David Cabete

Membro
  • Posts

    3,110
  • Joined

  • Last visited

  • Country

    Portugal

Everything posted by David Cabete

  1. Boas Tenho vários Eheim da série Classic, e apenas um da série Ecco. O Ecco é mais "suave" e muito mais fácil de ferrar, ( colocar a funcionar quando novo, ou depois de uma limpeza, para retirar o ar que fica dentro ). Para fazer uma limpeza, o Ecco é muito mais prático. Tem apenas uma pega de desliza para a abertura do filtro. A séria Classic tem umas peças metálicas menos práticas. O funcionamento do Ecco ainda é mais silencioso que os da série Classic. Praticamente não se ouve. Sei que o meu funciona porque vejo a água a sair! Está instalado no quarto, a pouco mais de dois metros da cama. Passa totalmente despercebido, no que toca a ruído. Quanto à série Pro, 2 ou 3, a nível de ruído é a mesma coisa. Extremamente silenciosos. Quanto à eficácia de filtragem, cada série deve ser adaptada ao tipo de fauna que se tem no aquário, além do volume do mesmo. E por último vem o preço! Por vezes, um filtro de uma série "mais baixa" adapta-se melhor ao nosso aquário, mesmo sendo mais barato. É uma questão de comparar consumos, capacidade de matéria filtrante e litros de água que circulam por hora. Por vezes vezes podemos ter surpresas agradáveis! Melhor e mais barato! Cumps.
  2. Boas Com essa estrutura uma chapa de 16mm e uma placa de esferovite é mais que suficiente. Em substituição do esferovite podes utilizar daqueles tapetes que normalmente se colocam nas cozinhas. Uma cor sólida, preto por exemplo, é o ideal. Crianças e gatos têm o péssimo hábito de andar a "escarafunchar" os rebordos do esferovite... Vê nas imagens abaixo: Cumps.
  3. Boas Se fores a uma carpintaria, de certo que te fazem isso. Se lhes levares as medidas da estrutura, eles também te podem cortar chapas de madeira ou folheado. Depois podes colar à estrutura, com fita de dupla face, ou aparafusar. Umas dobradiças e colocas as portas! Há uma série de tópicos na secção DIY, onde podes ver como se faz. Cumps.
  4. Boas Respondendo por partes: Esse tipo de filtro, era utilizado nos "primórdios" da aquariofilia. Era bom na altura porque não havia outra alternativa. Ainda há quem utilize. Se o aquário é pouco plantado e só com camarões, podes utilizar sem problemas. Tens é que colocar um substrato que seja suficientemente grande e poroso, de modo a que os detritos passem livremente através dele. Um senão: o tamanho dos camarões! Vantagens: os detritos e restos de comida ficam todos no chão. Além de ser mais fácil para os camarões comerem, as plantas ainda aproveitam alguma coisa. Desvantagens: Acumulação exagerada desses mesmos detritos e restos de comida. Acabam por "apodrecer". Quando quiseres fazer uma limpeza a sério", terás de desmontar o aquário! O lixo fica depositado por baixo da placa do filtro de fundo! Para reprodução de camarões, é suficiente, mas se precisares de fazer uma das tais limpezas "a sério", de certeza que algumas das crias se vão passar ao estreito. Conselho? Opta por um filtro de cascata! Baratos e eficientes nesse caso. Com pouco mais de 10,00€ compras um! Cumps.
  5. Boas Umas fotos do filtro daria uma melhor percepção da coisa! É algo parecido com isto? Se sim, podes simplesmente comprar esponja azula, à venda em qualquer boa loja de aquariofilia, e cortar à medida com uma lâmina de x-acto. A esponja branca, a mesma coisa. Se optares por colocar carvão activado, e se o filtro tiver um reservatório próprio, basta colocar dentro desse mesmo reservatório. Se não tiver, uma meia de senhora, daquelas bem fininhas, e fazes um pequeno saco para colocar lá o carvão. Cumps.
