D-Backs

.Membro Ausente
  • Content Count

    188
  • Joined

  • Last visited

  • Country

    Portugal

Community Reputation

1 :)

3 Followers

About D-Backs

  • Rank
    Membro Júnior
  • Birthday 06/28/1990

Contact Methods

  • Mail
    bart.paes@gmail.com

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Lisboa (Lisboa)
  • Localização
    Lisboa - Belém
  1. D-Backs

    D-Backs

  2. Boas tardes a todos, O jardim do atelier de arquitectura da minha mãe tem um pequeno lago rectangular de 2,5m de comprimento por 1,5m de largura por 50cm de profundidade. Esse lago tem 2 ligações a uma cisterna, através das quais se faz a filtragem do lago e a circulação da água e tal. Acontece que foi preciso limpar o lago à uns tempos e um dos peixes dourados que lá estava meteu-se por um tubo e está agora a (sobre)viver dentro da cisterna. Acontece que o único "acesso" à cisterna é por um tampo quadrado (50x50cm) que apenas apanha uma das partes da cisterna (que deve ter mais ou menos as mesmas dimensões do lago, mas mais profundidade. O que eu queria perguntar é se haverá alguma forma de eu apanhar o peixinho da cisterna e devolvê-lo ao lago... Sei que ele está vivo porque ainda hoje o vi mas obviamente que ele foge quando eu abro o tampo. Experimentei pôr comida e esperar que ele viesse para o apanhar mas ele não apareceu. Conhecem alguma forma de o tirar de lá? Pensei numa qualquer "ratoeira" ou algo parecido com as armadilhas para as lagostas dos pescadores em que o peixe entrasse e não conseguisse sair mas não estou a ver como hei de fazer uma coisa dessas. Alguém tem alguma sugestão? Gostava mesmo de tirar o peixe da cisterna e pô-lo de volta no lago... Desde já agradeço qualquer ideia inovadora. Cumprimentos. D-Backs.
  3. Podes encontrar akadama facilmente na loja de bonsais de Campolide (Grupo Horto do Campo Grande). Bom atendimento, loja e estufa bonitas e parque de estacionamento. Tens as 2 granulometrias de que o Ricardo Moreira fala. Cumps.
  4. A começar um novo projecto! É o excitex total...

