jdhome

Membro
  • Posts

    120
  • Joined

  • Country

    Portugal

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Faro (Faro)
  • Localização
    Faro

Recent Profile Visitors

874 profile views

jdhome's Achievements

Newbie

Newbie (1/14)

  • Week One Done Rare
  • One Month Later Rare
  • One Year In Rare

Recent Badges

10

Reputation

  1. Quase 15 anos depois vamos reavivar este topico a ver se o dono nos mostra mais fotos de como esse lago se encontra actualmente e que manutençoes tem feito
  2. Como configurar correctamente o fluval aquasky Led 2 Bluetooth RGB+W de 3000 a 25000 kelvins 30watts 99-130cm (ou outra)? Qual seria a % de RGB+W a configurar para atingir estes valores de Nm, kelvins sei que o espectro de luz visível durante o dia esta situado entre a faixa de 390 e 760nm e embora diferentes plantas prefiram diferentes espectros de luz em geral, determinados espectros realizam tarefas específicas. A luz azul na faixa de 400-500 nm promove o crescimento radicular e a fotossíntese intensa, onde as plantas produzem, a partir de CO2, agua e outros nutrientes o açúcar e outros hidratos de carbono que constituem a parte principal da fito-massa tendo como produto residual a tão preciosa a molécula de oxigénio; O2. A luz vermelha na faixa de 640-720 nm estimula o crescimento do caule, a floração e a produção de clorofila, e juntos, toda essa faixa é conhecida como radiação fotos sinteticamente activa. Todos sabemos que ao longo do dia a temperatura luminosa varia desde os +-2500 kelvins (nascer e pôr do sol) ate aos 6000/6500 kelvins (dependendo da altura do ano) ao meio do dia (12h+-) Então com base nisto e dados fornecidos nas luzes da Fluval eu questiono Como configurar correctamente o fluval aquasky (ou outras RGB+W)...? De forma a simularem um ciclo solar de 12 ou 8 horas entre os +-3000 e +-7000 kelvins, os 400-500 nm para os azuis/violetas, os 640-720 nm para os laranjas/vermelhos depois ainda existe os PAR PUR e LUX que é na realidade o que as plantas conseguem absorver do total da luz (simulação solar) esta parte ainda não consegui compreender de forma a aumentar ou diminuir a concentração de luz para tentar atingir os kelvins e Nm dos leds se alguem saber explicar eu agradeço.
  3. Pode ser que alguém tenha interesse por isso deixo aqui a disposição de como tenho as bio home e outras no fluval 206 que resolvi limpar hoje
  4. eu uso/testo há 3 meses em 1 único dos cestos dos 2 fluval 207 e 206 que tenho no meu ripario dos botias (montado ha 18 meses para re-alojamento dos botias )e tenho tido bastantes bons resultados pelo menos a nível dos nitratos, que baixaram tanto que tive que começar a fertilizar com N extra, coisa que nunca fazia pois tinha sempre valores acima do 40ppm no 206 onde utilizo, o mais interessante é que recentemente fui para limpar este filtro e o ultimo perlon por onde passa a agua para o aquário encontra-se muito mais limpo do que o 207 que ainda tem as cerâmicas normais. e limpava filtros mês a mês alternados e TPAs a cada 15 dias agora faço tpa 1x mes e esse filtro ja não o limpo ha 3 meses ja encomendei mais uma dose para para ir substituindo todas as normais pelas bio. vale sempre a pena experimentar, pelo menos para quem tem aquários acima dos 100L. claro que existem outras formas de criar bactérias anaeróbias mas este é muito mais pratico e ainda por cima sem baixar o fluxo/caudal dos filtros.
  5. ya isso que ai esta pode acontecer e acontece muito em substratos que ficam compactos (principalmente em dirty aquariums) e quase não há circulação de O2 nem agua no substrato mais profundo. essas bolhas sim são perigiosas isso pelos vistos não acontece com essas cerâmicas porque pelo explicado ai no vídeo elas estão em contacto com o grande fluxo de agua com bastante oxigénio e pelo que ja li o (N) azoto produzido em condições normais (dentro das cavidades das biohome) forma um gás diatómico (N2), vem diluido no oxigenio da agua e é incolor, inodoro, insípido e inerte, não participando da respiração. isto é de umas notas que tenho por aqui sobre as bio home mas tb ja li tantas coisas contraditórias que sempre se fica na duvida não é?
  6. eu uso essa bio-home e pelo que ja li isso não é correto, pois o processo desnitrificação produz nitrogénio/ azoto em forma de gás (N2) que é incolor, sem cheiro, sem sabor e principalmente inerte. e ate faz parte do que nós e todos os animais respiram, esta presente junto do O2 atmosférico em mais de 50% se existir por ai alguém com bastantes mais conhecimentos de quimica e biologia talvez possa esclarecer melhor. posso estar enganado e não me lembrar de muitas coisas mas que as bio home vale bem a pena la isso vale o seu preço é que é puxado 20paus por Kg mas também ja cheguei a comprar cerâmicas convencionais a quase 12/kg aqui ate tem uma comparação ao microscópio das varias ceramicas https://www.youtube.com/watch?v=ETOETsUIfhU
  7. jdhome

