Stone & Wood Paradise


tat

Recommended Posts

Viva,

Deixo-vos aqui a apresentação do meu aquário montado durante o Verão de 2022.

Dimensões: 59cm x 45cm x 40x (aproximado 100 Litros)
Plantas: Anubia Barteris var glabra, cryptocoryne crispatula, cryptocoryne parva, Salvinia  (flutuantes) e bolas musgo.
Fish: 4 Corydoras Sterbai, 1 SAE, 4 neritina snails, 4 amano shrimps, 3 Ottos, 12 cardinais tetra, 2 cobras khulli
Substrate:Não fertil, mas com sticks de fertilização
Fertilização: PO4 e micros semanalmente
Light: Supostamente 2400 lumens (8000 Kelvin), 24 lumen / litro
Filtro: Fluval 307


 

share3956497300064871874-jpg.1050196

 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

3 hours ago, JoseCarlosMarques said:

Bela montagem Tat. Muito "Old School". Gosto! Foi este o tanque que te fez voltar ao hobby?

Viva Jose.

Obrigado. 

O bichinho dos aquários nunca desapareceu, voltar era uma questão de tempo.

Mas agora com 2 putos para cuidar, o tempo é muito menos, daí a filosofia low-tech e um pouco desorganizada do aquário.

Mas ainda tenho espaço para melhora-lo, por exemplo colocando umas plantas em torno da rocha e trabalhando na profundida do layout (criar declive no substrato).

Noto é que o forum anda muito mais morto que antigamente. Onde anda o pessoal?

Link to comment
Share on other sites

2 hours ago, tat said:

Mas ainda tenho espaço para melhora-lo, por exemplo colocando umas plantas em torno da rocha e trabalhando na profundida do layout (criar declive no substrato).

Desde que a vontade prevista, há sempre espaço para melhorar. E o tal aquário de 330 litros, ainda está aí por casa?

2 hours ago, tat said:

Noto é que o forum anda muito mais morto que antigamente. Onde anda o pessoal?

É o que toda gente diz. Eu não me posso pronunciar muito... acho que já não apanhei esses tais anos áureos do fórum. Pelo que tenho percebido, o pessoal fugiu para as redes sociais, mas quando começam a chegar os concursos, há muitos que voltam.

Link to comment
Share on other sites

O aquário de 300 litros já era há muito. Era um aquário com discus lindíssimos. Foi o topo da minha carreira no mundo da aquariofilia 🙂

Agora brinco aos aquarios low-tech e vou descobrindo também coisas novas que nunca tinha explorado.

Por exemplo, nunca tinha tido camarões Red Cheery, e eles  na verdade são  muito giros. Comprei 4, muito pequenos, e acho que só um sobreviveu. Tenho de comprar mais, dão uma cor fixe ao aquario.

Olha-o aqui:

 

 

 

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

48 minutes ago, tat said:

O aquário de 300 litros já era há muito. Era um aquário com discus lindíssimos. Foi o topo da minha carreira no mundo da aquariofilia 🙂

Até agora! Tens imagens desse aquário? Fiquei curioso.

48 minutes ago, tat said:

Olha-o aqui:

Por acaso nunca optei por neocaridinas... desde sempre me deixei fascinar pelos Iwagumis, e como todas as montagens que via tinham Amanos, foi esses que comecei, e continuo a comprar. Mas nos últimos tempos tenho pensado muito se devo comprar uns Red Cherry, ou outros parecidos, até porque se multiplicam bastante e às tantas tens uma equipa de limpeza enorme a trabalhar para ti pelo preço de 4 Amanos.

Discus nunca me interessaram muito, e ainda bem. Precisaria de um aquário enorme para os ter, e conhecendo-me como conheço já tinha arranjado maneira de justificar a despesa à Maria cá de casa. Eheh. Mas não seria mesmo para mim. O meu tamanho ideal de aquário são os 90cm que tenho actualmente. Acho uma boa opção entre aquilo que já te permite fazer e o dinheiro que se gasta.

Link to comment
Share on other sites

Os Amanos são maquinas de limpeza. Tenho impressão que um Amano limpa mais que 20 Red Cherries 🙂

Os Discus são bichos espetaculares, mas ao mesmo tempo uma dor de cabeça. É preciso alguma devoção para manter Discus em boas condições. Quero dizer, qualquer um pode ter Discus, mas Discus bonitos, saudáveis, felizes da vida, não é tão facil assim. São precisos aquários grandes, muito cuidado com as doenças, limpezas bastante frequentes, alimentação da boa e contas de luz relativamente altas. 

Por acaso não encontrei agora nenhuma foto capaz desse aquario, mas já agora deixo um video da montagem anterior, um Aquário de 120 Litros anterior a esse. Foi a altura em que tentei recriar um biotopo do Amazonas, com alguns desvios.

