Iniciar um Aquario Com Peixe Betta


MCoelho

Recommended Posts

Ola Boa noite, vou-me iniciar na aquariofilia... Estou a pensar comprar um peixe Betta, mas sei que os machos são muito agressivos e que têm de estar isolados. Tenho dúvidas quanto à aquisição do Aquario, Estou a pensar comprar um de 60L.

 

Para um peixe Betta, é necessário ser um aquario de agua quente, com termostato ou basta só a lampada do aquario?

 

Cumprimentos

Link to comment
Share on other sites

Para um macho Betta e necessario apenas um pequeno aqua.

Na Tailandia criam-nos em jarros de 1 a 5 L.

 

Para um amador que nao vai mudar a agua dariamente deve-se ter um aqua de pelo menos 12L, 15-25 ideal.

Atencao que e indispensavel manter a agua a 25 graus ate 28, nunca menos de 25graus, portanto um termostato de 25W e essencial se o clima em casa nao for igual ao da Tailandia.

A unica fauna que deves ter num aqua de Betta e um Betta. Se nao vai dar problemas em 90% dos casos.

 

Um pequeno aqua deve ter mudancas de 50% da agua 2 a 3 x semana. Quanto mais pequeno + se devem fazer TPA.

 

Podes encontrar aquas baratos para beta no Leiloes.net, alguns ja com filtro e termostato.

 

O aqua deve ter um pequeno filtro para assegurar uma colonizacao bacteriana fixa. Quase todos os filtros comerciais devem ter o debito 'cortado' regulando para o minimo e interpondo uma minuscula bucha de espuma grossa por detras da boca de saida (se a espuma for fina entope).

 

Se quizeres um Betta num comunitario a questao muda totalmente de figura: eu nao recomendo Bettas em comunitarios, mas a maior parte dos livros defende precisamente isso (???). Num comunitario ou e o Betta que vai sofrer ou sao outros peixes, nao ha volta a dar.

 

Setup ideal para um Betta:

Termostato de 25W.

Micro filtro interior (Sera ou Tetra 400 sao os mais pequenos que conheco) ou filtro de mochila.

Algum areao.

Plantas de acordo com as capacidades de cada um, para iniciantes basta um pequeno tufo de musgo de Java e um feto de Java pequeno ou an anubia nana.

Edited by Gabriel Branco
Link to comment
Share on other sites

Para um macho Betta e necessario apenas um pequeno aqua.

Na Tailandia criam-nos em jarros de 1 a 5 L.

 

Para um amador que nao vai mudar a agua dariamente deve-se ter um aqua de pelo menos 12L, 15-25 ideal.

Atencao que e indispensavel manter a agua a 25 graus ate 28, nunca menos de 25graus, portanto um termostato de 25W e essencial se o clima em casa nao for igual ao da Tailandia.

A unica fauna que deves ter num aqua de Betta e um Betta. Se nao vai dar problemas em 90% dos casos.

 

Um pequeno aqua deve ter mudancas de 50% da agua 2 a 3 x semana. Quanto mais pequeno + se devem fazer TPA.

 

Podes encontrar aquas baratos para beta no Leiloes.net, alguns ja com filtro e termostato.

 

O aqua deve ter um pequeno filtro para assegurar uma colonizacao bacteriana fixa. Quase todos os filtros comerciais devem ter o debito 'cortado' regulando para o minimo e interpondo uma minuscula bucha de espuma grossa por detras da boca de saida (se a espuma for fina entope).

 

Se quizeres um Betta num comunitario a questao muda totalmente de figura: eu nao recomendo Bettas em comunitarios, mas a maior parte dos livros defende precisamente isso (???). Num comunitario ou e o Betta que vai sofrer ou sao outros peixes, nao ha volta a dar.

 

Setup ideal para um Betta:

Termostato de 25W.

Micro filtro interior (Sera ou Tetra 400 sao os mais pequenos que conheco) ou filtro de mochila.

Algum areao.

Plantas de acordo com as capacidades de cada um, para iniciantes basta um pequeno tufo de musgo de Java e um feto de Java pequeno ou an anubia nana.

 

Vais-me desculpar mas disseste aí algumas coisa que, a meu ver não estão correctas...

