Comunitário 55Lts


Miguel Oliveira

Recommended Posts

Iniciei-me neste hobby em Junho de 2014, tendo adquirido um kit composto por um aquário de 55Lts, filtro interno e termostato. Cedo percebi que que algumas das opções iniciais foram um pouco erradas, mas tentei corrigir o que pude.

 

Acabei por conceber um aquário comunitário, plantado (lowtech), tentando imitar um pouco um biótipo amazónico.

 

 

Setup:

 

-Aquário Aquatlantis de 55Lts (55x30x33)

-Filtro KIT interno (300Lt/h)

-Termostato de 75w - apenas ligo no inverno (Dez a Mar)

-Calha KIT de Leds de 10w.

 

Hardscape:

 

- Substrato de areia de sílica à frente e areão de xisto atrás, sem substrato fértil.

- Rochas de xisto

- Tronco

 

Plantas:

 

- Anubia

- Valisnérias

- Musgo de java (Vesicularia...)

- Fetos de Java (Microsorium pteropus), um original e outro nasceu de uma ponta do rizoma que se partiu.

- Hygrophila stricta tai

 

Fauna:

 

- 4 Corydoras panda adultas (dois machos e duas fêmeas)

- 3 Crias de Corydoras panda <1 cm

- 4 Otocinclus (affinis??)

- 9 Paracheirodon simulans (Neons verdes)

- 5 hyphessobrycon amandae

- 1 Neritina zebra

- +45 Neocaridina heteropoda (Red Cherry)

- +6 Helena

 

 

Fertilização:

 

A testar Seachem Flourish e a ponderar Seachem excel.

 

 

Manutenção:

 

TPA de 30% semanal.

 

Foto (já retirei as valisnérias do primeiro plano):

MIG 9307

Edited by Miguel Oliveira
  • Upvote 1
Link to comment
Share on other sites

  • 4 weeks later...

Sim, sao muito bonitos.

Só é pena é que são muito timidos, pois basta um ruido na sala ou alguem passar a metro e meio do aquario para eles se esconderem.

 

juntei à pouco tempo 5 hyphessobrycon amandae (t.ember)para ver se animava um pouco a coisa, e de facto os p.simulans tornaram se menos timidos.

Link to comment
Share on other sites

  • 4 months later...

Alteração de Layout.

 

Devido a vários problemas que penso terem sido despoletados por vários erros com a configuração inicial, decidi alterar o Layout do aquário, substituindo todo o substrato, aproveitando também para colocar substrato fértil. O objectivo principal desta alteração, além da limpeza, foi a criação de zonas mais acessíveis para poder proceder a uma adequada "aspiração" do substrato.

 

Plantei mais algumas plantas, e tentei ajustar a posição das mesmas consoante a sua necessidade de luz, centrando as mais exigentes e afastando para os lados as que menos precisam de luz (anúbias).

Pretendia criar uma zona central mais destacada, mas ficou um pouco mais baixa do que desejava.

A escolha de substrato não foi a melhor para criar desníveis, pois o JBL Manado é demasiado leve. Também a zona frontal em areia, foi má ideia, pois já está cheia de manado. Vamos ver o que dá.

 

 

Layout atual:

MIG_4406_zpse1yujvud.jpg

 

Setup:

 

-Aquário Aquatlantis de 55Lts (55x30x33)

-Filtro KIT interno (300Lt/h)

-Termostato de 75w - apenas ligo no inverno (Dez a Mar)

-Calha KIT de Leds de 10w.

 

Hardscape:

 

- Rochas de xisto

- Substrato fértil Tropica Plant Growth nas zonas posteriores

- Gravilha de xisto a fazer barreira entre rochas e substrato fertil

- Substrato JBL Manado nas zonas posteriores

- Substrato areia fina na zona frontal

 

Plantas:

 

- Anubias

- Valisnérias

- Fetos de Java (Microsorium pteropus)

- Hygrophila stricta tai

- Eleocharis sp

- Rotala rotundifólia

- Micranthemum 'Monte Carlo'

 

Fauna:

 

- 6 Corydoras panda adultas

- 3 Otocinclus (affinis??)

- 10 Paracheirodon simulans (Neons verdes)

- 5 hyphessobrycon amandae

- 1 Neocaridina heteropoda (Red Cherry)

- +6 Helena

 

 

Fertilização:

 

Seachem Flourish

Seachem Potassium

Seachem excel

 

 

Manutenção:

 

TPA de 30% semanal, com adição de Seachem Prime e Seachem Stability

Edited by Miguel Oliveira
  • Upvote 1
Link to comment
Share on other sites

Obrigado Fábio,

 

Pelo menos agora já vejo melhor os neons verdes, pois não têm onde se esconder.

Também consigo ter maior variedade de plantas, embora isso não quer dizer que fica mais bonito.

Link to comment
Share on other sites

hehe coitados.

 

A parte da frente ainda está meio despida.

Tens de ver se arranjas umas anubias ou musgo para ai.

