Tomás Mendes

[ESPAÇO GUPPY] Crescimento saudável

Recommended Posts

Olá,

 

Primeiro que tudo, o que é isto? Se ainda não sabem, http://www.aquariofilia.net/forum/viewtopi...pic.php?t=28425

.

Nesta segunda publicação (se é que lhe assim podemos chamar), apresento um artigo sobre o crescimento saudável dos guppies. Qualquer dúvida, sugestão, crítica, é favor não exitar!

 

CRESCIMENTO SAUDÁVEL

 

Um tema que muitas dificuldades causa aos iniciantes em guppies é como criar os guppies para fazê-los crescer devidamente. Tendo em vista esclarecer alguns pontos que englobam essas dificuldades, escrevo este artigo.

Neste artigo não vou abordar a questão do parto e do nascimento (talvez em artigos futuros).

 

Existem muitas teorias em relação a este tema mas eu apoio a seguinte:

 

Condições + Alimentação + Espaço resultam num crescimento saudável dos novos seres.

 

É com base nesta teoria que vou desenvolver o meu artigo.

 

Começando pelo "crescimento saudável", o que é isto? Crescimento é o processo de formação, desenvolvimento. Saudável é algo que inspira saúde. Pode parecer muito básico mas não é mais que isto.

"Crescimento saudável", em guppies, é o processo de formação do novo ser com saúde. Um ponto importante neste conceito é o que se entende por saúde. Segundo a OMS, saúde é o estado

de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença. Ou seja, saúde implica crescimento regular, sistema nervoso a funcionar correctamente, etc. quer nos humanos quer nos peixes (e consequentemente, nos guppies).

 

Não me vou estender muito a falar das condições pois esto era tópico para mais justificações e teorias. Basicamente, a minha opinião é que se deve preocupar em manter as características constantes com o pH

entre os 7.1 e 7.5. A temperatura por volta dos 26 graus. A água tem de estar limpa por isso trocas de água são fundamentais de 2 em 2 dias de aproximadamente 20/30%. Um pouco de sal também

é aconselhável. As mudanças de água são também importantes pois os peixes libertam substâncias que limitam o crescimento que devem ser eliminadas através das mudas de água.

 

Quanto à alimentação, para não variar, poderia escrever páginas e páginas e talvez não ficasse tudo dito. Basicamente, os alevins precisam de proteínas para crescer. Sem estas, muito dificilmente terão um crescimento saudável pois o seu tamanho será sempre pequeno. Ainda assim, vitaminas, vegetais e muitos outros ingredientes são fundamentais. Uma alimentação equilibrada é altamente desejada mas, é preciso lembrar, as proteínas têm de ter lugar especial.

O espaço é o que se segue - Mais um tema que suscita muitos debates, teorias e acima de tudo, muita confusão. Se lermos um livro de aquariofilia geral, provavelmente vai-nos dizer que temos de ter 1 cm de peixe no seu estado adulto por litro de água. Se falarmos com um criador de guppies vai-nos dizer um peixe por litro de água quando está a crescer. Em que é que ficamos então? Se falarmos de um aquário de criação, aconselho a segunda teoria. Se falarmos de um aquário que está em busca da estabilidade ecológica, aconselho a primeira. Resumidamente, é preciso fazer testes e ver com que proporção se conseguem bons resultados e elaborar a sua própria regra.

 

Para concluir gostava de deixar bem claro que isto é apenas um artigo para se ter uma ideia geral. Agora, o melhor é procurar informação e referências em cada tópico para ficar mais informado à cerca de crescimento mas já sabe que tem de ter em conta todos estes pontos, caso contrário, o sucesso estará ameaçado.

 

Escrito por Tomás Mendes

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá tomás, gostei bastante da tua iniciativa, e por continuares a inistir em manter este espaço vivo. Apesar de um pouco mais ausente não vou deixar de participar aqui ficam então algumas questões que eu acho pertinentes no crescimento dos meus guppies.

 

Espaço(Quantidade de agua)

 

- A altura de agua dentro do aquario não deve ser superior a 7cm, para não provocar execesso de pressão sobre os pequenos, durante a primeira semana de vida.

 

- O ideal para o primeiro mes de vida, de uma ninhada de 30 avelins é um aquario de 5Litros, com o nivel de agua baixo como referido anteriormente.

 

-Eu apoio a teoria que o espaço livre dentro de aquario de crescimento deve aumentar, linearmente com o crescimento dos guppies. Isto é na primeira semana 250mL/guppy ao final de 21 dias 500mL/guppy ate atingir 1L/guppie ao final de 2 meses de idade atingir 1L/guppy.