 

Para começar é um crime criar um beta num jarro...

Os aquas que normalmente são vendidos para betas são outro crime porque não apresentam o mínimo de condições para ter esses animais.

 

Depois em aquas pequenos trocar 50% de água é asneira!

Quanto mais pequeno é o aqua menores devem ser as TPA por forma a minimizar possíveis destabilizações da água.

 

Falas que deves estrangular a saída de água dos filtros comerciais porquê? QUal a capacidade do filtro? Qual o volume do aqua?

Não dêm ordens... Expliquem o porquê das coisas e deixem as pessoas tirarem as suas conslusões!

 

Eu por exemplo tenho um aqua de 20l e tenho um filtro exterior. Porque não recomendaste um filtro exterior? Só faltava esse..

 

Para terminar MCoelho uma pequena pesquisa por este fórum ou pelo google tinhas respondido facilmente ás tuas questões...

No fórum tens uma área específica para bettas onde podes encontrar muita informação.

 

Abraço...

Guppy Wood Heaven...            Simple Shrimp

Link to comment
Share on other sites

Bom esta a minha opiniao, baseada na experiencia de aquas para Betas (exclusivos, ja desisti de os juntar seja com o que for).

 

Quanto aos criadores profissionais da Tailandia, de onde proveem os melhores exemplares, deves falar com eles.

Link to comment
Share on other sites

Bom esta a minha opiniao, baseada na experiencia de aquas para Betas (exclusivos, ja desisti de os juntar seja com o que for).

 

Quanto aos criadores profissionais da Tailandia, de onde proveem os melhores exemplares, deves falar com eles.

 

Eu conheço quem tenha bettas com outras espécies....

Acho (aliás, tenho a certeza) que um termostato de 25w para um aquário de 60 litros é muito fraco.

Em relação às TPA's, com filtro reduz o seu número. Essa "ideia" que deste é para betteiras sem filtro.

Link to comment
Share on other sites

Exmos amigos,

 

As TPA servem basicamente para simular num aqua a capacidade de renovacao natural chuva-escoamento maritimo.

Quanto mais pequeno o aqua mais facilmente se acumulam os nitratos. Isto num aqua ciclado, onde os niveis de amonia e nitritos devem ser nulos (vestigiais, porque 0 nao existe).

Quanto mais pequeno o aqua maior a necessidade de fazer TPAs. A agua a adicionar deve ser velha - e nunca uso condicionadores que sao mais quimicos a juntar. Num aqua ciclado com filtro TPAs ate 50% sao sempre beneficas.

Claro que a frequencia das TPA aumenta com a fauna: num aqua de 100L com 50 peixes ha certamente mais poluicao que num de 15L com um peixe, depende da carga organica total vesus taxa de renovacao da agua. Por isso sou totalmente contra as regulacoes tipo 'made in Alemanha' sobre litragens minimas.

 

Havendo filtragem ha base de capacidade nitrificante e de producao de muco natural, logo as TPA sao muito beneficas para a saude do habitante. Pode ser filtro interno ou externo de mochila, mas o debito naod eve ser muito grande para um mau nadador como o Betta. Contudo algum fluxo e bom, pois estes peixes artificais sofrem de problemas cardio-vasculares que se agravam com a inacao.

 

Se nao ha filtragem as TPA diarias - como os criadores profissionais fazem - sao essenciais para eliminar a amonia que rapidamente se acumula. Fica tudo dependente das TPA: alto risco e nunca recomendado para amadores.

 

Nao me parece realista manter um Betta em mais de 25L. Se isso acontece o pessoal tem sempre a tendencia de juntar mais fauna, logo ja nao e uma beteira pura. Reparem que os colecionadores de bettas por vezes teem muitos exemplares (nao eu, que so mantenho 1 de cada vez e neste momento ate nao tenho nenhum).

 

A minha resposta dirigia-se a uma eventual intencao de construir uma beteira pura, em condicoes.

Nao um pequeno comunitario, ou uma caixa sem filtragem e aquecimento, como se vendem por ai.

