espera para usar a área do feedback para avaliar as lojas? A informação aqui fica perdida, podem e devem relatar aquilo que sentem em relação às lojas que visitaram: https://www.aquariofilia.net/forum/companies/category/1-loja-física/
  22. 1 point
    @andiesel, tal como suspeitava essas plantas não estão assim só por causa da falta de luz e sim também por falta de nutrientes, potássio essencialmente! Esses buracos nas folhas são uma clara evidência disso mesmo, alguma vez utilizaste algum outro método de fertilização? Se te sentires confortável, aconselho a que passes a fazer os teus próprios fertilizantes de forma a poderes alimentar bem essas plantas. Outro pormenor, difusão de co2, como costuma estar a cor do drop-checker? Qual a solução que aplicas no mesmo? Se não estiver calibrado podes estar a ter leituras erradas. Parece-me que para o volume do aquário esse difusor seja demasiado pequeno e que não consigas as concentrações adequadas de co2. Se for demasiado pequeno ao forçares um maior fluxo do gás, as bolhas que atravessam a cerâmica tornam-se maiores acabando por chegar mais depressa à superfície e consequentemente tens menos solubilidade na coluna de água. A meu ver não necessariamente, os lumens servem de comparação entre calhas mas existem outras características a ter em conta, a medição em PAR e a temperatura de cor. Embora algumas calhas possam não parecer tão "brilhantes" ao olho humano, conseguem de forma mais eficaz provocar a fotossíntese nas plantas. Pelos motivos que referi aqui, a junção das duas calhas parece ser uma opção bastante eficaz em custo/beneficio.
  23. 1 point
    isso é só olho gordo manoooo xD os tetras sao veggies aposto 😛 gosto bue do teu layout !
  24. 1 point
    Que evolução parabéns , e força com o novo projeto do novo evento , também estou a acompanhar 😉 Espero conseguir evoluir também , ainda tenho muito que aprender .
  25. 1 point
    Boas Aquascaping Vera Muitos parabéns,estar situada nos primeiros 50 e um bom resultado para ti e para os Aquascaping Português. Força para outro. Abraços
  26. 1 point
    Olá a todos! De momento ainda estou a viver no Reino Unido, portanto para já ainda só tenho os meus planos iniciais do meu primeiro lago para mostrar e pode levar algum tempo até começar a pôr as mãos á obra. Facto engraçado sobre esta construção, o jardim é no primeiro andar da casa... vai ser giro andar com o equipamento, ferramentas, pedra, etc para cima e para baixo, assim como tirar o solo dali se for preciso! A ideia é construir um Lago ao estilo Americano, inspirado pelos métodos da Aquascape Inc, para ter algumas Kois em Portugal. Básicamente, o lago ao estilo Americano, é construído com tela EPDM que depois é coberta com pedra/rocha e gravilha, utiliza um skimmer onde fica a bomba de água, e o filtro biológico fica na cascata. Qualquer coisa assim: Além disto tudo, quero fazer um filtro tipo pântano (wetland filter) incorporado no lago. Consegui comprar alguns produtos da Aquascape no Reino Unido para levar comigo para Portugal, mas infelizmente os preços da maioria dos produtos deles têm preços proibitivos, portanto vou ter que dar asas á imaginação e ser eu a construir quase tudo. Ainda assim comprei alguns Aquablox, simplesmente por não encontrar nada parecido, assim como uma Powerhead. Skimmer: Filtro BioFalls: AquaBlox: O skimmer e o filtro vou tentar construir a partir de caixotes do lixo. Para o filtro wetland, já tenho os AquaBlox e vou tentar fazer o resto com tubos de drenagem subterrânea. O plano para o filtro wetland é este. Em cima dos AquaBlox, há 3 camadas de pedras e gravilha de tamanhos diferentes: Já o lago, vai ter uma área de cerca de 3x3.5m e 1.2m de profundidade máxima. Este é o desenho inicial para o jardim: Vermelho - Skimmer Amarelo - Filtro e cascata Roxo - filtro Wetland Desejem-me sorte!
  27. 1 point
    Costumam dizer "É uma trabalheira, mas vale bem o sacrificio". Imagino a mão de obra que foi. Pelo menos foi uma bela aprendizagem e já podes começar a cobrar para fazer manutenções ao domícilio
  28. 1 point
    Essa manutenção deve ter demorado 5 min...😜 Está top.... Ao ver fui logo ao frigorífico buscar uma salada...abre mesmo o apetite. Força nisso...