  5. Caro Tugz, Tenho andado a seguir o método da terra de vaso como substrato para plantados em Forums estrangeiros. Como reparo que geralmente aqui no Forum o pessoal é mais critico em relação a isso, preferem comprar substratos próprios da marca X para evitar problemas. Queria te perguntar se tens tido sucesso com o método de que estamos a falar. Estou a pensar fazer o mesmo pois vou montar um aquário só para "criação" de plantas e, para além de querer poupar nos custos, se o feedback for positivo, lanço-me nessa aventura! Existe efectivamente o problema das zonas anaeróbicas e das bolsas de ar que se criam, mas que é facilmente resolvida com pressão exercida sobre o conjunto terra-inerte, certo? Desde ja agradeço qualquer resposta. Abraço. D-Backs.
  6. O Geada já disse o essencial. Nao percebo porque mudaste para um filtro externo, o de cascata nao era suficiente? As mudanças de filtro requerem sempre a fase de adaptacao necessária, facto que o Geada referiu e muito bem. Venho so corrigir o Dimota que disse "corrijam-me se estiver errado". Eheheh. Os filtros de cascata costumam ficar a 2 ou 3 cm da superficie, o que faz com que, quando a água que vem do filtro entra em contacto com a superficie da água do aquario, vês sempre umas bolhinhas de ar no aquário. Por isso tens a vantagem dos filtros de cascata oxigenarem sempre um pouco a água. A minha correcção vai no sentido da "entrada de oxigénio" que referiste como uma caracteristica dos filtros de cascata. Tal entrada, em principio, nao existe. Pelo menos eu nunca vi nenhum com isso. Os que têm essa entrada, geralmente, são os filtros internos: um buraco para colocar uma flauta, que vai buscar ar fora de água e "mistura-o" com a água que sai do filtro.
  7. Pois, com uma imperial fresquinha tudo escoa melhor... Eheheh. Os bichos adoraram o petisco, os bettas então! Punha-lhes aquilo ja esmigalhado a frente e era vê-los a rondarem com as barbatanas abertas e o corpo arqueado em posicao de ataque e ZÁS! Lindo de ver. Não se assustem q nao tenho bettas machos juntos, tenho um betta macho que é um bocado rabicha (abre-se todo quando passa um platy mas nem olha para os da mesma espécie) e uma betta fêmea que comprei pequenina e que está a crescer junto com o betta no comunitário para fazer criação mais tarde. De salientar que a fêmea é mais activa que o macho! Parece que em casa ela é que usa as calças! Mas o petisco de "papa de caracol" foi um sucesso. Vá-se la vender isto às dietéticas e fazer rios de dinheiro que isso e q a malta precisa. Cumps a todos.
  8. Vai é ser foleiro esmigalhar os maiores! Faz-me "espéce"! Eheheh. So me vem a cabeça aquela imagem do maluco do Bear Grylls do Ultimate Survival a comer uma larva da madeira e o bicho a espirrar visceras por todo o lado!
  9. Boas pessoal, Hoje de manhã decidi apanhar à mão alguns caracois physas e melanoides que estão a sobrepovoar o meu aquario. Pu-los de lado num frasco com água porque queria alimentar os peixes e camarões do aquário. Lembro-me de ja ter lido algures que se podem esmigalhar e dar aos peixes mas não voltei a encontrar nenhum topico sobre isso, e pesquisando em sites estrangeiros tambem nao descobri nada. Alguém ja alguma vez fez papinha de caracol para alimentar outros vivos ou vai me sujar mais a água do que outra coisa? Os peixes gostam? Estamos a falar de bettas, rasboras arlequim e tetras cardinais, mais uma catrefada de red cherrys. Desde ja obrigado por qualquer resposta! Cumps, D-Backs.
  10. Sem me querer meter no assunto, descobri os videos deste senhor no YouTube e vou experimentar o método dele num cubo vodafone só para plantas. Com terra (dirt) ele faz uma camada de lama no fundo do aquário e por cima põe o substrato inerte. O inerte tem de ter a mesma altura, ou mais, do que a camada inferior para fazer de tampão. Vejam vocês mesmos. Cumps. Site com tudo explicadinho
  11. Alguém sabe se os Flourish N, P e K da Seachem seguem as proporções recomendadas entre os macros em relação às doses que indicam nos rótulos?
