Agua Quente


Recommended Posts

Desde já saudaçoes a todos os users deste forum.

Coloco este post no sentido de saber se para alem do cloro existe mais algum problema em adicionar agua quente (directamente da torneira) após uma tpa.

Na certeza que me poderão ajudar,

Abraços

Link to comment
Share on other sites

Vivas. Saudações recíprocas da minha parte :D

 

Eu, sinceramente, experimentei colocar água que julgava eu estar minimamente tépida num aquário que ia por a ciclar e para grande espanto meu, após medir a temperatura da água, já dentro do aquário, constatei que esta se encontrava na região dos 35/37 ºC :D Talvez seja devido a não termos uma sensibilidade de temperaturas muito grande (pelo menos eu não a tenho para diferenciar uma temperatuira entre 25-30º C)

 

O meu conselho, e espero que as restantes pessoas concordem comigo, é que mais vale colocar a água à temperatura ambiente e deixar o termostato fazer o seu trabalho. Também se tivermos em conta que apenas uma parte da água total do aquário é que é substituída (não andamos a fazer TPA's de 50 % para cima...) a diferença de temperatura não será tão brusca.

Admitindo que os calores específicos da água do aquário e da torneira são idênticos, ao fazermos uma TPA de 50% a temperatura após a mistura das duas águas seria uma simples média entre as duas temperaturas iniciais.

 

Espero ter ajudado.

Cumprimentos.

Luís Fortunato

Não respondo a dúvidas por MP...

Se querem ajuda, coloquem as vossas questões no Fórum para ficarem para a posterioridade. Assim, alguém que tenha a mesma dúvida no futuro fica com ela esclarecida usando apenas a Pesquisa.

Link to comment
Share on other sites

Ola amigo Luis

De facto esse problema da agua muito quente não me perturba, uma vez que tenho controlo digital permanente de temperatura qe vaí a décima de grau Celsio, por isso conforme vou adicionando tambem faço a monotorização permanente desses valores, quando coloquei o post no forum pretendia saber se ao adicionar agua quente directamente da torneira poderia ou não descontrolar outros valores(quimicos...por ex.) na agua.

De qualquer forma obrigado Luis pela tua contribuição.

Link to comment
Share on other sites

Eu não entendo muito disto, mas tenho ideia que se a agua for "aquecida" no esquentador, e se este for com a caldeira em cobre (99.9%) deles, agua pode vir com substancias nocivas. O mesmo se passa se for aquecido em tachos de aluminio..

 

Corrijam-me se estiver errado.

 

Nuno

Link to comment
Share on other sites

Olá novamente.

 

Pois, realmente não entendi a questão. Em termos do aspecto químico, que eu saiba, de nada (ou quase nada) vai influenciar o facto de teres água quente. Assim de repente só estou a ver o pH a aumentar ligeiramente, isto se tiveres uma bomba de CO2 no aqua. Pois ao aumentares a temperatura estás a favorecer que o ácido carbónico se transforme em H2O e CO2 diminuindo assim o KH e aumentando o pH (isto teoricamente, não sei se na realidade se passará exactamente desta forma, ou seja, de forma rápida). Pelo menos a forma que a gente em tem em eliminar o CO2 da água (por mais destilada que seja) é aquecer sempre com agitação e deixar arrefecer sempre com agitação (isto é importante em química se quisermos titular alguma solução com uma base, pois esta pode estar carbonatada).

De resto, as constantes de dissociação dos diversos sais serão maiores, ou seja, haverá um número maior de iões em solução do que é "normal". Mas, novamente, não creio que esses aumentos sejam significativos de forma a alterarem substancialmente qualquer condição do aqua.

 

Espero ter ajudado.

Cumprimentos.

Luís Fortunato

Não respondo a dúvidas por MP...

Se querem ajuda, coloquem as vossas questões no Fórum para ficarem para a posterioridade. Assim, alguém que tenha a mesma dúvida no futuro fica com ela esclarecida usando apenas a Pesquisa.