  29. 1 point
    Por muito assustador que possa parecer de inicio, a manutenção de um aquário saudável é algo muito simples, dependendo do quanto dominamos conceitos básicos! Imaginem o aquário como um corpo humano! O coração e os rins estão para o corpo como o filtro está para o aquário! Quando estão bem, tudo corre bem, quando começam a ficar doentes, temos problemas graves, quando param nós morremos! No aquário, se o filtro é funcional, adequado e mantido em condições, só com muitos disparates teremos problemas no aquário. Ao contrário, com filtros deficientes, desadequados e/ou com má manutenção, vamos ter problemas! Não é uma probabilidade, é uma inevitabilidade!!! Ora bem, porque um filtro é assim tão importante? Em primeiro lugar, o filtro NÃO serve para limpar um aquário por nós! Temos de ter presentes, que independentemente do filtro, NÓS temos de fazer o NOSSO trabalho. Isso significa que devemos periodicamente (na esmagadora maioria dos casos semanalmente) limpar o fundo do aquário. Ou seja, durante as Trocas Parciais de Agua (TPA), quando mudamos parte da agua do aquário, aproveitamos para aspirar as porcarias que existem no fundo, assim como recolher restos orgânicos que possam haver, como folhas velhas/mortas ou outros. Depois desta manutenção do nosso aquário, o filtro fica responsável por fazer o mais importante: manter o aquário habitável! Lembremo-nos que a esmagadora maioria dos peixes vivem em habitats abertos, ou seja, através da corrente de um rio, ou da amplitude de um lago/mar, os peixes têm sempre agua renovada permanentemente. Nos aquários não! A agua circula num sistema ‘fechado’. É como se vivessem durante algum tempo na mesma (literalmente) agua! Assim, este sistema ‘fechado’, rapidamente pode-se tornar tóxico para os peixes, uma vez que os resíduos dos peixes, comida em excesso e outros libertam substancias nocivas para eles! Podemos sempre trocar mais vezes a agua, mas alem de ser pouco pratico, não elimina o que é nocivo! Assim, uma das funções do filtro é tornar o que é nocivo (a Amónia) em algo que é tolerável (dependendo dos valores e dos peixes) à vida no sistema… Resumindo esta parte, uma das funções do filtro é transformar a Amónia em Nitratos. A primeira é toxica e a segunda é tolerável. A esta função, chamamos FILTRAGEM BIOLÓGICA. Alem desta filtragem, o filtro faz também um outro tipo de filtragem: recolhe partículas que estejam em suspensão na agua e no fundo, que dificilmente conseguimos retirar. Seja matéria fecal, seja flora morta, seja comida em excesso, etc… Este processo faz com que a agua fique mais clara, menos ‘suja’ e o aquário com um aspeto mais limpo! A este processo dá-se o nome de FILTRAGEM MECÂNICA! Portanto, o filtro faz uma filtragem mecânica e filtragem biológica! (faz também um outro tipo de filtragem, filtragem química, mas não vamos abordar aqui por se aplicar normalmente, apenas em casos específicos). Agora que já sabemos O QUE FAZ, vamos tentar perceber COMO O FAZ. Todo o tipo de filtragem acontece dentro do filtro. E o que há dentro de um filtro? Dentro de um filtro existem MATÉRIAS FILTRANTES! Estas podem ser de vários tipos. Cada matéria filtrante tem uma função! Quando compramos filtros, a maioria vem com esponjas lá dentro. Normalmente de 3 cores diferentes: azul, branca e preta. A branca (que parece uma lã), serve para retirar as impurezas mais finas que andam em suspensão na agua. A azul (uma esponja mais grossa) tem a função de retirar as impurezas maiores. Ambas (azul e branca, fazem filtragem mecânica e biológica, mas com efetividade diferente). O preto normalmente refere-se à filtragem química e deve ser retirada (salvo raras exceções). No entanto, alguns filtros trazem umas ‘pedrinhas’ ou cilindros. Digamos que têm a mesma função mas são muito mais eficazes! Os cilindros (tal como as esponjas azuis) são concebidos para uma filtragem mecânica. As pedrinhas, são mais indicados para uma filtragem biológica. No entanto, tudo faz filtragem biológica, e porquê? Porque a filtragem biológica é realizada por bactérias que se fixam nas matérias filtrantes! Assim, podemos chegar à primeira conclusão: quanto mais matérias filtrantes tivermos, mais bactérias temos, mais filtragem biológica haverá! O aumento do numero de bactérias no filtro não depende apenas da quantidade de matérias filtrantes, mas também do tipo dessas matérias. Como as bactérias fixam-se lá, quanto maior a porosidade e superfície de contacto dessas matérias com a agua que passa no filtro, mais bactérias teremos também! Por isso, muitos de nós tiramos as esponjas azuis e compramos os tais cilindros e pedrinhas! São mais eficazes. Deixamos apenas a lã branca (mais tarde veremos como colocar tudo dentro do filtro). Existem no mercado, matérias filtrantes especificas para cada tipo de filtragem (biológica, mecânica ou ambas). Agora que já sabemos para que serve e como faz, falta também perceber se os filtros são todos iguais. Pois, não são! Há vários tipos de filtros, e, para escolhermos melhor um filtro, falta entender outros 2 conceitos: volume do filtro e capacidade da bomba! O volume do filtro diz respeito à quantidade (em litros) de matérias filtrantes que cabe no nosso filtro. Já sabemos que quanto mais e melhores matérias, melhor a saúde do aquário! A capacidade da bomba diz-nos o