RMartins

Membro
  • Posts

    73
  • Joined

  • Last visited

  • Country

    Portugal

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Trofa (Porto)
  • Localização
    Santiago de Bougado

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

RMartins's Achievements

Newbie

Newbie (1/14)

  • Week One Done Rare
  • One Month Later Rare
  • One Year In Rare

Recent Badges

17

Reputation

  1. Olá. Fazes bem em aproveitar essas cerâmicas. Compra também o Seachem Stability, usa tal e qual as instruções e não te preocupes que vai correr tudo bem.
  2. Olá Paulo O objetivo da minha publicação não era chegar aos targets da ADA, mas sim tentar perceber se com uma quantidade baixa de potássio as coisas funcionam bem. Pois vejo montes de exemplos de aquários bem sucedido, que até utilizam uma fertilização muito enxuta, mas no potássio têm como alvo os 20ppm. Tenho como lógica que se praticarmos uma fertilização enxuta ao nível de nitratos e fosfatos não precisamos dos níveis "EI" de potássio. Se calhar, como tu dizes, são "correntes que se vão propagando e perpetuando no tempo"... Tenho-te como um exemplo bem sucedido com baixos níveis de potássio, entre outros que encontrei em fóruns internacionais. Neste momento, para 150L líquidos e com 20 lumens/L, dou 4ml de Specialised e 4 de Premium, o que faz 3,38ppm de potássio semanais. Já agora, o teu frasco de Specialised tem uma espécie de pó preto em suspensão?
  3. Boa noite Segundo o certificado colocado em cima, feitas as contas, se dosearmos o recomendado pela marca, adionamos 1,2 ppm de potássio semanalmente. Na marca ADA, o Bright K adiciona cerca de 20 ppm de potássio semanalmente. Caso doseie como o Paulo Soares recomenda, 0,08ml por L, dá cerca de 6ppm de potássio semanalmente, o que fica longe dos 20ppm da fertilização ADA. Sei que as marcas lançam os produtos a pensar nos seu sistemas e portanto o potássio extra do sistema Tropica é fornecido pelo substrato. Segundo análises feitas aos substratos conseguimos ver que o substrato da Tropica tem muito mais potássio que o aquasoil da ADA. https://www.golias.net/akvaristika/experiments-substrates-analysis.php A questão que coloco é: para quem usa o fertilizante da Tropica com outros sistema de substrato adiciona potássio extra? Memso que complete com o Premium a quantidade a adicionar é enorme para chegar aos tagets da ADA e não me parece razoável.
  4. Olá Samuel Aconteceu-me o mesmo há dias. Como resolveste a situação?
  5. Boa tarde Como o nome do tópico indica, alguém usa ou usou este produto? Segundo o site da Seachem: Pristine utiliza bio-aumento, um método não químico e natural, para melhorar a qualidade da água. Ele fornece as bactérias que decompõem o excesso de alimentos, resíduos e detritos em sistemas de água doce e marinhos. Ele também irá reduzir o excesso de nutrientes (por exemplo, amônia, nitratos e nitritos) que podem estimular o cresimento de organismos incômodos e organismos causadores de doenças. Prestine aumenta claridade da água e promove a saúde geral, melhora o ambiente aquático. Se usaram ou usam dêem as vossas opiniões [emoji106]
  6. Já estava com intenções de fazer isso na próxima TPA, para ver se vai haver diferenças...
  7. Eu metia em causa a luz se a planta não desenvolvesse no lado por baixo do inflow... Eu tenho um FTB 90cm para um aquário de 1metro e @Gonçalo84 sabes bem a luz que aquilo dá. A calha está ao centro, por isso não favorece nenhuma das pontas. O que é certo é que do lado onde leva com o fluxo da água e CO2 a Monte Carlo está a custar a desenvolver, no lado contrario está linda como no meio. No aquário do Tozé reparo no mesmo, mesmo que o lado esquerdo não esteja tão desenvolvido, o lado onde está o difusor e leva com o fluxo de água está mais atrasado.
  8. Bom dia Tozé. Reparo que o tapete de Monte Carlo está menos desenvolvido no lado onde tens o difusor de CO2! Lembro-me que o Paulo Soares fez experiências onde colocava as plantas longe e próximo do difusor, e aquelas que se davam mal próximo do difusor, reagiam melhor afastadas dele. Contudo, ficou a duvida se poderia ser o fluxo dá água o responsável. No meu caso tenho um tapete de Monte Carlo bem desenvolvido no centro e por baixo da saída de água. No lado oposto, onde bate a água e o CO2 (tenho um difusor em linha com o filtro) está a custar a desenvolver, e a olhar para a posição do teu difusor e o estado de desenvolvimento da planta, fez-me questionar se as elevadas concentrações de CO2 nessa zona possam estar a influenciar o desenvolvimento do tapete... Era bom ver mais opiniões sobre este tema. Grande abraço
  9. Lindo! Nem parece que tem 3 meses!! Chegaste a fazer os testes? Abraço
  10. É incrível a qualidade do substrato ADA. O que consegues em termos de qualidade de flora com a quantidade de fertilização que colocas é fenomenal. E ainda por cima adicionas 10h de luz por dia! Incrível! Peço desde de já desculpa em usar o teu tópico, deste belíssimo aquário, para tirar algumas dúvidas que tenho em relação ao sistema ADA. Quando sabes que tens começar a usar o Brighty lights? Fazes testes? Se os fazes estes acusam alguma coisa? Ou como o substrato vai libertando os nutrientes diretamente para as raízes não nos podemos guiar pelos testes? Grande abraço!
  11. Podes dizer que quantidade de fertilizante estás a colocar? Gostei da mudança da areia para tapete. Dá outro ser ao aquário. Cumprimentos
  12. No meu acontece o mesmo, mas como tenho outra de metal, de segurança, não me preocupo. Por isso não defeito é feitio.
  13. Obrigado pessoal! Retirei esta foto do Facebook da Aquaeden.
  14. Boa noite pessoal! Ajudem-me a identificar esta planta: Obrigado
  15. É um aquário que transmite muita tranquilidade. Gosto muito!