Sign in to follow this  
André Silvestre

Phoenix

Recommended Posts

BBBooooommmmmm.........

 

 

Quero é fotos do novo inquilino !!!

 

 

Fora isso, que tal está a correr a purist line ? Já vais com algumas semanas, o que notas principalmente ?

 

 

Abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pergunta tirada deste tópico de modo a que a informação não fique dispersa.

 

 

Viva André,

 

Eu tenho uma opinião/duvida sobre este tipo de sistemas que talvez me possas esclarecer.

 

Eu penso que este tipo de sistemas (se é que possamos chamar de sistemas), criam um ambiente "artificial" extremamente puro com ausência total de nitritos, nitratos, fosfatos, silicatos, etc.

 

Este ambiente "artificial" (ou quase esterelizado) promove o aparecimento de cores absolutamente fantasticas, mas ao mesmo tempo um pouco artificiais.

 

Isto pode significar que um coral que apresenta uma cor fantastica neste ambiente (azuis fortissimos, rosas quase fluorescentes, etc), quando colocados num ambiente com o setup "tradicional" percam toda a sua coloração. Estou correcto ?

 

Até que ponto é que estamos a criar nestes sistemas corais muito pouco resistentes a qualquer mudança de parametros ?

 

Abraço

 

 

Gonçalo, vamos por partes, se me permites:

 

Eu penso que este tipo de sistemas (se é que possamos chamar de sistemas), criam um ambiente "artificial" extremamente puro com ausência total de nitritos, nitratos, fosfatos, silicatos, etc.

 

Nunca é um ambiente extremamente puro porque há contínua produção de matéria orgânica por toda a biomassa no aquário. Tens sempre Amónia a ser produzida que é, através das bactérias aeróbias, transformada num último composto que são os Nitratos. Isto aplica-se quer num sistema tradicional, quer num sistema gerido por bactérias. As grandes diferenças entre um e outro são o modo como esses nutrientes são exportados do sistema, o modo como se pode controlar essa exportação, o equilíbrio conseguido num e noutro e o controle no crescimento e coloração dos corais. Um sistema gerido por um método probiótico ao contrário de um sistema tradicional é, acim de tudo, um sistema ainda mais controlado pelo aquariofilista que tem o poder de evitar certas complicações a longo prazo ( por ex. acumulação de NO3 e PO4 no sistema) através de um equilíbrio permanente na colónia de bactérias. Resumindo, cabe-te a ti gerires o sistema de acordo com as necessidades dos animais e consegue-lo por se tratar de um ambiente controlado em que há várias varáveis que podem ser mexidas.

 

Este ambiente "artificial" (ou quase esterelizado) promove o aparecimento de cores absolutamente fantasticas, mas ao mesmo tempo um pouco artificiais.

 

Por estéril, considero um ambiente desprovido de vida, incapaz de sustentá-la ou incapaz de a reproduzir. A minha opinião é que é exactamente o contrário. Os corais, num aquário gerido por um método probiótico reproduzem-me igualmente bem, há uma melhor sustentação da microvida através de colónias mais estáveis de bacterioplankton e fitoplankton e óbvio aumento da saúde dos animais devido à remoção optimizada de compostos tóxicos ( Amónia, Nitritos). No fundo, é um ambiente que visa recriar ainda melhor ou aproximar o máximo possível as condições no aquário às condições nos Oceanos mas que pode parecer artificial porque é o aquariofilista que assim o induz.

 

Em relação às cores, estas estão lá. Sempre estiveram lá. Apenas estavam escondidas pelas algas simbióticas que, regra geral, camuflam por inteiro a pigmentação do tecido do coral. O que acho interessante é que podemos " manipular" até que ponto queremos realçar as cores dos corais. Sendo um ambiente controlado, através da observação, testes, experimentação, podemos controlar, dentro da própria cor do coral, se o queremos mais pálido, pastel ou mais vivo, contrastante. Volto a realçar: a redução das zooxanthelas pela diminuição da carga orgânica não coloca cores nos corais para além das que já existem como parte do tecido do animal.

 

 

Isto pode significar que um coral que apresenta uma cor fantastica neste ambiente (azuis fortissimos, rosas quase fluorescentes, etc), quando colocados num ambiente com o setup "tradicional" percam toda a sua coloração. Estou correcto ?