débito (volume/hora) do filtro. Ou seja, numa hora, quantos litros de agua passam dentro do filtro. Este valor pode ser importante, porque é por norma o critério de escolha de um filtro! Reparem, interessa que a maior quantidade possível de agua por hora passe no filtro. Quanto mais vezes passar melhor a qualidade da agua, no entanto, se a bomba for muito forte, cria-se demasiada corrente dentro do aquário. A não ser que seja esse o objetivo a atingir, isso deve ser evitado. Importa referir que essa corrente ou circulação, deverá ser suficiente para cumprir outras funções dentro do aquário, tal como uma equilibrada circulação de agua por todo o aquário (para garantir que não existam espaços sem circulação que podem ficar sem nutrientes importantes para as plantas, ou detritos acumulados no fundo do aquário) e uma suficiente agitação da superfície da agua, para permitir uma melhor troca gasosa entre a coluna de agua e o ambiente exterior. Normalmente um caudal 5 a 7 vezes a capacidade do aquário pode chegar. Ou seja, para um aquário de 100L, um filtro com 500 a 700 L/h chega. No entanto, para outros objetivos mais avançados temos caudais até 10 ou 12 vezes o volume do aquário. Atenção que o débito que vem na caixa é calculado com o filtro vazio. com matérias lá dentro o caudal diminui sempre. Percebendo estes conceitos, e consoante o volume do nosso aquário podemos escolher o TIPO DE FILTRO. Existem vários tipos de filtros, mas falaremos aqui dos 3 mais comumente usados: Filtro Externo (Canister) – a agua é sugada por uma tubagem, entrando num filtro, que depois de filtrar a agua a expulsa para o aquário. É talvez a tipologia de filtro mais usada em aquário a cima de 40/60L. Filtro Interno – Fica dentro do aquário, puxando a agua pela base do filtro, expulsando-a de volta por um bocal. Filtro de Mochila (Hang On) – Filtro externo que fica pendurado no vidro, na parte exterior. A agua é sugada por um tubo e expulsa normalmente por uma rampa. Este tipo de filtro é usado normalmente em aquários mais pequenos. Assim, quando perguntamos qual o melhor filtro a alguém, ninguém em consciência pode responder se não souber para que serve o aquário ou as suas dimensões! Lembrem-se sempre que o filtro é que vai marcar o desenvolvimento ou maturação do aquário. Quando compramos um filtro, devemos sim, ter a preocupação de não comprar um filtro ‘curto’ (com pouco débito). Devemos comprar o maior filtro possível desde que não aumente exageradamente a corrente dentro de agua. Alguns filtros trazem a possibilidade de controlo do caudal. Agora que sabemos quase tudo acerca do filtro, falta também saber como o manter. Lembram-se que a maior importância do filtro está na filtragem biológica? E que esta é feita pelas bactérias? Pois, elas não gostam muito que se ande a mexer muito no filtro. No entanto, a manutenção adequada do filtro é importantíssima para a sua função e durabilidade. Quando o filtro fica muito sujo por dentro, perde a capacidade para que foi feito. O débito diminui porque a agua encontra muita resistência dentro do filtro, e a sujidade acaba por não permitir que as bactérias vivam. Elas, dependem de oxigénio também e as impurezas podem obstruir a chegada deste ás mesmas! Assim, periodicamente (vamos observando o caudal ou registando a data da última manutenção) abrimos o filtro e limpamos por dentro. Como? Retiramos as matérias filtrantes para dentro de um recipiente e lavamos com a agua do aquário que depois mandamos fora. Lavamos o filtro sem as matérias filtrantes com agua apenas!!! Voltamos a introduzir tudo lá para dentro. E qual a ordem? Simples: Primeiro a filtragem mecânica, depois a filtragem biológica e depois a lã branca. A lã branca pode ser lavada com agua corrente, no entanto é usual substituir a lã branca aquando cada manutenção. Assim, a agua primeiro passa pela filtragem que retira as partículas maiores, depois passa pela filtragem biológica e por fim retira tudo o que está em suspensão e que passou nas outras filtragens, e é mais pequeno. Por último fica uma das partes que todos cometem mais erros. Quando compramos um filtro ele vem pronto para meter dentro de agua e fica ótimo para receber peixes? NÃO! Lembram-se da filtragem biológica, aquela que é mais importante? Pois, ela só existe em filtro ciclados. E o que é que isso significa? Significa que o filtro completou o ciclo de azoto. Ou seja, depois de estar a trabalhar 3/5 semanas, já tem as bactérias especificas para que desempenhem a função adequada. Antes disso não! Há formas de acelerar esse processo, mas demora sempre algumas semanas. Normalmente quando compramos um filtro, este vem com um líquido (quando não vem o vendedor indica) que não é mais do que um liquido que permite a criação e colonização das bactérias no filtro. Pode-se por plantas, mas peixes não! Caso queiramos mudar as matérias filtrantes do nosso filtro com o aquário em funcionamento, não as devemos mudar todas de uma vez mas sim uma quantidade pequena, a fim da colonia de bactérias ir sendo colonizada nas matérias novas, vindas das velhas Bom, o texto vai longo (se vai) e acho que está aqui muita coisa. De qualquer maneira, se têm duvidas, PERGUNTEM! O filtro é demasiadamente precioso e importante para ser negligenciado. A esmagadora maioria dos problemas do aquário nascem aqui!