    jdhome

  8. Update Normalmente utilizo a agua do TPA do aqua da sala para repor a evaporação e borrifar as terrestres do wabi Hoje tive mesmo de fazer TPA por causa de musgos terrestres que se estavam decompondo muito nas bases da kokedama e alterando muito os nitratos (hoje tinha os nitratos quase a 500 (quase vermelho JBL 6 em 1) e fazer limpeza da cabeça motorizada do FBF aproveitei para aspirar i fundo e sedimentos que sempre se depositam por cima das plantas. As fotos são depois e sem agua e depois da adicionar os fetos de java fiz algumas alterações que me permitiu mais 5 Litros de agua. os video são sempre melhor mas desculpem lá a qualidade alem da maquina não dar melhor isto só tem luz natural. hoje vou ligar o aquecedor/termostato para manter a agua a pelo menos 20º
  9. Ai ha uns tempos tb procurei encontrei estes Softwares gratuitos para aquário Bom para acompanhar os parâmetros, programar tarefas e gerir a quantidade de peixes e plantas. links para quem interessar: AQUALOT (agora totalmente gratuito) - EM PORTUGUES http://www.aqualot.de/en/download.php AQUARIX (descontinuado e agora gratuito) - EN INGLES http://www.aquarix.de/ NYAGUA - EM PORTUGUES http://nyagua.sourceforge.net/index.php LIBRE AQUARUIM - EM ESPANHOL E INGLES http://www.libreaquarium.org/ Ainda não experimentei nenhum, se alguem quiser deixar feddback agradecia.
  10. Boas tarde. Sei que isto não se deve usar em aquarios, mas será unicamente para colar umas rochas em um mural de plantas por onde passará alguma agua da filtragem para aqua que não tem peixes. Por acaso alguém sabe +- quanto tempo leva o fungicida do silicone a esgotar-se? (perder a sua eficácia de forma que não prejudicial para alguma fauna) é deste é que este custa 1/3 do preço do soudal para aquarios pergunto o tempo de eficacia do fungicida porque depois pretendo meter alguma fauna futuramente Esse antifúngico deve ser de longa duração Para evitar aparecimento de bulores (como me disseram) Mas como nada dura para sempre pergunto-me pelo factoeu utilizei deste no meu polibam quando montei a nova base e isto ao fim de +- 6 meses estava cheio de bolor e o polibam não está em contacto com agua 24 horas por dia nem tem filtros. Obrigado
  11. a minha duvida é mesmo quanto a esta marca, porque ha muita que já me disseram que não é 100% silica e têm outras areias misturadas. Se realmente tiver os 7mm que diz no saco é optimo, tenho que ir ver porque a ultima que vi mais parecia areia da praia. A silica será para cobrir o substrato de humus de minhoca/leteria e akadama, que irei por encima de rocha vulcanica (daquela miuda)
  12. Olá boa tarde, gostaria de saber se alguem têm usado ou usa desta areia de silica para filtro de piscina que vendem no AKi. Tenho lido tanta coisa sobre areias de filtro de piscina (uns apoia outros contradizem) inclusive tb já li que existem muitas que alterão o Ph pois dizem que não é silica a 100% esta marca em particular Isto é mesmo inerte? Será que isto compacta muito? Clicar na imagem para aceder há pagina