 

Os motivos que me levam a fazer isto são dois:

 

Quando são muito jovens, quanto menos energia os pequenos gastarem a alcançar a comida, mais energia vão ter para o crescimento. Logo menos espaço limita a perda de energia.

 

Ao aumentar a quantidade da agua/espaço gradualmente a pressão associada a quantidade de agua vai tambem aumentar gradualmente, e como tal vai ver um impacto menos relevante na adaptação do pequenos a novas pressões, e ao seu crescimento.

 

 

TPA's( Trocas parciais de agua)

 

- Devem ser feitas com a maior regularidade possivel, idealmente, continua e premamente. Como e dificil criar estas condições para quase todos nós, fazer trocas diarias é uma boa metida, de modo a respeitar o incremento de espaço referido anteriormente, e a rondar os 10%. Por exempo, tira 5% da agua, e adiciona 10%.

 

Filtros

 

- Deve existir um sistema de filtros que permita a constante renovação da agua dentro de cada aquario depois de filtrada. Se tal não for possivel ter no minimo um filtro de esponja.

 

Luz

 

-16 horas diarias de forma a manter o metabolismo dos guppies de certa forma acelerado, para um crescimento mais rapido

 

Temperatura

 

Avelins- 28º

Jovens - 26º

Adultos - 24º

 

Alimentação

 

-Artemia recem eclodida

-Artemia adulda

-Microvermes

-Grindal

- e outras preparações ja focadas neste forum

 

 

PS: Sei que estas condições para o crescimento não são de certo as mais saudaveis para eles, mas tem termos de rapides de crecimento tem dado bons resultados, aplicado numa pequena escala.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Apesar de gostar de ler e absorver estes artigos, mesmo como leigo houve algo que me fez alguma espécie:

(...)

Quando são muito jovens, quanto menos energia os pequenos gastarem a alcançar a comida, mais energia vão ter para o crescimento. Logo menos espaço limita a perda de energia.(...)

Esta não é uma filosofia demasiado de "aviário"?

 

Certamente existem os criadores e os que gostam e respeitam o animal.

 

Do ponto de vista do criador certamente essa será a melhor opção: crescimento o mais rápido possivel para facturar quanto antes.

Agora, para quem gosta e respeita o ser vivo tal como ele é, isto não será um pouco forçado?

 

Indo ao extremo, se os colocarmos em couvettes de gelo será o ideal, não?

 

(digo isto não como forma de censura ou crítica, mas apenas como expressão da minha opinião)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Quanto o escrevi pensei que ia levantar alguma controvérsia , pois era um topico de crescimento saudavel.

 

Não tenho qualquer proveito financeiro de criar guppies desta forma, vendi uma unica vez aqui no forum, uma ninhada.

 

A minha ideia em querer um crescimento mais rapido, é conseguir diminuir o tempo de uma geração, isto é, os peixes estarem preparados para reproduzir mais cedo possivel, assim posso ter mais esperanças de aparecerem mutações ou tornar uma linha pura.

 

É questão filosofica dentro de cada um, entre manter peixes selvagens ou manter peixes já distantes do selvagem. Já que escolhi neste momento a segunda opcção vou tentar melhorar os meus exemplares geneticamente.

 

Se tomei a opçõa certa já é outro assunto. Mas tento dar as melhores condições ao meus peixes, dos quais gosto muito.

Share this post


Link to post
Share on other sites
(...)Mas tento dar as melhores condições ao meus peixes, dos quais gosto muito.

Nunca pus isso em questão, aliás já o imaginava.

 

O que realmente questiono será a diferença entre "crescimento saudavel" e simplesmente "engorda rápida".

Ou seja, eu acredito que um crescimento acelerado dificilmente poderá ser saudavel.

 

Sem exercicio, realmente o crescimento será mais rápido mas dificilmente o esqueleto e a massa muscular irão ganhar a consistencia e desenvolvimento normais e saudáveis.

Já num tema que não domino nada, não será que esssas características se irão fixar e propagar de geração em geração?

 

A ser assim, realmente poderemos conseguir especimens bonitos e em pouco tempo, mas provavelmente bastante mais frágeis e com um tempo de vida provavelmente mais curto.

 

...ou não?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá,

 

Sinceramente gostei muito das vossas intervenções, agora chegou o momento de mais uma minha :P .