  30. 1 point
    Na minha opinião o maior problema que um iniciado tem é a pressa de ver o seu aquario bonito e cheio de peixes, sem dar tempo a que o aquario ganhe o equilibrio necessário por ele mesmo. Não é uma critica, porque eu mesmo sou assim. O ideal é ir acrescentando os peixes a pouco e pouco mas, quando não se faz quarentena aos peixes novos, temos o problema de poder contaminar e adoecer o aquario inteiro. Resumindo: a paciencia é mesmo a maior virtude.
  31. 1 point
    Boas! Depois de duas semanas em Dry Start, introduzi o resto da flora e enchi o aquário. Neste momento ainda está sem filtro, apenas com o Skimmer para movimentar a superfície da água. Tudo a correr bem, excepto as bolhas de ar que ficaram no vinil do fundo..
  32. 1 point
    Já retirei mais de quantidade de espuma de outros aquários e não é nada que uma lâmina nova não resolva. Além que não é para desmontar tão cedo... O que vai dar a profundidade ao layout do lado esquerdo é a Echinodorus (espero eu), foi por isso que as rochas ficaram mais para trás. Estive para as colocar mais para a frente, mas ficava demasiado simétrico e não era bem a ideia que tinha... Quanto à escolha da flora, foi o encontrar a combinação de pouco trabalho com ela e do crescimento que queria que tivessem as folhas. Entretanto fiz umas pequenas alterações no posicionamento de algumas plantas e adicionei uns pés de Marsileia hirsuta na frente para ver como fica o efeito... Está assim na 2a semana:
  33. 1 point
    Ora boa tarde a todos, estimados companheiros aquáticos! Depois de alguns anos mais afastado dos aquários e por conseguinte do fórum, há pouco mais de um mês e por alguma razão celestial, resolvi fazer uma TPA massiva/extreme makeover do meu aquário biótopo de 270L (sem interesse porque o local das fotografias expirou) que tenho na sala. E eis que, um certo bichinho, ou peixinho, voltou a tremelicar dentro do meu cérebro ou vá, sejamos românticos, coração. Voltei a visitar aqui o fórum, voltei a visitar algumas lojas que frequentava antes (não resistindo a comprar 2 troncos Mangroove para uma futura remontagem do tal aquário) e é então que me deparo com o Desafio de AquaScaping 2019. Ao qual, mais uma vez, não consegui resistir. E é então que apresento o "Rock Bottom" (gostaram do Inception?). Porquê Rock Bottom? Porque talvez a minha disponibilidade para o Hobby nos últimos anos tenha estado no fundo do poço; talvez porque o meu contributo para o fórum tenha estado ao nível de um fundo de um poço; porque a minha capacidade financeira esteja ao nível de um... fosso das Marianas; porque a montagem em si, ficou pior que o fundo de um poço; ou possivelmente porque eu simplesmente gosto do nome. Acho que é mais isso, o que não impede que as outras opções não tenham um quê de verdade. Bem, vamos masé ao que interessa! Setup: Aquário: ILA 45x30x30cm - 40L brutos Iluminação: Twinstar light 300 C - ligado apenas 6h nas primeiras 2/3 semanas para evitar o desenvolvimento precoce de algas Filtragem: Hailea bio filter cascata SL-306 Termostato: Resun 50W - 26ºC Sistema de CO2: Kit Neo CO2 Substrato: Neo Soil Compact Hadscape: Ryuoh stone e Red moor wood (Aqua)Flora: Background - Cyperus helferi, Juncus repens, Hygrophila pinnatifida Tronco - Microsorum pteropus 'Trident', Bucephalandra 'Wavy Green', Vesicularia ferriei 'Weeping' Rochas - Anubias barteri var. nana 'Mini, Lagenandra meeboldii 'Red', Anubias barteri var. nana 'Pangolino Substrato médio/frontal - Cryptocoryne wendtii 'Flamingo', Cryptocoryne parva, Eleocharis sp.'Minima' Acabado de montar às 8h da manhã de ontem/segunda-feira: Ainda sem filtro, sem termostato, com riscos de cola, etc. Porque eram 8h da manhã e tinha passado a madrugada a montá-lo (comecei por volta das 24h, hora do sossego cá em casa). Isto porque tive de sair mais cedo do concurso porque infelizmente não permitiam cães no desafio e não me sentia bem em ficar e deixar a minha cadela no carro o dia todo. Perdi muito tempo, mais uma vez, a partir as poucas pedras que tinha e até a lixá-las com uma escova de dentes e vinagre para perderam uma cobertura calcária que algumas têm/tinham. Ainda tive de sair a meio da noite para ir comprar SuperCola3 (Cianoacrilato) a alguma bomba de serviço, para não deixar o projecto para o dia