Edited by Gabriel Branco
Link to comment
Share on other sites

Boas,

 

 

os criadores da Tailandia de onde proveem os melhores exemplares, não têm em conta o bem estar dos animais. Têm sim em conta a falta de espaço devido a não poderem juntar mais que um exemplar.

Normalmente têm bettas em recipientes tipo copos. Mas isso não quer dizer que se deva ter os animais assim não é?

As lojas também os têm em cubiculos minimos ou pior, em sacos pequenos, pergunto se isso tem algum jeito?

Quanto aos TPAs, eu pessoalmente considero que quanto mais pequeno o aquário, maior deve ser o TPA. Quanto menos água mudar mos maior probabilidade se dá de haver alterações.

No entanto posso dizer que já tive um de 20 litros, que retirava apenas 5 litros semanalmente e as coisas sempre estiveram mais do que perfeitas.

Para um beta não precisas de um aquário de 60 litros, um nano de 20 litros é perfeito para ele, se colocares bastante flora ainda melhor;)

Regras para ser um bom Aquariofilista:

 

1 - Bom senso / 2 - Respeito pela natureza / 3 - Paciência / 4 - Capacidade de aprender e saber ouvir / 5 - Ausência de manias do "Eu é que sou".

 

 

Se querem que os membros entendam as vossas dúvidas, façam se entender escrevendo PORTUGUÊS correcto.

O PORTUGUEX não é uma lingua oficial, é uma escrita de IGNORANTES.

 

 

_____________________________________

 

Ricardo Santos

 

 

Montagens:

 

100 litros água doce

Link to comment
Share on other sites

As TPA servem basicamente para simular num aqua a capacidade de renovacao natural chuva-escoamento maritimo.

Quanto mais pequeno o aqua mais facilmente se acumulam os nitratos. Isto num aqua ciclado, onde os niveis de amonia e nitritos devem ser nulos (vestigiais, porque 0 nao existe).

 

 

Ora bem, apesar de concordar contigo em parte do que escreveste no primeiro post, não estarás a querer entrar por caminhos errados?

A nível de estabilidade de água, parametros e picos, não é só a quantidade de fauna e/ou o tamanho do aquário que interessam.

A flora não tem também um contributo? E o tipo de fauna?

Não é so em questão de numeros, existem plantas que ajudam mais tal como existem animais que poluem mais.

Quem provoca maior poluição? 3 guppies ou um escalar?

 

Continuo a defender que as percentagens existem de forma a temos uma base de apoio, cada caso é um caso e cada aquário deve ser estudado e analisado pelo seu dono.

Eu consigo fazer um nano de 25 litros com flora e fauna que me permita ter que fazer apenas TPAs mensais. Claro que não o faço mas é possivel. Mas também consigo montar um aquário de 25 litro que me obrigue a tpas bem maiores semanalmente.

 

Na minha opnião (vale o que vale), nós aquariofilos temos que ter a noção que o estudo e o raciocinio de concretização são fundamentais neste mundo.

Concordo que o tamanho do aquário nos limita ou nos lança em muita coisa, mas não é só a litragem bruta.

Aconselho vos a lerem (se necessitarem claro), um pouco mais sobre a alteração dos TPAs na água do aquário e sobre o que entra e sai, bem como o que pode alterar esses processos.

 

TPAs semanais para mim são obrigatórios, mas isso sou eu que sou metodico e calculista, mas será que não podiamos com sucesso alterar isso?

Regras para ser um bom Aquariofilista:

 

1 - Bom senso / 2 - Respeito pela natureza / 3 - Paciência / 4 - Capacidade de aprender e saber ouvir / 5 - Ausência de manias do "Eu é que sou".

 

 

Se querem que os membros entendam as vossas dúvidas, façam se entender escrevendo PORTUGUÊS correcto.

O PORTUGUEX não é uma lingua oficial, é uma escrita de IGNORANTES.

 

 

_____________________________________

 

Ricardo Santos

 

 

Montagens:

 

100 litros água doce

Link to comment
Share on other sites

 

Quanto aos TPAs, eu pessoalmente considero que quanto mais pequeno o aquário, maior deve ser o TPA. Quanto menos água mudar mos maior probabilidade se dá de haver alterações.

 

 

Como é que ao mudares menos água tens maior probabilidade de haver alterações?