Nessa altura fiz criação de Apistogramas, tirando os Discus, os peixes mais interessantes que alguma vez tive.

 

 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

10 hours ago, tat said:

Os Amanos são maquinas de limpeza. Tenho impressão que um Amano limpa mais que 20 Red Cherries 🙂

Nesse caso, a minha escolha vai continuar a ser utilização de Amanos. É para isso que os compro. Eheh.

 

Muito belo, esse aquário que apresentas. Isso, para a altura, já devia ser muito High-Tech! O hobby mudou muito, entretanto, mas com tanto conhecimento que pareces ter, imagino que não existam muitos segredos para ti. Agora há muito mais informação, e muito mais sítios onde divulgar e apreciar aquários. Esse conhecimento todo que tens, deve ser colocado em prática. Ainda bem que voltaste. Espero aprender algumas coisas contigo.

E, por isso mesmo, cá fica já uma pergunta... disseste que desmontaste o aquário dos Discus por causa da Cianobactéria... o que aconteceu verdadeiramente? Não a conseguiste irradicar do aquário. Pergunto isto porque ando às turras com esse problema no meu há meses. Parece que a maldita desaparece, depois volta passado uns tempos e já queimei um tapete quase completo de Monte Carlo (que agora está muito difícil de recuperar) no meio de todo o processo. Também já pensei desistir, mas ao mesmo tempo não queria assumir a derrota da luta.

Link to comment
Share on other sites

Eu não tenho assim tanto tempo de aquariofilia. Devo ter começado em 2011, 2012, tendo estado parado nos últimos 3 ou 4 anos, mais ou menos.

Se queres que te diga, na altura era muito mais fácil encontrar informação do que agora. Os fóruns de aquariofilia quer a nível nacional, como internacional tinham bastante atividade. E na minha opinião, os fóruns são um excelente repositório de informação, é muito mais fácil de pesquisar e encontrar o que queres, do que em grupos de Facebook. E com os fóruns cheios de pessoal, colocavas uma questão, e em poucas horas, tinhas logo 3 ou 4 camaradas a ajudar-te. Conheces o forum do Tombarr? Não sei como está agora, mas para o pessoal dos plantados era um must.

Além disso, creio que existiam mais casas de aquários, existia mais gente metida no hobby. Eu era bem viciado nisto, quando andava á procura de um peixe, ou de uma planta era capaz de gastar um sábado a correr 4 ou 5 lojas até encontrar exatamente o que queria.

No meu aquário de Discus, tinha um tronco bem grande, com um buraco no meio, muita louco, a fazer lembrar um tronco de uma arvore milenar. Paguei para cima de 100 euros pelo tronco, depois de ter chateado a cabeça ao dono da loja durante duas semanas para me o vender (estava num aquário da loja, não era para vender).

A aquariofilia não vejo que tenha mudado praticamente nada, desde que comecei há cerca de 10 anos. As espécies de peixes e plantas que se usam agora são essencialmente as mesmas que eram. O material pouco evoluiu, ou então evoluiu e a coisa passou-me ao lado. Mas o material que estou a usar agora é muito semelhante do que usei há 8 ou 9 anos.

Bem, mas relativamente ás cianobactérias, não tenho muito para ensinar. Tentei de as diferentes receitas que encontras na net durante 2 ou 3 meses, incluindo por exemplo o apagão durante 3 dias. Sem sucesso. Parecia que ficava sempre qualquer restinho, e lá voltava outra vez...

Cheguei a uma altura, que olhar para aquele tanque de 330 litros cheio daquela porcaria (e quando esta mesmo cheio daquilo até mal cheirava), tornou-se uma tortura. Foi altura de pausar. Isto aliado a falta de tempo por causa dos putos.

As 2 grandes fontes de desmotivação deste hobby são as doenças dos peixes e as algas. Ver discus caríssimos e lindos a definhar em aquários hospitais que montas de propósito, a dar antibiótico e o raio, sem sucesso, também é lixado para caraças.

Enfim, eu gosto muito de aquariofilia, acho que vou ter aquarios até morrer. Gosto muito do construir, de ver a evolução da coisa, de estudar plantas, testar setups, experimentar layouts, observar os peixes a comer, a interagir. É uma sensação muita boa. Mas também existe o lado mais chato, que descrevi atras.

 

Edited by tat
Link to comment
Share on other sites

7 hours ago, tat said:

Se queres que te diga, na altura era muito mais fácil encontrar informação do que agora. Os fóruns de aquariofilia quer a nível nacional, como internacional tinham bastante atividade. E na minha opinião, os fóruns são um excelente repositório de informação, é muito mais fácil de pesquisar e encontrar o que queres, do que em grupos de Facebook. E com os fóruns cheios de pessoal, colocavas uma questão, e em poucas horas, tinhas logo 3 ou 4 camaradas a ajudar-te. Conheces o forum do Tombarr? Não sei como está agora, mas para o pessoal dos plantados era um must.

