José Pedro

Moderador GERAL
  • Posts

    1,042
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    32
  • Country

    Portugal

Everything posted by José Pedro

  1. Com um bocado de mangueira de ar faça um circulo (tipo aro de anjo) e ponha à volta de onde o filtro cai na água
  2. Então se tem 7L, eu trocaria parte da água a cada 2 dias, ode ser com um pote, mas de vez em quando convém sifonar o fundo, para aspirar restos de comida e os dejetos do peixe (fezes). Usar sempre água tratada (com um anti-cloro) e preferencialmente que tenha taninos.
  3. Sim é um processo demorado. Se vir uma barbatana translucida, é porque está a regenerar. E elas voltam ao que era. Precisa é de tempo.
  4. Com a introdução das folhas de catappa vai melhorar de certeza.
  5. É só lavar a folha e meter lá dentro. E deixar ficar até ela se ter desfeito por completo. Sim, eles adoram água escura.
  6. O stress pode causar efetivamente a desfiação das barbatanas. O ideal será colocar folhas secas de cattappa (Amendoeira da India), no aquário. As propriedades dos taninos vão ajudar o peixe a acalmar e funcionam como bactericida e "antibiotico", fortalecendo o sistema imunitário do peixe. A água fica amarelada, mas é esse amarelado que é benéfico ao peixe.
  7. Como eu te entendo, mas depois todos se enchem de vontade, para virem dizer que estava uma porcaria. Contar com o trabalho dos outros, é sempre excelente. Fez-se o que se pode, com o que e tinha, no tempo que no deram, não foi mal de todo, mas podia ter sido melhor. Para trás mija a burra (desculpem-me a expressão).
  8. Sim, pode. Antes de mais. Está a dar banhos de sal grosso ao sei peixe, porque razão? Sim, deverá sifonar os dejetos com um tubinho de ar. O termostato, pode usar o mesmo, bastará desinfetar o mesmo. Quanto ao período que decorre d ciclagem, sem testes é impossível estar a dizer se completou ou não o ciclo. Tem de arranjar um teste de Amónia, para saber quando ela reduziu, depois de ter subido. Pode por a água dentro de garrafões, levar para a nova morada e pronto. Uma coisa que noto é que está a levar isto muito à letra. Com produtos XPTO e com prazos de dias certos. Não é bem assim que funciona. A ciclagem leva um determinado tempo e está dependente de muitos fatores. Sem sabermos ao certo quais esses fatores, apenas poderemos especular pelo tempo que a mesma possa levar até estar completa, daí a utilização de um teste de amónia para saber. Assim que atinja o pico e os valores comecem a diminuir, poderá começar a efetuar TPA's regularmente. Relaxe, isto é suposto ser um hobby, não um monte de preocupações. Está a fazer disto um bixo de 7 cabeças e o que funciona nos bettas, normalmente não funciona com outros peixes e vice-versa.
  9. Na minha opinião, os melhores filtros a usar o serão os de esponja, ou os de mochila. Na minha opinião, todos estes filtros fazem sempre corrente a mais.
  10. Boas malta dos salgados Como todos já sabem, ou deverão saber, a PETFESTIVAL vai-se realizar no fim de semana de 20 a 22 de Maio naFIL, em Lisboa. Há alguém que queira estar presente e expor um Nano? Ou dois? Ou três? quem tiver interesse, por favo rentre em contacto comigo.
  11. Boas pessoal Como muitos de vocês já saberão, a PETFESTIVAL vai realizar-se no fim de semana de 20 a 22 de Maio, na FIL Falta preencher-nos algumas lacunas, nomeadamente plantados. Alguém interessado em expor durante os dias da feira os seus plantados? Quem quiser, que entre em contacto comigo, por favor.
  12. E aqui fica a foto dos 3 alevins que estão no aquário com os pais.
  13. Só para fazer um update. Encontrei 3 alevins a nadar no aquário dos pais
  14. 28/01 - 19º dia da incubação fui alimentar os peixes e reparei que o macho estava bem mais ativo e na frente do aquário. Alimentei a fêmea e para meu espanto ele veio roubar a comida à fêmea, portanto das 2, uma. Ou libertou os alevins dentro do aquário e é impossível no momento encontrar os alevins lá dentro. Tendo em conta que é a primeira "boca" do macho, não me estranha que não tenha conseguido levar a postura até ao fim. Acontece. Entretanto dos 4 alevins que tenho vindo a criar fora do pai, perdi mais um e já só tenho 2, que lá se vão aguentando. Vamos ver.