  6. Boas Acho que o essencial é mesmo o que já foi escrito. Quanto mais melhor! A título de exemplo, tenho um aquário de ciclídeos africanos de 220 litros, e tem três Eheim a limpara a água. Um 2215, um 2217 e ainda um 2227. A água está sempre impecável. Limpezas: um por semana. Assim mantenho os parâmetros da água sempre iguais. Cumps.
  7. Boas Propriedades Mal vê a embalagem parece um tiro! Cumps.
  8. Boas Eu sei como é a invenção para dar comida . Essas criancinhas precisam de muito alimento . Cumps.
  9. Boas E porque não resististe à tentação e fizeste um comentário à toalha, não é a minha mas não interessa, para castigo segunda feira entre as 13 e as 14 no sítio do costume para pagares um café :D . Pois, para essas medidas desconheço. Lembrei-me desta porque é a que utilizo no meu sistema de CO2. Entretanto segunda feira, depois do café à pala do Sr Marco, eu vou questionar umas quantas pessoas aqui da zona. Pode ser que me saibam dar uma resposta. Cumps.
  10. Partilha, vê lá se isto é o que procuras! Coloquei um led vermelho ligado em paralelo à válvula solenóide para que tivesse noção quando está ligada/desligada. P.S. - dispenso comentários relativamente à toalha da mesa
  11. Boas Experimenta numa oficina de camiões! Válvula solenóide de corte de combustível. É uma questão de colocar essa pergunta a um mecânico/electricista, que esteja disposto a trabalhar . Uma pergunta! Para que função queres? Fluídos ou gases? Se for para gases, CO2 por exemplo, sei de uma que faz o que tu queres: Esta também é empregue no ramo automóvel, e funciona a 12Volts. Suponho que também as haja a 24! Cumps.
  12. Boas Ricardo O preço exacto desta que utilizei como cobaia, foram 2,80€. É nova. Usadas não deve haver à venda! Como o Paulo escreveu mais acima, nos depósitos camarários, onde recolhem os "monstros", há-as nas máquinas de lavar roupa. É uma questão de ir lá e desmontar umas poucas. Experimentar em casa para ver se estão boas, dar uma boa limpeza e está pronta a utilizar. Agora não sei se todo esse trabalho compensa! É usada e não se sabe por quanto tempo foi! O preço de uma nova é tão baixo que pessoalmente prefiro adquirir novas. Mas isso fica ao critério de cada um. Cumps.
  13. Boas Antes de mais, os meus agradecimentos pelo elogio. Como escrevi acima, cada um aplica a electroválvula modificada do modo que lhe der mais jeito! É só puxar pela cabeça. A vantagem deste sistema, quanto a mim, é puder tirar o tubo de 6mm quando for preciso, e sem dificuldades. O preço de ambas as peças, novas, é muito baixo. Electroválvula na casa dos 3 euros e acessório metálico uns 2 euros, se não me engano. Claro está que se for de borla sai mais barato. Cumps.
  14. Boas Um mês de vida deste pequeno aquário. Fotos do "Bananas": E uma geral: As plantas que estão a boiar e no vaso estão de passagem... Fertilizações: népias... Tpa's: duas?! ( não digam nada a ninguém ). Alimentação: uma vez por dia, variando entre quatro tipos de comida diariamente. Parâmetros da água: não faço a mínima ideia! Cumps.
  15. Boas Quantos de nós já não pensámos em ter uma "torneira", que com um simples interruptor possibilitasse a circulação de água? Directamente da torneira da varanda/cozinha/casa de banho para o aquário! Ou para um sistema de osmose inversa! Ou simplesmente para a micro rega lá do jardim/horta! Claro está que há sistemas desses à venda em casas da especialidade, mas são caros... e fazer sempre é mais divertido! Não vou explicar como se fazem cada um destes sistemas, isso ficará para outra altura. O que me proponho neste tópico é explicar como alterar uma electroválvula comum, por exemplo as utilizadas nas máquinas de lavar roupa, de modo a possibilitar a ligação de um tubo rígido de 6 milímetros de diâmetro. Este é o tubo normalmente empregue nestas aplicações. Mas