  13. Isto estava a fazer tanta condensação na parede que aproveitei uma ideia que me deram e assim aproveitei o resto dos musgos. e ainda sobrou uns restos de umas hepaticas ( um tipo de musgo pertencente ás briófitas) que deram para esconder o vidro de traz Aqui são as de folha mais larga Aqui são as mais claras e esse tipo de musgo mais comprido, esse mais comprido até se desenvolve dentro de agua (mas é sazonal) Quanto ao resto está a desenvolver muito bem, vou sempre mantendo o nivel da agua com agua retirada do aquario da sala e borrifando a emersas com a mesma. assim aproveita-se o excesso que normalmente vai fora como nutrientes para as plantas. NO3 normalmente está a entre os 25/50, quando reponho o nível da agua dispara quase para os 100. No2 está sempre a zero GH 7 KH entre 6 e 10 PH é que tem elevado um pouco apesar de estar muita coisa em decomposição Acho que provavelmente será daquela pedra mais branca que se vê no video, era o que tinha na altura para apoiar a kokedama é um videozito para matar o vicio.
  14. funcionam optimamente se montados como deve ser. não é so por as placas e ligar lá uma bomba e cobrir de areão claro que tem que ter alguma manutenção depois, mas o prazer que isso dá é optimo. conforme se vai aperfeiçoando algumas coisas. Se for preciso mais tarde logo se adiciona um filtro nao! isso ainda arranja-se bem, e uma placa por 0.15cents, gastei nele 5 euros incluindo as 2 ligações para as torres e um T onde esta ligada a cabeça motorizada. inclusive no meu da sala tenho um, claro que tb tenho 2 de cascata
  15. Se levar alguma fauna serão ou um casal de Bettas ou talvez Colisa Lalia, ou algum tipo de gourami mais pequeno, mais uns caracolitos e ta bom. isto não tem muita circulação de agua e mais parece um pântano. Anabantídeos dão-se muito bem nestes ambientes pois têm um orgão de respiração auxiliar chamado labirinto. A pouca circulação que tem vem unicamente do filtro biológico de fundo. Qualquer folha que se desprende eu enterro para servir de fertilizante. Tem aquecimento mas vai ser só no inverno. Vamos ver se sobrevive ao verão da marquise, como corre e depois logo se vê os peixes o interesse aqui é as plantas. luz não tem, ou melhor tem mas é a natural. Os pequenos rebentos das plantas que pus submersas estão a desenvolver muito bem. eram podas do aqua da sala de Eleocharis vivipara (esta porcaria é mesmo dificil de separar e plantar), hygrophilia Polysperma, Ammannia Gracilisque que estavam crescendo emersas mudei a agua ontem. (TPA) quer dizer troquei-a pelo do aqua principal. (nem gastei agua da rede hehehe) O cubo tinha os NO2, NO3 a zero, o PH estava a 6,5 pela decomposição de algumas folhas, alguns musgos, e pelos vistos alguma matéria que ainda estava agarrada ao troco de videira (mal tratado/raspado )que tem que ser decomposta. o tronco esta a criar aquela gosma tipo gelatina (logo desaparece) o GH 7 e KH 6