Link to comment
Share on other sites

Assumindo que a temperatura do teu aquário não varia mais do que 2 graus nessa adição não me parece muito mau.

 

Vejo no entanto 2 problemas:

- A questão do cobre.

- Temporariamente ficas com duas regiões de temperatura e qualquer peixe que vá investigar pode-se dar mal.

Nuno Antunes

Mantenho:

Tropheus brichardi ujiji "Katonga"

Tropheus moorii Lufubu

Apistogramma hongsloi

Link to comment
Share on other sites

obrigado pelas vossas ajudas, no entanto elas levantaram-me ainda mais algumas duvidas, que são:

A minha agua é aquecida nm cilindro (recente...desconheço o material em que a cuba destes cilindros novos de alta pressão é feita)

Quanto ao cobre, sera que podias explicar melhor isso Luis??

obrigado a todos,

Link to comment
Share on other sites

Qualquer caldeira é revestida a cobre.

O cobre adiciona-se (por assim dizer) à água. Quando a bebes e ela te sabe a metal é disso.

Os peixes são muito pouco tolerantes a metaais pesado e alterações quimicas, por essa razão simples as TPA's nunca devem ser suoperiores a 30 a 40%.

Caudatas do it better.
banner.jpg

Link to comment
Share on other sites

Boas,

Se existe algum problema ou não associado à água quente da torneira isso não sei, o que posso constactar é que eu sempre o fiz e nunca notei problemas nem alterações de comportamento nos peixes, e não estou a falar de uns meses, estou a falar de uns anos largos :P

Só no verão é que utilizo água fria.

 

cumps

João Magalhães APC #45

 

http://joalmag.blogspot.com/

Link to comment
Share on other sites

Olá mais uma vez.

 

Quanto ao cobre, sera que podias explicar melhor isso Luis??

Não sei se te enganaste ao ler o nome. Em todo o caso posso deixar aqui o meu contributo. A parte química do fenómeno.

Vamos lá começar então:

Como deves saber numa solução aquosa há sempre iões dissolvidos, o caso mais conhecido é a água salgada. Pegas em Cloreto de Sódio (NaCl), deitas para dentro de água e ele dissolve-se. Até aqui tudo bem. Mas depois começas a deitar cada vez mais NaCl... cada vez mais. Hás-de chegar a uma altura que por mais NaCl que deites lá para dentro ele não se dissolve, precipita, fica sobre a forma sólida, cristalina como a conheces (pedras de sal). A este tipo de solução chama-se uma solução saturada. Quer dizer que as concentrações de Na+ e de Cl- são máximas, não se conseguem ultrapassar deste valor (eu agora nao sei o valor tabelado, mas também é questão de ir procurar).

Esta seca de aula toda para quê? Para te explicar agora a parte do Cobre. Como tu também deves saber há coisas que se dissolvem melhor que outras na água. Um exemplo é Carbonato de Cálcio (CaCO3) e Bicarbonato de Sódio (NaHCO3), são quase a mesma coisa e no entanto deitas uma pedra de calçada para dentro de água (por mais partida que ela esteja) e não se dissolve (senão coitados dos nossos passeios quando chovesse) e no entanto, se já fizeste CO2 caseiro sabes que o Bicarbonato de Sódio dissolve-se "completamente" na água.

Rematando, consoante a molécula, mais ou menos ela se dissolve em água. O caso do Cobre e do Alumínio é que têm produtos de solubilidade (Kps's) muito baixos (o Kps basicamente é uma constante que mede a capacidade de uma molécula se dissolver em água, quanto maior for, mais se dissolve a molécula). Ao terem Kps's baixos podes pô-los em contacto com a água que em princípio o número de iões que passa do estado metálico para ião (para a água) não é muito grande. Mesmo que seja um bocadinho, é numa concentração tão baixa que os organismos nem o detectam.

Mas finalmente entra agora o problema da temperatura. As constantes de solubilidade aumentam com a temperatura. Quanto maior for a temperatura, mais se dissolverá uma substância. Obviamente, que consoante a substância essa dependência, face à temperatura, será maior ou menor.