a seguir, e consegui encontrar! Enchi o aquário com água já ciclada, água do tal aquário biótopo. O processo de ciclagem é mais rápido, podendo colocar fauna mais cedo (2/3 semanas), mesmo que não seja o pretendido e não tem os mesmos picos de Amónia iniciais tão altos (que até são apreciados pelas plantas) mas que serão compensadas pela introdução mais precoce de criaturas (produção de amónia mais uma vez, produto dos excrementos). Dia a seguir, já com filtro, termo e uma bela de uma TPA feita (estou a fazer TPA´s diárias de 30 a 50%, mais uma vez para evitar crescimento ou desenvolvimento de organismos vegetais indesejados): Já perdi um dos tronquinhos colados na rocha da esquerda. Não o colei com um bocadinho da massa de encher entre o tronco e rocha (apenas cola) e não resistiu. O tronco principal também se mexeu ligeiramente com o enchimento do aqua mas vou deixá-lo absorver durante um tempo e logo o coloco no sítio (mais enterrado). Vista lateral direita: Vista de cima: Tem ainda muitas marcas da cola. Tive de cortar o vaso in vitro de Weeping em estilo Amano (5:16) e colocar SuperCola para fixar bem mas tenho esperança que com o crescimento do musgo ou poda, seja facilmente escondido. Coloquei musgo junto a todas as plantas que colei no tronco, exactamente para disfarçar as marcas mais tarde. CO2 hoje já a bombar: O Kit CO2 da Neo, embora seja bastante bom para estes aquários pequenos, demora mais de 24h a montar (por causa da formação da gelatina), pelo que é um processo que pode ser preparado mais cedo, antes da montagem. Filtro: Mais uma manha/truque que fiz para acelerar o processo de ciclagem. Adicionei cerâmicas e um bloquinho de turfa JBL (TorMec activ) que cabia no espaço entre as cerâmicas maiores, na gaveta do filtro onde se costuma adicionar o carvão activado. Coloquei a mesma por cima das esponjas, junto à saída de água e com mais uma camada fina de lã filtrante, também ela já ciclada. Não tenho ainda a certeza sobre o local do filtro. Estou ainda a tentar perceber se faz um bom movimento de água superficial e na lateral esquerda que está muito povoada de plantas (também ainda não percebi se usei a mais mas como a grande maior parte das minhas plantas são de low maintenance, tenho algum receio do desenvolvimento de algas, por isso, nesta fase plantas a mais é bom). Gostava de o colocar do lado oposto mas o inflow do filtro não fica junto ao canto e atrapalha-me um pouco ali no meio das plantas. Tenho também algumas dúvidas sobre a localização de algumas plantas, Anubias (em especial a que está em cima da rocha mais alta e à direita, porque sinto que corta o sentido) e Bucephalandras (demasiado altas), pormenores porque algumas só as queria deslocar 1cm mas logo vejo quando tiver de voltar a colar o mini tronco. Quero deixar por fim, um agradecimento a todos, em especial ao @Tozé Nunes, que além de todo o trabalho na organização, foi impecável e mais que prestável em toda a situação com a minha cadela. Bem como pela simpatia de ter trocado a minha gabardina pelo Kit CO2 😂 E agradecer também ao @ismael_figueira, vencedor do concurso AquaScaping 2018, por toda a ajuda na montagem do Layout. Eu ainda o traí um bocado, porque destruí algumas das pedras que ele tão simpaticamente me ajudou a colocar ainda na FIL mas algo como serrar um tronco, apenas para girá-lo 30º, era algo que eu não tinha esperteza nem coragem para o fazer sozinho. Vamos ver como desenvolvem estas plantas! Acho que vai ficar um bocado mato na esquerda mas logo se vê! Ainda não sei porque fauna vou optar. Nem sequer se entre peixes ou camarões. Aceito sugestões 😁 Espero que gostem e assim que tiver novidades, coloco aqui. Agora tenho de ir levar a minha cadela à rua que são 18h da tarde e ela está fula. Bem, pior que Rock Bottom não fica! Um abraço a todos e força nas TPA´s
  34. 1 point
    Ui. Vê-se mesmo que não queres ficar com esses vidros. Tirar essa espuma das laterais vais ser um pesadelo. Relativamente ao layout uma ideia engraçada, mas a escolha da flora não foi a ideal. A colocação de rochas também não está correcta. Se tivesses trazido o rochedo do lado esquerdo para a frente ao invés da traseira tinha melhor sensação de profundidade. Agora é deixar a flora crescer e ver onde isso vai parar. Parabéns pela ideia.