  12. Após alguns meses a pesquisar, a ler aqui e ali, e a fazer perguntas, acabei por decidir iniciar-me em fertilizações. Recomendado pelo lojista da loja de animais onde mais vezes vou e pelo meu primo, que já tem uns bons 10 anos de aquariofilia, escolhi a gama da Seachem. À falta de planos de fertilização neste Forum, e como, pelos vistos há pouca gente a pronunciar-se sobre os fertilizantes da Seachem, acabei por fazer dois planos de fertilização com os produtos que adquiri: - Flourish Trace - micro nutrientes - Flourish Excel - carbono liquido (desempenha aproximadamente a funcao do CO2) - Flourish Nitrogen - Nitratos NO3 - Flourish Phosphorus - Fosfatos PO4 - Flourish Potassium - Potassio K Para calcular as doses, considerei os cerca de 80 L do meu aquário comunitário (80x30x35) = 96 brutos. O fotoperíodo é de 8h com 2 PL de 36w (72w) de 7200k. Da quase 1w/l ou talvez ate de esse valor, visto que ate pode ser que tenha menos de 80 L no aquario. Como não quero ter de intervir no aquário diariamente, estes planos têm ambos 3 dias/semana (Segundas, Quintas e Sábados) em que não acrescento qualquer produto à água. O primeiro plano segue as indicações que estão no site e nos rótulos dos referidos produtos (está apenas idealizado e não testado): Domingo: Troca Parcial de Água de 15 L acondicionada com Nutrafin Aqua Plus - 1,25 mL Nitrogen - 2 mL Excel Terça: - 3 mL Potassium - 2mL Excel Quarta: - 1,25 mL Nitrogen - 2,5 mL Phosphorus - 2,5 mL Trace Sexta: - 2,5 mL Trace - 3 mL Potassium - 2 mL Excel Gostava que quem entende da matéria desse opiniões sobre este plano. Quanto a mim parece-me ser bastante exagerado no sentido em que, se o seguir, se acabam os produtos em dois tempos! Daí ter elaborado um plano mais moderado que tem resultado mas que não sei se é o ideal para as plantas (estão a crescer saudáveis mas segundo Tom Barr, há proporções a seguir entre as quantidades de NPK)... Domingo: Troca Parcial de Água de 10 L acondicionada com Nutrafin Aqua Plus - 1 mL Nitrogen (em vez de 1,25) - 2 mL Excel Terça: - 1 mL Potassium (em vez de 3) - 3 mL Excel (em vez de 2: aqui fertilizo mais porque faço um intervalo de 2dias sem Excel) Quarta: - Nitrogen - 1 mL Phosphorus - 5 mL Trace (tudo de uma vez, enquanto que no outro plano divido a quantidade por 2x/semana) Sexta: - Trace - Potassium - 2 mL Excel. Nesta fase inicial de fertilizações, como podem constatar, estou a "subdosear": primeiro porque estou sem forma de medir os Nitratos e os Fosfatos, visto ter perdido os folhetos que indicam o valor consoante a cor da solucao. Mas ultimamente tenho-me questionado sobre este doseamento, justamente por causa da relação que deve existir entre as quantidades de macros NPK: "A relação de NPK deve ser proporcional de NO3:5 PO4: 0.5 e K:10 ou NO3:10 PO4:1 e K:20", como vem indicado no Topico "Dicas Para Compreender um Aquario Plantado". O que pretendo agora fazer, assim que voltar a poder medir os parametros da agua, e um plano que combine poupanca e eficacia, caso seja possivel. Primeiro porque nao sei se os valores que a Seachem recomenda tem em conta o Metodo Estimativo ou quaisquer proporcoes de dosagem entre Nitratos, Fosfatos e Potassio, e segundo porque quero conhecer melhor a quimica do meu aquario em termos de consumos e, de preferencia, sem ter de gastar rios de fertilizantes. Gostava de ouvir as vossas opinioes sobre este assunto... Criei este topico para todos os que utilizam a Seachem, e tambem para ajudar quem, como eu, e meticuloso com estas questoes! Cumps. D-Backs
  13. Boas mjm, Fui informado por PM aqui no Forum que se mandarmos um mail à Hagen eles mandam uns novos por correio. Fiz isso hoje mas como é Domingo eles so devem dizer alguma coisa amanhã ou depois. Vou esperar por uma resposta deles mas caso não mandem entro em contacto contigo e vou te buscar esses repetidos que tens. Muito obrigado! Cumps.
  14. Boas. Como o titulo do tópico indica, preciso dos folhetos individuais de alguns testes da Nutrafin, os quais perdi numa mudança de casa... Ja ha algum tempo que não faço testes da água do aquário mas como comecei recentemente com fertilizações precisava de medir alguns parâmetros. Tenho os testes de: - pH 6.0 a 7.6 (2 gotas de solução em 5mL) - NO2 #1 e #2 (esqueci-me de quantas gotas se deve por de cada) - NO3 #1, #2 e #3 (também não sei quantas gotas) - Amonia (NH3 - 4 gotas se a minha memória não falha) Perdi os respectivos folhetos, por isso gostava de pedir à comunidade se alguma alma caridosa me pode scannar ou tirar fotografia aos indicadores de cor (color chart do verso dos folhetos) dos testes que referi e, se possível, dizer-me as quantidades de cada indicador que se deve pôr... Cumps. D-Backs.
  15. URGENTE! Tenho um tetra cardinal com comida presa na boca! Está moribundo e a nadar mal. Parece entupido com o granulado que comeu!

    1. Show previous comments  1 more
    2. Fava

      Fava

      tenta retirar o granulado com uma pinça

    3. D-Backs

      D-Backs

      impossível, está muito dentro da boca do peixe...

    4. D-Backs

      D-Backs

      Olha, acabou por morrer o peixito... =( A partir de hoje só flocos. Granulado mt grosso é para esquecer.