Nuno Antunes

.Membro Ausente
  • Content Count

    2,664
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Nuno Antunes

  1. Para aumentares o KH (e por arrasto o ph) podes usar bicarbonato de sódio. Compras isso barato em embalagens pequenas no hipermercado. Se preferires tamanho "jumbo" procura numa agriloja (vende produtos para a terra, sementes, etc) O produto da sera funciona mas fica-te mais caro. O ph de 6,7 por si só não apresenta problemas. Já o kh de 0,1 significa que não tens reservas de alcalinidade. Sem reserva de alcalinidade, as alterações de ph são mais bruscas e em ultima análise podem provocar estragos consideráveis na fauna e flora do aquário.
  2. Eu acho que não queria Zé. O pessoal sabe que muitos de nós reagem de forma acalorada a estes temas e portanto é uma boa maneira de picar e promover 2 páginas de tópico de conteúdo praticamente 0. Já agora sobre os papagaios, ninguem sabe bem como são "criados" e há muitas suposições mas a melhor aproximação aponta para um crusamento entre 2 espécies, embora haja outras opiniões que defendem que é o resultado de um crusamento de 2 espécies e depois crusado novamente com uma terceira. Existe muita especulação sobre o bicho, ao que também não ajuda ninguem saber os verdadeiros "pais". Infelizmente os papagaio são a face mais visivel da manipulação de espécies, mas não são os unicos, diria que são os verdadeiros peixes ornamentais.
  3. Ó Sara... estás distraída! O wahit escreveu logo no inicio do tópico que não queria mais africanos e como tal, brevis e companhia estavam de lado
  4. Boas A resposta a essa pergunta depende de uma coisa apenas... o KH. Se tens por exemplo um ph de 8 na torneira mas com um kh de 5 por exemplo é muito possivel que com co2 o metas a 7 ou mesmo inferior. Mas se por outro lado tiveres um ph de 8 acompanhado com um kh de 10 ou superior aí também o consegues meter a 7, mas a concentração de co2 na água torna-se muito perigosa para os peixes. O ideal será fazeres as trocas com água cortada, ou seja, parte de água de garrafão e parte água da torneira. Serão necessárias algumas experiencias feitas em recipientes à parte para acertares com as quantidades de uma e outra mas depois é sempre seguir a regra e esperar que a empresa de abastecimento de águas não te dê a volta. Em minha casa por exemplo a água da companhia sai na torneira com ph 7,3 mas depois de 24h num aquário vazio o ph revela o seu verdedeiro valor... 8. Como é que isso acontece? Suspeito que a companhia meta co2 na água ou outro componente que com a agitação da água se volatiliza. é uma questão de tentares e te manteres atento.
  5. Não disseste nada sobre a opção salobra... Estive a ver e tens peixes magnificos na água salobra, coisas lindas e totalmente fora do normal. Poderão ser um pouco mais dificeis de encontrar no nosso mercado mas aparecem em alguns lados e já os vi listados nos fornecedores nacionais. E sem plantas de espécie nenhuma podes por exemplo optar por um biotopo de mangal que deve ficar muito interessante num pequeno aquário de 60L . Sei de quem tenha um aquário assim e fica muito interessante.
  6. Exacto Aliás já aqui à uns tempos circulou aqui no forum um tópico se não estou em erro da era de aquarios e nele havia um malawi densamente plantado que todos diziam ser uma montagem. No fim veio-se a verificar que não era montagem e o aquário era efectivamente densamente plantado, com injecção de co2 engarrafado, etc e o unico problema era o ph demasiado baixo para mbunas (se não estou em erro estava a 6,5 ou 7). Sobre ser possivel manter plantas com mbunas, é totalmente possivel desde que usando alguns truques (plantando em vasos, entre as rochas por exemplo) e obviamente não nos importando muito as inevitáveis aparedelas que os meninos lhes vão fazer. Eu tenho sempre plantas com os mbunas e até com os tropheus e eles não lhes tocam, mas eu alimento os meus bichos num regime em que só não lhes dou de comer 1x por semana. Optando por um regime de dia sim, dia não acredito que as plantas tenham uma vida mais curta Sobre o manter um densamente plantado com mbunas comedores de plantas, também será possivel desde que obviamente as plantas crescam mais que o que os mbunas lhes comem todos os dias, mas isso num aquário de grande dimensão não será muito dificil de atingir digo eu.