 

O primeiro tópico que me salta é, citando do Pedro:

 

"Quando são muito jovens, quanto menos energia os pequenos gastarem a alcançar a comida, mais energia vão ter para o crescimento. Logo menos espaço limita a perda de energia. "

 

Penso que aqui estarás equivocado, apesar de não ter a certeza. Estudei que os seres utilizam as proteínas para o crescimento e os glícidos e lípidos para a energia. Por isso, se estão a gastar glícidos e lípidos, não estão a retirar as proteínas necessárias ao crescimento. E seguindo este raciocíonio cito um intervenção do Woody:

 

"Sem exercicio, realmente o crescimento será mais rápido mas dificilmente o esqueleto e a massa muscular irão ganhar a consistencia e desenvolvimento normais e saudáveis. "

 

Esta frase é muito importante. A maioria das vezes em que os peixes começam a entortar a coluna do meio para o fim do pedunculo deve-se a terem uma largura no pedunculo e força no mesmo muito baixa e insuficiente para suportar a cauda. Assim sendo, o exercício é realmente importante mas não sei até que ponto é a comida que os vai fazer "mexer".

 

Quanto à tua teoria da pressão, consigo compreendê-la mas não tenho opinião sobre ela.

 

Agora quanto a questões morais, não me vou meter nisso, já debati esse tema demasiado e não quero voltar a ele.

 

O que acham daquilo que disse?

 

Um abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concordo em grande parte do que disses, mesmo em relação aos lipidos e glicidos e protainas.

 

Acredito que não será saudavel ter os pequenos Gordos e obesos.

 

Mas a minha questão de ter uma proproção de agua mais pequena nas primeiras semanas, deve-se mais ao facto de reproduzir o que acontece na Natureza, por norma, e pelo que li, as femeas dão a luz na vida selvagem, em locais com boa quantidade de alimento & normalmente em zonas baixas...

 

 

Deixo um desafio....

 

Metam Dois avelins em dois aquarios com as mesmas condições de agua bacterias...temperatura...etc etc... Variem só o tamanho dos aquarios...

um de 5Litros e outro de 40Litros por exemplo....E alimentem EXACTAMENTE com a mesma quantidade de comida.

 

Quando tiverem um mes de idade observem a Vitalidade e Saude e o Seu tamanho...

 

 

Saudações Academicas

Share this post


Link to post
Share on other sites

de facto é smp bom aprender sempre mais e aidna por cima com kem sabe...ta decedido eu vou meter guppys no meu akuario no proximo sabado,tenho o akuario em 23/24g e ainda vou calcular o ph.

 

 

1-kando deve tirar os jovens alevins da incubadora para o akuario?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas...

 

de facto é smp bom aprender sempre mais e aidna por cima com quem (palavra corrigida) sabe...ta decedido eu vou meter guppys no meu aquário (palavra corrigida) no proximo sabado,tenho o aquário (palavra corrigida) em 23/24g e ainda vou calcular o ph.

 

 

1-kando deve tirar os jovens alevins da incubadora para  o aquário (palavra corrigida)?

 

Sendo assim, bem-vindo ao mundo (encantado para uns, odiado por outros) dos guppies. Quanto à tua questão depende do teu aquário (densidade da vegetação e habitantes).

 

Boa sorte.

Share this post


Link to post
Share on other sites

eu tenho um akuario de 60*40*30 de 54L a vegetaçao vai ser pelo menos no inicio de uns 4vasos ou molhos de plantas e uma roxa e um tronco,sendo asim k axas?kanto tempo devo esperar para metelos no akuario,e se eu percebi s tiver mt vegetaçao eles podem-s proteger melhor certo?corrigeme s tou enganado

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá,

 

Os alevins vão esconder-se melhor com mais vegetação, estás certo.

 

Aconselho-te a leres http://faq.thekrib.com/pt/ para teres uma noção dos factores a ter em conta na montagem e manutenção de um aquário.

 

Boa sorte!

Share this post


Link to post
Share on other sites

obrigado tomas,ja agora sabes onde possa encontrar riccia,musgo e red cherrys?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá,

 

Tens de procurar em lojas e no "Oferta". Mas isso foge um pouco ao subfórum guppies.

 

Boa sorte...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá a todos e desde já obrigada por formarem este site que nos traz tanta informação. :wink:

Já percebi algumas regras de criação de alevins,mas no entanto continua a preocupar-me a questão de estar a reproduzir os bichos e posteriormente me perecerem :cry: É sempre um risco que se corre, mas como minimizá-lo!? Neste momento tenho três fêmeas prenhas e quatro machos num aqua de 40 cm e arranjei uma maternidade.

Qual é o próximo procedimento?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já percebi algumas regras de criação de alevins,mas no entanto continua a preocupar-me a questão de estar a reproduzir os bichos e posteriormente me perecerem

 

Olá Mariana,

 

"me perecerem" ? Penso que te engaste em qualquer coisa.

 

"Neste momento tenho três fêmeas prenhas e quatro machos num aqua de 40 cm e arranjei uma maternidade.

Qual é o próximo procedimento?"

