Renato.Vieira

.Membro Ausente
  • Content Count

    222
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

42 :)

About Renato.Vieira

  • Rank
    Super Membro Júnior
  • Birthday 05/17/1983

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Loures (Lisboa)
  • Localização
    SJT

Recent Profile Visitors

1,180 profile views
  1. Renato.Vieira

    1° aquário, ajuda.

    Bem vindo, Antes de mais, excelente apoio dos membros ao recém chegado. Gosto muito de ver. Quero apenas deixar algumas noções e dicas sobre o aquário do colega. O processo de oxigenação e troca de gases na água depende da quebra ou oscilação da chamada "tensão de superficie". Refere-se á propriedade da água como liquido, que como sabes é densa. Para a troca de gases (oxigenação) é importante tentares reproduzir uma corrente de superficie, que oscile e ondule a linha de água. Tal como na natureza ocorre num rio. Isto terá relevância imediata no comportamento da fauna e flora que coloques no aquário. Como tal, coloca a flauta (output) do filtro logo abaixo da linha de água, por forma a criar a corrente/ondulação da água. Á medida que a água se evapora do aquário, vais ouvir o som de "chuveiro" que não te passa ao lado. Ajusta a flauta em acordo, quando fizeres uma TPA ajusta sempre. Dadas as medidas do aquário, não será necessário mais nenhuma corrente suplementar. Quando ao termostato, continuará a dissipar calor ao longo do aquário de forma eficaz. Novamente, bem-vindo e desejo sucesso no hobby e bons momentos.
  2. Renato.Vieira

    Plantas a desfacere-se?

    Areão = Camada inerte (não interfere em nada) de areão ou pedras pequenas decorativas Substrato fértil = Composição de terra fértil, rica em nutrientes e valores para o crescimento das plantas A valisneria é uma planta resistente como tudo, como tal, não é fora do normal sobreviver sem substrato e com pouca luz. Por esse motivo é recomendada pelos lojistas como primeira planta de aquários iniciados. No entanto, a aparência da planta e seu crescimento, sofre por isso. Tens substrato por baixo do areão? Como acredito que não, podes comprar fertilizantes liquidos que ajudam a mellorar a planta. Recomendo os da tropica pois estarão disponiveis em qualquer loja. Da mesma forma que para plantar flores, necessitas de terra fértil, além da exposição á luz. Como aquário, acho mais piada ao natural e é melhor para o comportamento dos peixes. Aconselharia a pesquisares pelo fórum sobre aquários iniciados ou por "Meu 1º plantado". Não me vou adiantar muito neste ponto, pois terás tempo para ler a informação que já existe e decidir se queres melhorar (investir) mais o aquário que tens. Por agora, tens um tipico 1º aquário com os erros que são de esperar e não de condenar. Bem-vinda ao hobby e usa o campo de pesquisa para conceitos base para a qualidade da água, filtragem, espécies de peixes e compatibilidade. Por agora deve chegar. Em caso de dúvida, só perguntar. Estamos cá para isso.
  3. Renato.Vieira

    80x40x45 quantos?

    Olá Ricardo Com essas dimensões, podes colocar escalares ou discus, não aconselho as duas espécies. Os scalares terão maior necessidade de espaço considerando que são mais enérgicos e exigentes de forma social. Discus por sua vez são mais pacatos, adaptam-se melhor porque pedem menos espaço com o seu comportamento. Para esse aquário terás oportunidade de ter no máximo 3-4 discus. Plantado ou não, deixo ao teu critério, mas se sim, escolhe um layout baixo, onde as plantas sejam "rasteiras". Um aquário sem plantas para discus é preferivel, por razões que apelam ás oscilações quimicas da água que possam ocorrer e contribuir para booms bacterianos. Os discus não são tão sensiveis quanto se "vendem" nos fóruns, na verdade são bem resistentes. Ainda assim, para que tenhas um peixe que se desenvolva sem problemas e pode chegar aos 10anos de idade, devem-se tomar precauções ambientais. Scalares não são de todo inferiores em matéria de respeito e admiração, mas mais dentro das exigências comunitárias de qualquer aquário. A temperatura pode situar-se entre 28-30ºC, respectivamente. Considera que os discus podem crescer até 20cm, mas a média diz-me que entre 15cm - 18cm é o normal. Há uma carga genética que define este tamanho adulto, dai a diferença de valores medianos. Adicionar mais peixes de meio ou topo é por isso de evitar. Quanto muito 4-5 neons para dar uma sensação de preenchimento enquanto os discus forem juvenis. Dependendo do crescimento máximo dos discus, podes ter que avaliar o aquário e muda-los para outro ligeiramente maior. Tens cerca de 1ano para esta decisão, que na verdade só depende dos exemplares que comprares. Em baixo, opta por ancistrus ou corydoras. Sempre peixes que "limpem" o excesso de comida e nunca peixes predatórios. Os discus tendencialmente deixam a comida cair no areão e comem, não atacam (salvo se esfomeados ) Ao contrário dos scalares que atacam de imediato. Por isso, é frequente com outros peixes menores como ramirezis e outros ciclideos, os discus ficarem atrás enquanto estes atacam a comida. Lembrando que a temperatura ideal para discus (ou scalares) situa-se em 30ºC, talvez recomenda-se ancistrus (mais resistentes, as corys apenas 2 tipos adaptam-se bem a tais temperaturas. E as que vivem bem, perdem longevidade). A razão pela qual não se misturam discus com scalares prende-se no aspecto clinico. Os scalares são portadores naturais de parasitas especificos, que funcionam como uma relação simbiótica (duas espécies diferentes que se ajudam mutuamente, pacificamente mas dependente). Esta relação é benéfica para os scalares pois complementa uma defesa contra outros parasitas e bactérias nocivas. Estes parasitas podem migrar para outras populações, que no caso dos discus podem interferir com o bom funcionamento das guelras e sistema nervoso. Não há uma percentagem assim tão assustadora que te diga que será certo ocorrer esta transferência de parasitas , mas é alta o suficiente para convencer os mais cépticos, na minha opinião. Claro que depende de diversos factores, se estão imunodeprimidos, stressados, etc. Em termos de parâmetros de água, são os mesmos. Saliento a corrente de água que deve ser ligeira e apenas para quebrar a tensão de superficie. Evita o excesso de bombas de circulação, aposta sim numa filtragem externa. Desculpa a resposta tardia, mas li a tua MP agora. Espero ter ajudado ás tuas questões. Boa aquariofilia.
  4. Renato.Vieira