  7. A rocha viva é normalmente bastante cara e como tal acho que se a venderes aqui no forum de certeza que encontras comprador para ela. É uma questão de fazeres um tópico na área de classificados e ver se há comprador.
  8. Não creio que tenhas percebido bem o que é o kh e de que forma este influencia o ph num aquário. Na natureza tudo tende sempre para um equilibrio, certo? E por norma se tentares alterar um equilibrio a reação irá ser no sentido de repor o mesmo. Com o ph a coisa funciona da mesma forma. O valor do ph mede a concentração de iões positivos de hidrogéneo ao passo que o kh mede a alcalinidade geral do aquário. Do que sabemos sobre o kh ele ajuda no efeito tampão, ou seja ajuda a garantir que um dado ph da água não se altera por adição de soluções ácidas ou alcalinas na água. Um valor de ph elevado não implica que o kh seja elevado como tu próprio estás a verificar. O que acontece no teu aquário é que o kh tem estado a diminuir pois tens adicionado água ácida e ao aplicar o principio da solução tampão o kh "gasta-se" diminuindo assim a sua concentração. O problema é que quanto mais baixo descer o kh, menos estável fica o ph, ou seja uma quantidade cada vez menor de ácido/alcali bastará para o fazer variar. A ser assim significa que cada vez mais pequenos fenómenos que ocorrem no aquário terão influencia directa no ph fazendo com que este se torne demasiado oscilante, algo que a vida animal no aquário não irá apreciar nada. Se realmente queres baixar o teu ph, não precisas de mexer mais no kh, bastará que uses injecção de co2 por exemplo para teres o ph a descer consideravelmente. Agora toma é atenção porque variações de ph superiores a 0,2 são incómodas para a maioria dos peixes e é preciso não esquecer que o ph é uma escala logaritmica, ou seja um ph 6 é 10 vezes mais ácido que um ph 7.
  9. Verdadeiras toupeiras os nossos meninos, tenham eles a granularidade de areão que tenham. Já vi aquários com areão daquele bem grossinho e os amigos africanos numa grande azafama a fazer as suas construções. A unica diferença é que em vez de levarem uma boca cheia de areia, levavam uma pedra de cada vez. Sobre o areão preto a ideia que tenho dele é que escurece um pouco as cores de alguns peixes ao não reflectir tanto a iluminação.
  10. Fernando, desculpa lá mas na minha opinião a sump nem para os africanos serve de muito pois eles adoram seguir corrente e no meu caso passava a vida a pescar os gajos da coluna seca, para alem que como sujam muito a água precisas sempre de filtros mecânicos no aquário pois a recolha de água é na superficie, mas o lixo fica no fundo. Manutenção de uma sump também não é fácil, especialmente limpar os detritos que com o tempo se acomulam nos compartimentos, pois estes são normalmente pequenos. Para mim a sump em água doce (usei durante 1 ano e picos uma) tem mais desvantagens que vantagens. Vantagem: - Aumento da massa total de água do sistema - Aumento da capacidade de filtragem - Esconder o equipamento Desvantagem: - Díficil de limpar devidamente (não a vamos tirar fora e lavar como fazemos com um filtro) - O elevado fluxo de água gera mais perdas de calor e água por evaporação, logo maiores reposições de água, maior gasto de electricidade para aquecer a água, aumento da humidade no ar (cheguei a ter 95% de humidade no ar) - Se não for bem "calibrada" podes ficar com bombas a trabalhar a seco e com ruido. - Precisa de mecanismos cuidados para evitar efeito de sifão em caso de falha de luz. - Não evita a necessidade de filtragem mecânica eficiente, logo a vantagem do material escondido perde-se. É pelo menos a minha opinião sobre as sumps baseado no que experimentei e que me levou a optar em definitivo por filtragem assente em filtros externos.
  11. Apenas areia e água e 60l? Assim de repente tenho algumas dificuldades em te apontar alguma coisa, talvez alguma espécie de água solobra se possa adaptar a esse ambiente sem grandes problemas, mas não as conheço bem e nem sequer sei se consegues encontrar isso com alguma facilidade.