 

Um sistema pequeno se fizeres uma TPA grande vais estar a reduzir muito a colónia e os parâmetros instalados..

 

Na minha opinião é preferível fazer mais TPAs mas mais pequenas por forma a destabilizarmos o menos possível o ecossistema estabelecido.

 

 

Quanto aos restantes comentários, já vi que não vale a pena comentar mais...

 

Abraço!

Guppy Wood Heaven...            Simple Shrimp

Link to comment
Share on other sites

Ora bem, apesar de concordar contigo em parte do que escreveste no primeiro post, não estarás a querer entrar por caminhos errados?

A nível de estabilidade de água, parametros e picos, não é só a quantidade de fauna e/ou o tamanho do aquário que interessam.

A flora não tem também um contributo? E o tipo de fauna?

Não é so em questão de numeros, existem plantas que ajudam mais tal como existem animais que poluem mais.

Quem provoca maior poluição? 3 guppies ou um escalar?

 

Continuo a defender que as percentagens existem de forma a temos uma base de apoio, cada caso é um caso e cada aquário deve ser estudado e analisado pelo seu dono.

Eu consigo fazer um nano de 25 litros com flora e fauna que me permita ter que fazer apenas TPAs mensais. Claro que não o faço mas é possivel. Mas também consigo montar um aquário de 25 litro que me obrigue a tpas bem maiores semanalmente.

 

Na minha opnião (vale o que vale), nós aquariofilos temos que ter a noção que o estudo e o raciocinio de concretização são fundamentais neste mundo.

Concordo que o tamanho do aquário nos limita ou nos lança em muita coisa, mas não é só a litragem bruta.

Aconselho vos a lerem (se necessitarem claro), um pouco mais sobre a alteração dos TPAs na água do aquário e sobre o que entra e sai, bem como o que pode alterar esses processos.

 

TPAs semanais para mim são obrigatórios, mas isso sou eu que sou metodico e calculista, mas será que não podiamos com sucesso alterar isso?

 

Bom, a nao ser pessoal credenciado, todos nos emitimos apenas opinioes - isso e certamente o meu caso.

Claro que cada aqua e um caso, so sugeri nao julgar tudo so a partir da litragem: todos os factores aqui acima mencionados contam, de certo tambem para mim!

Tambem nao embarco em formulas de cm/L: e tudo uma questao de bom-senso.

Mas no fim vai tudo dar ao mesmo: carga organica vs capacidade de renovacao: e que nao ha filtro corrente que remova os nitratos. Para os remover sao necessarias as TPA.

Com litragem mais pequena os cuidados teem de ser maiores, porque a reserva e menor: 1cc de poluente que tem impacto nulo em 200L, pode ser letal em 20L. Por isso recomendo mais TPA com menor volume: apoiado em muitas leituras.

 

Muitos nanos sao feitos para camaroes, recomendados pelos grandes experts, XPTO, mai nao sei que; mas paradoxalmente os camaroes necessitam de maior estabilidade quimica que os peixes! Va-se la entender isto.

Edited by Gabriel Branco
Link to comment
Share on other sites

Como é que ao mudares menos água tens maior probabilidade de haver alterações?

 

Um sistema pequeno se fizeres uma TPA grande vais estar a reduzir muito a colónia e os parâmetros instalados..

 

Na minha opinião é preferível fazer mais TPAs mas mais pequenas por forma a destabilizarmos o menos possível o ecossistema estabelecido.

 

 

Quanto aos restantes comentários, já vi que não vale a pena comentar mais...

 

Abraço!

 

 

Então? Ora pensa comigo, se mudares menos água, existe uma maior probabilidade de haver picos de amonia, nitritos ou nitratos.

Ao contrário do que o colega afirmou, o problema não é so nitratos, se houver um pico acentuado de amonia, a mesma não vai ser convertida em nitritos e posteriormente em nitratos.

Vai sim acumular em demasia pois a sua conversão é demasiado lenta face ao seu aparecimento.

Se sabemos que um aquário pequeno tem uma maior possibilidade de ficar com a água "estragada" se assim o podemos apelidar, então por lógica devemos ter cuidados maiores com os seus TPAs, aumentanto a percentagem.

