J_Rosado

.Membro
  • Content Count

    176
  • Joined

  • Last visited

  • Country

    Portugal

Community Reputation

7 :)

4 Followers

About J_Rosado

  • Rank
    Membro Júnior
  • Birthday 05/31/1966

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Odivelas (Lisboa)
  • Localização
    Caneças

Recent Profile Visitors

2,992 profile views
  1. Boas, Há vários anos que utilizo o Easycarbo em substitução do Excel da Seachem, com resultados muito identicos e por muito menos €€€. Abraço J.Rosado
  2. Boas, Tenho andado afastado deste "Templo" há algum tempo e só agora vi este tópico. Amigo, não faças mais nada (tratamentos), nem mudes o peixe de aquário pois ele está muito débil e se o mudares ele vai morrer. Não sei se ainda vais a tempo, porque como dizia o peixe está, aparentemente, muito fraco e precisa urgentemente de comer qualquer coisa. Se fosse eu, faria o seguinte: - Temperatura 30ºc ou mais (até 32ºc) - Adicionava Sal Marinho grosso (1g por Litro), se não tiveres balança uma colher de Sopa cheia são +/- 20 gramas de Sal. Na primeira aplicação fazes o calculo para o volume de água do aquário (ex.: para100 litros colocas 100 g), mas quando fizeres a TPA repões apenas o sal que tiras (ex.: se mudas 20L de água, repões 20 g de sal) - Depois tentava dar-lhe larvas de mosquito vermelhas (Red Worms), embora exista uma grande controvérsia sobre o tema e normalmente acho que são de evitar pois podem trazer parasitas, já salvei alguns discus como o teu com as ditas larvas. Atenção!: Descongelar bem antes de dares ao peixe (pouca quantidade) e se ele não comer deves aspirar os restos pois vão ficar a poluir agua. Se ele não comer as larvas é porque não come mais nada. Se ele comer, dá-lhe durante 2 ou 3 dias e depois começa a dar-lhe gradualmente (devagar) outra comida, tipo artémia ou papa para discus (tem de ser comida mole) Também já te deram aqui bons conselhos, pois o peixe precisa de sossego porque está muito fraco, tudo o que seja menos agitação ele vai agradecer, por exemplo não sei o filtro que tens nesse aquário mas devia ser apenas um filtro de esponja (menos caudal), se o filtro não estiver maturado deverias adicionar bactérias nitrificantes (ex: Denitrol da JBL) para evitar a intoxicação por amónia ou nitritos, a redução de luz também é bem vinda. Embora como te disse antes, não sei se ainda vais a tempo, mas gostava que não desistisses destes peixes maravilhosos, pois também aprendemos (e muito) com os nossos erros, eu por exemplo, tenho discus há mais de 15 anos e continuo a aprender todos os dias. Desejo-te boa sorte para ti e para esse discu. J.Rosado
  3. J_Rosado

    J_Rosado

  4. Boas, Se depois de pores a água oxigenada como te disse, durante 1 ou duas horas (podes por um pouco de água para cobrir toda a parte que tem algas), passares o garrafão por água 1 ou 2 vezes fica como novo e sem risco de afetares os peixes ou o equilíbrio biológico do aquário. Contudo, (não leves a mal) se não fizeres grades trocas de água (- de 20%) podes por a água diretamente da torneira sem problemas, atenção apenas à temperatura porque uma queda grande (sobretudo agora no inverno) tens logo uma infestação de ictio à espera. Abc
  5. Boas, compras uma garrafinha de agua oxigenada (1/2 L), deitas metade em cada garrafão, deixas 1 ou 2 horas a atuar, depois passas por água limpa e já está. Mas para ganhar algas, em principio devem estar a apanhar com Luz (claridade), senão isso não devia acontecer. abraço.
  6. Boas, Na minha opinião já deste a resposta: "...isto começou quando eu comprei o pleco maior (o de 32cm) será que tem alguma coisa a ver?!" Pois acho que tem tudo a ver. Abraço
  7. Boas Parece-me que não me fiz entender, porque eu sei bem como se contam as bolhas, a minha pergunta era pelo facto de me parecer difícil contar um qualquer fenómeno "8 vezes por segundo" através de observação meramente visual. Mesmo, após a correção do Ricardo (para 3 bolhas por segundo), tenho as minhas duvidas que se possa contar com fiabilidade tal cadência, mas julgo que isso agora pouco importa pois acho que existem outros aspetos podem ser mais relevantes. Ricardo, julgo que já te deram algumas pistas sobre os locais onde é mais frequente a existência de fugas (encaixes e uniões), mas eu como sou um bocadinho lento, ainda estou antes dessa questão, mas como não conheço o teu sistema tenho mais dificuldade em te ajudar. No mínimo era preciso saber: Dimensão do teu aquário (litros) Se existe algum sistema de corte (válvula selenoide) ou trata-se de injeção permanente (24/24H) Qual o difusor de co2 que utilizas (porque influencia muito o rendimento da dissolução que estás a tentar fazer na água) Qual o valor do teu pH e KH (pois se não tens controlador eletrónico e vais fazer injeção de co2, na minha opinião, pelo menos estes parâmetros deves controlar de tempos a tempos) Para teres uma ideia, eu tenho um aquário densamente plantado de 250L com injeção controlada (pelo que só é ligada algumas horas por dia e de noite está quase sempre desligada), em que, a cadência de injeção ronda cerca de 1 bolha de CO2 a cada 2 segundos (repetindo-me apenas quando está ligado) e com tudo isto tenho um pH de cerca de 6,7. Portanto, confesso-te que ainda não sei bem se terás uma fuga de CO2 ou um descontrolo na injeção. E a fauna? tens peixes nesse aquário? Abraço
  8. Boas, Curiosidade minha, como é que consegues contar as 8 bolhas por segundo? abc
  9. Boas, Não é necessário nenhum microprocessador (ex. arduino), mas tens dar uns toques em electrónica ou arranjar alguém que to faça. Exemplo: http://www.pcbheaven.com/circuitpages/LED_Fade_In_Fade_Out_Dimmer/ Abraço
  10. Boas, Se já verificaste os pontos que te referiram (veio, turbina, o-ring) e o barulho presiste, limpa bem as matérias filtrantes (esponjas) com àgua retirada do áquario (senão matas as bactérias existentes) e de seguida limpa bem as mangueiras e tubos (com um escovilhão). Normalmente resulta e quando o ligares, nem vais acreditar pois parece que tens um filtro novo! Boa sorte
  11. Boas, Já alguém tem experiência com este tipo de barras? Parece-me uma opção bastante interessante.
  12. J_Rosado