 

O próximo passou depende das tuas capacidades a nível de aquários:

 

Opção 1 - É inevitavelmente a melhor. Arranjar um aquário maternidade. Colocar lá a fêmea que está mais grávida e esperar que ela tenha os alevins.

 

Opção 2 - Caso seja impossível a opção 1 é o mais saudável e natural para os peixes. Vegetar densamente o aquário e esperar que os alevins consigam escapar aos pais.

 

Opção 3 - Usar a maternidade de plástico no aquário em que eles estão. Perderá menos alevins do que com a opção 2 mas será mais benéfico para a mãe.

 

Tomás

Share this post


Link to post
Share on other sites

perecer significa morrer.

Os peixinhos nasceram mas tive um problema de ictio no aqua :oops: Como a maternidade não sofre tanta fltração passaram os três dias de tratamento e eles continuaram com pontos brancos. já vou no quinto dia de tratamento e agora vou deixá los em paz.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá

 

Penso que consegues minimizar esses pontos brancos ( íctio ), aumentando a temperatura para os 30º durante 3 dias e depois voltas ao normal.

Já tive esse problema em alguns peixes e em particular num escalar e resolveu.

 

Saudações e boa sorte

 

Jorge Pena

 

perecer significa morrer.

Os peixinhos nasceram mas tive um problema de ictio no aqua :thumbup3: Como a maternidade não sofre tanta fltração passaram os três dias de tratamento e eles continuaram com pontos brancos. já vou no quinto dia de tratamento e agora vou deixá los em paz.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa Tarde a todos do fórum. Gostaria de dar a minha modesta opinião sobre a questão de um crescimento saudável. Do meu ponto de vista há 3 factores importantíssimos para que o crescimento seja realmente proporcional em todos os peixes criados no aquário. 

1º A Alimentação dos Peixes: Artémia Viva , Figado de Boi, Flocos Secos, etc. Se variarmos um bocado na alimentação dos peixes isso proporciona um crescimento salutar deles e evita canibalismo dos adultos esfomeados a comer os Alevins do aquário.

Tenham em atenção que o figado de boi triturado é muito rico em proteína e ferro para os Guppies, mas em excesso pode deixar a água um bocado turva e suja e por isso mesmo a pasta de figado deve ser fornecida com cautela. Artémia ou outros alimentos vivos também proporcionam um bom desenvolvimento do peixe. Se tiverem pouco tempo para dedicar inicialmente aos peixes tentem criar um sistema de alimentação automatizado para poupar-vos algum tempo.

Se quiserem podem optar por ter um sistema automático que solta pequenas porções de comida no aquário, apenas o suficiente para que possa ser comido de imediato pelos peixes.

Para quem usa maternidades para os peixinhos aconselho vivamente a esperarem as fêmeas terem os alevins todos e retirar imediatamente a fêmea de dentro dela. O passo seguinte seria adequado passar os alevins para uma maternidade feita de rede que impede depósitos de comida desperdiçada se acumularem no fundo e se for de rede facilita a circulação de água no aquário e impede a comida de sujar a maternidade.

Para quem gosta de proporcionar um habitat mais tranquilo de crescimento dos alevins podem optar por usar uma geleira de esferovite pequena com uma bomba de oxigenação para o ar circular tranquilamente.

 

Bom Domingo a todos.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
On 03/09/2012 at 07:26, Ruben Abel 2001 disse:

Quantos dias mais o menos os alevins ficão na maternidade??

Quanto a essa pergunta Ruben Abel os alevins deverão ficar na maternidade o tempo suficiente apenas para que não possam ser comidos directamente por peixes adultos mais esfomeados, mas se tiverem apenas Guppies no aquário acredito que com uns 20 dias se estiverem bem alimentados já estarão com tamanho suficiente para serem soltos no aquário comunitário juntamente com os outros peixes. Não parece muito boa ideia ter a fêmea num aquário à solta simultaneamente com os Alevins porque ela pode desatar a persegui-los até os comer todos. Como sabem os Guppies gostam de alimentos vivos: Artémia , Tubifex, vermes e outras comidas vivas e as crias(Alevins) podem ser facilmente confundidas com comida viva e já sabem qual é o resultado esperado depois disso. Não deve sobrar ninguém para contar a história.

Aquilo que aconselho a fazerem é ser pacientes e esperar a fêmea ter os Alevins na maternidade de plástico e depois retirar a fêmea após dar a luz e transferir os Alevins para uma maternidade de Rede mais larga para deixá-los com espaço para circular e com a maternidade de rede é mais fácil o ar circular e evitar depósitos de fezes e restos de comida no fundo poluindo a água e matar as crias.

 

Boa Noite  e boa semana!!!

Edited by MiguelAnice Silva

Share this post


Link to post
Share on other sites