Agora se me disseres que em vez de fazermos um TPA de 40% por exemplo, podemos dividir o mesmo em 20% por duas vezes, nesse caso concordo contigo.

 

Relativamente ao que disseste de seguida, penso que não será para mim;)

Edited by Julius

Regras para ser um bom Aquariofilista:

 

1 - Bom senso / 2 - Respeito pela natureza / 3 - Paciência / 4 - Capacidade de aprender e saber ouvir / 5 - Ausência de manias do "Eu é que sou".

 

 

Se querem que os membros entendam as vossas dúvidas, façam se entender escrevendo PORTUGUÊS correcto.

O PORTUGUEX não é uma lingua oficial, é uma escrita de IGNORANTES.

 

 

_____________________________________

 

Ricardo Santos

 

 

Montagens:

 

100 litros água doce

Link to comment
Share on other sites

Mas no fim vai tudo dar ao mesmo: carga organica vs capacidade de renovacao: e que nao ha filtro corrente que remova os nitratos. Para os remover sao necessarias as TPA.

 

E o resto? É so os nitratos que contam? Se não fizeres TPAs durante meses o qeu vai acontecer aos valores da amónia e nos nitritos?

Já pensaste que deste grupo os nitratos podem ser os que menos prejudicam os peixes?

Se não fizeres TPAs, não será provavelmente a amonia que é extremamente prejudicial aos vivos o primeiro parametro a destabilizar?

 

 

 

Muitos nanos sao feitos para camaroes, recomendados pelos grandes experts, XPTO, mai nao sei que; mas paradoxalmente os camaroes necessitam de maior estabilidade quimica que os peixes! Va-se la entender isto.

 

Os camarões são mais sensiveis a fosfatos, nitratos e amónia é certo, mas também produzem bem menos matéria organica.

Para além disso, como são detritivoros, conseguem efectuar um bom trabalho de limpeza que permite a diminuição de probabilidade de haver amónia.

Só me estas a dar razão na questão de que devemos olhar para vários aspectos,sendo um deles o tipo de fauna que colocamos nos aquário.

Edited by Julius

Regras para ser um bom Aquariofilista:

 

1 - Bom senso / 2 - Respeito pela natureza / 3 - Paciência / 4 - Capacidade de aprender e saber ouvir / 5 - Ausência de manias do "Eu é que sou".

 

 

Se querem que os membros entendam as vossas dúvidas, façam se entender escrevendo PORTUGUÊS correcto.

O PORTUGUEX não é uma lingua oficial, é uma escrita de IGNORANTES.

 

 

_____________________________________

 

Ricardo Santos

 

 

Montagens:

 

100 litros água doce

Link to comment
Share on other sites

Erro, podem apagar sff.

Edited by Julius

Regras para ser um bom Aquariofilista:

 

1 - Bom senso / 2 - Respeito pela natureza / 3 - Paciência / 4 - Capacidade de aprender e saber ouvir / 5 - Ausência de manias do "Eu é que sou".

 

 

Se querem que os membros entendam as vossas dúvidas, façam se entender escrevendo PORTUGUÊS correcto.

O PORTUGUEX não é uma lingua oficial, é uma escrita de IGNORANTES.

 

 

_____________________________________

 

Ricardo Santos

 

 

Montagens:

 

100 litros água doce

Link to comment
Share on other sites

Então? Ora pensa comigo, se mudares menos água, existe uma maior probabilidade de haver picos de amonia, nitritos ou nitratos.

 

Não concordo.

 

Os picos de amónia dão-se por descompensações ao nível da carga orgânica / bactérias nitrificantes.

 

De nitratos o que pode acontecer é um aumento gradual ao longo do tempo, mas:

 

Na minha opinião é preferível fazer mais TPAs mas mais pequenas por forma a destabilizarmos o menos possível o ecossistema estabelecido.

 

E que acabaste por me dar razão.

 

Ao fazeres uma TPA maior, se tiveres o azar de teres alguma coisa na água vai afectar muito mais um aqua pequeno com uma muda grande do que um aqua grande porque o grande tem outra "capacidade de resposta".

