• >>> Anúncios da Comunidade <<<

    • João Branquinho

      Mensagem para Visitantes   15-04-2017

      Estimado visitante, antes de mais, muito obrigado pelo seu interesse na comunidade Aquariofilia.Net! Esperamos que esteja a gostar do conteúdo que temos no fórum. Dado que não é ainda um membro registado da nossa comunidade, não sabe que está a perder muitas outras funcionalidades e informações disponíveis apenas a membros! Do que está à espera para se juntar a nós? É só fazer clique no canto superior direito e pode inclusivamente usar as redes sociais para agilizar o processo de registo. Obrigado!

Miguel Oliveira

.Membro
  • #Conteúdo

    89
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Days Won

    4
  • País

    Portugal

Miguel Oliveira last won the day on Abril 28 2016

Miguel Oliveira had the most liked content!

Reputação

28 :)

5 Seguidores

Sobre Miguel Oliveira

  • Rank
    Recém Chegado Pro

Informação de Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Leiria (Leiria)
  • Localização
    Leiria

Quem visitou o meu perfil

169 visitas ao perfil
  1. Boas, Por uma questão de facilidade em arranjar, tenho e costumo usar folhas de nogueira. Para já os red cherry que tenho não se "alimentam" delas, ou seja, não os vejo constantemente a comer as folhas, por isso não sei se é benéfico para eles em termos alimentares. Uso-as mais para dar uma ligeira coloração à água e principalmente para servir de refúgio às crias de Coridoras panda.
  2. A fixação das tiras é que deverá ser problemática. Tenho lido que colam com fita de colar dos dois lados, mas com a humidade e calor é provável que também se soltem com o tempo.
  3. Boas, E que leds usaste? Fita ou individuais? Tinham proteção à humidade? A minha questão é mais saber se este tipo de fitas é adequada, no que toca à luminosidade (lumens, temperatura, tipo), para o meu aquário, e quantas deveria colocar para ter a possibilidade de manter tapetes com monte-carlo e Eleocharis. Sim, sei que é uma solução que provavelmente irá ter falhas, e não é comparável a uma calha de compra. Mas a diferença de preço é apetecível (5€ por duas fitas de 45cm), mesmo que não se traduza em eficiência. Obrigado
  4. Boas, Gostaria de aumentar a capacidade de luz do meu aquário, pois acho que a mesma é um pouco deficiente para plantas um pouco mais exigentes. Como não tenho orçamento para uma calha de marca, pretendia montar um DIY com Leds em fita e um controlador (TC420). Encontrei estes leds: http://www.dx.com/p/13-5w-1080lm-45-smd-5630-led-white-light-car-decoration-light-strip-black-yellow-45cm-2-pcs-242638#.VzIH02_mrIU Pois, como cada fita tem 45cm, ficariam um pouco mais pequenos que o meu aquário que tem 55cm de frente, mas dariam para agarrar de alguma maneira à tampa (estas nao têm cola incluida). Provavelmente, teria que os segurar a uma calha de alumínio para ajudar o arrefecimento, e por sua vez prenderia o alumínio à tampa de plástico do aquário (ficariam a uns 6cm da água - 35cm do substrato em média). E neste caso específico colocaria duas fitas, mas aqui, surjem as dúvidas, se será suficiente, ou se é preferível juntar fitas com outras temperaturas de cor. Para já, pretendo continuar sem Co2, no entanto a médio prazo, depois de investir num filtro externo, é uma possibilidade. Gostava da vossa opinião, principalmente de quem já se aventurou neste tipo de projectos. O meu setup atual: -Aquário Aquatlantis de 55Lts (55x30x33) -Filtro KIT interno (300Lt/h) - Biobox2 -Termostato de 75w - apenas ligo no inverno (Dez a Mar) -Calha KIT de Leds de 6w. (pensava que era de 10w) Hardscape: - Rochas de xisto - Substrato fértil Tropica Plant Growth nas zonas posteriores - Gravilha de xisto a fazer barreira entre rochas e substrato fertil - Substrato JBL Manado nas zonas posteriores - Substrato areia fina na zona frontal Plantas: - Anubias - Valisnérias - Fetos de Java (Microsorium pteropus) - Hygrophila stricta tai - Eleocharis sp - Rotala rotundifólia - Micranthemum 'Monte Carlo' Fauna: - 6 Corydoras panda adultas - 4 Otocinclus (affinis??) - 10 Paracheirodon simulans (Neons verdes) - 5 hyphessobrycon amandae - 1 Neritina zebra - 6 Helena Fertilização: Seachem Flourish (1ml a cada 3 dias) Seachem Potassium (2ml dia sim dia não) Seachem excel (1ml dia sim dia não) Manutenção: TPA de 30% semanal, com adição de Seachem Prime e Seachem Stability