vamos ao que interessa: À esquerda: electroválvula comum. À direita: acessório para ligar o tubo de 6mm. Primeiro passo: desmontar a electroválvula. Aquando da compra, procurar uma que se desmonte! Há-as que não dão hipótese disso. Mais abaixo está a explicação. A parte de plástico mais fina é a que irá ser cortada. Peça já cortada. "Macho" para abrir a rosca no plástico. A medida desta ferramenta deve ser a mesma que a medida da rosca do acessório para ligar o tubo de 6mm, que está na primeira imagem. Abrir a rosca no plástico. Vai-se enroscando o "macho" de modo a que a rosca se vá abrindo. De duas em duas voltas deve-se desenroscar, limpar as sobras de material. Repetir esta operação até que o macho abra 15mm de comprimento de rosca. Rosca já aberta. A vantagem de ser uma electroválvula que dê para desmontar é que depois da rosca aberta, podemos certificar que não ficaram restos de plástico dentro da electroválvula, que poderiam impedir o correcto fecho da membrana de borracha, que se encontra na segunda imagem. Electroválvula devidamente montada, já com o acessório metálico instalado. Este tipo de acessório normalmente já dispõe de um o'ring, ( pequeno anel redondo em borracha ), que por si só garante que não haja fugas. Contudo aconselho a colocar um pouco de cola, ou de contacto ou mesmo cola rápida, na rosca e enroscar na electroválvula. Concluído. O tubo branco que se vê no acessório metálico e o tal de 6 milímetros que referi várias vezes acima. O "macho" que utilizei é de um conjunto que já possuo há anos. Podem adquirir apenas o "macho" da medida que pretendem, ou em alternativa um conjunto completo. Há-os a preços muito baixos nas chamadas lojas dos chineses. Não são do melhor material, mas para estas pequenas coisas servem perfeitamente. A electroválvula pode ser adquirida em qualquer casa que venda acessórios deste tipo. Aconselho assistências técnicas de electrodomésticos. O acessório metálico para ligar o tubo de 6mm, podem encontrar em casas que vendam ferramentas, e acessórios para ar comprimido. Agora cabe a cada um adaptar esta alteração às vossas necessidades específicas. Qualquer dúvida ou questão, disponham. Cumps.
  16. Con mucha pena, no podríamos atender a la conferencia que hizo. Pues el João mencionado, nosotros debía seguir los oradores restantes, en la visita para el Oceanário. Ahora permanecer-en ellos para aprender algo con las películas hechas para el equipo restante él foro. Ni se pierde todo. Pido la excusa para mi español, pero debo utilizar un traductor en línea. Elogios. David e Sara
  17. Boas Procura numa casa que venda material de ar comprimido, que eles têm adaptadores/reduções para esses casos. Leva os manómetros e a válvula solenóide para ser mais fácil. Cumps.
  18. Boas Acho que comentários desses deviam ser evitados Abel. Sei que foi por "brincadeira", mas o que vai pensar um Membro recém chegado do pessoal aqui no Fórum? Respondendo à questão inicial, acelerar o processo de afundamento de um tronco não conheço. Como em quase tudo na Aquariofilia, saber esperar é uma virtude. Várias fervuras ao tronco e se tiveres possibilidade coloca-lo em água corrente, por exemplo num riacho e bem amarrado, é capaz de acelerar um pouco a coisa. Cumps.
  19. Boas Do modo como colocas a pergunta, pressuponho que tenhas uma lâmpada de 10Watts já instalada no aqua. Ora e se a minha matemática não me falha, 10Watts mais 10 Watts perfazem um total de 20Watts. Assim a modos como que dez laranjas mais dez laranjas, fazem um total de vinte laranjas :D . Ou dez morangos mais dez morangos, fazem um total de vinte morangos! Deixando a brincadeira de parte, sim basta juntar mais uma de 10 Watts à que tens. Ficas com os desejados 20Watts. Cumps.