 

Até o Gabriel Branco acabou por se contradizer... Primeiro defendia grandes trocas de água (50%), depois ficou ofendido comigo e depois acaba a fazer a seguinte afirmação:

 

Com litragem mais pequena os cuidados teem de ser maiores, porque a reserva e menor: 1cc de poluente que tem impacto nulo em 200L, pode ser letal em 20L. Por isso recomendo mais TPA com menor volume: apoiado em muitas leituras.

 

Certamente que o MCoelho ficou elucidado com esta coerência...

 

Relativamente ao que disseste de seguida, penso que não será para mim;)

 

E achas muito bem! :P

 

Abraço!

Guppy Wood Heaven...            Simple Shrimp

Link to comment
Share on other sites

Não concordo.

 

Os picos de amónia dão-se por descompensações ao nível da carga orgânica / bactérias nitrificantes.

 

Excesso de comida, excesso de população = excesso de carga organica

 

Não metemos muita fauna (regra geral num nano), mas será que sabemos ao certo o limite que as bacterias nitrificantes de um nano conseguem manter?

Não haverá maiores riscos num nano de haver picos de amónia, face a um aquário muito maior? Isto relacionando directamente a questão de que em menos água, maior a probabilidade de concentração.

 

Eu entendo o que me estas a dizer, ambos estamos a ir mais ou menos na mesma direcção, só que tu estas te a interligar mais com a questão de TPAs vs colonias de bacterias, e eu estou mais preocupado com a questão de TPAs vs qualidade da água.

Eu sei que as colonias estão relacionadas com isso, mas também sei que as TPAs ajudam a retirar o que não interessa da água, já para não estarmos a falar da introdução de micro nutrientes que são indespensaveis num nano, muito mais quando os mesmos necessitam de bastante flora para ajudar o sistema.

 

Mas sim, penso que se fizermos dois TPAs de 20% por semana, será uma melhor opção face a um TPA de 40 % de uma só vez:)

Regras para ser um bom Aquariofilista:

 

1 - Bom senso / 2 - Respeito pela natureza / 3 - Paciência / 4 - Capacidade de aprender e saber ouvir / 5 - Ausência de manias do "Eu é que sou".

 

 

Se querem que os membros entendam as vossas dúvidas, façam se entender escrevendo PORTUGUÊS correcto.

O PORTUGUEX não é uma lingua oficial, é uma escrita de IGNORANTES.

 

 

_____________________________________

 

Ricardo Santos

 

 

Montagens:

 

100 litros água doce

Link to comment
Share on other sites

  • 10 years later...

Pessoal, meu aquário tem capacidade de 18L, e eu o enchi com 16L. Minha amônia não sai de 0,05mg/L e o ph está sempre no 7 ou 7,3. Temperatura 26°C e faz 1 mês que fiz a ciclagem com acelerador biológico e 4 dias que coloquei meu betta macho. Minha amônia não abaixa pra 0mg de jeito nenhum. Tem algo com que eu possa fazer? Dou comida apenas 1 vez por dia e já inseri Sera Toxivec para abaixar os níveis de nitritos. 

 

Esse problema está se dando por conta da biologia ainda não estar estável? Pois as barbatanas do meu betta estão sofrendo um pouco com isso apesar de ele estar super ativo. 

Link to comment
Share on other sites

On 25/05/2022 at 15:34, evellyn cristie disse:

Pessoal, meu aquário tem capacidade de 18L, e eu o enchi com 16L. Minha amônia não sai de 0,05mg/L e o ph está sempre no 7 ou 7,3. Temperatura 26°C e faz 1 mês que fiz a ciclagem com acelerador biológico e 4 dias que coloquei meu betta macho. Minha amônia não abaixa pra 0mg de jeito nenhum. Tem algo com que eu possa fazer? Dou comida apenas 1 vez por dia e já inseri Sera Toxivec para abaixar os níveis de nitritos. 

 

Esse problema está se dando por conta da biologia ainda não estar estável? Pois as barbatanas do meu betta estão sofrendo um pouco com isso apesar de ele estar super ativo. 

Este tópico está inativo há 10 anos, não espalhe os seus pedidos de ajuda por todo o lado, fica muito difícil de ajudar assim

Projetos antigos:

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.