 

A parte da frente tem pouco substrato certo?

Link to comment
Share on other sites

Sim, tem muito pouco substrato.

Vou adicionar mais areia branca, se vir que consigo "travar" o manado, mas com 6 coridoras acho que vai ser impossível.

 

Do lado esquerdo, tenho o monte-carlo e a minha ideia serio o mesmo segurar o manado acima da pedra de xisto. Nessa zona, para trás, tenho substrato fértil por baixo.

Do lado direito, quer as anúbias, quer os fetos de java, estão presos a pedras amovíveis, podendo-as mover de sítio se pretendido.

 

Como a areia da frente é muito compacta (mais do que a de sílica que tinha antes), duvido que dê para plantar alguma coisa. Penso que só daria caso a retire e substitua por manado.

 

Aí talvez já dê para por alguns pés de monte-carlo ou Eleocharis.

Quer uma quer a outra dá para plantar sem fértil, não?

Link to comment
Share on other sites

praticamente todas as plantas podes plantar sem substrato fertil MAS, sem substrato fertil é mais para competiçoes onde tu vais embebedar as plantas de fertilizantes, mas se tens substratp fertil pelo menos de um lado nao deverá haver problema, pelo menos nao muito grandes.

Link to comment
Share on other sites

Acho que vou deixar as plantas estabilizarem, e ver com se comportam em termos de crescimento.

 

Depois passo alguns pés de Eleocharis ou Monte Carlo para a zona de areia , de forma a criar uma barreira e assim evitar que o manado se misture tanto. De preferência, passo apenas novos rebentos.

 

Já começam a aparecer algumas algas BBA nas folhas das anúbias.

 

Neste momento estou a fertilizar assim:

 

2ª - 2ml Seachem Excel + 2ml Potassium

3ª - 2ml Seachem Flourish

4ª - 2ml Seachem Excel + 2ml Potassium

5ª -

6ª - 2ml Seachem Excel + 2ml Potassium

Sab ou Dom - TPA 33% + 2ml Seachem Flourish

 

A iluminação liga 7 horas (das 17h às 24h)

 

E tenho os seguintes valores (testes líquidos da Sera e Salifert):

No3: 10 ppm

Po4: 1,5 ppm

PH: 7

 

Teste de tiras:

kH: 6º

gH: 6º

No2: 0 ppm

No3: <10 ppm

 

Estou a pensar passar a fazer uma TPA de 10% à 4ª ou 5ª f. Penso que faz sentido, não?

Edited by Miguel Oliveira
Link to comment
Share on other sites

Link to comment
Share on other sites

Estava a pensar em acrescentar essa mini-TPA, precisamente para aumentar o CO2 e regular um pouco os excessos/picos de nutrientes.

 

Como não tenho CO2 e apenas dou o Excel, achei que faria sentido para ajudar a combater as BBA.

 

 

Desde que alterei o Layout, os níveis de nitratos têm andado baixos (4 a 10) ao passo que as leituras de fosfato têm sido acima de 2ppm (a cor é mais escura do que o azul mais escuro que indica 2ppm), por isso acredito que este desnível na proporção de No3<>Po4 possa fazer alguma moça.

Como fiz algumas alterações mais radicais a nível de "limpeza" e de quantidade de plantas, ainda não consigo perceber a tendência do aquário, a nível de produção e de consumo de nutrientes.

 

Mais logo vou tentar tirar umas fotos às algas.

Link to comment
Share on other sites

atençao que o NPK nada tem haver com as BBA.

Ao fazeres TPA vais tirar o que ta em excesso e repor algum, e deverás add mais algum depois.

Ao fazeres TPA tas a dar oxigenaçao á agua nao co2.

 

Excell resulta contra as algas mas senao tens CO2 a longo prazo nao te vai fazer nada.

Precisas de uma fonte de CO2 e constante para as BBA desaparecerem.

Link to comment
Share on other sites

Há algum inconveniente usar Excel para sempre?

 

Tirando a questão dos custos e a seca de ter que injectar diariamente, há algum inconveniente para a fauna?

 

Sinceramente esse era o meu plano, gostava de ter a vossa opinião sobre esta questão, obrigado.

Link to comment
Share on other sites

eu acho que é prejudicial.

se tiveres camaroes pode ser pior, peixes mais resistentes nem vao sentir.

Mas excel nao é o que te vai tirar as algas, como disse é preciso um composto de CO2 constante.

um sistema CO2 compensa e muito os custos de estar sempre a usar excel.

Eu so uso por exemplo nas TPa e é quando me lembro.

 

Se tiver um ataque de BBA, vejo como está o co2, aplico excel, senao tiver aplico agua oxigenada.

Por isso nao compensa a longo prazo.

Link to comment
Share on other sites

  • 2 weeks later...
Este tópico tem mais de 6 meses de antiguidade... Se fizer sentido, por favor considere criar um novo tópico em vez de reactivar este. Obrigado!

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.