Vera Santos

Moderador GERAL
  • Posts

    4,132
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    125
  • Country

    Portugal

Everything posted by Vera Santos

  1. Olá, Vitor pois está tudo errado. Mas ainda bem que tens alguma noção, que não estam em condições.... 2 kinguios num aquário de 30 litros é impensável, provavelmente com um filtro interno, não sei que não especificas. Sem ciclo do azoto feito muito menos, óbvio que deve ter sido um pico de amónia. Não consigo ver a foto do peixe para te ajudar melhor. Publicar fotos no fórum : https://www.aquariofilia.net/forum/topic/259587-como-criar-álbuns-usar-fotos-editar-álbuns/ Lê que é interessante :
  2. Eu não disse para usares PU para elevar, é pontualmente.... Qualquer desde que não muito grande, horticultura vais e compras.
  3. Quanto a usar PU, podes usar com a finalidade de colar rochas, troncos, suster pontualmente substrato em alguns pontos. Apenas para elevar a montagem não uso, não justifica. No Magma usei, o PU não deu qualquer problema, susteve o substrato, na parte da caverna, usei para colar rocha vulcânica. E consegui quase na totalidade limpar a rocha vulcânica do Pu, para reutilizar. Boas festas 😉🎄🎅
  4. Link Neolamprologus Longior Luagala http://www.tanganyika.si/TanganjikaByLocations/Luagala Point/slides/Neolamprologus longior 'Luagala Point'.html
  5. Ora aí está uma coisa que não gosto nada, porquê não abrir um tópico de cada aquário.... Só por se ser preguiçoso disse, Aka João Cardoso!!!! Santa paciência 😢😢😢🙄🙄🙄 Uma pessoa perde-se completamente!!!
  6. Para crescer saudável precisa de boa luz, substrato fértil e CO2. Não é só um fertilizante que resolve as necessidades das plantas.... 😉 Antes de comprar plantas e peixes, devemos sempre pesquisar as suas exigências para ter algum sucesso e adequar o que compramos aos equipamentos e materiais que temos no aquário.
  7. Biophytum Sensitivum Localização e luz - 🔸 Um local indireto e brilhante é o melhor para este espécime, já que ambientes sombreados podem levar a mofo no solo e crescimento lento. Embora o risco de queimadura de sol seja alto em locais ensolarados, um local que ofereça até uma hora de luz solar matinal ou noturna é aceitável, desde que a amostra seja mantida úmida. Nunca coloque esta planta sob a luz do sol o dia todo devido ao risco de declínio da folhagem e morte da planta. Água - 🔸🔸🔸 É melhor manter pequenas árvores em solo úmido de forma confiável, pois níveis de umidade inconsistentes podem resultar em crescimento atrofiado e infeliz. Deixe o terço superior do composto secar entre as águas no período de crescimento, reduzindo ainda mais no outono e no inverno. Os sintomas de rega insuficiente incluem uma perda repentina de folhagem mais velha, folhagem amarelada ou crocante e crescimento atrofiado, enquanto os sintomas de rega excessiva incluem caule enfraquecido ou podre, nenhum novo crescimento, folhas inferiores amareladas e eventual morte da planta. Clique aqui para saber mais sobre a podridão da raiz e como resolvê-la! Umidade - 🔸 Crie uma bandeja de umidade para fornecer um ambiente úmido e estável para sua planta. Se a saturação ao redor for muito baixa ou o calor muito alto, as pontas das folhas podem começar a dourar e enrolar, especialmente sob a luz solar direta. Mangue suavemente a folhagem de vez em quando para hidratar as folhas e manter o nível de poeira baixo. Fertilização - 🔸 🔸 Alimente a cada quatro águas durante o período de cultivo e a cada seis no outono e inverno, usando um fertilizante rotulado como 'planta de casa' . Nunca aplique um produto 'Pronto a Usar' no solo sem primeiro regar, pois pode queimar as raízes e deixar as folhas amareladas. Como as pequenas árvores duram apenas um ou dois anos, a fertilização regular é a chave para uma folhagem mais duradoura, bem como uma saúde melhor e uma folhagem mais verde. Propagação por sementes (Moderado) - Mergulhe as sementes em água morna por cerca de 24 horas em um local escuro, de preferência em