Sérgio Moreira

Membro
  • Posts

    197
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Sérgio Moreira

  1. Meu caro, Bem "esgalhado"! Gostei da ideia e estarei atento ao desenvolvimento, dando sempre que possível o meu contributo... Um abraço e boa sorte! Fica bem.
  2. Sagittaria subulata. Obrigado pela opinião meu caro. Abraço.
  3. Caros amigos, Um actualização, que inclui: 1. recolocação da raiz noutro sitio e noutra posição - acho que favorece o aspecto geral 2. introdução de uns runners de lilaeopsis brasiliensis 3. na fauna, introdução de 10x Caridina multidentata e 2x Corydora trilineatus Uma geral: Um abraço a todos. Fiquem bem.
  4. Estimados, Obrigado por todas as opiniões! Acrescentando só uma particularidade importante... Estão decorridos 45 dias desde o enchimento, o plantio tem vindo a desenvolver muito bem, e não tenho algas. Pode ser cedo para mandar os foguetes, mas para além de vestígios de green-spot que apareceram na folhagem baixa da Ludwigia Glandulosa há cerca de 2 semanas (que creio deverem-se à imaturidade biológica do aqua), nada mais. A Ludwigia Glandulosa respira saude, cresce a olhos vistos (basta fazerem a comparação da 1.ª foto com a actual), e está bem rubra. É por isto que começo a acreditar no investimento nos leds e nos respectivos módulos de controlo electrónico, que, para além de permitirem controlar obviamente o fotoperiodo, permitem regular milimetricamente a intensidade da luz em cada módulo individual. Com isto, "o céu é o limite", ou seja, pude variar e controlar a distribuição da luz nos tempos, nas intensidades e nos momentos mais ajustados. Um abraço a todos. Fiquem bem.
  5. Caro Hugo, Efectivamente, faltam os inertes... ando à semanas à procura do "calhau" certo, mas ainda não consegui encontrar... A pedra ou pedras irá/irão ocupar a zona na frente da Limnophila e na frente da raiz. Entre as blixas, sairá mais uma tirada de plantio foreground, provavelmente lilaeopsis brasiliensis, que virá juntar na frente com a subulata que vem do lado esquerdo... Caro Ptuga, Efectivamente muito 2D.. infelizmente o efeito do molde não foi aquele que idealizei... vamos ver como eu consigo dar a volta a esta questão... As plantas estão muito bem, com um crescimento assinalável... Também, não lhes falta nada!! Um abraço a todos!
  6. Estimados, Ligeiras actualizações: 1. Introduzida uma raiz, que ocupa aproximadamente o centro do layout 2. Introduzidos cerca de 30 pés de Sagitaria subulata na zona frontal esquerda 3. Sigo já o plano de fertilização Elos Expert Line Abraço a todos.
  7. Caros amigos, Mais de um ano depois, reactivo e este tópico. O ínicio de Fevereiro marca o nascimento deste meu primeiro projecto mais exigente (muitos anos dedicados aos africanos...). Depois dos ultimos posts, as actualizações são as que se seguem: Introduzido o sistema de iluminação: PowerLeds AquaRay AquaGro GroBeam 1000HD da TMC, com Controlo Electrónico Os módulos de iluminação: Os módulo de controlo electrónico (pacientemente fixos numa placa de MDF): Introduzido o sistema de CO2: JBL Proflora m1003, com controlador de pH Introduzido o filtro Eheim Professional 3 2075. Introduzidos os substractos: Elos Terra Zero; Elos Bottom Mineral (10 Lts); Elos Terra Small (15 Lts). Introduzidas as primeiras plantas: Cabomba Caroliniana, Limnophila Hippuroides, Ludwigia Glandulosa, Blyxa Japonica e Hygrophila Polysperma Rosanervig. Introduzidos os primeiros peixes: 2x SAE, 3x Ottos, 2x Corys Panda, 10x Petitella Georgiae, 10x Paracheirodon Axelrodi. Introduzido a forma d' O Rio e enchimento do molde com areia de silica (confesso, ainda tenho de encontrar soluções para lhe melhorar o aspecto, mas para já o importante foi introduzi-lo no layout). Este é o aspecto actual, com o plantio um tanto ou quanto desajeitado, porque nesta fase o importante é que lá estejam as plantas a "devorar nutrientes". Próximo passo, encontrar os componentes certos para a montagem do hardscape... Por hora é tudo. Um grande abraço a todos. Fiquem bem. Sérgio Moreira
  8. Olá André, Obrigado pela confirmação. Um grande abraço. Fica bem!
  9. Caros amigos, Expostos no título os substractos que seleccionei para o meu novo projecto (1.º aquascaped), gostaria que me confirmassem se estarei certo na disposição das camadas: 1. No fundo, Elos Bottom Mineral 2. Coberto por Elos Terra Zero 3. Cobertos por uma ultima camada de Elos Terra Small Obrigado antecipado pela confirmação ou correcção. Grande abraço a todos. Fiquem bem.
