JoseCarlosMarques

Membro
  • Posts

    4,404
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    171
  • Country

    Portugal

Everything posted by JoseCarlosMarques

  1. E um filtro de Cascata, não? Ficaria muito mais bem servido, e não lhe ocuparia nenhum espaço dentro do tanque.
  2. Alf, repetiste a mesma receita 3 ou 4 vezes em posts diferentes. Eheh. Olha que o que serve para ti, pode não funcionar para os outros rapaz.
  3. Não vale a pena prolongarmos esse assunto. O teu ritmo de trabalho é diferente do meu, e não faz qualquer sentido eu tecer comentários em relação a ele com base na maneira como trabalho. Peço desculpa por ter feito isso antes. Relativamente ao Skimmer, garanto-te que ele funciona com o filtro que tens na sua máxima potência, porque eu tinha um a funcionar no meu tanque com o mesmo filtro. A não ser que tenhas comprado um Skimmer com um design diferente da maioria dos que andam aí no mercado. Admito que não é a coisa mais fácil de montar, sim, e se achas que não é a solução mais adequada para ti, então procura uma que seja. Um Inflow sem Skimmer, por exemplo, e um Skimmer à parte. Feitas as contas, acho que o da Neo fica mais em conta, mas podes optar também pelo Inflow sem Skimmer e ir limpando o biofilme com um guardanapo de papel de vez em quando. Olha, e fotografias do estado dessa montagem?
  4. 🙂 Eu entendo. Neste hobby as coisas têm que ser feitas com muita calma. Mesmo achando que estás a levar o teu tempo, acabou por ser um pouquinho precipitado, aquilo que fizeste. Como acho precipitado estares a devolver já o skimmer. Acredita que, com tempo e várias tentativas, vais po-lo a funcionar! De qualquer maneira, e se a loja tiver essa opção, compra um kit como o meu, que é muito mais fácil de montar, e não é de vidro (menos riscos de partir, como já me aconteceu muitas vezes!!!)... a solução da Neo, em acrílico, com skimmer.
  5. Aumenta o nivel da água. Com o filtro a funcionar há apenas 24H, acho que o melhor seria abortares esse início, esvaziar o tanque, tratar do hardscape e depois ligar outra vez o filtro. Acho que seria mais seguro e mais prático, mas tu lá saberás como queres fazer.
  6. Então, com tanto estudo, não leste em lado nenhum que isso podia acontecer? Oh rapaz!!!! O ideal teria sido colares o tronco às rochas, em sítios específicos, com super-cola e papel de cozinha, para o hardscape ficar seguro. Não só para evitar que o tronco flutuasse, mas para evitar também o deslocamento das rochas! No teu lugar, fazia isso agora, mas se já colocaste o substrato dentro do aquário não sei... deixa a poeira assentar, e logo vês o que fazer. É uma questão de ires experimentando a altura a que colocas o Lily Pipe, em relação à tona da água. Quanto maior essa distância (teoricamente) menos possibilidade tem o skimmer de afundar. Mas depende muito da força do filtro, e tens que ter em atenção a água que vai evaporando. De qualquer forma, garanto-te que com esse filtro o skimmer funciona. Eu usava um no meu aquário até muito pouco tempo atrás. Algumas dicas... tenta ter sempre o Lily Pipe livre de porcaria, para evitar, por exemplo, que a água deixe de circular por um dos lados e comece a fazer mais força no outro... se vires que o skimmer está a "saltitar" muito por ter pouco ar dentro dele, usa uma seringa para enche-lo novamente com ar... um truque que eu usava era inclinar ligeiramente o Lily Pipe - com a inclinação, o skimmer fica mais preso, e é mais difícil que ele afunde. Tem muita atenção a essa questão, porque é realmente uma armadilha grande para os peixes! Eu achei estranho alguém falar em usar um filtro UV para um aquário plantado... até fui pesquisar se seria ou não uma solução adequada, mas não cheguei a nenhuma conclusão. Falei-te da utilização do Seachem Purigen (ou algum produto do género), para limpar as impurezas mais pequenas da água... acho uma opção mais barata e mais "natural". Por um lado gostava que experimentasses o filtro UV para nos relatares o resultado, mas muito sinceramente não acho isso uma opção muito viável.
  7. Muito bonito, sim. Mas é um investimento a sério 🙂 . A Eheim está a reinventar-se... estou a gostar de ver. O Álvaro usa filtro UV? Durante uns tempos ninguém falava deles, mas ultimamente têm aparecido muitas opções no mercado. Será que o pessoal vai voltar a utiliza-los?
