João Cardoso (Kadoxu)

Registo Particular de Lojista
  • Posts

    1,398
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    58
  • Country

    Portugal

Everything posted by João Cardoso (Kadoxu)

  1. Depende do método que utilizares. No primeiro salgado que tive, utilizei um método (método Triton) em que não era preciso fazer TPAs. Num ano devo ter feito só 2 ou 3 TPAs e uma delas foi por causa de tratamentos para eliminar pestes. De tempos a tempos enviava uma amostra de água para o laboratório da marca, que me enviava os resultados da análise e dicas de como ajustar a dosagem dos químicos que fazem parte desse método. Para este, pelo menos para já, vou optar pelas TPAs semanais. Mas com o "amadurecer" do aquário a frequência das TPAs pode-se reduzir, porque com o filtro de rolo e com o escumador, uma grande parte da "nhanha" é retirada da água antes de produzir Nitratos e Fosfatos, que é o que queremos retirar com as TPAs.
  2. Se eu consegui cortar vidro para montar 5 aquários com uma ferramenta de 10€, um vidraceiro há-de conseguir fazer uma tampita... 😆
  3. Dependendo do local onde tem o aquário, um termostato dos mais fracos, de 25W é mais que suficiente. Naquelas lojas maiores dos Chineses costuma haver termostátos pequenos a 5€. Se quiser optar por uma coisa um pouco mais fiável, qualquer loja de aquariofilia tem disso. Eu mantenho a temperatura dos meus bettas a 25-26ºC.
  4. Habemus água salgada! Problemas: Tive que fazer a água de osmose diretamente no aquário. Não tinha nenhum recipiente de 200L por aqui. O que podia correr mal? Eu explico. Acabo de encher tudo, meto o sal, espero umas horas, meto a areia viva (com bactérias) e as rochas... e descubro que o único tubo a que não conseguia chegar está com uma pequena fuga de água! 😫 Conclusão, tive que tirar o máximo de água que consegui, para conseguir afastar o móvel da parede e colocar mais fita teflon na união (de rosca) de onde vinha a fuga. No fim, voltar a pôr o aquário no sítio (desta vez com mais espaço para chegar a todo o lado) e voltar a meter a água que tinha tirado no aquário. O overflow estava ficou a fazer demasiado barulho. Cheguei á conclusão que podia ter feito a caixa exterior mais pequena. Os furos ficaram muito altos em relação á base da caixa, e a água fazia muito barulho a cair. Tive que aumentar a altura dos tubos, para o nível da água dentro da caixa ficar mais ao nível dos furos e assim a água não fazer tanto barulho. Utilizei tubagem demasiado grande. 32mm é demasiado para o fluxo que posso ter para esta sump. é suposto ter um tubo a fazer sifão completo (ajustado com uma torneira) e o segundo a fazer apenas um complemento para água ir de maneira silenciosa para a sump. Como utilzei tubo demasiado grande e tenho que fechar a torneira quase toda para fazer sifão sem chupar a água toda, se a bomba do filtro para, a água depois não tem força para empurrar o ar que fica dentro dos tubos para baixo e restabelecer o sifão inicial. Devia ter utilizado tubagem de 25mm, que era mais adequada, mas agora já está. Bastou-me fazer um pequeno furinho no topo daquele "U" por onde entra a água para o ar poder sair e a coisa também ficou resolvida. Estão a evaporar cerca de 3L de água todos os dias do aquário. Este ainda não resolvi, e em água salgada, não é costume tapar-se o aquário, porque é suposto ele "respirar" bem. Mas penso que vou tapar o aquário e a caixa do overflow. Acho que a circulação de água na sump e com o escumador (de que estou há espera que chegue á quase 2 meses) a funcionar, haverá troca gasosa suficiente para manter os níveis de oxigénio. O pente do overflow ficou com as ranhuras demasiado finas. Acho que vou tentar cortar os "dentes" do pente e colar uma malha de nylon, para ver se o nível da água baixa um bocadinho. E pronto... agora é deixar o ciclo correr (ainda não fiz testes á água) e ainda tenho que trocar as rochas de sítio, porque acho que ao contrário vão ficar melhores, já ando a ver se encontro malta a vender anémonas baratas no OLX e afins (que o preço das anémonas na loja que tenho aqui perto estão pelas horas da morte... 85€ por uma anémona é proibitivo. Por esse preço, espero arranjar pelo menos 3!) e já sei de onde vou encomendar os Nemos e as bichesas da equipa de limpeza! Falta-me ainda montar o Escumador (que ao que parece está esgotado) e o Auto Top Off (que mantém o nível da água automaticamente, e que me enganei a encomendar e tenho que esperar que me façam a troca pelo correto) e estou maravilhado com o filtro de rolo!
