Rotala Rotundifolia - Como Proceder Para Ela Ficar Vermelha?


Recommended Posts

Olá,

 

Venho através deste tópico pedir ajuda aos mais experientes ou aos menos experientes que percebem destas andanças, que me ajudem a fazer com que as Rotalas rotundifolias ganhem um tom vermelhinho na sua folhagem.

 

Gostava de saber o que estou a fazer mal. Não compreendo nem sei no que estou a falhar.

 

Litragem: 40 litros reais

Iluminação: 72W - 3*24 T5 HO 10.000K

CO2: Caseiro, mudado a cada 15 dias, sensívelmente. Possui uma pedra difusora como difusor.

Fertilizações: Diárias: PO4 - 0.5 ppm's; K - 5 ppm's; Fe - 3 gotas

Pós-TPA semana de 50% (20L): PO4 - 1.0 ppm's; K - 10 ppm's; Fe (H.A.) - 6 gotas; Micros (H.A) - 7 ml

Parâmetros da água do aquário: NO3 - 15 mg/l; PO4 - 2.0 mg/l; pH - 6.5

 

Por favor ajudem-me. O verde tornou-se super monotono no meu aquário, pretendo dar alguma côr ao mesmo.

 

O aquário em questão é o Glowlight Roads. Podem aceder ao tópico, bastando para isso carregar na imagem da minha assinatura.

 

 

Cumprimentos e obrigado desde já.

Link to post
Share on other sites

Olá Fábio.

 

Experimenta não fertilizar com NO3, nem com outras fontes de azoto durante uns dias. Eu vi que não fertilizas, mas se dizes que tens sempre o valor nos 15 ppm, então toma cuidado com a alimentação que dás aos peixes.

 

As plantas ganham a coloração vermelha mais facilmente quando os níveis de NO3 e restantes formas de azoto são escassas.

 

Cumprimentos

Luís Fortunato

Link to post
Share on other sites

Olá, obrigado aos dois, Luís e Pedro.

 

Então visto que a minha água da torneira vem com 40 mg/l, dou menos comida aos peixes e faço um espaçamento mais largo entre TPA's, ou chega-me abrandar nas doses de comida? Já agora o resto dos paramtros, podem-se manter? Ou seja, posso manter os níveis de PO4 a 2.0?

 

Obrigado aos dois pela paciência e dispor.

Link to post
Share on other sites

é, experimenta aumentar o espaço entre TPA's ou fazer TPA's mais pequenas...

 

ou então arranjar agua melhor...40mg/l... é um bocadito alto

 

 

Um dos constituintes indesejáveis na água potável é o nitrato (NO3-), que entra na água de profundidade (lençóis freáticos), por exemplo, por arraste de fertilizantes adicionados à terra (lixiviação). Uma vez que o composto é facilmente reduzido ao nitrito (NO2-), altamente tóxico, a sua concentração na água potável é limitada a um máximo de 50 mg/l (valor recomendado: 25 mg/l). Se este limite for excedido, o nitrato deve ser removido da água. Um método vantajoso para fazer esta remoção é a disnitrificação autotrófica, na qual os microorganismos reduzem o nitrato a azoto (N2). Para realizar esta remoção, os microorganismos necessitam, entre outras substâncias, de hidrogénio como alimento, que é convenientemente adicionado à água. O processo é caracterizado por uma redução quantitativa de nitratos, baixa formação de nitritos e amónia, baixo consumo energético e a dispensa de químicos.

 

retirado de:

http://campus.fct.unl.pt/afr/ipa_9899/grupo0002_agua/2.htm

 

ou:

 

A excessiva concentração de nitratos provoca graves problemas ambientais, com destaque para a deterioração da qualidade das águas subterrâneas. Consequentemente, a saúde animal e humana é afectada, pois a ingestão excessiva de nitratos, parece estar associada ao aparecimento de cancro no aparelho digestivo e à formação de metahemoglobina no sangue devido a redução de transporte de oxigénio. Por estes motivos, o Decreto Lei 236/98 de 1 de Agosto impõe um valor máximo recomendado (V.M.R.) de nitratos na água potável de 25 mg NO3- L-1 (ou 5.6mg N-NO3-) e na água de rega de 50 mg NO3- L-1. Relativamente ao azoto amoniacal, o V.M.R. é de 0.05 mg NH4+ L-1, não estando estabelecido na legislação, nenhum limite para as águas destinadas a rega.