  8. Boa! Acho que já tens tudo delineado. Agora é começar a por em prática. O substrato da Tropica é poréreiro... é o que tenho no meu. Não seria a minha primeira escolha, porque a minha ideia era comprar o NeoSoil, da Aquario, mas como na altura não tinham, optei por este. Não sei se precisas do Plant Growth por baixo... isso usa-se mais em aquários com plantas mais exigentes. Mal não faz, claro, mas o que fiz no meu caso (e consegui uma bela carpete de Monte Carlo) foi usar JBL Volcano Mineral, só para elevar a altura do substrato atrás. Basicamente é rocha de lava partida em pedacinhos pequenos. Fica mais barato e ajuda bastante a subir a altura do substrato sem se gastar muito dinheiro. Em relação à luz... eu não percebo muito de tubulares, mas já ouvi dizer que há marcas que vendem luzes LED tubulares. Pode ser uma boa opção para ti, mesmo em termos de consumos.
  9. Queres uma opinião... leva todo o tempo que precisares nesta fase, e aproveita-a! Começa a juntar rochas maiores, de que gostes (de preferência todas do mesmo género e da mesma cor) e vai "brincando" com elas em casa, quase como se fossem legos. Se não conseguires uma estrutura apelativa à primeira, não desesperes... por vezes podes precisar de voltar à loja para comprar mais uma ou duas, ou até pedaços mais pequenos, e com paciência chegará o dia em que vais ficar satisfeito com o resultado. Se vais usar também madeira no teu aquário, esta é a altura certa para a comprares também. O que geralmente o pessoal faz é recortar um pedaço de papelão com o tamanho do tanque para não estar a fazer estas experiências dentro dos vidros, correndo o risco de os riscar. Durante este processo podes pensar no resto do equipamento, e até procurar sítios onde o mesmo seja mais barato. Aqui no Norte eu costumo muito ir à Paulo Vieira e à Pro Aquarium, mas as últimas coisas que tenho comprado até vieram todas aí do Sul, da Soluções Aquáticas. De qualquer maneira, é uma questão de procurares pela Internet, porque quase todas enviam por correio. No caso das pedras é mais complicado, porque convém olhar para elas antes de as comprares, mas quase tudo o resto pode ser comprado online. Ainda em relação ao Hardscape, já pensaste se vais comprar substrato fértil ou inerte? É outra despesa que precisas ter em conta. Em relação ao CO2, eu aconselhava-te a comprar uma garrafa com redutor, conta-bolhas e solenóide. O Kit completo. A curto prazo fica mais caro, mas é uma opção mais viável porque te permite ligar e desligar o CO2, com um temporizador, e permite que enchas depois a garrafa quantas vezes quiseres no futuro (fica barato). Para o tamanho do teu aquário também duvido que hajam muitos kits DIY que funcionem bem. Existem uns agora, que funcionam com garrafa pressurizada, e que também já permitem ligar e desligar a saída do gás, mas o preço (a meu ver) não justifica o investimento. Ah... outra coisa que podes fazer é procurar esse equipamento usado. Há sempre gente que desmonta aquários e podem vender-te peças em separado. Depois disto tudo, fica a faltar a luz que vais utilizar. Pelo que percebi, não vais optar por plantas muito exigentes, logo não precisas de uma calha muito potente. Mas lembra-te que, de hoje para amanhã, podes mudar de opinião e se não tiveres uma calha adequada podes ter que comprar uma nova. Aposta numa coisa que te permita evoluir com o tempo. As minhas montagens, geralmente, levam meses até colocar a água no aquário. Há quem o faça em menos tempo, mas como a minha disponibilidade financeira não é imensa, eu prefiro comprar as coisas com calma... por vezes uma coisa por mês, ou de dois em dois meses... e ter a certeza de que estou a fazer as coisas em condições, do que ir pelo mais barato que, não sempre mas geralmente, acabam por trazer maus resultados. Na dúvida, contacta lojas, e compara as opiniões. E coloca questões aqui!
  10. Boa sorte para ti. Não te esqueças de ir actualizando o estado do aquário. O pessoal gosta é de ver fotografias, para criticar 😂. Eu sou, mas há mais. Aqui no fórum e por esse mundo fora. Para começar, um dos grandes impulsionadores disto tudo... o Takashi Amano.
  11. Não! Por favor, não faças isso. Os animais só vão sofrer. Até podem sobreviver, mas vão certamente sofrer. O que deves fazer, na minha opinião, é montar todo o hardscape, plantar todas as plantas que queres ter, encher o aquário (na totalidade... encher apenas até meio não te trás nenhuma vantagem), ligar o filtro e as luzes (com menos intensidade no início, para evitar o aparecimento de algas) e esperar até o ciclo do azoto estar completo. Durante a primeira semana, trocas de água diárias... na segunda semana, de dois em dois dias... na terceira, de três em três... e depois uma vez por semana, até os parâmetros da água estarem estabilizados. Só nessa altura deves incluir os vivos. Existem outras formas de fazer o ciclo... a mais fácil para ti seria tratar do hardscape, encher o aquário de água e deixar o filtro a funcionar, com a luz apagada, durante cerca de um mês. Depois tiras toda a água, introduzes as plantas, enches novamente o aquário e esperas uns dias (uma semana para ter a certeza que tudo está bem) para introduzir os vivos. Chama-se Dark Start, e ajuda-te a poupar na conta da água porque não tens que fazer as mudanças que falei em cima... podes procurar vídeos sobre esse método no Youtube. Para apressar o processo podes introduzir bactérias nitrificantes, que podes comprar numa qualquer loja de aquariofilia, ou ir introduzindo um ou dois flocos de comida de peixe por dia. Boa escolha de filtro! Eu tenho um e recomendo. Em termos de preço/qualidade, não consegui encontrar melhor. E bem vindo de volta ao hobby 🙂 . Mais um fotógrafo por cá, segundo o que percebo pela tua imagem de perfil. Eheh.