  35. 1 point
  36. 1 point
    Boa tarde Carolina e antes de mais bem vinda ao fórum, esta mensagem é uma mensagem automática, pelo que não deverá receber respostas por aqui(vim aqui parar por acaso), aconselho-a a criar um tópico em Peixes>Ciclideos Americanos e Asiáticos>Escalares, eu posso lhe dar uma opinião mas vale o que vale dado que nunca fiz reprodução desta espécie de ciclideo, o facto dos pais protegerem os filhos com boca é normal em algumas espécies de ciclideos, Escalares inexperientes podem comer os filhos se se sentirem ameaçados, se não fôr o caso no teu aquário e os vires a cuspir os filhos noutra zona do aquário(por norma perto do resto do cardume de alevinos) é porque está tudo bem e não problema nenhum, os escalares apresentam cuidado parental por isso esse comportamento é normal. Se por acaso tiver mais alguma dúvida disponha.
  37. 1 point
    O problema dos camarões não é comerem os corais, é roubarem a comida aos corais quando os estás a alimentar.
  38. 1 point
    Para esta montagem experimentei usar para encher apenas água do meu aquário, ou seja água velha. Ao fim de 12h tinha um boom de bactérias e uma névoa enorme. N vou fazer tpas para já, para ver se isso influência o melt. N é nenhuma experiência, apenas uma experimentação. Nome do aquário: Kong Data de montagem: 13 Outubro 2019 Dimensões do aquário: 45x30x30 cm, 5mm Extra Claro da Ila Volume: 40 L brutos Equipamentos: Filtro: Hailea bio filter cascata SL-306 Débito da bomba:500L/h Alimentação: 220-240V Potência:5W Dimensões: 216mm x 216mm x 135mm Iluminação/Fotoperíodo: Twinstar light 300 C, 7000k, 1600lm, 14W, vou começar com 8 horas/dia Sistema de CO2: Kit neo co2...que está difícil arrancar Termostato: Temmperatura a rondar os 24/25ºC Substrato & Hardscape: Substrato: Aquaria Neo Soil, Areia fina Hardscape: Ryuoh stone Red moor wood Fertilização: EI Flora 1 utricularia gramifolia 2 E. Acicularis 1 E. Parvula mini 1 Anubias nana mina 1 pogstemon helferi 1 musgo " flame" 1 lilaeopsis brasilienses 3 Elaine hidropiper auna: Por definir
  39. 1 point
    Concordo com as respostas deles. Parece-me um setup bom para começar. Eu comecei com um aquário de 60L (com um filtro sump de 40L) e correu bastante bem. O meu conselho no futuro é montares um sistema com filtro sump para não teres tanto equipamento á vista dentro do aquário. Tens kits de teste para testar água salgada? O essencial para água saldada na minha opinião é: KH Amónia Nitritos Nitratos Ph Fosfatos Quanto ao hardscape, aconselho simplicidade, sem muita rocha empilhada, e de preferência sem ficar apoiado nas paredes do aquário para facilitar a manutenção. Falta-me dizer, que para misturar sal na água é bom ter um balde grande, um termostáto para manter a água á temperatura ideal e uma bomba de água para manter a água do balde em movimento para não haver sedimentação do sal.