cima de um radiador em funcionamento. Da mesma forma, polvilhe as sementes sobre o composto úmido rotulado como 'planta de casa', resistindo à tentação de compactá-lo. Manter o solo uniformemente úmido e permitir que o excesso de água escorra livremente da base do pote para evitar condições de alagamento. O local ideal para uma germinação bem-sucedida é em um ambiente claro e indireto com temperaturas acima de 18 ℃ (64 ℉) com aquecimento de fundo. Mantenha a panela em um saco transparente para fornecer um nível estável de umidade, junto com a umidade do solo por mais tempo. A germinação pode levar até dois meses, portanto, não descarte nenhuma semente malsucedida até que esse limite seja ultrapassado. Remova o saco quando as mudas produzirem sua segunda folha e, em seguida, divida-as em seus próprios vasos de 7 cm. Flores Como as Pequenas Árvores são classificadas como anuais, elas florescem prontamente a partir do final do verão. A flor individual durará vários dias, com o show geral durando várias semanas. Eles são conhecidos por serem polinizados com bastante facilidade, então verifique se há sementes em desenvolvimento para semear na primavera seguinte (foto abaixo). VID_211400320_115526_960.mp4 https://www.ukhouseplants.com/plants/biophytum-sensitivum-little-trees
  8. Masdevallia pachyura Masdevallia pachyura é encontrada em florestas úmidas de montanha em altitudes de 1000 a 3000 metros no Equador e no Peru. Luz: Gosta de boa luz, mas não de luz direta. 17.000 - 22.000 lux é uma boa quantidade de luz. Cerca de 70-90% de sombra é recomendada no verão e 25% de sombra ao sol no inverno. Ela florescerá melhor se receber bastante luz e as folhas são verdes claras ao invés de verdes escuras quando em sombra forte. Temperatura: O Masdevallia é cultivada em condições de crescimento de 10 ° C a 20 ° C. Idealmente, no inverno, eles gostam de um mínimo de 10 ° C e um máximo de 13 ° C. No verão, a faixa ideal é de 13 a 20 ° C. A temperatura não deve exceder 25 ° C e temperaturas consistentemente acima de 30 ° C enfraquecem as plantas e podem cair suas folhas. Garanta uma diferença dia / noite de 6-12 ° C para ajudar na formação da flor. Umidade: Esta orquídea prefere alta umidade no verão perto de 75-80% e pode precisar de um umidificador durante o verão. Mantenha a circulação de ar o tempo todo para evitar que a água permaneça nas folhas, pois isso aumentará a mancha foliar. Substrato, mídia de crescimento e repotting: Eles preferem um meio continuamente úmido. Musgo esfagno picado misturado com lascas de poliestireno. Outros usam uma mistura de casca de pinheiro, poliestireno e perlita grosseira. Recomenda-se uma mistura de 5 partes de casca, 5 partes de perlita e 1 parte fibrosa, não fina, de turfa. Suas raízes são pequenas e numerosas e encherão vasos muito rapidamente quando estiverem crescendo bem. Os vasos mais profundos são geralmente usados e as plantas são colocadas em vasos para que não sejam divididas em tubos de 5 cm, vasos de 7 a 10 cm ou de 12 a 15 cm, dependendo do tamanho. Dividir as plantas durante o outono ou primavera a cada dois anos ou quando forem suficientemente grandes. É melhor, replantar quando as plantas estão prestes a enraizar para minimizar a perturbação. Enormes touceiras devem ser divididas, pois um número considerável de espécies tende a apodrecer completamente nas partes mais antigas da touceira. Não enterre a base das plantas. O envasamento duplo é benéfico para manter as raízes das plantas frescas. Rega: Não tolera condições de seca e deve ser mantida úmida, mas não encharcada. Suas raízes devem secar ligeiramente entre as regas. Em climas quentes, eles precisam de rega diária, mas na primavera e no outono, a rega semanal deve ser suficiente. Regar de manhã para que as folhas estejam secas ao meio-dia. As plantas devem receber água da chuva ou água destilada ou uma fonte de água muito pura. É preferível proporcionar um ambiente úmido do que manter as raízes muito úmidas, pois podem apodrecer.