  12. Depois do Filipe Oliveira, chegou a vez de vermos outro português - o grande @Luís Cardoso, no canal de Youtube da Green Aqua. Fica aqui o vídeo. PARABÉNS LUÍS!!!! Que bela montagem (já a tinha visto pelo canto do olho num dos últimos vídeos deles. eheh). "One of the best aquascapers in the world!"
  13. Eh pá... uma coluna de som, um pneu suplente e um sistema de nevoeiro para terrários... não sei se terás muita sorte por aqui. Mas nunca se sabe!
  14. Pensa bem no que queres fazer. Investir em todo o equipamento necessário para um aquário de 60l, não é coisa barata, se o quiseres fazer em condições. A alternativa é manteres o que tens e comprares um Beta. No teu caso optaria por comprar o Beta, para teres um "animal" por casa, e depois ia comprando todo o equipamento (de qualidade) para o de 60. Com tempo! Neste hobby, a pressa geralmente acaba por ter maus resultados. Quando tiveres tudo, podes criar um ambiente onde possas manter o Beta e mais alguma fauna.
  15. Obrigado pela resposta, Vasco. Um abraço.
  16. 🙂 Já foi, Álvaro. Se dúvidas existiam, ficaram resolvidas. Mas obrigado pela força! Mais uma lição aprendida... não colar madeira com casca! Um abraço.
  17. Acabou. Tive que desmontar o aquário. Estava a gostar muito do projeto, até porque não dava muito trabalho em manter, mas ontem cheguei a casa (depois de um dia terrível que tive) e percebi que a madeira tinha descolado das rochas e estava a flutuar. Erro meu... colei a madeira com a casca. A casca estava a começar a ceder e a montagem perdeu-se. Se já vinha chateado do trabalho, mais chateado fiquei e resolvi termina esta aventura.
  18. Alguém me pode dar umas dicas para "refrear" a evolução de um aquário? Neste próximo mês não vou ter muita disponibilidade para cuidar do meu tanque... as mudanças de água consigo fazer, mas coisas como aparar o tapete, limpar as algas ou o filtro, terão de ficar para depois. Se diminuir a intensidade da luz, ou o fotoperiodo, corro o risco de perder as plantas. Se diminuir a fertilização e o CO2, igual. Se continuar com tudo como está, corro o risco de desenvolver mais algas (o que não me incomoda, porque depois posso limpá-las), mas também corro o risco do tapete crescer demais e começar a definhar perto da raiz e soltar-se. Que devo fazer? Eu já pensei em aumentar a intensidade da luz (de modo a chegar mais perto do substrato), mas aí as algas poderiam espalhar-se a um ponto em que ficariam muito difíceis de tratar. O aquário, neste momento, está bem. Só tenho as luzes ligadas 6 horas por dia, com uma intensidade de 40%, mas as plantas estão impecáveis. Será manter tudo como está o risco menor?
  19. Muito obrigado pelo teu comentário Vasco. Ainda vou tentar introduzir aqui outras espécies de plantas, para acrescentar pormenor. Tenho meia dúzia de opções das quais posso escolher. Logo vejo para onde me vai levar a inspiração 🙂 . Um abraço.
  20. Lá ganhei coragem e enchi o tanque com água. Vou fazer um "Dark Start" enquanto continuo a pensar se manter um segundo aquário será benéfico, ou não, à minha paixão pelo hobby. Logo vejo. Deixo-vos com uma fotografia do tanque com 24 horas. Já se nota bastante a presença de taninos libertados pela madeira e por umas folhas de amendoeira e pinhas de amieiro (da Sera) que comprei propositadamente para esta montagem. Imagino que nos próximos dias a água se torne ainda mais escura. Sinceramente, estou a gostar, e acho que me vai dar muito pouco trabalho a manter. Gostava de ouvir as vossas opiniões. Um abraço.
  21. Encontrei este vídeo por acaso, já o vi, recomendo, e agora vou ver todos os outros da mesma série. O canal de Youtube pertence a Steven Chong, que dispensa apresentações, e nesta série dedicada àqueles que querem levar o hobby mais a sério (entenda-se... concursos), ele explica as técnicas utilizadas nas suas montagens. Uma delícia! Não são vídeos para quem quer manter um aquário plantado durante muito tempo... a ideia aqui é criar o tanque, tirar a fotografia e desmonta-lo outra vez. Se for isso que procuram, não percam. Neste primeiro vídeo, por exemplo, podem aprender a fazer rochas!!!
  22. Talvez alguém que perceba da construção de piscinas.