Além disso, creio que existiam mais casas de aquários, existia mais gente metida no hobby. Eu era bem viciado nisto, quando andava á procura de um peixe, ou de uma planta era capaz de gastar um sábado a correr 4 ou 5 lojas até encontrar exatamente o que queria.

No meu aquário de Discus, tinha um tronco bem grande, com um buraco no meio, muita louco, a fazer lembrar um tronco de uma arvore milenar. Paguei para cima de 100 euros pelo tronco, depois de ter chateado a cabeça ao dono da loja durante duas semanas para me o vender (estava num aquário da loja, não era para vender).

A aquariofilia não vejo que tenha mudado praticamente nada, desde que comecei há cerca de 10 anos. As espécies de peixes e plantas que se usam agora são essencialmente as mesmas que eram. O material pouco evoluiu, ou então evoluiu e a coisa passou-me ao lado. Mas o material que estou a usar agora é muito semelhante do que usei há 8 ou 9 anos.

Essa "panca" que referes, continua a existir nos verdadeiros aficionados. Se passares um sábado nas lojas de aquariofilia, continuas a ver espaços cheios. É por isso que prefiro frequenta-las à semana, durante a manhã, para poder passear à vontade sem andar aos encontrões e com tempo para trocar algumas opiniões. Quanto a haver mais ou menos lojas... elas vão existindo... é uma questão de procurar. Mas, como bem dizes, acho que há menos gente a comprar, logo o investimento em espaços comerciais também é mais pequeno. Mas procurando bem, encontras espaços muito bem preparados, principalmente aí no Sul. Aqui no Norte tens algumas lojas no Grande Porto, mas vais encontrando lojas de animais que vão tendo algumas coisas fora das grandes cidades. Eu, por exemplo, tenho duas ou três que visito regularmente e onde vou comprando coisas que sei que posso precisar. Não te vou dizer que, caso queira Monte Carlo, por exemplo, tenho aqui a dois Km de casa. Pode acontecer, mas o mais certo é não encontrar, ou encontrar a um preço mais elevado. Para ter acesso permanente a coisas mais especificas tenho que ir ao Porto, ou à Maia... andar uns 40 Km de carro, portanto.

Agora também se vende muito pela Internet. Não é a mesma coisa, mas se for uma questão de reposição de algum produto que te acaba (um fertilizante, por exemplo), vai servindo. Uma coisa que noto é o acesso a materiais que não encontravas aqui em Portugal com tanta facilidade. Marcas ou produtos mais especificas, daqueles que ouvias falar apenas nos fóruns estrangeiros, agora arranjas com muita facilidade. 

Pessoalmente só frequento este fórum. Não tenho Facebook e uso o Instagram apenas para ir vendo esporadicamente o trabalho dos outros. Mas sim, num fórum a informação fica gravada... num post de Facebook é mais difícil encontra-la.

8 hours ago, tat said:

Bem, mas relativamente ás cianobactérias, não tenho muito para ensinar. Tentei de as diferentes receitas que encontras na net durante 2 ou 3 meses, incluindo por exemplo o apagão durante 3 dias. Sem sucesso. Parecia que ficava sempre qualquer restinho, e lá voltava outra vez...

Cheguei a uma altura, que olhar para aquele tanque de 330 litros cheio daquela porcaria (e quando esta mesmo cheio daquilo até mal cheirava), tornou-se uma tortura. Foi altura de pausar. Isto aliado a falta de tempo por causa dos putos.

Compreendo-te, até porque estou a passar exactamente pelo mesmo. Muito resumidamente, eu fiz um Dry start com plantas de carpete e quando enchi o tanque a coisa até estava a correr bem. Andei a planear o tanque mais de um ano! Entretanto achei que o aquário precisava de uma luz melhor e comprei um canhão. Daí até as Ciano se revelarem foi um instante. Tentei combate-la com Excel em quantidades exageradas, enquanto reduzi a luz e a fertilização e acabei por queimar todo o tapete. Daí para cá tem sido um passo para a frente e outro para trás, até que recentemente (com a ajuda de membros do fórum) percebi que andava a matar as plantas à fome. Neste momento estou a tentar recuperar, mas fiquei com uma massa de plantas podres por baixo do substrato que não sei se vou conseguir ultrapassar. Já pensei em desmontar o aquário e refazer a montagem como está, mas comprei recentemente uns potes de plantas novas que parecem estar a vingar, subi CO2, fertilização e luz, e sempre que limpo o aquário ganho um novo alento para continuar. Vamos ver até quando 🙂 . Também considero isto um desafio, mas percebo muito bem quando dizes que te fartaste de gastar dinheiro em produtos sem ver resultados. Quando os meus resultados desaparecerem, ou estagnarem, aí desisto. Se continuar a ver algumas melhoras, continuo.

Grande abraço, e obrigado por teres relatado a tua experiência.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.