  5. Desculpe a minha sinceridade, mas estar constantemente a enfiar peixes no aquário a ver se funciona, sem mudar nada e sem saber o que se passa é só estúpido e cruel. Primeiro tente aprender e descobrir o que se passa, e só quando resolver o problema é que pode meter peixes novos no aquário. Tente-nos dar uma lista o mais completa possível, com equipamento, parâmetros da água (temperatura, pH, Amónia, Nitritos, Nitratos, kH, gH), que tipo de substrato utiliza, que tipo de rochas ou madeiras tem dentro do aquário e fotos, como faz a manutenção do aquário e filtros, etc... Sem isso não conseguimos ajudar.
  6. Bettas são peixes de água quente... 20L não dá para quase nada. A tua melhor aposta seria mesmo um betta (com o termostato)
  7. Eu também propaguei um pote de Monte Carlo para poupar dinheiro e depois para vender, acho que falámos disso há uns tempos valentes. 😅
  8. Não. Seachem Stability são bactérias. Seguindo as instruções, ficas com o ciclo completo praí numa semana ou o que é. Musgo de Java é daquelas coisas que tens que pensar bem, porque muitas vezes depois de pores, não é fácil eliminar a 100%, porque se propaga com muita facilidade. (Uma das técnicas usadas para propagar musgo num dry start é triturar e fazer uma mistura com iogurte para depois pincelar em rochas, para teres uma ideia) Deram-te bons conselhos, segue-os. Tem em atenção que se tiveres poucas algas, ou se o aquário ainda não for "maduro", a equipa de limpeza pode não ter alimento suficiente dentro do aquário. Tens que complementar a alimentação com comida própria, ou podes dar alguns vegetais, tipo courgette, pepino, coisas assim do género.
  9. Filtro de mochila e CO2 é das piores misturas que podes ter, porque a cascata do filtro favorece a troca gasosa (e com isso perdes sempre mais CO2), se bem que no caso deste aquário é algo compensado pelo facto de a quantidade de superfície da água em contacto com o ar ser muito reduzida. Para teres mais caudal no filtro, podes fazer um upgrade ao rotor, foi logo das primeiras coisas que fiz no meu. O rotor do Aqua Clear 50 é igual ao original (que é um aquaclear 25, se não estou em erro), mas tem umas pás ligeiramente maiores. Ajuda a melhorar um bocadito, mas também não faz grandes milagres. Também já vi pessoal usar bombas de circulação pequenas, mas vai um pouco contra a ideia de não se ver muito equipamento dentro do aquário. Estás no bom caminho.
  10. Ahahah... a sala foi pintada à pouco tempo. Estou só à espera das tomadas novas para trocar! 😂
  11. A ver se desta vez tenho mais sorte. Da outra vez que os tive, os peixes não quiseram nada com a anémona... Entretanto o aquário lá migrou para o 1º andar. Tive o fim de semana todo de volta dos tubos e a pensar como vou arrumar os fios.
  12. Pode colocar uma rodela de pepino ou courgete para os alimentar, se achar que o aquário tem poucas algas para todos. Há outros vegetais que são capazes de resultar, mas que nunca experimentei, como por exemplo espinafres ou agrião.
  13. Penso que qualquer fertilizante que encontres nas lojas de aquariofilia são seguros para camarões. Eu uso os da Tropica sem problemas nenhuns.
  14. Eu uso 2 redes... a 1ª fica quietinha e a outra empurra-os para dentro da 1ª.
  15. Ta tudo certo. As algas castanhas são normais no início. Eu colocava camarões. Otos é melhor quando o aquário já tiver mais estabelecido e como deves ter pelo menos 6 otos, nesse aquário, vais ter que lhes dar comida extra, que é quase certo que não vão ter algas que chegue.
  16. Não desistas já... pode ser que o CO2 faça muita diferença, mas não estou com muitas esperanças 😂 Há muitos vídeos de Youtube com modificações para este aquário, já vi inclusive malta que usa strips de LEDs para ter mais luz para as plantas, ou usarem uma calha de luz (se bem que se perde um pouco aquela beleza e simplicidade do aquário de não ter nada à vista). Se estás a usar o Stability da Seachem, como indicam as instruções, dentro de 1 semana ou até menos isso deve estar pronto para peixes. Portanto, podes começar já a fazer os testes.