 

Sim e não. biggrin.png' alt=':biggn:'>

Apesar da coloração dos corais não depender totalmente das zooxanthelas, estas têm de facto um grande papel neste factor. Respondendo à tua pergunta, sim porque se elas dependem da carga orgânica presente na água e se ao passarem de um ambiente pobre em matéria orgânica para um ambiente rico em matéria orgânica, o mais certo é haver perda da coloração original porque as zooxanthelas vão ter condições para se reproduzirem novamente ( nutrientes). Isto porque as algas simbióticas nunca são totalmente descolonizadas quando o coral passa para um ambiente pobre em nutrientes e este pode perfeitamente continuar a ter a componente autotrófica fotossintética durante o dia e a componente heterotrófica durante a noite. Voltando a responder à tua questão, não perdem totalmente a sua coloração quando passadas por um sistema tradicional porque esse sistema também pode ter um ambiente pobre em nutrientes. Afinal de contas, não é só nos sistemas probióticos que se consegue atingir o equilíbrio entre produção de carga orgânica e consumo de carga orgânica. O que se consegue atingir é um ambiente ultra-pobre em nutrientes e, senão houver o tal equilíbrio, os animais podem sofrer com isso ( STN, RTN). Mais uma vez, tudo depende do compromisso do aquariofilista em dedicar-se ao aquário, perceber quais as necessidades do mesmo e agir de acordo com. Como cada aquário é um sistema diferente, as exigências também o são.

 

Até que ponto é que estamos a criar nestes sistemas corais muito pouco resistentes a qualquer mudança de parametros ?

 

Essa observação é bastante válida e deixa-me dizer-te que concordo com ela até um certo ponto.

Deixa-me dar-te o exemplo do meu aquário:

 

Pretendo que o meu aquário seja predominantemente de SPS. Sei, à partida, que os SPS têm requisitos diferente de todos os outros corais, quer em luz, nutrientes, escumação, elementos traço, circulação, parâmetros da água e portanto, tendo já todos os outros factores minimamente controlados à excepção dos nutrientes e escumação, viro-me para estes implementando um sistema à base de bactérias mas não sem antes testar o escumador durante algum tempo. Importa referir que a carga orgânica no meu aquário, para a quantidade de corais ( a maior parte mudas) que tenho no aquário é o suficiente para os testes de NO3 e Po4 acusarem, ainda que o primeiro ande nos 5mg/L e o segundo está acima de 0.01mg/L ( teste não precisa entre 0.01 e 0.25, o que já é muito). As cores nos corais são porreiras e os crescimentos satisfatórios, mas quero um pouco mais, até porque pretendo introduzir mais Fauna de futuro.

 

Instalo o escumador novo e fico, sensivelmente, 3 semanas a rodá-lo antes de iniciar o método probiótico. No dia em que pretendo iniciar o método, faço os testes e ambos ( NO3, PO4) acusam o mínimo na escala. Ainda assim, inicío o método com as dosagens a 1/3 daquilo que é recomendado. Passa-se uma semana e tenho STN e palidez do tecido em dois corais. Em compensação, tenho, num caso particular que comprei de propósito para testar o método, uma Acropora que era completamente castanha ( até os pólipos) e que, em duas semanas, está a ficar com as pontas roxas e os pólipos roxos. Tal como essa Acropora, tenho outro coral ( Acropora válida) que começa a mostrar mais roxo nos novos crescimentos e ainda outra Acropora de prato que vinha com as pontas azul ciano e o resto castanho, estando praticamente já toda azul ciano. Entretanto, reduzi um pouco mais as dosagens de alguns Integradores, estou a apostar numa alimentação pesada todos os dias, comecei a introduzir uma mistura de comida congelada 3 dias por semana ( Mysis, Marine Quintet com 5 variedades de crustáceos e moluscos mais ovos de lagosta), quer para alimentar os peixes, quer para alimentar os corais ( para estes uso ainda Zooplankton, Aminoácidos e Carbohidratos Complexos) e introduzi, mais recentemente, outro peixe. Os testes continuam zerados, não há aparecimento de algas a não ser as usuais no vidro mas a coloração e crescimento nalguns corais começa a fazer-se notar ( comecei com a comida congelada e restantes aditivos há 1 semana). Estou a usar o Método Probiótico faz hoje 2 semanas.

