naoliveira

Membro
  • Content Count

    31
  • Joined

  • Last visited

  • Country

    Portugal

Community Reputation

-1 :(

About naoliveira

  • Rank
    Super Recém Chegado

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Lisboa (Lisboa)
  • Localização
    Infante Santo

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Sei que já passou um tempinho desde esta mensagem. 🙂 Mas podes indicar a referência desta fita LED? Já procurei e não consigo encontrar fita com estas características. ISto é uma relação excelente cerca de 225lm/W, é muito bom.
  2. @Alvaro Silvacaso falhe a eletricidade, será como numa situação normal, quando voltar recomeça tudo como estava. Onde é necessário ter mais atenção é na iluminação, como vai ser gradual, para simular a luz solar, é só ter o cuidado de repor a simulação para a hora atual.
  3. No teu caso fazia sem peixes, 10l é pouca água. No vídeo que publiquei ele abordou essa questão, meter, ou não, peixes tem a ver com a dimensão do aquário, 3 ou 4 peixes em 100l, a amónia (e o nitrato que até é mais perigoso que a amónia) pouco afeta os peixes, agora 1 peixe em 10l é bem diferente.
  4. Ele explicou porque não havia problema. Se houver poucos peixes, como foi referido, depende do volume do aquário, o pico de amónia será baixo não chegando a afetar os peixes. Vai dar tempo para o filtro criar as bactérias para eliminar a amónia antes que atinja valores que façam mal aos peixes. O mesmo acontece quando adicionamos peixes novos ao aquário, esses peixes novos vão criar mais amónia, para a qual o filtro ainda não está preparado, no entanto se forem poucos peixes, e por isso é devemos adicionar poucos peixes de cada vez, vai dar tempo para o filtro se adaptar antes que a amóni
  5. O home assistant estou a pensar fazer com o Raspberry, assim junot o útil ao agradável (hardware + software 🙂 ). Vou ver isso das tomadas nas marcas que indicas. Em relação ao teu projeto, onde fazes as ligações fora do aquário, é numa sump? Também estás a pensar em usar o filtro UV, eu também estava a pensar nisso, mas ainda não sei bem os parâmetros a usar, os filtros que dão para UV falam em 5w, mas estive a ver um video em que o autor fala em pelo menos 30w!!!!! O ESP32 tem entradas analógicas para isso tudo?
  6. Ok, neste momento tenho o arduino programado. mas no futuro estou a pensar trocar pelo RaspberryPi, é mais versátil, dá para a parte eletrónica e parte do software. Estava a pensar fazer um servidor web, onde dava para fazer as leituras relativas ao aquário e fazer algumas configurações. Como tenho tudo ligado na mesma extensão, estava a pensar também medir o consumo, sabes de alguma tomada que faça essas leituras sem ser nada de muito caro? 🙂
  7. Também já me surgiram estas algas, no entanto não foi em tão grande quantidade, e quem ajudou a eliminá-las foi um casal de Goby arco-iris (Stiphodon ornatus). Foi-me aconselhado na loja e funcionou mesmo.
  8. Ok, então vou ficar atento, pois também tenho formação em eletrónica e também estou a pensar fazer um projeto, que deve ser parecido com o teu, e por coincidência o aquário tem as mesmas dimensões e travamento desse que meteste link. 🙂 No meu caso, estou a usar um arduino e já tenho o código para a iluminação feita, já tenho as calhas feitas e a funcionar, falta-me só a parte da electrónica para interligar o arduino com as calhas. Não sei se é um arduino que estás a pensar usar.
  9. Nisto tens razão, basta também adicionar um substrato que solte amónia que ainda piora a situação. E para quem é "maçarico" são coisas a evitar. O video é este, por volta do 1:50m ele fala nisso.
  10. @PMarinho, não sei se podemos meter links para o youtbe ou não, se puder eu meto o video em que ele explicava que não havia problema em começar logo com peixes e o porquê de não haver problemas. Em relação ao exemplo que destes, se em vez de pintares a sala, pintares só uma parte de uma das paredes, não tens necessidade de estar a fechar a sala, é mais por aí que se fala em meter logo alguns peixes. Num aquário de 100l, meter 1 ou 2 peixes não vai estar a stressar os peixes. Do mesmo modo quando adicionamos novos peixes, também temos um período que o filtro tem de se adaptar.
  11. Em relação ao ciclo, e seguindo um canal no youtube, em que afirma que pode-se meter peixes durante o ciclo, claro não vamos encher logo o aquário com todos os peixes que queremos, mas podemos meter 1 ou 2 logo ao início.
  12. Outra hipótese, pode ter saltado do aquário, já me aconteceu com 2 peixes. Um deles tinha o aquário tapado, deve ter "aproveitado" um TPA.
  13. @JVHiggs li esse link é não me parece a doença dos neons, o peixe não tem a barriga esbranquiçada, não tem a curvatura na zona azul e não nada com a cabeça para baixo (a não ser quando vai a descer 🙂 ). Vamos ver qual o resultado do aumento da temperatura.
  14. Flaips, obrigado pelas explicações, realmente a temperatura já podia ter aumentado, talvez já tivesse o problema resolvido. Vou aumentar agora, aos poucos até aos 28 graus. Em relação à idade, tenho o peixe à cerca de 1 ano, não me parece muito velho. O branco não parece de cegueira, porque é à volta do olho e não sobre o olho e parece um género de algodão, e está também na barbatana do lado direito. Vamos ver o que dá o aumento da temperatura.
  15. Ora bem, depois de meter mais 12 gotas na segunda, deixei de meter o medicamento, e o peixe continua praticamente igual. É normal demorar a fazer efeito ou será outro problema? No entanto o peixe continua com um comportamento perfeitamente normal, os outros não apresentam sintomas, ou seja, ainda não foram contagiados, mas gostava de curar este peixe.