  12. Podes optar por não usar HQI, mas nesse caso terás de chegar a situações de compromisso de ambos os lados. Tanto em plantados como nos salgados usa-se o HQI pela qualidade da iluminação e pelas alturas de coluna de água envolvidas serem demasiado altas para a iluminação convencional de t8/t5 atingir o fundo com a qualidade necessária. Da ideia que tenho das HQI o consumo é pesadão mas não tendo eu nenhuma em casa pouco mais te posso dizer em relação a isso. Do que sei dos salgados o unico equipamento "extra" é o escumador e eventualmente as bombas de circulação, mas nenhum desses me parece ser um consumidor nato. Já as hqi e os termoestatos me parece que fiquem com a fatia de leão do consumo electrico. Aliás basta fazeres contas... 2 HQI de 150W com 2 termos de 200W dá-te logo 700w de consumo, o que é significativo.
  13. Boas Este tópico deverias ter colocado no sub-forum de inicio e não no conversa aquática... Sobre o que perguntas, visto seres brasileiro eu diria que deverás ter nos rios e riachos por aí plantas que nós aqui só podemos ter comprando por isso acho que podes usar sim Sobre o substrato a mesma coisa. Podes recolher substrato na natureza, só tens de o lavar bem depois e de preferencia fervê-lo antes de o colocares no aquário. Por fim água de poços e nascentes também podes usar desde que o ph seja o adequado aos peixes que queres manter e acima de tudo os pontos de recolha, em especial nas nascentes, não estejam sujeitos a poluíção.
  14. De facto, e dado o que já aqui foi referido é um valor demasiado elevado. Dei-to com base num projecto análogo que acompanhei e que já vai com quase 25mil de investimento, mas no caso desse aquário o dono tem uns kilos bem valentes de rocha viva metidos no aquário e isso é normalmente o que pesa no orçamento. No teu caso e fazendo as contas sem ser por palpite, diria que o valor indicado pelo Luís (que percebe bem mais de salgados que eu) estará mais dentro do normal, talvez acresça um bocado dependendo do investimento em rocha viva. Do que me disseram sobre a rocha viva, tem de haver uns 30% do volume do aquário em rocha viva (Luís, é uma barbaridade?). Como o teu aquário levará uns 550L de água, isso dará algo como 165Kg de rocha viva, que poderás diminuir usando a técnica aqui já falada, de meter metade rocha viva e metade rocha morta. Poderá ser possivel, depende apenas dos gastos de iluminação que são mais pesados, muito por culpa das HQI que consomem brutalmente. Em salgados acho que usar sump é normal, já nos doces nem por isso. Sobre o aquário o patrocinador redfish tem no seu espaço online uma tabela que te permite saber o valor do aquário, outras casas em Lisboa como a Vidromoldura por exemplo ou mesmo a scalare em setubal também costumam fazer aquários. A scalare é inclusivamente fabricante. As colunas secas só precisas se fores meter uma sump para um salgado mas existem outras soluções que não obrigam a furar o aquário permitindo assim passares de água doce a salgada sem precisares de fazer grandes aventuras.
  15. Bom, fazes 2,5M de comprimento e deixas uns miseros 45cm de largura? Eu iria para os 50 ou mesmo 60cm de largura, pois dá-te mais espaço para trabalhares o recife e teres uma zona de areia. Mas atenção que eu de salgados não percebo nada e posso estar a dizer uma barbaridade. Agora, eu não fazia uma coisa dessas em salgado, simplesmente porque não teria dinheiro para o equipar. Tenho acompanhado aí umas aventuras de salgados "mega" e digo-te que ficam uma fortuna na montagem, pois levam imensa rocha viva e só para isso é uma renda. Para uma coisa com o tamanho que queres eu apontaria para não menos de 10mil euros em equipamentos e rocha, não sei se isso é muito dinheiro para ti ou não, para mim é. Sobre a sump, um aquário de 60 é muito pequeno para sump de um de 2,5m. Eu apostaria numa sump de 120cm pelo menos. Aghora é veres o que podes gastar, masaconselho-te a pedires orçamentos primeiro pois estás a olhar para valores muito consideráveis.
  16. Parece-me que essa pedra que aí está é calcária, assim de repente até me parece um pedaço de rocha morta, usada nos aquários de salgados. Se for efectivamente calcária, essa pedra vai fazer subir o ph um bocadinho.
