Reprodução com êxito de Caridina Japonica em Portugal


Sergio Torres

Recommended Posts

Reprodução com exito de caridina Japonica

 

Venho anunciar com todo o gosto :medieval_mace: a reprodução de caridina japonica em Portugal, julgo que pela primeira vez (apesar de já ter havido relatos em 2006, não consegui provar a sua veracidade pois, o membro em questão, não me respondeu).

Ao fim de 5 tentativas, consegui retirar 10 pequenos camarões. Fruto de um grande trabalho de pesquisa, muita paciência e elevada teimosia!

Este interesse apareceu devido ao membro labutes77, ter apresentado um "bando" de larvas de japonica em suspensão! Adorei a ideia e quis tentar! Então foi assim que começou esta história que irei contar!

 

Então tudo começa numa bela noite em que vejo o video do membro labutes77 com o seu bando de larvas de japonica em agua salobra! Segui o tópico até ao seu triste final. Todo o processo e magia que envolveu esta tentativa foi-me passada!

Comecei a pensar "Eu tenho três enormes caridina japonicas e nunca as vi ovar, que se passaram?"

Pesquisei e verifiquei que o tamanho de uma caridina japonica fêmea adulta é deveras superior ao tamanho de um macho adulto e conclui que tinha 3 grandes fêmeas adultas e férteis! Mas essa não foi a única conclusão que tirei, essa pesquisa permitiu-me verificar que os importadores, ao separarem as espécies por lotes, seriam e são responsáveis por "divórcios forçados", separando sempre lote L (machos adultos e fêmeas juvenis) dos lotes XL (apenas fêmeas adultas). Assim para quem pretender a reprodução ou ovação de japonicas deve, ter um casal! Eu resolvi a questão indo à loja do meu amigo Oliveira e adquirir 5 caridina japonicas. Passadas 3 semanas, duas fêmeas ovadas, com diferença de uma semana!

Comecei logo a magicar o que iria fazer dali para a frente! Outro aquário cá em casa, seria impossível, a ministra das finanças cá de casa não me permitiria! Então procurei alguém que me emprestasse um aquário e uma bomba de ar! O membro

Joao_Costa prontificou-se logo a emprestar-me uma bomba de ar por tempo indefinido! O aquário decidi usar uma grande caixa de plástico que tinha cá por casa! E pronto, para começar foi tudo! Enchi a caixa de com agua do aquário e meti lá a fêmea que estava ovada à mais tempo apenas com a bomba de ar a trabalhar. Passadas duas semanas do aparecimento dos ovos, as larvas nasceram! Centenas, 1000 garantidamente! Agora era a parte mais difícil, a captura. Seringa. um copo vazio (lol) de imperial e uma luz intensa.

Comecei por retirar a fêmea e coloca-la no aquário! Depois foi aspirar com a seringa a agua para meter no copo de imperial, para posteriormente, com auxilio da luz, capturar as pequenas larvas! Assim fui capturando uma a uma, duas a duas, 20 a 20, etc, todas as larvas que estavam em agua doce.

Previamente tinha apanhado agua salgada no rio Tejo que, já tinha filtrado usando duas folhas de papel de cozinha. Coloquei essa agua dentro de um Tupperware branco! Depois de tudo feito, bastou capturar as larvas e coloca-las directamente em agua do rio filtrada. Nem uma morreu!

Deixo o vídeo para puderem ver!

 

 

É possível ver varias larvas! Impossível para mim, fotografar apenas uma! Um microscopia digital seria o ideal!

Esta acabaram por morrer 8 dias depois devido a uma TPA com agua salgada feita por mim, com sal do LIDL. Morreram todas em 5 min. Primeira regra, agua salgada ou salobra natural, filtrada é o ideal! Traz comida e é melhor.

Então decidi encher um balde de 25L com agua do rio! Como a diferença entre as fêmeas ovadas era uma semana, a segunda fêmea desovou logo no dia seguinte! Tive logo larvas novamente! UPI!

Fiz tudo da mesma forma e coloquei as larvas no balde apenas com luz intensa e uma bomba de ar sem pedra difusora, 24H!

Andaram por lá 15 dias, acabando por morrer, julgo que o motivo tenha sido FOME! lol

Como a terceira fêmea já estava ovada à duas semanas, foi para a caixa e passados uns dias desovou! Foi possível ver que durante os dias em que o balde não teve larvas, aumentou bastante as algas que se fixavam nas paredes do balde! Julguei que agora é que seria! Mas não! Passados 15 dias, nada no balde! Fome novamente! Mas reparei que as algas foram comidas!