  9. MASDEVALLIA PACHYURA ORCHID PLANT CARE AND CULTURE Cultural information should only be used as a guide, and should be to be adapted to suit you. Your physical location; where you grow your plants, how much time you have to devote to their care, and many other factors, will need to be taken into account. Only then can you decide on the cultural methods that best suit you and your plants. Light: Masdevallia pachyura like good light, but not direct light. 17000 - 22000 lux is a good amount of light. About 70-90% shade is recommended in summer and 25% shade to full sun in winter. It will flower better if receive plenty of light and leaves are pale green rather than dark green when in heavy shade. Temperature: The Broad-Tailed Masdevallia are grown in cool to cold growing conditions from 10°C to 20°C. Ideally in winter they like a minimum of 10°C in and a maximum of 13°C. In summer the optimum range is 13 to 20°C. The temperature should not exceed 25°C and temperatures consistently above 30°C will weaken the plants and they may drop their leaves. Ensure 6-12°C day/night difference to aid flower formation. Humidity: This orchid prefer high humidity in summer near 75-80% and may need a humidifier over summer. Keep air circulation at all times to prevent water staying on leaves as this will encourage leaf spot. Substrate, growing media and repotting: Masdevallia pachyura can be grown in basket or net pots. They can also be grown in pots or mounted. They prefer a continuously damp medium. Some growers use chopped sphagnum moss mixed with polystyrene chips. Others use a pine bark, polystyrene and coarse perlite mix. A mix of 5 parts bark, 5 parts perlite and 1 part fibrous, not fine, peat moss is recommended. Their roots are small and many and will fill pots very quickly when growing well. Deeper pots are generally used and plants are potted out from being divided into 5cm tubes, 7-10cm pots or 12-15cm pots depending on size. Repot or divide the plants during the autumn or spring every two years or when they are sufficiently large enough. It is best, as with most plants, to repot when the plants are about to root to minimize disturbance. Huge clumps must be divided as a considerable number of species tend to completely rot from the oldest parts of the clump. Do not bury the base of the plants. Double potting is beneficial to keep the plant roots cool. Watering: The Broad-Tailed Masdevallia will not tolerate dry conditions and should be kept moist but not soggy. Their roots must be able to dry out slightly between waterings. In hot weather they need daily watering but in spring and autumn weekly watering should suffice. Water in the morning so leaves can be dry by midday. The plants should be provided with rain water or distilled water or a very pure water source. It is preferable to provide a humid environment than keeping roots too wet as they are prone to rotting. Fertilizer: Masdevallia pachyura are generally active throughout the year although growth may be slower in winter. Use a balanced fertiliser at 1/4 strength throughout the year; feed at every third or fourth watering. If in doubt do not feed. These plants do not like salt so roots will easily turn brown if over fed. If plants need a boost then a dilute foliar feed can be applied. Higher feeding schedules can be used if the grower masters their culture perfectly well. Do not use lime or dolomite lime. Anoectochilus formosanus Lindas folhas manchadas com uma parte inferior rosa acobreada! Uma ótima planta para adicionar à coleção ou à exibição do seu terrário. Estas plantas têm folhas mais grossas e são muito robustas graças à sua genética poliplóide. Esta espécie floresce nos meses de primavera, verão ou outono, produzindo um espinho alto de 8-12 "com flores brancas de formato exclusivo. Nativa de Taiwan, esta espécie prefere condições de sombra. Regue quando a mistura de envasamento estiver quase seca para manter a umidade. saturação. Fertilize levemente ao crescer em musgo esfagno (uma vez a cada três regas no máximo) e mais frequentemente em mistura de casca.
