Recommended Posts

Boa noite caros, 

Peço desculpa se este tópico foi criado na secção errada, mas tenho um aquário low tech e não encontrei a secção dos substratos.

O meu low tech tem 60L, com substrato aquabasis plus e manado por cima, com algumas pedras de basalto para decoração. Em termos de fauna, neste momento só tem empregados de limpeza: 3 otos, 5 amanos, 5 red crystal reds, 3 corydoras bronze e 2 neritina natalensis. 

Relativamente à flora, tem maioritariamente plantas de crescimento rápido: musgo java, feto java, limnophila sessiflora, heteranthera zosterifolia e hygrophila polysperma. 

A iluminação é feita com LED, e a filtragem é temporariamente feita com filtro interno, com bio balls, esponja, lã de vidro e carvão ativado, pois o meu tetratec ex400 foi à vida. 

Planeio trocar o meu substrato atual por aquabasis plus mas desta vez com mandado dark por cima. É aqui que preciso da vossa ajuda. 

Vou fazer a lavagem lavagem do substrato normal, e estou a pensar em deixá-lo "de molho" com agua de TPA para criar a colónia de bactérias. Acham que este método resulta, ou estou a propor uma barbaridade? 

Desde já agradeco, e se tiverem alguma questão ou sugestão sou todo ouvidos. 

Link to post
Share on other sites

Olá Denys, boas…

Já li e a tua questão várias vezes e efetivamente não entendo a tua pergunta!

há 1 hora, Denys Paul disse:

O meu low tech tem 60L, com substrato aquabasis plus e manado por cima, com algumas pedras de basalto para decoração. Em termos de fauna, neste momento só tem empregados de limpeza: 3 otos, 5 amanos, 5 red crystal reds, 3 corydoras bronze e 2 neritina natalensis.

Relativamente à flora, tem maioritariamente plantas de crescimento rápido: musgo java, feto java, limnophila sessiflora, heteranthera zosterifolia e hygrophila polysperma.

Muito bem quanto à fauna, parece-me bastante correto. Eu não diria que musgo e feto de java são plantas de crescimento rápido, mas ok, não é esta a parte que tenho dificuldade em entender.

há 1 hora, Denys Paul disse:

A iluminação é feita com LED, e a filtragem é temporariamente feita com filtro interno, com bio balls, esponja, lã de vidro e carvão ativado, pois o meu tetratec ex400 foi à vida. 

É muito chato quando um filtro se avaria, mas não me parece que essa seleção de “medias” seja muito eficiente. Bioballs, normalmente são grandes, mas têm pouca superfície para a fixação de bactérias. Esponja para pré filtração está correto, lã de vidro para uma filtração mecânica de partículas mais finas também está certo, contudo, o carvão ativado está aí a fazer o quê? Se não fizeste nenhum tratamento no qual introduziste produtos químicos que agora pretendas remover, o carvão não é adequado, e mesmo que o tenhas feito a utilização do carvão deve ser apenas temporária. Quanto a mim, antes de alterar qualquer outra coisa, substituiria as bioballs e o carvão por um tipo de “media" mais eficiente na fixação de bactérias…

há 1 hora, Denys Paul disse:

O meu low tech tem 60L, com substrato aquabasis plus e manado por cima, com algumas pedras de basalto para decoração. ...Planeio trocar o meu substrato atual por aquabasis plus mas desta vez com mandado dark por cima. É aqui que preciso da vossa ajuda.

Vou fazer a lavagem lavagem do substrato normal, e estou a pensar em deixá-lo "de molho" com agua de TPA para criar a colónia de bactérias. Acham que este método resulta, ou estou a propor uma barbaridade? 

Antes de mais não entendo o que queres dizer com "substrato normal". Até agora ainda não me apercebi de nada de anormal, nem no substrato antigo, nem no novo! Depois, antes de mexer em qualquer outra coisa, eu tentaria fixar uma colónia de bactérias estável e eficiente nos materiais filtrantes (nem que tenhas de esperar, atualizar o filtro e sobretudo os materiais que lá tens…), e só depois mexeria no substrato. Se fores mexer em tudo agora arriscas-te a perder a fauna.

Mesmo que pretendas alterar profundamente a tua montagem (parece-me que no fundo talvez seja isso, porque substituir o substrato é uma alteração profunda, primeiro eu tentaria ter uma colónia de bactérias bem estabilizada no filtro, depois então pensaria em alterar as outras coisas.

Explica lá melhor a tua situação, para ver se alguém te pode dar uma resposta útil e, se conseguires, coloca alguma foto, para termos a noção da densidade da plantação:

 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Boas, muito obrigado pelo comentário e sugestões.

O que quis dizer não foi 'substrato normal', saiu-me mal a frase por causa do corretor automático. Estava a referir-me a preparação normal do subtrato (lavagem).

A pergunta é se deixar o substrato novo em água de TPA durante uns tempos para criar nele uma colónia de bactérias, antes de o inserir no aquário, será que resulta? 

Link to post
Share on other sites

Pois, agora entendo melhor…

O JBL AQUABASIS PLUS é um substrato ativo, carregado de nutrientes que irá servir para alimentar as plantas através das raízes, Não deve porém, ficar em contacto com a coluna de água, senão começa a libertar esses nutrientes de forma descontrolada, o que irá seguramente propiciar um ambiente excelente para o desenvolvimento de algas. Claro que num low teck isso acontece mais devagar, mas acontecerá!

Lavá-lo não faz absolutamente nenhum sentido, senão perdes as qualidades excecionais que ele possui.

O MANADO é um solo que permite a fixação de bactérias, sobretudo rico em ferro, mas servirá para cobrir o Aquabasis com uma camada generosa (4+ cm), impedindo o contacto do primeiro com a coluna de água. É um solo que tem capacidade de absorver nutrientes da coluna de água para mais tarde os libertar, mas não vem carregado de fertilizantes. Deve ser passado por água, para o limpar de poeiras e partículas menores, mas não necessita de ficar de molho…

A quantidade de bactérias que se estabelecem no solo a curto/médio prazo é importante sim, mas não é comparável à quantidade de bactérias que se estabelecem no filtro quando este tem um recheio de matérias filtrantes de boa qualidade.

Por exemplo, se tivermos um filtro bem maduro e o instalarmos numa nova montagem, rapidamente o equilíbrio se estabelece, por outro lado, se tivermos um aquário maduro e trocarmos o filtro com novas matérias filtrantes, dificilmente evitaremos uma fase de desequilíbrio acentuado!

Por isso te disse que antes de mais, eu colocaria boas matérias filtrantes, deixaria o filtro amadurecer… e depois pensaria mudar o substrato, que no caso que tu indicas é quase como recomeçar uma nova montagem. Eu faria assim, não sei se alguém te dirá para fazer de forma diferente, mas eu sentir.me ia mais seguro com o processo que te indico.

O teu filtro é provisório (porque o outro avariou), as matérias filtrantes não são as mais adequadas, e agora queres mudar o substrato, mas tens animais dentro do aquário. Pois sim, acho que ou tentas o processo que eu indico, ou então montas um novo aquário, esperas que o ciclo do nitrogénio se realize, e depois mudas os bichos lá para dentro.

Desculpa talvez não te ter dito aquilo que naturalmente tu mais gostarias de ouvir, mas é assim que eu acho que será o mais seguro.

 

Ah, esqueci-me de referir que também não mudaria a totalidade das matérias filtrantes de uma só vez... Iria mudando gradualmente: Primeiro substituiria o carvão por alguma média porosa de boa qualidade e mais tarde substituiria as bioball...

Edited by C Mocho
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.