PLPinto.M.

.Membro Ausente
  • Content Count

    10
  • Joined

  • Last visited

  • Country

    Portugal

Community Reputation

3 :)

About PLPinto.M.

  • Rank
    Recém Chegado
  • Birthday April 9

Contact Methods

  • Website URL
    https://plpintom-h.com/pt/
  • Mail
    pedro+plpinto-h.com

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Odivelas (Lisboa)
  • Localização
    Odivelas

Recent Profile Visitors

45 profile views
  1. Um conselho: tira a rá para outro aquario pequeno ou coloca ela dentro de uma marmita dentro do próprio aquário para fazer esses tratamentos (mesmo o do sal) porque senão as tuas plantas vão sofrer forte com isso. E os peixes pequenos também. Se é só a rã que está doente não apliques os remedios em todo o aquario.
  2. As rás terem adoecido não tem nada a ver com os parâmetros da agua, pois elas dão-se em qualquer tipo de agua e a temperatura da agua até está baixa, pelo que também não é por isso. São muito mais resistentes que os peixes. O problema é que para além de ser muito difícil identificar qual a doença (eu pela foto só vejo ela muito inchada, e os peixes quando ficam assim inchados não têm cura, o melhor é sacrifica-los mesmo) e como também não há remedios para o tratamento das ras (pelo menos que eu conheça) acho melhor sacrificar a rã do que colocar em perigo os peixes e a outra rã.
  3. Na minha opinião o maior problema que um iniciado tem é a pressa de ver o seu aquario bonito e cheio de peixes, sem dar tempo a que o aquario ganhe o equilibrio necessário por ele mesmo. Não é uma critica, porque eu mesmo sou assim. O ideal é ir acrescentando os peixes a pouco e pouco mas, quando não se faz quarentena aos peixes novos, temos o problema de poder contaminar e adoecer o aquario inteiro. Resumindo: a paciencia é mesmo a maior virtude.
  4. PLPinto.M.

    Tpa

    Na minha opinião as mudanças de agua devem ser frequentes mas em pequena percentagem. Vale mais mudar 10% todas as semanas que 25% cada mês e assim já não precisas de grandes cuidados porque uma pequena percentagem dificilmente altera substancialmente a qualidade da agua. Outra coisa que podes fazer é medir o PH da agua da tua zona para ver se é muito diferente do aquário. Eu nunca precisei de fazer qualquer tratamento para o PH, exepto quanto precisava de fazer alguns tratamento. Eu abordo este tema aqui, na segunda linha: https://plpintom-h.com/pt/A-01-cuidados-manutencao-aquario-peixes-agua-doce.html#Condicione
  5. A resposta curta é nenhum. Alguns peixes são pouco agressivos para os alevins, como os Neon e mesmo os guppys, mas se tiverem oportunidade comem-nos na mesma. Podem não os perseguir mas se a oportunidade aparecer eles vão aproveitar. Se não queres tira-los e cria-los à parte até serem maiores deves inserir tufos de plantas de folhagem muito densa para eles se esconderem. Assim muitos vão sobreviver, mas muitos serão comidos na mesma. Os únicos que podes ter em aquario comunitario sem problema são os Ciclidios porque as mães os protegem e não deixam ninguém chegar perto. Mas realmente com um aquario tão pequeno é difícil criar um ecosistema que funcione bem e onde possas ter muitas plantas e fazer criação de modo a que os alevins se possam esconder. Não tens espaço para inserir uma aquario de cerca de 100 litros? Aí já é possível manter um sistema equilibrado.
  6. Não parece estar prenha pelo que deve estar doente. Eu se fosse a ti retirava ela do aquário para não contagiar a outra, os mesmo os peixes. Como as ras respiram oxigénio diretamente podes coloca-la em uma marmita dentro do proprio aquário e sempre que a agua fique turva deitas ela fora e colocas mais agua do proprio aquário, mas nunca deixes a agua dela cair para dentro do aquario. Eu também já tive ras no aquario comunitario e era muito fixe ve-las, tanto mais que em água aquente elas crescem muito rápido, mas atenção que elas comem peixes. Chegaram a comer-me todos os Neon e alguns Guppys.
  7. Eu acho que pode ter a ver com uma iluminação deficiente. Ou a luz é fraca ou tem plantas que tapam a luz. Como o aquario é muito pequeno pode ter algumas plantas que não deixem passar luz suficiente, pois algas castanhas aparecem quando a iluminação é fraca. Já agora lembro que as lampadas devem ser mudadas todos os anos pois perdem intensidade.
  8. PLPinto.M.

    PLPinto.M.

  9. Olá a todos. Eu me chamo Pedro e sou da zona de Lisboa, Portugal. Já tenho aquarios de agua quente à muitos anos. O primeiro, de 25 litros ainda era um puto na escola, mas fui evoluindo e cheguei a ter um aquario de 600 litros quando já vivia na minha casa. Cheio de peixes (mais de 100) e cheio de plantas, que era lindo, fabuloso, e deixava todas as pessoas que vinham a minha casa de"boca aberta" a olhar para ele. Um dia rebentou, literalmente rebentou o vidro da frente e tive que andar a apanhar os peixes pelo chão fora, que se escondiam debaixo dos moveis (pois o salão ficou com uns 15/20 centímetros de agua) e eles nadavam e fugiam a esconder-se. Coloquei todos esses peixes e plantas em um aquario mais antigo de apenas 100 litros e, mesmo usando o mesmo substrato e filtros sem limpar, os peixes começaram a adoecer e a morrer. E com os tratamentos acabei por matar a maioria das plantas. Foi o principio do fim. Ainda arranjei o aquario grande mas já sem grande sucesso. Depois do tempo e dinheiro gasto e do desgosto de ver tudo destruido já nunca mais consegui obter um aquario como o que tinha tido. Com o tempo e os problemas, aliados a menos tempo por motivos profissionais, acabei por desistir. Neste momento não tenho aquario nenhum e, provavelmente não voltarei a ter. Mas como tenho bastantes conhecimentos, de anos de prática e tenho um website sobre animais domésticos, https://plpintom-h.com/pt/ , resolvi aderir a esta comunidade para falar um pouco sobre peixes e plantas tropicais que adoro e ajudar em alguma questão que possa. Infelizmente não tenho fotos digitais desse aguario.