 

retirado de:

 

http://www.cotr.pt/informacao/web2/Papers/51.pdf

Link to post
Share on other sites
  • 4 weeks later...

nao sabia que estes factores quimicos faziam mudar a cor das plantas, o que posso dizer é que tenho a rotala no meu aquario, tambem gosto muito dela e o k posso dizer em relaçao a côr quando tinha pouca luz no meu aquario ela sai-a verde e desde que mudei as lampadas ela começou a sair verde e vermelha. ja dei a outras pessoas a mesma planta e dei com a cor vermelha mas como a luz nao e suficiente ela volta a ficar verde, e para mim o factor luz axo k é o mais importante para a sua côr, pois quando tem menos luz e chega ao topo do aquario mais perto das lampadas elas ficam vermelhas, isto é o k que tenho reparado em relaçao a planta tanto no meu aquario como nos que tem plantado o que tenho dado

Link to post
Share on other sites
nao sabia que estes factores quimicos faziam mudar a cor das plantas, o que posso dizer é que tenho a rotala no meu aquario, tambem gosto muito dela e o k posso dizer em relaçao a côr quando tinha pouca luz no meu aquario ela sai-a verde e desde que mudei as lampadas ela começou a sair verde e vermelha. ja dei a outras pessoas a mesma planta e dei com a cor vermelha mas como a luz nao e suficiente ela volta a ficar verde, e para mim o factor luz axo k é o mais importante para a sua côr, pois quando tem menos luz e chega ao topo do aquario mais perto das lampadas elas ficam vermelhas, isto é o k que tenho reparado em relaçao a planta tanto no meu aquario como nos que tem plantado o que tenho dado

 

Olá, naybet.

Não há dúvida que a luz é um factor importante na coloração da planta, mas julgo que as fertilizações são ainda mais. (Em relação à luz o problema não é daí quase de certeza.)

Link to post
Share on other sites
Olá, naybet.

Não há dúvida que a luz é um factor importante na coloração da planta, mas julgo que as fertilizações são ainda mais. (Em relação à luz o problema não é daí quase de certeza.)

 

 

Fábio,

 

VI que colocas-te essas questão num outro post qq ao qual respondi em relação ao PO4. Tenho PO4=0.25

 

Fe=0.25

 

A luz no teu caso penso que tb será determinante, pois tens 3 T5 10000k, ou seja, em termos de espectro de luz não cobres minimamente o essencial.

 

Dessas 3 lampadas mantinha a 10000k, colocava uma 6500 e uma 4500 (frente para trás), assim já cobrias bem o espectro. Mesmo por cima da rotala tenho a de 6500k e ela cresce ficando com a cor bem vermelha.

 

Fertilizante uso o da sera que tem tudo em conjunto MG, FE, etc..... e está impecável.

 

Só um pormenor, tenho os nitratos elevadissimos, acima de 80mg/l e a rotala não apresenta qq problema. tb faço tpa's de 10% 3 em 3 dias.

Edited by psaudade
Link to post
Share on other sites
Fábio,

 

VI que colocas-te essas questão num outro post qq ao qual respondi em relação ao PO4. Tenho PO4=0.25

 

Fe=0.25

 

A luz no teu caso penso que tb será determinante, pois tens 3 T5 10000k, ou seja, em termos de espectro de luz não cobres minimamente o essencial.

 

Dessas 3 lampadas mantinha a 10000k, colocava uma 6500 e uma 4500 (frente para trás), assim já cobrias bem o espectro. Mesmo por cima da rotala tenho a de 6500k e ela cresce ficando com a cor bem vermelha.

 

Fertilizante uso o da sera que tem tudo em conjunto MG, FE, etc..... e está impecável.

 

Só um pormenor, tenho os nitratos elevadissimos, acima de 80mg/l e a rotala não apresenta qq problema. tb faço tpa's de 10% 3 em 3 dias.

 

Olá, psaudade.

 

Com o teu comentário, começo a desconfiar então da luz... e eu aqui todo tranquilo a pensar que tinha luz suficiente. Bem, luz suficiente tenho, não têm é variedade de espectros... e pronto, lá me fazem vocês gastar mais dinheiro.

 

Cumprimentos a todos.

Link to post
Share on other sites

Olá.

 

Permitam-me discordar das vossas conclusões.

 

Já mantive a planta Echinodorus tenellus, que em condições propícias ganha também uma coloração avermelhada, em 2 aquários:

 

Um de 37 litros com uma lâmpada PLL de 55W de 6000 K, e noutro de 17 litros com 24W PLL de 10000 K.