    Que filtro usar???

    A vantagem dos filtros de esponja não se basea tanto na capacidade de filtragem mas no depósito (volume) para a cultura biológica. É esta a razão da sua preferência, mais que o quanto filtra a água. De qualquer modo, creio que o pick up 45 deverá chegar. Pessoalmente prefiro cascata a dissipação é maior (ampla) e faz menos corrente na água.
  5. Renato.Vieira

    Betta com tumor?

    Nenhuma obstipação digestiva causa este sintoma. O inchaço deve-se à proliferação de agentes bacterianos, causando um estado inflamatório sistemico. A origem, porém, pode dever-se sim a vários catalisadores, não apenas parasitas. Considerando ser um betta (sistema respiratório independente) recomendo um tratamento osmótico através de sal, para diminuir o inchaço. Uma solução de sal 5gr por litro será suficiente. Evitar qualquer troca de água e iniciar jejum de imediato. É expectável que o inchaço diminua e escureça em 3dias. Seguirá então o tratamento antibiótico de largo espectro, tetraciclina será o ideal, num ratio de 1ml por 5litros. Em qualquer tratamento, exclui-se o recurso de carvão ativado. Sent from my Nexus 7 using Tapatalk
  6. Renato.Vieira

    Bem-vindo(a) Seascape

    Finalmente!
  7. Renato.Vieira

    Duvida sobre filtro

    Entre eheim e fluval o único que tenho que persiste é o sunsun. Não retiro a credibilidade da eheim e fluval mas vejo que muitas vezes as pessoas torcem o nariz a produtos Sunsun porque são chineses e duvidam a priori da qualidade do material. Tenho sunsun há anos, sem substituição de material algum. Se comprares novo, trazem matérias filtrantes. Há lojas que retiram as matérias mas reduzem o preço de compra. Mesmo a questão do consumo é, enfim, relevante q.b. Falamos aqui de 55w ou 40w mas quantos de nós deixa as luzes acesas por horas e horas entre outros aparelhos domésticos? Eu serei um de certeza.
  8. Renato.Vieira

    Duvida sobre filtro

    A questão do consumo é de facto válida. Quanto á qualidade preenche os requisitos e não desilude. Na minha opinião pessoal, Sunsun tem o meu voto para melhor relação qualidade/preço, em produtos de 1400l/h a 3000L/h.
  9. Renato.Vieira

    Discus sem cola??