  17. Antes de mais bem vindo. Começo já por te dizer que terás talvez mais respostas se colocares os tópicos nas áreas correctas, o que no caso do teu tópico de duvida, poderia ser o sub-forum de primeiros passos ou o sub-forum de equipamentos. Sobre a tua pergunta, não tens espaço para um filtro externo como? Não cabe no móvel onde apoiaste o aquário? Um filtro externo não é assim tão grande que ocupe um espaço imenso. Esse teu filtro interno tem uma bomba com que potência? Sobre o Co2 caseiro, sim tem resultados positivos, desde que as plantas estejam equilibradas.
  18. Isso não é um rebentamento... Num rebentamento o que acontece é o vidro estilhaçar por completo devido à pressão da água no interior do aquário. Nesse caso, a água é o menor dos problemas, dado que o vidro estilhaçado dum rebentamento tem a péssima mania de voar em todas as direcções, o que é algo extremamente perigoso. Um aquário rebentar é algo muito raro, o normal é o silicone ceder primeiro ou o vidro estalar e deixar vazar a água toda. Um aquário com vidro "embarrigado" é uma potencial bomba relógio.
  19. A tua sala é mosaico ou soalho? É que a meteres rodas só se tiveres uma superficia lisa, porque 260L de água mais decorações e afins é coisa para te chegar a 300Kg de peso ou mais e não queres de forma nenhuma saltos se estiveres a arrastar o móvel. Perguntavas anteriormente sobre rebentamentos de aquários, etc. Por norma o rebentamento de um aquário é um caso muito raro, mas se acontecer a água é o menor dos teus problemas. Pontos a verificar nos aquários não novos e que podem originar problemas: - Silicone a desfazer-se ou com aspecto ressequido. - Saber se o aquário esteve muito tempo sem água ou ao sol. - Verificar se quando cheio de água, notas embarrigamento nos vidros. <--- potencial elevado de rebentamento. O normal quando acontece uma falha no silicone é não ser "catastrófica" ou seja, notas uma poça de água e só se não actuares é que a poça vai alastrando e pode descolar parte do vidro.
  20. Bom, agora um pouco mais calmamente explicar o porquê da minha resposta. Lojas especializadas de aquariofilia vendem o quê? 1- Peixes 2- alimentação 3- Acondicionadores 4- Decorações 5- Equipamentos "pesados" (filtros, aquários, etc) Vejamos o panorama, dando uma vista de olhos pelo nosso forum: Temos encomendas conjuntas de: -Material diverso (só não se encomendam aquários porque não os enviam por correio) -Peixes -Comidas Alguém me pode explicar como é possivel uma loja fora de um grande centro populacional e inteiramente dedicada à aquariofilia sobreviver? Eu acho muito dificil porque a concorrencia torna-se quase impossivel. O que vai safando muitas lojas são as compras de outras coisas, como as rações dos cães, outros mamiferos, repteis, etc. Vejam por exemplo a encomenda de peixes tropicais. Muitos dos peixes encomendados nem sequer são raros no nosso circuito comercial, apenas mais baratos e alguns até são criados por colegas do forum. Já referi isto várias vezes, também já pensei como muita gente pensa, que os logistas metem margens malucas e absurdas, mas embora esses "exemplares" existam por aí já me dei conta que uma lojita pequena com um empregado, uma renda e gastos diversos ou mete margens de pelo menos 50% ou vai à falencia no primeiro ano. Já fiz dezenas de simulações em ferramentas da ANJE, do IAPMEI e os resultados são invariavelmente os mesmos, sem lucros de 50% pelo menos a loja abre falencia no 1º ano. Depois de me ter debruçado a sério sobre o assunto fiquei com uma ideia mais acertada do nosso panorama nacional, pelo menos o suficiente para perceber que as margens praticadas na aquariofilia não podem sequer ser de 50%, pois existem gastos extra com iluminação e água que têm de ser contabilizados. Depois existe outra questão. Quantos peixes compramos por mês? E comidas? e filtros,etc? Eu vejo por mim... tenho 5 aquários, 2 deles de grande dimensão. Comidas, comprei uma lata de comida no mês passado, vai sensivelmente a meio (dou o mesmo a todos os peixes). Material de manutenção comprei um iman de limpeza. Peixes? Nada. Ao todo terei gasto talvez 40€ em material/comidas em lojas de aquariofilia. É com clientes como eu que uma loja sobrevive? Quantos de vós são clientes como eu? E quantos compram online porque fica mais barato? É por este panorama que eu digo, Lisboa ou eventualmente Porto com sorte. Já espanha ou alemanha são países com uma tradição forte na aquariofilia e aí haverá mais chances (mas também concorrencia muito elevada)
  21. Abre em Espanha ou na Alemanha por exemplo. Por cá e totalmente especializada em aquariofilia só em Lisboa ou com um pouco de sorte no Porto tb.