  20. Boas Luís. O parafuso pelo qual saía o CO2 é idêntico ao da foto abaixo? Este parafuso é um sistema de segurança, para proteger o manómetro com a escala mais pequena, e todo o equipamento de está depois dele. Passo a explicar: O redutor de pressão de CO2, ( erradamente chamado de manómetro, já que um redutor pode ter um ou mais manómetros ), tem uma mola e uma "bolacha", (diafragma), em borracha de alta densidade no seu interior. De um lado tem à volta de 50bar, mostrado no manómetro com a escala maior, e do outro lado tem a pressão que regular-mos, e que podemos ir ajustando no manómetro com a escala mais pequena. No caso dessa "bolacha" rasgar, as pressões ficam iguais! Imagina o que é um manómetro que normalmente lê até aos 6bar, levar com uma "bojarda" de uns 50! Manómetro de baixa pró galheiro, e se os mostradores não saltarem fora, o CO2 dispara pela tubagem até ao aquário. Ou o tubo rebenta, ou o difusor explode, ou as duas coisas. No pior dos cenários alguém pode levar com o mostrador do manómetro de baixa na cara! Não imaginam os estragos que uma pequena peça pode causar, quando projectada com 50bars de força!! O parafuso que mencionaste é oco por dentro, e tem dois ou três furos na zona de aperto. Tem uma mola e um pequeno disco com uma borracha que veda, quando o apertas no corpo do redutor, onde está a tal "bolacha" de borracha. Essa mola não aguenta grandes pressões. Exactamente não sei, mas é um pouco mais que o valor máximo apresentado no manómetro de menor escala. Se por qualquer motivo a pressão no manómetro de menor escala for mais alta que a escala dele, essa mola deixa escapar o CO2 para fora, evitando que o manómetro vá desta para melhor, ou causar mais estragos à volta dele. Assim só se perde o CO2 que está dentro da garrafa, e apanha-se um valente susto. Foto do parafuso de protecção desmontado: Local onde ele vai apertar e fazer a vedação: Quando acima me referi a manómetros de maior ou menor escala, é como os que estão na foto abaixo: O que tem a escala até aos 250, é a pressão efectiva dentro da garrafa, é o de maior escala. O outro que neste caso vai até 6, é a pressão de saída que nós regulamos, é o de menor escala. A função do parafuso com os buracos é proteger o manómetro que tem a escala até 6, e todo o equipamento que está ligado depois dele, como referi acima. No teu caso específico, se estava deixar escapar CO2 pelo tal parafuso, há várias hipóteses para tal: A mola está pasmada! Convém trocar... O vedante está danificado! Convém trocar... Havia "lixo" no CO2, e ficou entalado no vedante! Só possível com umas das duas hipóteses acima... Mal apertado de fábrica! O que duvido... Para que não tenhas surpresas, aconselhava a levar esses manómetros a uma casa que faça o teste aos ditos! Pode não ser nada, mas também pode ser grave... com pressões dessas não convém facilitar, quando não se tem a certeza que está tudo a funcionar nas devidas condições! Desculpa lá o testamento, mas hoje estou mal disposto Cumps.
  21. Boas A "garrafa" tem a tara gravada. Se lhe metes mais 500gr, tem que pesar o valor da tara, mais as 500gr. Simples. Cumps.
  22. Boas São barrotes de madeira de pinho, com 5x5cm. Parafusos são próprios para madeira, com 9 ou 10cm de comprimento. Para não lascar a madeira, fiz um furo que serve de guia para os parafusos, com menos 2mm que a espessura do parafuso. Cumps.
  23. Boas Com essa estrutura podes colocar o aquário sem quaisquer problema. Tenho uma idêntica, há alguns anos, e está para durar. O tópico da construção e desenvolvimento está algures aqui pelo Fórum, basta pesquisar. Cumps.
  24. Boas Vejo dois inconvenientes, além do factor energético. 1 - aquecimento do vaso... 2 - aquecimento da água... Cumps.