Jose Miguel Gomes

Membro
  • Posts

    408
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Jose Miguel Gomes

  1. Boas. Vocês já estão cansados de ver imagens destas, mas enfim.. Aqui fica a primeira vez que tentei a reprodução dos bettas: Abraço,
  2. Peixina? E onde é que está a informação nesse post que me pode ajudar a responder a estas perguntas?
  3. Bem, este tópico servirá para me elucidarem em relação a uma situação que me perguntaram. Converter uma piscina em lago. Supostamente aquilo tem potencial para ficar bonito, porque a piscina tem uma parte em vidro que dá para ver para uma sala da casa. As minha perguntas são: Isto é possível? Já alguém fez algo do género? A casa fica em Braga, e estou perfeitamente a ver temperaturas do ar entre os 2 e os 35ºC (Inverno - Verão) e muitas vezes chove com força. Existem muitas espécies que se dão bem em tal amplitude térmica? Ainda não vi o local, mas presumo que tenha um grande filtro de areia. Este filtro é adaptável a um lago? Ou com tanto factor de diluiçao nem necessito de filtro? Algum dos constituintes normais de uma piscina pode ser toxico para os peixes? Que plantas se aplicam a um lago destes? Sei que a capacidade, profundidade, etc deveriam constar da lista de informações, mas para já não tenho esses dados. O meu amigo pediu-me ajuda e eu peço-vos a vocês. Digam tudo que me possa ajudar, porque em lagos a minha experiência é nula. Muito obrigado.
  4. Gosto muito deste aquário. Penso que será das recriações mais precisas de um nicho ecológico, neste caso onde habitam os discos, que já vi. A ideia do filtro de plantas também me parece muito boa. Finalmente vejo um.. já tinha lido muita coisa sobre isso mas nunca tinha visto um. Tenho duas perguntas: A fauna final do aquário serão apenas os discos? Que iluminação tem o aquário e o filtro de plantas? Parabens.
  5. As plantas mais pequenas não têm dificuldades com a iluminação? Digo isto por causa dos 70 cm de profundidade. Supostamente as flurescentes apenas funcionam bem em profundidades até aos 50cm. Acho que conseguiste um aquário muito agradável em termos de layout, embora me pareça verde-claro em demasia. Estás no bom caminho. Abraço,
  6. Boas, podes ver aqui um: http://www.aquariofilia.net/forum/viewtopi...pic.php?t=48247 Não é meu mas tem aproximadamente o tamanho desse. Se pões a mão dentro de água ele morde-te. Cumprimentos,
  7. Não me parece boa ideia adicionares mais peixes. E o coridora não está bem aí sozinho. É um peice de cardume. Abraço,
  8. Sim é um gourami gigante que te ferra se colocares o dedo na água. 25-30 cm. Onde comprou respondi-te por mp. Cumprimentos.
  9. Boas. Há dias também pude fotografar uma no aquário de um amigo. Podem vê-la aqui: http://www.aquariofilia.net/forum/viewtopi...pic.php?t=48247 Como alimentam este peixe. O meu amigo disse que a comprou com apenas alguns cm de comprimento. Actualmente estará com 30-40cm. Cumprimentos.
  10. Bem, li aqui uma coisa que me deixou um pouco curioso. O tal método da casca de banana para alimentar nos primeiros dias de vida. Já alguem experimentou? Abraço,
  11. Tens aí a versão resumida: http://www.aquariofilia.net/forum/viewtopi...pic.php?t=36380 Cumprimentos,
  12. Eu não sou entendido em discos, mas posso-te já adiantar que nesse aquário para manteres um pequeno grupo de discos tens de reformular drasticamente a tua fauna. Por exemplo, decidires-te apenas pelos discos, um cardume de peixes pequenos (neons são o exemplo mais clássico, mas tens outras alternativas menos "batidas") e finalmente uns peixes de fundo como coridoras (o aenus é o mais "batido") ou um peixe que ajude no combate às algas. O minha recomendação para esse aquário é poucas espécies. 3 espécies seria o ideal, 4 no máximo. Penso que o pH que tens no aquário serve perfeitamente para manteres correctamente os discos, embora um pouquinho mais ácido fosse mais correcto "teoricamente". Vamos esperar pelas opiniões dos mais entendidos. Boa sorte,
  13. Não distinguem. Se tiveres um aquário suficientemente grande coloca mais 3 ou 4 para formarem casais naturalemente e quando se reproduzirem aí sim, tens a certeza de que são casal. Cumprimentos,
  14. Bom, esse preço é de facto o mais vantajoso. Obrigado pelo post. Cumprimentos,