  40. 1 point
    Boas Henrique Sempre podes cortar algumas folhas das Anubias e das Bucephalandras que estejam mais afectadas com as algas,não vai afectar em nada as plantas,antes pelo contrario vais puxar por elas,e não tarda que rebentem novas folhas. Saudações
  41. 1 point
    Realmente esses caracóis (Anentome Helena) são predadores de invertebrados. Por isso têm uma parte comprida, precisamente para poder comer dentro das carapaças dos outros caracóis. Em relação a camarões, apesar de serem muito mais rápidos, pode ser apanhados pelas Helenas, por exemplo, quandoe stão a fazer a ecdíse. Não deve ser muito comum, mas pode acontecer. Portanto, para mim, colocar Helenas com outros invertebrados, está fora de questão. Fala com o membro Bringer, ele costuma ter sempre Helenas.
  42. 1 point
    Boas amigos. Hoje nasceram os meus primeiros crystal. Cumprimentos
  43. 1 point
    Boas, Os helena são efectivamente predadores e comem outros caracóis, mesmo de dimensões consideravelmente maiores. Não conheço nenhum caso em que tenham atacado peixes saudáveis. Existem algumas opiniões contraditórias em relação a camarões. Há que defenda que os helenas conseguem matar mesmo camarões saudáveis. Pessoalmente, acho que para um camarão não conseguir fugir de um caracol, não pode estar bem de saúde! 😁
  44. 1 point
    Os caracois são estes Anentome Helena. Não falo por experiência própria, li ou vi um vídeo que dizia isso, já não consigo encontrar onde foi.
  45. 1 point
    Ola Pedrocas, vou então dar a minha opinião acerca das plantas e como eu plantava isse: Na Fundeira tirava a matogrosso e substituía por rotalas (green ou h'ra) ou Hemianthum micranthemoides. E aproveitava já que andava por essa zona da cidade e podava a ARM que já tem 1 mês de atraso! O musgo tirava tudo. Na Cimeira tirava a HZ e metia Juncus ou Cyperus helferi. Na Aurora Centro está aí um bocado confuso. Eu tirava a Althernathera grande e a Hygrophila costata e metia outra vez rotalas. Esta é a minha opinião para um aqua mais "limpo". Quanto aos buracos nas anubias a culpa não é da matogrosso, é mesmo dos fertilizantes. Não sei se continuas com a ADA mas isso é agua de lavar chávenas... Eu apostava em equo ou uma coisa parecida. Ah, e corta-me essas folhas danificadas das anubias, só estás a atrasar o crescimento delas. Força
  46. 1 point
    Ora muito boa tarde Sr. Tozé... ou Tomé... vi que conforme o tópico em questão, vais alternando o nome pelo qual és conhecido 😄 Agradeço as palavras, mas não é bem assim do nada... Desde junho que tenho passado todos os meus tempos livres a tentar aprofundar os meus conhecimentos em aquascaping. Para tal tenho que agradecer ao fórum, não só pelo evento que organizaram no início de Outubro que me permitiu aprender coisas novas de forma exponencial, mas principalmente pelo facto de ser uma enciclopédia muito útil. Em cada tópico há sempre informação importante que nos permite ganhar mais confiança para tentarmos montar um aquário civilizado!!! 😄 Muito obrigado cara Vera! Realmente a foto que comentaste não é a mais recente que publiquei, mas fico feliz em perceber que fiz a escolha certa ao retirar o tronco da esquerda. Quanto aos outros dois, tenho para mim que com a colocação da flora, deixarão de ser tão impactantes, e irá ficar tudo mais harmonioso... Se tal não vier a acontecer... terão que ser dinamitados de alguma forma 😄 Juventude que já foi mais jovem, mas muito obrigado Álvaro!!! 😄 Um abraço Obrigado mestre Ricardo. Posso ter olho para a coisa, mas tenho ainda que o treinar bastante, para conseguir melhorar. Quanto às tuas dicas: 1 - Tal como já referi à Vera, o tronco da esquerda já desapareceu, e os outros dois espero conseguir disfarcar com as plantas que irei colocar. 2 - Segui as indicações do mestre, e prolonguei o caminho do centro. Acho que ficou muito melhor! Tirei um bocado de substrato, fiz uma "cama" de pedra, e só depois coloquei a areia. A areia directamente em cima do substrato não é fácil de domar... Pelo menos no Rookie é uma luta constante. Espero que com as pedras seja um pouco mais simples de manter, até porque os acessos neste aquário requerem bastante equilíbrio e perícia. No caminho do lado esquerdo já não posso subir mais a areia senão algo bastante catastrófico poderia acontecer. Mas como o aquário vai ser visto principalmente por essa lateral, fica um efeito engraçado. 