  17. E pronto... mais um aquário cá em casa... desta vez salgado. Equipamento (até agora): Aquário de cerca de 200L (100x40x50 cm) Móvel Ciano Emotions Nature Pro 100 (102x40x82 cm) Luzes LED AI Prime 16HD Reef x 2 Bomba de circulação Maxpect Gyre GF2K Sump Aquário BLAU 38L (45x28x30 cm) com 2 separadores de vidro Escumador Bubble Magus G5 Filtro de Rolo Bubble Magus ARF-S Controlador de temperatura Inkbird ITC-308 Aquecedor de Titânio AquaMedic 300W Bomba de Retorno Sicce Syncra SDC 3.0 Matéria filtrante Marine Pure A ideia base é fazer um aquário de anémonas com um harém de peixes-palhaço. Ainda não estou bem convencido que o harém seja boa ideia num aquário tão pequeno, mas tenho tempo para pensar nisso... O móvel, já com um tampo extra, porque o topo era cerca de 1cm mais curto que o aquário (quando comprei não reparei que as portas ficavam ao nível do tampo). O filtro de rolo, já o modifiquei para ter 2 entradas, em vez de só 1. E já tenho a sump com 2 separadores. Entretanto, já fiz um Ghost Overflow com PVC expandido e a caixa de ligação à sump em vidro e já pintei o fundo de preto. O sistema de overflow é o mais seguro e silencioso que conheço, chamado BeanAnimal, que consiste em 3 tubos, 1 de sifão, 1 complementar e 1 de emergência. Falta-me agora convencer uma alma caridosa a ajudar-me a trazer o aquário para o 1º andar para depois montar e pintar a tubagem e pendurar as luzes ao teto. Ainda tenho que encomendar a areia e ver se compensa comprar um filtro de osmose inversa e sal ou se me fica mais barato comprar a água já pronta.
  18. Como não encontro Krylon Fusion aqui pelo país das quinas nem pelos vizinhos mais próximos, vou tentar a única que encontrei como possível alternativa:
  19. Eh lá, não faço um update a isto há muito tempo... Levou uma poda grande há uma semana e está assim
  20. O meu aquário favorito até hoje foi um destes... e também o mais complicado de manter, devido ao difícil acesso ao interior... e também o que entornou água mais vezes, porque cada vez que se enfia lá um pouco mais que uma mão, começa a transbordar! Um relação amor-ódio, portanto! 😂 As tuas dúvidas dependem do substrato que usaste. As indicações para adicionar amónia ou comida de peixe, geralmente são para aquários que não têm substrato fértil. Com substrato fértil, normalmente, o substrato liberta sempre alguma quantidade de Amónia (que ajuda ao ciclo, sendo por isso desnecessário adicionar comida ou mais amónia) e outros nutrientes para a água, pelo que é aconselhado a fazer TPAs logo desde o primeiro dia. A regra que eu seguia com o substrato da ADA Amazónia era: 1ª semana - TPA 20% todos os dias 2ª semana - TPA 20% dia sim, dia não 3ª semana - TPA 20% de 3 em 3 dias 4ª semana - TPA 20% de 4 em 4 dias... e por aí fora até chegar a só 1 TPA por semana. Quanto à Monte-Carlo, não sei se tens noção, mas é perto de impossível mantê-la a longo prazo com a luz original do Fluval Edge. Com praticamente 2 meses a seco, com a quantidade que plantaste, com uma luz capaz de a manter, a Monte-Carlo tinha preenchido o substrato praticamente na totalidade. Adicionando água, a reflexão e dispersão da luz vão ser maiores, o que quer dizer, que menos quantidade de luz lá vai chegar. Plantas de folha vermelha, também podes esquecer, especialmente se não for diretamente debaixo da luz. Tive muito sucesso com plantas que necessitavam de pouca luz (tipo cryptos, feto java), algum sucesso com plantas de luz média, nenhum sucesso com plantas de luz forte (também tentei Monte-Carlo e relva, sem sucesso, mas também não estava a usar CO2). O meu aquário está todo documentado, desde a montagem até à venda de tudo, num fórum Inglês. Podes dar uma vista de olhos aqui, se quiseres: https://ukaps.org/forum/threads/in-the-edge.51066/
  21. Como já disse o Álvaro, não compliques... queres mais matéria filtrante compras um filtro maior e pronto, ligar 2 filtros em série tem demasiadas coisas que podem correr mal.
  22. Para Hydras e Planaria, costumo usar Fenbendazol Uso as instruções deste site (converto as unidades no google): https://fishlab.com/planaria/
  23. A mim cheira-me a falta de oxigénio, mas tenho poucos detalhes para ter a certeza. Fizeste testes á água? Lavar as esponjas do filtro todos os dias é obra... as esponjas também têm bactérias nitrificantes, podes estar a desiquilibrar o ciclo ao fazer isso. Os testes na água podiam dar mais informação quanto a isto. Essa coisa gelatinosa, por acaso não adicionaram plantas recentemente, daquelas que vêm com as raízes numa espécie de gelatina? Geralmente, o que resulta para mim para o biofilme desaparecer, são TPAs e uma bomba de ar. A bomba de ar ajuda na agitação da superfície, o que dificulta a formação do biofilme.
  24. Ah, ok... pensava que não estavas a perceber alguma coisa. Pá, eu prendo o tubo a outro tubo qqr do filtro ou assim.
  25. Tipo isto. O desenho é de uma Sump, daí o nível da água estar tão baixo. Basicamente, não queres os tubos muito perto da água, para a água não "chuchar" o fertilizante todo que está dentro do tubo. (chuchar é o termo técnico! 😂 ) Também é bom ter o recipiente com o fertilizante abaixo dos tubos de saída, para não fazer sifão e despejar tudo no aquário...