    Bom, terei que ser mais explicito e explicar o porquê dos porquês. Antes, partilho alguns factos: - O muco que os discus segregam para as suas proles está SEMPRE presente durante o ciclo de vida do peixe, apenas se intensifica durante as desovas para garantir o teor proteico para o desenvolvimento rápido. - O muco dos discus contém enzimas, anti-oxidantes e proteinas. Além das proteinas evidentes, o recurso a enzimas como aldolase e NDK's é usado para regeneração das células epidérmicas; os antioxidantes como a thioredoxina e hemopexina para um fim antibacteriano natural e decomposição de polisacarideos. São o equivalente ao colostro materno nos mamiferos... - O muco é composto por 98% de proteinas - A segregação do muco é incentivada pelo lectino tipo C, cuja existência exige uma manutenção proteica que a sustente. - Há casos bem relatados de mutações hibridas que contém deficiência de lectino tipo C. Tal se deve a um histórico genético, na verdade um gene recessivo que se mantém um factor hereditário. Nos individuos que geneticamente estão impossibilitados de produção mucosa, não há forma de contornar este facto. Pelo mesmo motivo, mostram mais resiliência em recuperar de traumas externos epidérmicos. Existem métodos hormonais que infelizmente não têm dados que suportem a eficácia ou resultados relevantes, na minha opinião pessoal. Aumento de 2% não deve ser considerado como profilaxia. Efeitos secundários relatados consistem em hiperplasias crónicas. Nos individuos cuja produção mucosa seja insuficiente, o melhor método fundamenta-se numa reforma da dieta alimentar, especialmente direccionada para um teor proteico rico sem a presença de fibra ou hidratos carbono (origem vegetal é por completo desnecessária no processo digestivo dos peixes.) Não existem peixes herbivoros, ao contrário do que diz o senso comum. Uma mistura variada de proteina de origem bovina e/ou peixe, com levedura, algas e crustáceos oferecem uma forte ajuda nesta deficiência, com resultados comprovados e aumento de produção mucosa até 40% por individuo. Se necessário, enviarei a receita e quantidades, saliento que a mistura contém 90% proteina, complementada com vitaminosas e minerais. Uma alternativa imediata parte numa dieta de alimento vivo, com um teor proteico entre 50-60%, como artémia adulta e/ou preferencialmente krill. Não apenas por restabelecer a produção mucosa por acesso a proteinas, mas porque fomenta um comportamento que induz hormonalmente o ciclo reprodutivo. Tal acontece porque existe uma clara associação dos niveis hormonais para periodos sazonais, assim como variações de temperatura incentivam ou aceleram as posturas, aumento de colónias de alimento fomentam o cortejo, trajectos de migração, etc.
  10. Renato.Vieira

    jbl manado

    Olá Paulo Ferreira, O JBL manado é totalmente inerte. Essa questão perseguiu-me durante algum tempo, após consultar o site e descrição de composição em alemão da JBL posso hoje assegurar-te que é inerte.
  11. Renato.Vieira

    jbl manado

    Alexandre, jbl manado não mata camarão. Ponto. E durante a tua aprendizagem no fórum desde o ano passado tenho a certeza que ninguém te vendeu essa ideia. O que mata, (não só camarão) é fraca filtragem, variações de ph abruptas e alimentação deficiente. O que tu aprendeste no teu caso e no teu tópico, é que a filtragem de esponja pode ser deficiente para manter valores estáveis á reprodução, assim como se tiveres um pH estupidamente alto, terás que apostar em turfa, osmose, madeira e num substrato para regular o ph para valores desejáveis. Foi a tua experiência de ph, com essa água, os teus aquários. Em tempos tirei um fitro Fluval 405 porque o troquei do aquário comunitário onde experimentei colocar alguns caridinas para se adpatarem, considerando a quantidade de plantas e tapete denso que tinha. Depois de 3 meses com o fluval enconstado na garagem, lembrei-me de o lavar, quando descobri que tinha 21 nascidos lá dentro... De que me valeu esta experiência? Que o fluval 405 faz nascer camarões? Vender a frase que manado mata camarões (afinal não é inerte?), e vender ELos premium como solução mágica de camarões é faccioso. Não podes assumir de ora adiante que toda a gente tem água a ph 8,5. E para os que tenham a água a 8 ou 8,5, se não estiverem dedicados, com €'s para investir ou terem meios de DIY e óptima alimentação, sou o primeiro a sugerir que larguem a ideia de camarões. Por mais pequeno que seja o aquário, flora e fauna, há que perceber que se trata de um micro ambiente com diversas variáveis em jogo.
  12. Renato.Vieira

    Dúvida em relação a substrato

    Aconselho-te a consultares este tópico:http://www.aquariofilia.net/forum/index.php?showtopic=214093&hl=%2Bdmachado+%2Bdiy#entry1226420 Em concreto, pesquisa por conteudos desse membro DMACHADO. Ele teve muito bons resultados usando a filosofia DIY.
  13. Renato.Vieira

    Ramirezi e ramirezi german blue

    JoaoRRM o colega descreve mais peixes de espécies diferentes no mesmo aquário. Creio que ele próprio sabe que gold, german blue ou electric blue são mutações de coloração entre a mesma especie.
  14. Renato.Vieira

    Duvida sobre filtro

    Sunsun HW404B com UV 9W, silencioso, mais económico, mais barato, mais forte (2000l/h).
  15. Renato.Vieira

    Viabilidade de Red Cherrys no aquário

    DEdica um aquário para camarões e mantem á parte. Se quiseres fazer o teste, vai experimentado com poucos de cada vez, introduzindo no dos peixes, vez se á comportamentos predatórios. Se tudo correr bem, adiciona mais. Ideal é teres sitios onde se possam esconder ocasionalmente.