Recommended Posts

Olá bom dia. 

Ontem a tarde fiz a limpeza do meu aquário tirei a areia que tinha colocando outra, lavei a em água corrente e fervi lavei todo o aquário e filtro e as decoraçoes que tinha no aquário por estarem todos pretos e cheio de musgo pus num balde com água e lixívia, escovei a ver se tirava o máximo e passei por água corrente para tirar a lixívia, montei o aquário colocando a areia, o filtro e o termostato coloquei água da torneira e no fim coloquei os peixes, mal os coloquei vi que alguns estavam diferentes não era normal e assim começaram a morrer ao ponto de me morrerem praticamente todos os que tinha e alguns deles já tinha a mais de 2 anos, estou bastante triste e sem saber o porquê de ter acontecido e os que me sobrou sei que não estão bem e vão morrer, hoje de manhã já tinha alguns mortos e os restantes vão acabar por morrer também o que dá ou posso fazer a ver se ainda consigo salvar os que me sobrou? 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá Filipa,

2 coisas que contribuíram para isso, possíveis restos de lixívia e a lavagem completa ao aquário incluíndo o filtro....

O filtro é o coração do aquário, pois mantém as bactérias necessárias para o ecossistema do aquário, o filtro só deve ser lavado com a mesma água do aquário e não em água corrente, a outra coisa que fizeste foi quebrar o ciclo do azoto que normalmente demora +/- 30 dias a concretizar-se....

Aconselho-te fazeres uma troca parcial de água (50%) de 2 em 2 dias durante 1 semana para minimizar resíduos de lixívia e esperares pelo novo ciclo do azoto, dá uma vista de olhos no link abaixo para perceberes melhor sobre o ciclo do azoto.

Cumps,

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Quero só acrescentar o seguinte ao que já foi dito:

É preciso utilizar sempre acondicionador na água nova para remover cloro que é nocivo para os peixes e bactérias benéficas ao ciclo do azoto. É preciso especial atenção nesta altura em que está a ser utilizada uma maior quantidade de cloro para desinfectar as águas que nos chegam às torneiras, que até dá para perceber só pelo cheiro da água. Só se tiver água de poço é que não deverá existir cloro na água da torneira.

A areia também contém um número elevado de bactérias benéficas ao ciclo do azoto, por isso deve-se evitar trocar a areia toda de uma vez.

Quando se lavam coisas de aquário com lixívia, convém enxaguar bem com água para remover o máximo possível de lixívia e depois deixar secar completamente. Quando se voltam a colocar no aquário, deve-se utilizar um pouco de acondicionador da água extra para remover qualquer resíduo de lixívia que ainda possa estar nos objectos. Isto porque a lixívia é básicamente cloro diluído.

Também não falou da temperatura da água. A temperatura da água nova deve ser igual à da água em que os peixes estão, ou corre o risco dos peixes entrarem em choque e morrerem.

Edited by João Cardoso (Kadoxu)
  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu por acaso tenho o hábito de desligar o filtro e o lavar semanalmente.

Costumo tirar a esponja e passá-la por água para tirar os resíduos que ficam lá acumulados.

Estará correto este procedimento?

Filipe Cabral

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 12 minutos, Flaips disse:

Eu por acaso tenho o hábito de desligar o filtro e o lavar semanalmente.

Costumo tirar a esponja e passá-la por água para tirar os resíduos que ficam lá acumulados.

Estará correto este procedimento?

Filipe Cabral

Idealmente, qualquer matéria filtrante deve ser lavada apenas com água retirada do aquário para não matar as bactérias. Isto é especialmente importante se o filtro só tiver essa esponja. Se o filtro tiver mais matérias filtrantes (por exemplo, cerâmicas), lavar com água corrente não terá tanto impacto no ciclo do azoto, mas ainda assim é de evitar.

A frequência com que isso se deve fazer depende de muitos factores, desde quantidade e tipo de peixes, alimentação que é dada, etc.

Todas as matérias filtrantes e peças do filtro (como por exemplo o rotor da bomba) devem ser limpas/lavadas com alguma regularidade para manter os filtros a funcionar correctamente.

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 20 minutos, Flaips disse:

....
Costumo tirar a esponja e passá-la por água para tirar os resíduos que ficam lá acumulados.

Estará correto este procedimento?
...

O procedimento correcto é lavar o filtro com a própria água do aquário, retiras a água para um recipiente e lavas lá toda a matéria filtrante.

Cumps,

  • Upvote 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não precebi bem!

Pode explicar melhor pf.

Tiro parte da água do aquário para um recipiente e lavo lá a esponja...

Depois o que faço à água onde lavei a esponja?

Cumps

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ah ,ja percebi!

Obrigado pela sua ajuda!

Cumps

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 19 horas, Flaips disse:

Depois o que faço à água onde lavei a esponja?

Aproveita-a para regar plantas... não há nada melhor para as plantas que essa água suja dos filtros dos aquários!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ok, obrigado pela dica.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.