  10. É barro tradicional. É uma ideia... mas se o vier a fazer, farei quando o "livro" estiver concluido... Obrigado Guedes. Este é na verdade um projecto que não é só meu... é nosso. O nosso "brainstorming" de ideias já mostrou bons resultados, como se demonstra! Ganda abraço a todos. Fiquem bem!
  11. Na boa, não é preciso dizer se serviu de alguma coisa o tempo e o latim. Agradecer também não.
  12. A todos aqueles a quem ainda não tive anterior oportunidade de agradecer a intervenção neste tópico, aqui fica o meu obrigado! Importa só fazer uma breve actualização, na medida em que a olaria já me entregou a forma depois de cozida. Devo dizer que o resultado final foi precisamente o que eu havia idealizado... e quando assim é, é bom! Ficam as fotos: Dentro do aqua: Seguir-se-á a introdução do substracto... entretanto, fiquem bem! Um abraço a todos!
  13. Se for possível instalar, 18W seria bom, mas não o ideal. Para um aqua moderadamente plantado, aplica-se a regra básica de 1W/litro. Está a contribuir para a sua dissipação. Sem injecção artificial, o unico CO2 que tens é o produzido pelos próprios vivos (presumindo que lá estão). O venturi e a agitação da superfície da água provocam um maior ritmo de trocas gasosas, nas quais o CO2 tendencialmente se dissipa. Agora, podes é usar o venturi para introdução de CO2, acoplando a tomada de ar do venturi a um sistema caseiro de produção de CO2. Muita gente o faz, inclusivamente com resultados satisfatórios. Uma folha de alface dentro do aqua à noite... luzes apagadas... manhã seguinte, taaaauuu! tens uma caracolada pró pequeno-almoço. Infalível e natural! Fertilizas directamente na coluna de água com rigor, e podes ter na mesma bons resultados, mesmo sem substracto fértil... não deixo contudo de acreditar que, se esta era a tua ideia inicial, deverias ter planeado melhor esta parte...
  14. O que dizes é impossível de 2 maneiras... nem o coral nem as pedras calcárias fazem descer o pH (fazem o inverso), nem se os tirares o pH sobe logo (porque não sobe se os tirares e não funciona assim... taauuu! logo!). Por outro lado, pelo menos não opnies se não tens certeza no que dizes, senão é fácil haver muita confusão e problemas para aqueles que se querem ajudado e esclarecidos.
  15. NUNCA!!! Ganda bujarda... Coral, aragonites, calcários, etc. têm um efeito precisamente inverso ao pretendido...
  16. Se tu achas que sim, continua a procurar... O que queres mesmo que se faça, que eu não percebi? Queres que o pple te vá ajudar a procurar?
  17. E não é que poderá resultar bem???? Excelente ideia... GOSTO! :D O unico senão é que terão de ser forçosamente coladas com silicone, já que em barro teria sempre de ir á cozedura e já não vou a tempo... mas é indiferente, claro! Obrigado meu caro!! Abraço a todos. Fiquem bem!
  18. Bem Mário, Acerca da flora, será definida no "Capítulo 3"... para já, quero fazer as coisas muito gradualmente e devidamente planeadas. Obviamente seguir-se-á o "Capítulo 2" com a escolha do substracto, e aqui já tenho ideias muito firmes sobre o que entrará neste projecto... Elos Terra Zero, Elos Bottom Mineral e Elos Terra Small (para além do Nile Sand para encher a forma d'O Rio). Ainda não percebi muito bem foi a forma como devo organizar as camadas do substracto... presumivelmente entrará o Bottom Mineral, depois o Terra Zero, e por fim o Terra Small... estará correcto? Obrigado. Fica bem!