  10. "Para quem quiser preparar um biótipo Malawi ou Tanganyika de uma população específica, este site do Gregor Bauer é excelente. http://tanganyika.si/ http://malawi.si/
  11. Bem vindo ao fim de 17 anos, não te conhecia de lado nenhum, fizeste bem em te apresentares. 🤨 O que achei mais interessante é que calças mais um número de ténis e botas que eu, aqui é o 40. Bem também fiquei mais confortável de saber, que afinal não sou a única, até estou mais contente!!! 🤔 Passei a vestir o 42 em calças e calções desde a pandemia, pronto temos algo em comum, já não é mau. Quando precisares de calcas e calções para a troca é só dizeres!!! O Luís é mais novo, ó diabo não parece..... 🧐🧐🧐
  12. Obrigada José pelas tuas palavras. Deixo-vis aqui o vídeo prometido em primeira mão, acho que vou fazer um mais rápido para as redes sociais. É preciso um pouco de paciência mas até gostei de o fazer. Espero que vocês gostem. InShot_20211003_183822219.mp4
  13. Boas, não te enganaste?? Nitritos têm de estar zerados, isso era sinal que o ciclo do azoto não estava finalizado, ou tinhas um pico de nitritos.... Não será o nitrato..... 🤔 Não tens muitas plantas, vai para a Masterline, é muito mais fácil de utilizar, se pudesses ir para o All in One é que era, dava perfeitamente. Mas sim, também pode ser o I mais o II
  14. Boas, aqui fica um vídeo. InShot_20210928_213940289.mp4
  15. Boas, falta de nutrientes com certeza. Aconselho-te a fazeres tpas todas as semanas, os 25 a 30% que fazes normalmente, as plantas agradecem e os peixes também. Substrato JBL Aquabasis plus não é mau substrato, embora hoje em dia haja, um número elevado de substratos bem melhores, mais actualizados, e por vezes bem escolhidos até não saem muito mais caros do que esses dois juntos. A fertilização hoje em dia é um grande benefício, é comprovadamente factor relevante na saúde das plantas, nota-se a diferença a olhos vistos. Se calhar era uma boa opção para compensar também o substrato que estás a usar. Os nitritos estarem a zero, isso é básico, faz parte do ciclo do azoto, o nitrito é tóxico. Agora os nitratos não devem estar zerados, é salutar para as plantas, é um nutriente que faz falta às plantas. Devias ter nitratos a 20, 25 ou 30ppm, por aí. Depois, a que ter em conta a quantidade de plantas que tens no aquário, pela foto não tenho percepção nenhuma. Um aquário com muitas plantas, desenvolve e estabiliza muito melhor, que um que tenha poucas plantas. Não te envergonhes, mostra fotos gerais do aquário, e talvez haja mais opiniões que poderão ajudar-te. 😉 Ps: esqueci de perguntar quanto tempo de vida tem esse substrato??
  16. Boas, hoje adicionei uma Epidendrum radicans, uma orquídea que achei a a muito bom preço, a ver como se dá neste canto. E deixo mais uma foto de uma suculenta que se está a dar optimamente, e está a crescer muito bem, qualquer dia tenho de a mudar... Crassula...
  17. Boas, segundo alguém entendido neste a espécie, dois dias sem comer não é preocupante e nada tem a ver com parâmetros da água. Eles gostam de comida viva, se ele já comeu camarão e filé melhor ainda, pode ter a ver com a qualidade da comida, não comeu porque não lhe "cheirou". É ir tentando, aguenta bem sem comer durante uma semana, é teres paciência e ir vendo... Insisto no preenchimento deste tópico e fazer copy paste para aqui. Para irmos ajudando melhor.... https://www.aquariofilia.net/forum/topic/250845-descrição-de-setup-aquário-de-água-doce/
  18. Boas, sinceramente não consigo ver pelo video, tinha dd ser uma foto mais próxima, é muito fácil de distinguir porque têm a cabeça triangular. Se for podes fazer ou comprar uma armadilha e pões um bocado de carne de vaca. Eles são atraídas pelo cheiro, e vais repondo até desaparecer, é uma das soluções.... Está aqui um artigo que devias de ler.