 

Em ambos a planta ganhou facilmente a tal coloração avermelhada.

 

Então, daqui deduz-se que o factor de ter vários espectros no aquário, não é um requerimento obrigatório para as plantas ganharem colorações avermelhadas... pode ajudar, mas daí a ser o mais importante, duvido muito.

 

Para mim, tal como já escrevi no início deste tópico, os factores mais importantes são: fontes de Azoto diminutas (não é a zero), muita luz (em quantidade) e micronutrientes a um nível ligeiramente superior que o normal.

 

Podem ver 2 fotos da planta, em aquários diferentes:

 

No nano de 17 litros...

 

Unwrapped_05_800.jpg

:(Cliquem para ver maior

 

No de 37 litros...

 

Echinodorus_tenellus_01_800.jpg

:lol:Cliquem para ver maior

 

Cumprimentos

Luís Fortunato

Link to post
Share on other sites

Luís, o que me está a fazer impressão é que só a Rotundifolia não fica vermelha (podes ver as outras no link do G. Roads). As minhas blyxas estão com shots vermelhos, mas a Rotundifolia tem mania que é teimosa. Nesses dois aquários tinhas o PO4 a quanto?

 

Abraço.

Link to post
Share on other sites

Olá Fábio.

 

O PO4, não posso dizer que seja um factor decisivo, pois ele variava facilmente.

 

Mas raramente ultrapassava 1 ppm. No nano já cheguei a ter carências de PO4 (é mais difícil controlar, devido ao volume diminuto de água).

 

Onde noto uma variação abrupta na perda de cor avermelhada nas tenellus, no aquário novo, é quando me descuido na fertilização de Micro-nutrientes. Ainda para mais, como é rocha vulcânica ao invés de Akadama, tenho de andar sempre em cima deles, para não haver desastres com as plantas :(

 

Cumprimentos

Luís Fortunato

Link to post
Share on other sites
Olá Fábio.

 

O PO4, não posso dizer que seja um factor decisivo, pois ele variava facilmente.

 

Mas raramente ultrapassava 1 ppm. No nano já cheguei a ter carências de PO4 (é mais difícil controlar, devido ao volume diminuto de água).

 

Onde noto uma variação abrupta na perda de cor avermelhada nas tenellus, no aquário novo, é quando me descuido na fertilização de Micro-nutrientes. Ainda para mais, como é rocha vulcânica ao invés de Akadama, tenho de andar sempre em cima deles, para não haver desastres com as plantas :(

 

Cumprimentos

Luís Fortunato

 

Luís, carência de micros não creio que o aqua tenha, visto eu fertilizar aos domingos 7ml de micros+ (da HA)

 

Abraço.

Edited by Fábio Gomes
Link to post
Share on other sites

Olá.

 

Luís, carência de micros não creio que o aqua tenha, visto eu fertilizar aos domingos 7ml de micros+ (da HA)

Fábio... eu não disse que tinhas carências de micro nutrientes.

 

O que eu disse é que para evidenciar a cor avermelhada em certas plantas, é necessário fertilizar com quantidades ligeiramente superiores às ditas 'normais'.

 

Além do mais, tu dizeres que fertilizas com x ml por semana/dia de micros, não adianta muito.

 

Já me ouviste muitas vezes a dizer, aqui ou no MSN, que cada aquário é um caso específico. Por isso, não sei se 7 ml de Micros da HA no teu aquário é muito ou pouco...

 

Para teres uma ideia, eu no meu nano de 17 litros fertilizo em média 1 ml de Fe2+ da HA e 1,2 ml de TMG, por dia... que era exactamente o que eu fertilizava no Grassy Knoll que tinha o dobro da litragem, e muitas mais plantas. O que se passa então? Akadama num e no outro rocha vulcânica... para ver se as pessoas percebem que afinal a Akadama também fornece micro-nutrientes.

 

Abraço.

Luís Fortunato

 

PS: Porquê o primeiro quote? Não escrevi isso aqui neste tópico...

Link to post
Share on other sites

Não sei como foi ali parar aquele quote. lol

 

Em relação aos micros eu sei que não disseste que estava com carências, estava só a despistar essa possibilidade... mas pelos vistos não despistei. Os níveis de fertilização do teu aquário deixaram-me ainda mais confuso.

 

Cumps! :D

Link to post
Share on other sites