 

Tudo isto para dizer que não pode nem deve ser 8 ou 80 e que tudo se resume ao equilíbrio. Se mantiveres um aquário Berlinense que é característico e crucial para quem usa estes métodos e se puxares ao máximo a redução da carga orgânica no aquário sem qualquer tipo de compensação, não tenho dúvidas que é meio caminho andado para os animais se começarem a ressentir, a começar pelos corais com recessões de tecido, crescimentos estagnados, retracção de pólipos, acabando, inevitavelmente, na morte dos mesmos caso essas condições se prolonguem. Agora, se houver controle, se houver acções com peso e medida, se houver lógica e percepção do que acontece dentro do aquário, porque é que acontece e como se pode resolver certos desiquilíbrios ou carências ao nível dos corais/peixes, se houver equilíbrio, penso que os animais têm todas as condições para viverem e crescerem saudáveis e isso reflecte-se, obviamente, em nós, no conhecimento e experiência que se ganha.

 

Não sei se respondi exactamente à tua pergunta mas se tiveres mais alguma e se souber elucidar, estás à vontade.

 

 

Abraço,

André

Share this post


Link to post
Share on other sites
BBBooooommmmmm.........

 

 

Quero é fotos do novo inquilino !!!

 

 

Fora isso, que tal está a correr a purist line ? Já vais com algumas semanas, o que notas principalmente ?

 

 

Abraço

 

Hei-de tirar sim. Já pastam juntos. biggrin.png' alt=':biggn:'>

O Método Purist faz hoje duas semanas.

 

 

O que noto principalmente:

 

- água mais cristalina pelo uso dos Zeolites

 

- STN de dois corais que parece estar controlado

 

- ganho de cor nalguns corais

 

- ganho de crescimento nalguns corais

 

- possibilidade de alimentar os peixes todos os dias, várias vezes por dia

 

- possibilidade/necessidade de introduzir comida congelada para alimentar peixes e corais 3x por semana

 

- ausência de NO3 e PO4 mesmo após introdução de comida congelada

 

- aumento substancial na actividade do escumador

 

- possibilidade de introdução de mais um peixoto ( cirurgião)

 

 

E, para já, é só.

Reduzi as dosagens de alguns Integradores quando notei o STN .

Os Zeolites também já foram colocados numa zona com menos circulação. Vamos ver...

 

 

Abraço,

André

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas André,

 

realmente o teu aquário está impressionante para o tempo que está montado. Quando esses frags crescerem vai ser uma floresta de SPS's fantástica.

 

é possivel que a redução a zeros dos NO3 e PO4 em apenas 2 semanas seja a causa desse STN que estás a ter. Estás a adicionar algum tipo de aminoácidos para além do aumento de alimentação dos teus peixes?

 

Um abraço

Luis Lopes

 

PS: tinhas razão em relação ás lâmpadas. Não estou muito contente com a cor. :)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Grande Luis,

 

Obrigado.

Espero que sim, espero que sim. Algo me diz é que, quando/se os frags virarem floresta, vou ter de andar a fazer outra selecção de corais senão quiser andar constantemente de alicate na mão. :)

 

Em relação ao STN provocado pela redução dos nutrientes, sem dúvida. Foi por isso que comecei imediatamente com a comida congelada. Para além da papa de comida congelada, estou também a adicionar Aminoácidos, Zooplankton e os Carbohidratos. AA e Carbos 4x por semana, Papa 3x por semana e Zoo 1x por semana. Tudo para os corais.

 

Pois, as lâmpadas...

Quando puderes, experimenta as Ushio 20K ou as CoralVue de 14K. Acho que vais gostar muito mais do efeito.

 

 

 

Abraço,

André

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas,

 

O novo inquilino:

 

Picture370.jpg

 

Picture371.jpg

 

Picture372.jpg

 

Picture373.jpg

 

Picture374.jpg

 

 

Ainda não está a 100% como se pode ver mas é apenas uma questão de tempo.

O Lysmata é que não tem tido patas a medir com este. É uma festa. :music_singguitar:

 

 

Abraço,

André

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lindissimo novo inquilino, bem como os inquilinos residentes :wink:

 

Aquário lindissimo, parabéns André !

 

Abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas,

 

 

Gonçalo, obrigado. :)

 

 

Os inquilinos residentes, mais propriamente os Chromis, hoje resolveram brindar-me com uma postura.

Há já algum tempo que andava a observar uma constante luta entre os dois machos e no fim, um deles ia sempre ter com a fêmea para lhe " lamber as feridas".