    Co2 demora a sair

    Boas, Acho que estás a fazer tudo bem e é normal o que está a acontecer. Quando desligas o Co2 e a água que te entra para o tubo, ela não fica sob pressão, no entanto o co2 para sair para dentro o aquario tem de ter ou criar (no tubo) pressão suficiente para vencer a resistência o teu difusor. Na minha opinião tens vários aspectos a contribuir para o fenómeno que relataste, nomeadamente: O tubo quando não é rijido, devido à sua elasticidade demora mais tempo a criar a pressão necessária para vencer a resistência mecanica da ceramica do difusor, que dificulta a passagem do co2. Os difusores de ceramica são os que apresentam maior "resistência" à passagem do co2, logo é necessária uma maior pressão para vencer essa resistência (existem relatos frequentes de aquariofilistas que não os conseguem utilizar com co2 produzido por fermentação, pois não atinge a pressão necessária) Eventualmente a ceramica do teu difussor, poderá estar já com sujidade/algas que dificultam ainda mais a passagem do co2. Vê se não existem fugas de co2 nas uniões, pois podem também estar a contribuir negativamente para a situação. Pessoalmente, já tive difusores de ceramica mas acabei por optar definitivamente por difusores exteriores ao aquario, que fazem a mistura do co2 com a água entre a saída do filtro (igualmente externo) e a entrada no aquario. Espero ter ajudado, abraço
  13. Boas, Se tiveres paciência, lê isto: http://www.aquariofilia.net/forum/index.php?showtopic=56202 Abraço
  14. Boas, A pergunta é um bocado subjectiva, pois depende da temperatura que queres ter dentro do aquario e da temperatura do local onde o aquario está instalado, pois isso irá determinar quanto tempo o termostato estará ligado e a consumir eletricidade (posição "on"). Apenas para teres uma ideia, se o termostato estiver ligado 50% do tempo (i.e., 12h por dia), as contas seriam mais ou menos assim: ---> Custo de eletricidade = .025 kW x 12h x 30d x 0,2€ = 1,8 €/mês Espero ter ajudado, abraço
  15. Boas, Além de tudo o que já te disseram (e bem), ao fazeres as TPA's que neste caso eu faria de 20 a 30%, não esquecer que a temperatura da água deve estar próxima da que tens no aquario e de adicionares um anti-cloro. As bactérias só adicionas depois da TPA, senão estás a deitá-las fora. Atenção que se lavares o filtro, "só" o podes lavar com a água que retiras do aquario. Não sei os peixes que vais conseguir salvar, mas vamos admitir que se safam todos, para um aquario de 60 cm tens aí algumas incompatibilidades, i.e., o Betta vai andar sempre a "ratar" as caudas dos guppys (machos), quanto aos Botias Palhaço quando crescerem o aquario torna-se muito pequeno e começam-te a "lavrar" o solo à procura de comida (tipo peixe de água fria). Boa sorte