No caso do Cobre e do Alumínio o aumento de temperatura poderá aumentar a concentração de iões de forma a que esta atinja um patamar que possa causar problemas aos peixes. Agora valores concretos ou mesmo aproximados não te poderei ser útil de maneira nenhuma. Não percebo nada de toxicologia. Só aprendi que qualquer coisa que seja em demasia faz mal (menos o $$$$$ :P). Por isso se vires um químico a despejar um balão com um produto muito tóxico pela pia abaixo não te assustes. Ele vai-te dizer que aquilo vai ser muito diluído até chegar aos peixinhos, e com razão...

 

Bem espero que não tenham adormecido a meio da aula.

Portem-se bem.

Luís Fortunato

 

PS: O Cobre nem é dos metais pesados mais perigosos para a nossa saúde... Experimentem ler coisas sobre mercúrio e cádmio em lençois freáticos (acho que é assim que se escreve) para verem em quão pequenas quantidades eles são extremamente tóxicos.

Não respondo a dúvidas por MP...

Se querem ajuda, coloquem as vossas questões no Fórum para ficarem para a posterioridade. Assim, alguém que tenha a mesma dúvida no futuro fica com ela esclarecida usando apenas a Pesquisa.

Link to comment
Share on other sites

desculpa lá a gralha do "Luiz" IVANPANTZ

Eu não fiquei chateado... Talvez não me tenha expressado da melhor maneira. O que eu queria dizer é que quem introduziu a questão do Cobre das caldeiras não fui eu. Foi o Slash e ele chama-se Nuno. E como sou o único Luís (e não Luiz :x-mas: ) que "postou" neste tópico, fiquei um pouco admirado teres-me perguntado a mim... só isso.

 

Cumprimentos e sempre às ordens

Luís Fortunato

Não respondo a dúvidas por MP...

Se querem ajuda, coloquem as vossas questões no Fórum para ficarem para a posterioridade. Assim, alguém que tenha a mesma dúvida no futuro fica com ela esclarecida usando apenas a Pesquisa.

Link to comment
Share on other sites

Caro amigo!

O facto de adicionares agua fria a um aqua que tenha uma temp. de 26/28Cº e esperar que o termostato a aqueça,corres o risco de criar choques termicos a determinadas especies de peixes o que não te dara bons resultados (ex.íctio ichthyophthirius)

Cumprimentos

Álvaro

Link to comment
Share on other sites

Boas

 

Eu devo ser em termos de know-how o mais novato dos novatos aqui, no entanto, sempre me pareceu natural aquecer a água durante TPAs. Faço-o no entanto com toda a paciência e com a ajuda da minha mulher, lentamente. Faço TPAs literalmente com uma mangueira ligada à torneira e lentamente vou acrescentando mais pressão quente ou fria conforme a minha mulher me dá indicações.

 

Como ela consegue uma sensibilidade para saber se a água está fria ou quente é simples: a mão com que mede a temperatura está constantemente molhada pela água do aquário, logo consegue perceber rapidamente se a água que eu estou "fornecer" está à temperatura ideal.

 

Conseguimos fazer TPAs semanais de 15 a 20% do aquário sem oscilação da temperatura entre o inicio, com a remoção da água, até ao fim com a colocação da água "nova".

 

Relativamente ao cobre e outros metais pesados. Os produtos que uso para remoção do cloro também fazer (salvo erro) a ligação dos metais pesados tornando-os tanto quanto sei menos nocivos para os peixes.

 

Desde que iniciei este processo que noto uma grande paz no aquário durante todo o processo, o que não se verificava no passado por uma série de circunstâncias que não são relevantes.

 

Embora o meu aquário ainda não tenha feito um Verão, pretendo adicionar água fria só a partir do Verão, dado que as temperaturas na minha casa, nos meus canos e logo da água canalizada são perto dos 5º graus e não consigo imaginar fazer um TPA sem que use a água temperada.

 

Um abraço

 

Vlad!

Se xcreves axim e eu respondi é pk tivxt sorte.