  5. Boas, Dos 10 neons verdes (Paracheirodon simulans) que tenho no aquário, um deles apareceu assim, há já umas semanas (só hoje consegui fotografar): A mim parece-me que ser uma fêmea com ovos, pois, além da dimensão e forma fora do habitual, apresenta uma natação normal e reação idêntica aos restantes elementos do cardume (ex: alimenta-se, nada junto com cardume, esconde-se quando afugentada...). No entanto gostava das vossas opiniões e saber ao certo se deverei tomar alguma medida.
  6. Bom dia, Eu uso um sifão idêntico e coloco um pouco de lã dentro do copo, de forma a reter no mesmo qualquer objecto maior. Uma das desvantagens é cortar um pouco a força de sucção, mas pode-se ajustar colocando menos lã, a outra é que algumas das impurezas que realmente pretendemos retirar ficam dentro do copo em vez de irem para o balde, o que exige algum cuidado no momento de o tirar da água, pois há a tendência para voltarem a cair. Mas assim, pelo menos, é garantido que o manado não passa.
  7. Enquanto não d€cido o filtro e o CO2, aqui fica uma pequena atualização: As Coridoras não deixam o tapete em paz.
  8. Boas, Não tenho muita experiência e cada aquário tem particularidades que podem influenciar, mas no meu comunitário, as minhas Corydoras panda costumam colocar posturas com muita frequência, e no meu setup anterior, que estava cheio de "lixo", muito musgo e plantas por podar, começaram a vingar algumas das crias. Nunca retirei os ovos dos vidros, nem passei as crias para outro aquário, embora acredite que dessa forma a taxa de sucesso será sempre superior. A altura do meu aquário é de 34cm, o que aparentemente seria demasiado para as mesmas virem respirar, no entanto nasceram e criaram-se. Tenho neste momento 2 crias adultas já nascidas aqui, e não tenho mais pois tive um problema que me deu cabo de muita fauna, principalmente camarões e umas 4 crias panda (algumas já com uns dois meses de idade). Tenho alguns peixes que poderiam comer as crias, mas nunca o fizeram, nomeadamente Paracheirodon simulans e Hyphessobrycon amandae. As Helenas também nunca as vi comerem ovos ou crias. http://www.aquariofilia.net/forum/index.php?showtopic=247074&hl= Relativamente aos ovos fungarem, penso que poderá ajudar fazer um pequeno tratamento com eSHa2000. No meu caso, as primeiras crias apareceram umas semanas após um tratamento que fiz para tratar uma espécie de fungo numa cory adulta. Não sei se haverá relação, pois já nasceram outras, posteriormente, sem ter feito qualquer tratamento. Penso que ajudará a manter as crias a existência de tufos de musgo de java, pois terão bastante alimento acessível e ao mesmo tempo um excelente esconderijo. Também já encontrei bastantes posturas dentro do musgo. Isto, só para dizer que não é impossível que os ovos vinguem em aquários "normais".
  9. Espero para acompanhar. Bota fotos.
  10. Estava a pensar em acrescentar essa mini-TPA, precisamente para aumentar o CO2 e regular um pouco os excessos/picos de nutrientes. Como não tenho CO2 e apenas dou o Excel, achei que faria sentido para ajudar a combater as BBA. Desde que alterei o Layout, os níveis de nitratos têm andado baixos (4 a 10) ao passo que as leituras de fosfato têm sido acima de 2ppm (a cor é mais escura do que o azul mais escuro que indica 2ppm), por isso acredito que este desnível na proporção de No3<>Po4 possa fazer alguma moça. Como fiz algumas alterações mais radicais a nível de "limpeza" e de quantidade de plantas, ainda não consigo perceber a tendência do aquário, a nível de produção e de consumo de nutrientes. Mais logo vou tentar tirar umas fotos às algas.