  15. Bem vindo à nossa comunidade de aquariodependentes. Antes demais parabéns pela ideia outside of the box do bolo. Ficou excelente. Tanto a Vera como o Tozé já te disseram tudo para já. Ficamos à espera de novidades.
  16. Os meus Betta antuta Full mask, resolveram criar, faz hoje 14 dias, ou seja no dia 10 de Janeiro. O macho há 14 dias qque traz as crias na boca. Tratando-se da minha primeira postura de antutass, parti do pressuposto (mal) que o tempo de incubação dos antuta seria semelhante aos dos outros incubadores bocais que tenho, como os patoti e os albimarginata, que normalmente ao fim de 10 a 12 dias, nascem os alevins. Ora ao 10º dia da postura, resolvi apanhar o macho e po-lo separado numa caixa para ver se ele largava as crias, pensando eu que já estariam desenvolvidas e prontas a sair da boca do pai. Normalmente, assim que trocamos o pai para outro recipiente, o "stress" da mudança, faz com que eles larguem os alevins, ou então no pior dos casos, que os engulam. Ao fim de 10 minutos na caixa, nada de alevins. Resolvi pegar no peixe e fazer o que normalmente se faz nos cicilideos africanos e tirar eu os alevins. Tarefa nada fácil e que eu não recomendo a ninguém. Nada de alevins. Dei conta de terem saido 4, mas ainda tinham um saco vitelino, muito grande, logo não estavam minimamente prontos para serem libertados pelo pai. Voltei a soltar o pai no aquário (e sim, não engoliu a restante postura e continua a cuidar deles) e resolvi eu tratar destes 4 alevins, se funciona com ciclideos africanos, porque não funcionaria com os bettas? Ora bem, arranjei um grasco, uma bomba de ar, mangueira e uma torneira e vai de montar a coisa o mais simpes possível. Vai borbulhando, para haja algum movimento na água e não crie fungos. Dos 4 que tirei, apenas 3 ainda continuam vivos. Tenho acompanhado a evolução deles e deixo-vos aqui algumas fotos de como estão, hoje no 14º dia de incubação. Creio que os que estejam na boca do pai, apresentem o mesmo desenvolvimento destes. Prometo ir atualizando isto. Dia 15. O saco vitelino está menor e os alevins estão cada vez mais ativos. Mexem-se mais, mas ainda não nadam.
  17. Infelizmente ao 4º dia o pai resolveu engolir os ovos. Postura perdida.
  18. A Associação Portuguesa do Betta, convidou o Tiago Ralha, para uma conversa descontraída sobre a Aquariofilia em geral em Portugal Não percam no próximo sábado dia 22, pelas 19h. Evento - Aquariofilia em Portugal, à Conversa com Tiago Ralha
  19. Hoje tive a sorte de estar no sitio certo à hora certa e consegui filmar a desova dos meus Betta patoti Balikpapan. Agora é esperar a dias até os alevins nasscerem. O pai vai guardá-los na boca e eles saem da boca do pai, já formados e a nadar e com tamanho suficiente para aceitarem artémia recém eclodida. Os pais não comem os filhos. Desova de Betta patoti Balikpapan
  20. A minha regra é sempre o maior possível. Se puder ser de 80, é sempre melhor
  21. É para veres como esta malta me trata...
  22. Olá e boa tarde. 30 Lts para 3 fêmeas é manifestamente pouca litragem e espaço para elas. Os bettas splendens (sejam machos ou fêmeas), são peixes territoriais, sendo que as fêmeas são mais tolerantes. O que aconteceu, foi que elas sairam do seu território e foram para um território novo que não era de ninguém e uma delas dominou as outras 2 (normal acontecer). Como costumamos dizer. betta splendens é para manter sozinhos e no caso das fêmeas podem manter-se várias, mas com algum espaço e 30Lts, não é suficiente para as 3. Ou aumenta o aquário, ou diminui o numero de fêmeas.
  23. Sábado, dia 15 de Janeiro, pelas 15h vamos estar à conversa com Rodrigo Almeida, criador premiado internacionalmente. Não percam, em direto na página de Facebook da Associação Portuguesa do Betta (https://www.facebook.com/APBetta/)
  24. Provavelmente chegará, no entanto tu já andas a perguntar o que é que lá podes por com ele.