  19. Obrigado amigos. Fiquem na certeza de que vou actualizar. Até porque, como é óvio, este projecto irá merecer a minha melhor atenção para com os comentários e conselhos de todos... Sem isso, dificilmente sairá daqui alguma coisa de jeito... A fauna... bem, aqui seguramente terei de contar essencialmente com uma robusta "equipa de manutenção". Depois, ver-se-á, mas estava a pensar nuns Altuns, e só... Um grande abraço a todos! Fiquem bem.
  20. "Even though I walk through the valley of the shadow of death, I shall fear no evil, for you are with me..." Em resumo, é desta que me mando a isto, e vou converter-me ao aquascaping. Com calma (muita calma...), com a V/ colaboração, teoria e prática. Quero usar este 1.º Layout como prancheta para aperfeiçoar método e técnica. Os erros vão surgir, mas também estes fazem parte do ciclo de aprendizagem... Depois de entrado em casa, o novo aqua desde cedo me começou a fazer pensar na sofisticação de lhe meter dentro um desse cenários "à lá FAAO"... Abro então com o prefácio, o hardware... Aquatlantis EVASION 120 Silver - 120x40x55 - 260 lts brutos Galeria/Luminária origem - 2xT8 30W, a alterar by Ramirezi para 4xT5 39W c/ reflectores & moonlight ... e é isto para já. À medida que for introduzindo novos equipamentos, actualizarei acima, podendo servir para consulta em qualquer momento. Capitulo I - Definição do Hardscape - "O Rio" O rio... a forma como este elemento exponencia a profundidade visual do conjunto, não me deixou dúvidas de que o teria de integrar neste layout. Por aqui comecei. E pensei em tentar de uma maneira diferente a execução deste elemento. Querendo certificar-me de que "O Rio" seja um elemento bem elaborado, resolvi desenhá-lo e moldá-lo em barro. Este molde será a primeira peça e entrar no aqua, sendo aquando da montagem cheio com areia e rodeado do substracto para o plantio. Vamos ver como sai a ideia... Coberto o fundo do aqua com papel de fotocópia, colei as folhas de maneira a formar um conjunto que pudesse deslocar para fora do aqua... e testar o desenho d' "O Rio"... Recortá-lo... Ensaiá-lo... Transpô-lo a cartolina... Ensaiá-lo... Especial atenção à ilusão de profundidade... E levar o molde em que percebe do assunto, para execução da forma em barro... (fotos qualidade telemóvel ) E para já, é tudo. O Mestre Batalha vai secar a peça, cozê-la em alta temperatura, e entrega-me a dita no próximo fim-de-semana... a partir daí, continuamos. Granda abraço a todos, amigos... Fiquem bem!
  21. Olá Luis, Inquestionável a beleza dos peixes, mas... são os teus?? Algumas dessas fotos até me são familiares de outros sites... basta conferir a sua origem nas properties das fotos postadas... Cuidado com os direitos de autor... Abraço. Sérgio PS- sei que não referes em nenhum lado que são os teus, e podem ser só ilustrativas da tua fauna... se assim for, retiro a totalidade do meu comentário.
  22. Se a finalidade for, e muito bem, a optimização da oxigenação da água, tens de colocar a saída onde esta provoque a maior turbulência ou agitação da superfície da água. Se estiver fora de água, provoca um turbilhão maior mas numa área reduzida, se estiver dentro de água, perde o turbilhão mas ganha na corrente que consegue gerar à superfície (isto pressupondo que se encontra na horizontal). O ideal a meu ver é ter a saída na horizontal literalmente na linha de água.
  23. Os Johannii são semelhantes aos Auratus em temperamento. Ambos são catalogados no Cichlid-Forum como "Extremely Aggressive". Mas isto, claro está, manifestar-se-á de uma forma mais ou menos evidente, dependendo de muitos factores, como o tamanho e população do aqua, layout, etc.
  24. Para mim estariam bem com o que já fizeste. O cheiro a plástico será normal e desaparecerá por si. Uma recomendação minha: Lexívia NUNCA!!!! Se ainda assim quiseres ficar mais tranquilo, julgo que deixá-los cheios 2 ou 3 dias com uma solução de água a ferver carregada de sal (creio que o sal é um excelente germicida natural) poderiam ser úteis.
  25. Provavelmente a(s) lâmpada(s) está(ão) a funcionar como "aquecedor". O aquário é tapado? Quantas lâmpadas tem? Está em alguma área normalmente quente, com muita exposição solar?