 

De ontem para hoje notei disputas mais agressivas e constantes entre os dois machos e entre a fêmea e o macho dominado.

 

Passadas algumas horas entraram em acção e logo na rack dos frags:

 

No início

 

IMG_9171.jpg

 

IMG_9172.jpg

 

IMG_9174.jpg

 

A fêmea a liderar a coisa; é vísivel os ovos contra o preto da rack

 

IMG_9278.jpg

 

Macho a responder ao apelo

 

IMG_9288.jpg

 

Ambos no acto

 

IMG_9287.jpg

 

IMG_9292.jpg

 

IMG_9295.jpg

 

IMG_9303.jpg

 

Macho a supervisionar a operação

 

IMG_9289.jpg

 

 

Entretanto tenho de me ausentar mas já tive oportunidade de olhar para a rack e está completamente minada, quer por baixo, quer nas faces laterais e frontal. A postura ainda não terminou mas os efeitos nos outros peixes já se fazem sentir: nem os cirurgiões estão autorizados a chegarem lá perto. ;)

 

Tendo em conta o local da postura, seria interessante tentar aumentar as probabilidades de sucesso de, digamos, 0% para algo mais animador. Alguém tem ideia de como fazer isso?

 

 

 

Abraço,

André

Share this post


Link to post
Share on other sites

Viva André,

 

Tens de por uma bolinha no canto superior direito biggrin.gif' class='bbc_emoticon' alt=':P' /> biggrin.gif' class='bbc_emoticon' alt=':priere:' /> biggrin.gif' class='bbc_emoticon' alt=':biggn:' />

 

Tu é que saberás mas penso que o trabalho que vais ter para tentar que essa postura vingue, não irá compensar.

 

Abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá Gonçalo,

 

 

Tens de por uma bolinha no canto superior direito biggrin.gif' class='bbc_emoticon' alt=':bs_quesexclaim:' /> biggrin.gif' class='bbc_emoticon' alt=':n00b:' /> biggrin.gif' class='bbc_emoticon' alt=':biggn:' />

 

Parece que sim.

Saiu mais explícito do que eu pensava. :(

 

 

Se fosse apenas o trabalho, não me fazia espécie.

O problema são os outros factores ( conhecimento, experiência, recursos e sorte).

 

Se por um lado sei que é quase impossível fazer isso acontecer, por outro lado sinto que tenho de tentar fazer qualquer coisa, quanto mais não seja para as larvas ( quando/se nascerem) não virarem comida para peixes e corais. Sempre há alguma probabilidade de sucesso do que não fazer nada e no fim, penso que acaba por compensar para eventuais futuras posturas. " A prática leva ao acerto". ;)

 

Se conseguir alguma coisa, volto a reportar. Senão, ficam as fotos, para mais tarde recordar.

 

 

Abraço,

André

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas,

 

Para não variar, a postura dos Chromis não passou do 5º dia.

Ainda me dei ao trabalho de colocar a rack com os ovos numa pseudo-maternidade feita na Sump mas, sem alimentação específica e melhores condições, as larvas que eclodiram acabaram por morrer. Entretanto, já tenho outra postura, desta vez na coluna seca mas essa vai mesmo virar comida de peixe. Nada contra senão fosse pelo comportamento agressivo que o casal adopta para com os outros peixes.

 

 

Entretanto, seguem as fotos dos novos residentes:

 

Picture375.jpg

 

Picture376.jpg

 

Picture377.jpg

 

E uma do mata que não gosta ficar de fora:

 

Picture378.jpg

 

 

 

Abraço,

André

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isso esta' a ficar mesmo muito bom Andre', boas aquisições.

Quando e' que isso se pode ver ao vivo? :D

 

Abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

Viva André,

 

As fotos estão cada vez melhores!!! O Pedro Conceição que se cuide, pois está a ficar para trás em termos de qualidade das fotos... :-D

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não consigo neste momento apontar um erro (tambem não tenho capacidade para o fazer, salgados? para já não)

 

André, não largo o teu topico, e acredita, mais tarde quando começar neste lado dos salgados, vais ser a minha principal inspiração. Não te importas? :alberteinstein:

 

 

PS: Que sistema estás a usar para tirar as fotos? Que maquina? Que iso? que abertura?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Viva André,

 

As fotos estão cada vez melhores!!! O Pedro Conceição que se cuide, pois está a ficar para trás em termos de qualidade das fotos... :(

 

 

Boas ,sinceramente é dificil escolher entre um e outro ,mas as maquinas tambem ajudam (já para não falar do photoshop) :D .