Link to comment
Share on other sites

Viva pessoal,

Pelos vistos ainda sou bem mais novato do que todos vocês (ando nisto há 2 semanas) mas parece-me que a maneira como faço é mais fácil e garante que corre tudo pelo melhor. Eu deixo a água a descansar num balde durante uma semana já com a respectiva dose de AquaSafe. Na altura da mudança tiro um copo dessa água e levo ao micro-ondas a aquecer. Misturo com a restante (do balde) e assim sussecivamente até atingir a temperatura da água do aquário (vou aferindo com o mesmo termometro do aquário). Depois de estar à mesma temperatura é só coloca-la no aquário.

Cumprimentos,

Luís Almeida

Link to comment
Share on other sites

Olá a todos

 

Desde já também quero desde já dizer que sou maçarica nestas andanças.

 

Com a montagem do meu 600L com altura total a 1,50, tivemos rapidamente que arranjar uma solução para as TPA's, pois o velho método do alguidar já não dava.

 

A nossa opção foi tirar a água directamente da mangueira, passando por um copo/filtro. A questão é que antes de meter a mangueira no aquario, achámos a posição certa da temperatura no esquentador e depois, num alguidar, mede-se a temperatura. Só quando a temperatura fica certa e regular é que se mete a mangueira no aqua.

 

Assim, abandonei os alguidares, as dores nas costas abandonaram-nos e deixei de usar os produtos para tratamento da agua.

 

Fica aqui a minha experiência.

 

Um abraço

Anita

Link to comment
Share on other sites

Olá Anita

 

Quem me dera ser um maçarico com um aquário de 600L :)

 

Só uma coisa, o que é que esse método tem a ver com a utilização de produtos de tratamento de água? Necessitas na mesma de anti-cloro pelo menos, não?

 

Vlad!

Se xcreves axim e eu respondi é pk tivxt sorte.

Link to comment
Share on other sites

Com o aquecimento da água e a sua passagem por um filtro onde é remexida o cloro evapora-se antes ainda de atingir o aquário... por isso é um meio muito eficaz e dispensa realmente os anti-cloro.

 

Uma coisa com piada que noto no aquário da minha esposa é que os guppies alinham-se todos contra a corrente da mangueira sempre que fazemos TPA's.

Nunca colocamos a água directamente no aquário mas sim na sump onde depois é misturada, aquecida e devolvida ao aquário.

Talvez o produto que usamos tenha algo que os peixes gostam (vitaminas sabemos que tem) mas o que é certo é que parece que lhes estamos a dar de comer... é um frenesim perto da mangueira que só visto :)

Nuno Antunes

Mantenho:

Tropheus brichardi ujiji "Katonga"

Tropheus moorii Lufubu

Apistogramma hongsloi

Link to comment
Share on other sites

Darius os guppies adoram TPA's... adoram agua "fresca"...e também uma das razões. Eles estão todo o ano a espera da epoca das chuvas, que traz comida em grande quantidade.

 

Por isso ficam felizes da vida quando sentem agua nova = comidinha fresca.

<span style='font-size:6pt;line-height:100%'>Projecto Blue Moscow</span>

Link to comment
Share on other sites

Boas:

 

depois de ler estes post´s, acho curioso/trabalhoso o metodo usado por alguns aquaristas no aquecimento da agua nos TPA´s, eu sempre coloquei agua directamente da torneira nos meus 4 aquarios ( embora ela entre sempre dentro do filtro primeiro, pois este é que a tira e a coloca dentro do aqua) como so troco 1/3 a mistura é aceitavel, e os peixes gostam de agua fresca, pois no habitat natural muitos deles aproveitam a epoca das aguas mais frias e de chuvas para a reprodução.

 

Mas no entanto não deixa de ser uma opção para os TPA´s.

<-- João Campos -->

<-- APC # 166 -->

Link to comment
Share on other sites

Este tópico tem mais de 6 meses de antiguidade... Se fizer sentido, por favor considere criar um novo tópico em vez de reactivar este. Obrigado!

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.