3 - Espero que a flora o deixe mais simpático ao olhar... Apesar de já ter mais de 25 anos de carreira com aquários em casa, só soube que o aquascaping existia quando visitei a saudosa Ecoarium de Massamá. Isso foi lá para maio. No início de junho descobri, aqui no fórum, um vídeo de um workshop do Filipe Oliveira (penso que na Ecoarium do Porto), e apesar de na altura não perceber quase nada do que ele falava, pensei para comigo "quando for grande quero ser como ele"... Pena que já sou grande... Mas pronto.. Tem sido um gosto enorme aprender esta arte, que engloba tantas coisas que adoro... desde toda a base científica, até à parte criativa, passando pela adrenalina de ficar falido todos os meses, por causa da minha incapacidade de me controlar, quando visito lojas da especialidade... mas é isso que é importante... ser pobre, mas ser feliz!!! 😄 Retomando o assunto principal deste tópico. Deixo-vos as fotos (que penso serem as finais) do layout da minha rica Aurora, antes de a plantar: Como em breve terei que começar a tentar convencer alguma fauna a vir morar para aqui, deixo-vos duas fotos de pormenor dos acabamentos, para mostrarem a algum possível futuro morador, caso aprecie o que vê:
  47. 1 point
    Depois de mais de 15 dias de um puzzle sem solução aparente de pedras, troncos, substrato e areia, eis que cheguei a um ponto em que dou por terminada a montagem do layout. Já fiz a encomenda das plantas (tirando as Anubias e a Monte Carlo, serão todas plantas com as quais nunca trabalhei). Baseei-me apenas na informação disponível no site da Tropica e no catálogo da Dennerle que tenho. É uma pena a Aquaflora não investir numa espécie de catálogo online! Mas como acho que não há melhor forma de aprender, do que com a prática, se vierem todas, vão ser 19 espécies de plantas diferentes. Estou ansioso que cheguem para darem a cor que falta a este que será o meu primeiro aquário "all by myself"! 😄 Deixo-vos algumas fotos do estado actual do aquário: Li bastante sobre layouts, e toda a ciência que está por trás da montagem dos mesmos, mas quando foi a hora de montar, deixei tudo um bocado de lado, e segui mais o instinto. Tenho perfeita noção que poderia estar bastante melhor, mas acredito que as plantas que escolhi vão melhorar a coisa... ou então não 😄 Fiquem à vontade de comentar!!! Muito obrigado as todos os membros deste fórum que me têm ajudado muito com todos os tópicos que foram colocando ao longo destes anos e que, desde o Verão, tenho lido com alguma regularidade. Abraço, Pedro
  48. 1 point
    Boas Então para saberes a altura máxima que o móvel pode ter basta te medires do chão até ao sovaco, descontares a altura do aqua (45cm) e tens aí a medida do móvel. Acerca do filtro não tenhas medo do caudal. As plantas não se importam nada e é mais importante o co2, os nutrientes e o não haver águas paradas dentro do aqua do que uma ligeira perca de co2. Até porque o co2 em si é barato. Quanto à luz, eu sei que é um golpe no orçamento, mas ficas com uma luz de topo "para a vida". Nunca ficarás dependente da luz. Do tipo: "ah e tal agora queria ter esta planta ou tentar isto e aquilo e esta luz não dá..." Eu próprio estou a fazer uma vaquinha para comprar uma. Eu perguntei o preço para te aconselhar o Amazonia. Em 3 sacos vais gastar mais 27€ mas a contrapartida é que ficas com um substrato de topo que dura para várias montagens e que é bom para noobs. E porquê? Porque te permite errar na fertilização, no co2 e na luz e mesmo assim safares te por ser tão rico. Mas também te safas com esse. Quanto ao esboço tira uma foto e posta aqui. E não te preocupes que para bom entendedor meio desenho basta.!
  49. 1 point
    Espero que gostem... Até agora nenhum comentário... , mas como gosto sempre de partilhar aqui vai. Julidochromis regani
  50. 1 point
    é assim se tiveres tempo e paciencia para deixares apenas o aquario com a agua sem peixinhos nem bombas acho que consegues facilmente por apenas o musgo em cima do substracto, tentar ate enterrar um pouquinho alguns bocados, com uma boa iluminaçao e temperatura da agua ideal rapidamente ele vai se agarrar ao substracto, mas é assim quando puseres os peixinhos e bom que tenhas a noção que corres o risco que o musgo se levante todo aos poucos e poucos....o melhor e mais simples é arranjares uma rede do tamanho do fundo do aquario e prenderes la o musgo e conforme ele vai crexendo vais o prendendo lá, assim axo mais fiavel conseguires o tapete sem se transformar em tapete voador! espero ter ajudado cumps