  22. Não percebeste o objectivo do link... Não vais lá encontrar um howto dos aquários dos ramirezis. O que vais encontrar são vários aquários de vários colegas com ramirezis e nesses poderás ver o areão que foi usado, as plantas, etc. E se procurares nas fichas presentes no sub forum dos americanos eu diria que é quase certo que existirá lá uma ficha relativa a eles. Tens de fazer um esforço e procurar a informação, só assim poderás ser livre para decidires o que queres fazer. Imagina que eu te digo que só deves meter valisnérias no aquário porque eu acho que as valisnérias são muito bonitas. Mas isso não quer dizer que tu gostes delas ou sequer que se adequem ao teu tipo de aquário. Se não pesquisares, não saberás que as valisnérias podem até servir para ramirezis mas existirão outras opções de maior beleza e igual funcionalidade.
  23. Hmmm pois, e os cardinais que vais meter no aquário "hospital" são o quê? Se queres realmente ter um aquário hospital, podes usar um "penico" de 40L que estará sempre vazio. Quando precisas de fazer quarentenas, tiras o aquário enches com água do principal, filtro de ar e pronto. Sem decorações, sem confusões, porque queres ver os peixes bem e controlar comida no fundo etc. Como os tratamentos e quarentenas são normalmente curtos (2 semanas no máximo) as trocas de água podem ser feitas com água do aquário principal sem problemas. A maternidade é ainda mais fácil que isso. Arranjas uma caixa de plástico rectangular grande e depois abres um furo circular de cada lado (furo com o tamanho de um CD por exemplo). Depois, com rede de camaroeiro por exemplo, fechas os furos (silicone de aquário também funciona em plástico) e pegas na maternidade assim feita e aquário principal com ela. Só precisas de uma forma de a prender nas laterais (há quem use ventosas para isso). A vantagem de uma maternidade destas é que os pequenotes crescem com a água do aquário principal e com as variações regulares de lá. As desvantagens são o aspecto mais "tosco" da maternidade dentro do aquário e claro a possibilidade de teres peixes malabaristas que decidam ir fazer um petisco à maternidade.
  24. Bem, já vamos a milhas do assunto original do tópico, quase que mais vale pedir a um dos moderadores que crie uma nova conversa Em Coimbra é normal uma loja de 50m2 ter mais de 1000€ de renda e se a quizeres comprar pedirem-te na casa dos 150mil euros. São valores elevados... Nada disso, se calhar não percebeste o que quiz dizer. Lojas especializadas em aquariofilia só vale a pena em Lisboa e Porto. E isto porque a densidade populacional destas duas cidades permite manter a loja só com o mercado de aquariofilia embora com algumas dificuldades. Pois é... mas o problema é mesmo este, tu precisas das trelas e dos guizos se te queres safar em cidades como Coimbra ou outras. Repara, andei a fazer muitas continhas na folha de excel que aqui coloquei. Para as coisas serem mais ou menos equilibradas uma loja tem de realizar na casa dos 200€ diários de vendas e ter margens de lucro não inferiores a 50% (partindo de uma renda de 600€ mensais e apenas 1 funcionário a receber o salario minimo) Onde é que numa loja especializada em aquariofilia e na zona centro (já nem falo em Coimbra) tu fazes 200€ diários? Um peixe custa uma média de 2 ou 3€, uma lata de comida uns 10€ (e dura imenso). Vendes um filtro? um aquário? mas isso é de vez em quando, não é constante. Se não tens a bela da ração, a trela, o anti pulgas e etc não tens hipotese. E basta olhares aqui para o forum com os seus 25mil membros e veres que percentagem desses é da zona centro. Somos poucos, muito poucos.