Boa sorte com o novo "nano" André de certeza que seré mais uma referencia neste (e noutros) forum(s).

Fiquei foi um pouco surpreso de teres deixado os plantados de vez ,serviam de inspiração para muita gente,é pena.

 

Ate breve

Share this post


Link to post
Share on other sites

Viva,

 

Hugo obrigado. Reforço a ideia de quando quiseres vir cá a casa, estás à vontade. É só mandares MP.

 

Viva André,

 

As fotos estão cada vez melhores!!! O Pedro Conceição que se cuide, pois está a ficar para trás em termos de qualidade das fotos... :D

 

O brincalhão do costume.

Não sei quando é que o concurso termina mas quero desesperadamente ganhar os 100.000.0000€ de prémio.

Agora a sério, obrigado. Vê lá é se actualizas o teu ou tás com medo que eu veja o aquário sem pontas?!? :medieval_mace:

 

Tiago, acho que me vou importar sim. Que lata pá!

Estou a brincar obviamente. :D

Já fico contente que o vejas.

Em relação às fotos, não sei se percebi bem a parte do sistema mas penso que te refiras ao formato, modo e White Balance. Se assim for, tiro sempre em formato " RAW", modo " Manual" e WB " Automático". A lente que uso sempre é a 18-55mm com ou sem anel de 12mm; se for para peixes lentos e corais, uso anel. Se for para peixes rápidos, uso apenas a lente. Uso sempre ISO de 200, com ou sem anel. As velocidades, dependem do objecto a fotografar, da posição deles no aquário, uso ou não de anel, etc mas normalmente é algo como: peixes entre 1/70 e 1/125 e corais entre 1/30 e 1/60 ( com anel). A abertura é sempre f5.6. Não uso tripé a não ser nas fotos panorâmicas. A máquina é uma Canon 400D. O software de edição é o Photoshop CS3.

 

Boas ,sinceramente é dificil escolher entre um e outro ,mas as maquinas tambem ajudam (já para não falar do photoshop) nyah .

 

Luis, ajudam sem dúvida e o Photoshop idem. Acho que é uma ferramenta indispensável para quem gosta de explorar ao máximo as fotos que tira, desde que usado sensatamente, algo que é perceptível a quem se dedica minimamente à fotografia. :photo: Em relação ao nano, obrigado. Não considero que tenha desistido dos plantados uma vez que ainda guardo algum material dos mesmos. Estou apenas a tirar umas férias. Continuo a apreciá-los bastante mas, depois de já ter feito alguma coisa nesse campo, o gosto e curiosidade por coisas novas vem com naturalidade. Penso que a minha maneira de estar na Aquariofilia ( e de muitos outros pois não sou o primeiro nem serei o último) é dinâmica e a realização vem com a experimentação de novas vertentes. Felizmente que o nosso hobbie tem várias: plantados, salgados, ciclídios africanos/americanos, comunitários, invertebrados, lagos, etc. Espero um dia voltar de novo aos plantados mas, neste momento, o que me suscita mais interesse é mesmo a água salgada. O facto de poder aplicar alguns conhecimentos dos plantados nos salgados é mais um motivo para prolongar as minhas férias. :sunbathing:

 

 

Abraço,

André

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não digas que não tens saudades da limpeza de um filtro... tipo um Profissional... f*ck...

 

Estás com uma fotografia do caraças... Que espécies de Góbios mantens actualmente?

 

Abraço!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá Fernando,

 

Actualmente mantenho duas espécies:

 

- Stonogobiops yasha ( Yasha Goby)

 

Picture391.jpg

 

- Amblyeleotris randalli ( Randall´s Goby)

 

Picture389.jpg

 

 

Abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

Muitos parabéns pelo lindissimo aquário, pretende ter um muito semelhante, espero conseguir tanta beleza e sucesso.

 

Gostaria de saber se pode contactar-me por PM para que possa tirar algumas dúvidas?

 

Obrigado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas André ,a ver se poes umas fotos gerais do aquario para a malta ver .

Fica bem

Share this post


Link to post
Share on other sites
Este tópico tem mais de 6 meses de antiguidade... Se fizer sentido, por favor considere criar um novo tópico em vez de reactivar este. Obrigado!

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this