  11. Acho que vou deixar as plantas estabilizarem, e ver com se comportam em termos de crescimento. Depois passo alguns pés de Eleocharis ou Monte Carlo para a zona de areia , de forma a criar uma barreira e assim evitar que o manado se misture tanto. De preferência, passo apenas novos rebentos. Já começam a aparecer algumas algas BBA nas folhas das anúbias. Neste momento estou a fertilizar assim: 2ª - 2ml Seachem Excel + 2ml Potassium 3ª - 2ml Seachem Flourish 4ª - 2ml Seachem Excel + 2ml Potassium 5ª - 6ª - 2ml Seachem Excel + 2ml Potassium Sab ou Dom - TPA 33% + 2ml Seachem Flourish A iluminação liga 7 horas (das 17h às 24h) E tenho os seguintes valores (testes líquidos da Sera e Salifert): No3: 10 ppm Po4: 1,5 ppm PH: 7 Teste de tiras: kH: 6º gH: 6º No2: 0 ppm No3: <10 ppm Estou a pensar passar a fazer uma TPA de 10% à 4ª ou 5ª f. Penso que faz sentido, não?
  12. Sim, tem muito pouco substrato. Vou adicionar mais areia branca, se vir que consigo "travar" o manado, mas com 6 coridoras acho que vai ser impossível. Do lado esquerdo, tenho o monte-carlo e a minha ideia serio o mesmo segurar o manado acima da pedra de xisto. Nessa zona, para trás, tenho substrato fértil por baixo. Do lado direito, quer as anúbias, quer os fetos de java, estão presos a pedras amovíveis, podendo-as mover de sítio se pretendido. Como a areia da frente é muito compacta (mais do que a de sílica que tinha antes), duvido que dê para plantar alguma coisa. Penso que só daria caso a retire e substitua por manado. Aí talvez já dê para por alguns pés de monte-carlo ou Eleocharis. Quer uma quer a outra dá para plantar sem fértil, não?
  13. Obrigado Fábio, Pelo menos agora já vejo melhor os neons verdes, pois não têm onde se esconder. Também consigo ter maior variedade de plantas, embora isso não quer dizer que fica mais bonito.
  14. Alteração de Layout. Devido a vários problemas que penso terem sido despoletados por vários erros com a configuração inicial, decidi alterar o Layout do aquário, substituindo todo o substrato, aproveitando também para colocar substrato fértil. O objectivo principal desta alteração, além da limpeza, foi a criação de zonas mais acessíveis para poder proceder a uma adequada "aspiração" do substrato. Plantei mais algumas plantas, e tentei ajustar a posição das mesmas consoante a sua necessidade de luz, centrando as mais exigentes e afastando para os lados as que menos precisam de luz (anúbias). Pretendia criar uma zona central mais destacada, mas ficou um pouco mais baixa do que desejava. A escolha de substrato não foi a melhor para criar desníveis, pois o JBL Manado é demasiado leve. Também a zona frontal em areia, foi má ideia, pois já está cheia de manado. Vamos ver o que dá. Layout atual: Setup: -Aquário Aquatlantis de 55Lts (55x30x33) -Filtro KIT interno (300Lt/h) -Termostato de 75w - apenas ligo no inverno (Dez a Mar) -Calha KIT de Leds de 10w. Hardscape: - Rochas de xisto - Substrato fértil Tropica Plant Growth nas zonas posteriores - Gravilha de xisto a fazer barreira entre rochas e substrato fertil - Substrato JBL Manado nas zonas posteriores - Substrato areia fina na zona frontal Plantas: - Anubias - Valisnérias - Fetos de Java (Microsorium pteropus) - Hygrophila stricta tai - Eleocharis sp - Rotala rotundifólia - Micranthemum 'Monte Carlo' Fauna: - 6 Corydoras panda adultas - 3 Otocinclus (affinis??) - 10 Paracheirodon simulans (Neons verdes) - 5 hyphessobrycon amandae - 1 Neocaridina heteropoda (Red Cherry) - +6 Helena Fertilização: Seachem Flourish Seachem Potassium Seachem excel Manutenção: TPA de 30% semanal, com adição de Seachem Prime e Seachem Stability