  19. Boas ficou interessante, não sou propriamente amante de florestas mas gosto de as ver fritas por outros. Ainda bem que estás de volta, vou acompanhando.... 😉
  20. Boa tarde, frontosas devem-se ter em colónia.... Faz favor de de fazer copy paste deste formulário para aqui. Para pudermos ajudar melhor, sem fotos sem nada é impossível, vamos estar a adivinhar causas. Também não se devem misturar peixes que nada têm a ver com os parâmetros de tanganyika. São as chamadas incompatibilidades....
  21. Boa tarde, uma espécie muito comum que houve se vê pouco, já não é Acei, tens de procurar por é Pseudotropheus Elegans, Ngara. O ideal é estar com atenção ao pessoal que faz importações e pedir. Mas ter atenção que os peixes que vêm por norma são pequenos e se o macho for muito grande( chegam aos 12cm), pode ser complicado... Já agora, é uma espécie muito pacífica e uma das raras que gosta de viver em comunidade. Têm comportamento de cardume. Se puder arrumar pelo menos duas fêmeas era perfeito. Há lojas no Porto especializadas que fazem importações. Espero ter ajudado.
  22. Pois.... Nãã posso. Ora bem, nem vim cá responder porque não foi preciso, o José está sempre atento....😆 Pessoal desculpem, mas ainda não posso divulgar, este é o aquario principal, vai ser fotografado esta semana e se calhar até ao fim do mes, fazemos outra secção de fotos . Vou entrar com ele no WAC - Web Aquascaping Contest (um concurso menos online), no EAPLC (Concurso europeu organizado pela ADA Alemã), no EAEC (novo concurso europeu organizado pela ADA Espanha, também ele autorizado pelo IAPLC), no CIAC (organizado pelo CIPS na China, e por fim, no CPA - Concurso Português de Aquascaping, a primeira edição, em que todos os Portugueses deveriam participar para fortalecer o concurso em Portugal e contribuirem para que continue a existir com premios e patrocinios. Quanto ao mister Tozé, sabe perfeitamente que o pode vir ver cá a casa, pode-se fazer convidado , e sabe perfeitamento que é bem vindo quando lhe apetecer.... Aos restantes um bocadinho de paciencia, já não falta muito. Fui, fiquem bem!😉😇
  23. Foi. Boa tarde, então fica aqui o resto do desenvolvimento do aquários até ao fim. No fundo a preparação para a foto final. 20 Março 2021 30 Março 2021 4 Abril 2021 Depois da secção de fotos com a ajuda do Nuno Matos, do Luis Cardoso e dos membros do BAU - Brazilian Aquascaping Team foram escolhidas 4 de cerca de 200 tiradas. Pela localização do aquário, numa prateleira de um móvel multiusos, a foto ficou queimada no fundo, fizemos o nosso melhor ao tirar a foto (os meus agradecimentos ao meu amigo Nuno Matos, impossível fazer melhor). Com os erros aprendo e sigo o meu caminho corrigindo-os, com o mesmo impenhamento. E a que escolhemos que era a menos queimada. Estou muito orgulhosa, com este trabalho, foi até hoje o layout que me deu mais trabalho, quer pela manutenção de difícil acesso, como, as constantes alterações para o melhorar e ficar conforme queria, aprendi imenso! Foi o maior desafio que tive até hoje. O aquario ficou na 358º lugar em 2617 no IAPLC , se não estou em erro. Ainda foi submetido ao CBAP e ao AGA mas as espectativas não são grandes, de qualquer modo foi de grande aprendizagem. E por fim os meus agradecimentos a quem acompanhou o tópico, espero que tenham gostado do resultado final. Bem como, aos que acompanharam este meu trabalho de perto, eles sabem quem são.
  24. Boas, de modo a preparar um video vou deixar aqui o histórico em fotografia deste aquário. Aproveitam e veem umas fotos novas.... POSTS DO TOPICO TODOS ACTUALIZADOS COM FOTOS NOVAS E ALBUM EDITADO. 27 Setembro 2020 5 Outubro 2020 29 Janeiro 2021 9 Fevereiro 2020 -Diversas tentativas de equilibrar o layout do lado esquerdo: 10 Fevereiro 17 Fevereiro 2021 E por hoje fico por aqui.