  15. Olá e bemvindo de volta. Eu vou ser muito sincero. Não gosto da aparência actual do aquário. Um aquário tão grande e tão bonito merece um interior mais natural. Fundo: retirava e colocava cartolina branca, preta ou azul escuro mediante layout. Hardscape: na minha opinião para um aquário de baixa manutenção tens duas opções; colocas umas grandes pedras de basalto que vão sendo complementadas por outras mais pequenas descendo em relação à zona frontal. tipo isto: http://www.aquariofilia.net/forum/viewtopi...der=asc&start=0 ; a outra opção será ramos de videira mas grandinhos, proporcionais ao aquário. Encontras alguns exemplos se pesquizares no fórum. Substracto: os 2 que mais gosto são akadama e areia branca de rio. Plantas: algo bastante simples. No caso das videiras, musgo de java chegaria (um determinado ponto com uns fetos também ficaria bonito) e talvez umas plantas altas para a zona posterior tipo valisnérias ou outras. No caso dos basaltos umas anúbias ficariam a matar. Acho que assim terias um aquário muito mais atractivo. Claro que agora investiste nessas plantas, etc. mas aqui fica a minha opinião. Boa sorte.
  16. Obrigado pela ajuda. Liliana, já entrei em contacto com a empresa do endereço que deste e aguardo resposta. Entretanto visitei mais uma mão cheia de lojas, mas desta vez de animais a ver se conheciam akadama. A resposta foi igual em todas as lojas. Não conheço isso. Nunca ouvi falar A akadama coloca-se como substrato superficial, frenquentemente para plantas mais exigentes utiliza-se substrato fértil por baixo da akadama, por cima não se coloca nada. Tudo depende de que plantas queres manter... Se são exigentes, se retiram a maioria dos nutrientes pela raíz, etc. Se não forem muito exigentes não necessitas colocar mais nada para além da akadama. Cumprimentos,
  17. Só para rectificar. Eu queria dizer comprares numa outra loja.
  18. Antes de mais estás a misturar aí peixes com necessidades diferentes. Da próxima vez que fores à loja, em vez de comprares peixes pergunta os parâmetros principais da água. Compara com os teus. Pergunta também á quanto tempo estão lá (se acabaram de chegar e os levares logo podes ter problemas). Outra boa hipótese é comprar numa loja. A melhor forma de comprares peixes seria a outros aquariófilos responsáveis, mas no caso dos neons, não deves ter grande oferta Boa sorte.
  19. Infelizmente passei por lá hoje, mas a funcionária nem sequer conhecia o termo akadama Assim sendo, por enquanto nada feito.
  20. Consegui encontrar numa loja sacos de 3L que dizem substrato para bonsai e tem aparência de akadama, mas não sei se realmente será.. porque presumo que substratos argilosos para bonsai devem haver muitos. Alguem me pode esclarecer?
  21. Li as duas revistas e acho que estão muito bem. São de leitura muito leve e agradável o que permite contentar plenamente os iniciados e é sempre proveitoso para os que já têm alguma experiência. Espero que seja um projecto para manter e que continue a crescer. Boa sorte.
  22. Obrigado Liliana e Pedro. Penso que esse problema para o que quero fazer não se coloca, pois pretendo utilizar apenas musgo de java no aquário, mas de qualquer forma gostava que colocassem o link para a página dessa tal marca que o Pedro recomenda.
  23. A maior loja de jardinagem que conheço não tem akadama.. achei esquisito, mas enfim.. Entretanto procurei na net e encontrei isto: http://www.bonsaiportugal.com/index.php?se...id=288&pagina=1 , mas acho demasiado caro. Este é um preço normalmente praticado para este tipo de solo? Nunca o comprei e por isso não faço ideia que preços se praticam para este produto.. Obrigado,
  24. Akadama de loja de jardinagem pode ser utilizada sem ser fervida ou deve ser sujeita a esse tratamento ou outro? Obrigado,
  25. Bem, vou tentar responder a isso sem consultar a cábula Em termos de trocas osmóticas e de sais a questão não se coloca em relação ao pH mas sim à concentração de sais do meio. A regulação osmótica e iónica tem a ver com isso. Obviamente que um salmão que desce um rio vai encontrar um pH diferente na água do mar, mas a adaptação do salmão (chama-se smoltificação) não vai ser em função do pH mas sim em função da concentração do meio que o rodeia. A tua pergunta centra-se em questões de pH que não são o assunto deste artigo. De forma geral, um peixe mantido num pH que não é o seu poderá ter problemas de desenvolvimento e crescimento. Mais problemática é a situação em que a água não está correctamente tamponada e em que ocorrem situações de alcalose e acidose. Neste caso o peixe denota sintomas parecidos com o síndrome de insuficiência respiratória caracterizado por modificações comportamentais como movimentos bruscos, saltos fora da água com boca e opérculos bastante abertos, etc. Podem ocorrer também necroses ao nível do epitélio braquial. Espero ter esclarecido. Abraço,