A primeira fêmea ovou de novo e passados dias, larvas pela quarta vez! Tudo para o balde que novamente estava com algas! Estes foi diferente, pois descobri uma coisa, Comida??? Eles tem que comer? lol. Pesquisei na net até descobrir Liquizell da Hobby!

ho30900_liquizell.jpg

Alimento liquido para corais! Apesar de depois descobrir que a SERA também tem um produto parecido! Comecei a alimentar as pequenas larvas com 15 gotas de liquizell! Mas o futuro destas larvas estava marcado! Eu ia de 15 dias de ferias! E elas ficavam sem comida! Então, passada 1 semana e meia, fui de ferias! Quando voltei, nada no balde novamente! Porra! Tive quase a desistir! Apenas não o fiz pois tinha duas fêmeas carregadas de ovos e o balde cheio de algas!

Passados uns dias da chegada das ferias as duas fêmeas desovaram mas, desta vez largaram os ovos no fundo da caixa! Apenas nascendo umas 60/70 larvas,que desta vez não eram atraídas para a luz intensa! Apanhei tudo, já com um crivo de artemia.

1076-1562-home.jpg

Até ao 10º dia 15 gotas de liquizell! Depois comecei a alternar com spuralina em pó!

Ao fim de 15 dias, fiz a primeira TPA, metade da agua! Voltando a colocar agua do rio filtrada!

Até ao 38º dia fui fazendo o mesmo, apesar de em alguns dias não dar comida!

Ao 39º dia, ao mostrar as larvas ao João_Costa, deparei-me com uma tremenda ausência de larvas!

Apenas vi duas que apanhei e ambientei para agua doce! Passadas 12H meti num aquário de agua doce! Até hoje não vi nenhuma! lol

Irritado com tudo, decidi desistir por algum tempo! Desliguei a luz e a bomba de ar! Deixei o balde em cima da mesa durante 5 dias! Ao quinto dia, dei uma espreitadela lá para dentro e vi duas larvas a fugir para se esconder! Pensei, afinal anda aqui algo! Fui para o Alentejo e voltei um dia depois, domingo! Segunda não fui trabalhar e decidi limpar as Ínsulas da quitina e posteriormente, verificar o que andava dentro do balde! Qual não foi o meu espanto quando retirei de lá 8 pequenos camarões! Feliz de todo, coloquei dentro de um copo de plástico e mergulhei o copo em agua doce, para fazer a ambientação térmica! De duas em duas horas fui metendo agua doce! Antes da segunda adição de agua doce, encontrei mais dois camarões. À terceira adição encontrei o ultimo camarão. De manha, antes de ir trabalhar, verti todo o copo para a caixa de plástico que tinha apenas agua doce! Ao fim da tarde quando cheguei a casa, tinha apenas um camarão morto, deduzo que seja o infeliz que apanhou o processo de transição já a meio!

Dai para a frente, é tudo igual aos outros camarões! Basta dar comida e evitar choques térmicos e de parâmetros de agua!

Deixo agora fotos e vídeos com fases do processo!

 

 

 

 

 

 

 

 

E pronto está tudo explicado! Agora os próximos projectos, Atyopsis moluccensis, vulgo camarão madeira! Espero ter o mesmo êxito! Até uma próxima!

 

Link to comment
Share on other sites

  • Replies 67
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

hola sergio torres,

 

obrigado por partilhar a trabalhosa e feliz experiencia com riqueza de detalhes, a persistencia esteve do seu lado e atuou positivamente.

 

PARABENS e sucesso sempre com os pequenos.

 

cumps

tina pinto

Link to comment
Share on other sites

Muito bom! obrigado pela partilha.

A variante temperatura foi controlada ou foi sempre à temp. ambiente?

Eu tinha 4 amanos enormes cerca de 5,5 cm nunca tinham ovado recentemente comprei mais 4 muito pequenos parece que foi instantâneo 2 dias depois já estava uma carregada de ovos. Vivo perto da o mar/rio tejo pode ser que um dia experimente.

cumps

Link to comment
Share on other sites

:arrow: JMG Muito obrigado!

 

:arrow: tina pinto Para termos sucesso temos que lutar! E aprender com os próprios erros! :D

 

:arrow: Claudio Cabral Deus te ouça! Espero que tenhas gostado de os ver ao vivo!

 

:arrow: Nautilex, a temperatura foi sempre a ambiente! Mas claro, estávamos no verão! Não necessitei de aquecer! Agora daqui para a frente, será preciso aquecer julgo, para os 26ºC! Tal como afirmei, os importadores, separam machos de fêmeas adultas e férteis! Quando compraste 4 pequenos, levaste de certeza machos adultos! Boa sorte! Se precisares de algo, apita!

Link to comment
Share on other sites

Muito obrigado Hugo! Digo-te foi muito enriquecedor e mais ainda compensatório! Permitiu-me descobrir uma espécie que todos os dias falamos mas que se desconhece parcialmente!

Link to comment
Share on other sites

Muitos parabéns e obrigado pelas detalhadas explicações sobre todo o processo!

 

Um dos teus vídeos tirou-me as dúvidas quanto à gravidez de algumas das minhas fêmeas. Eis umas fotos:

DSC_0355-1.jpg

DSC_0351.jpg

DSC_0347-1.jpg

DSC_0343.jpg

 

São fêmeas ovadas, certo?

Link to comment
Share on other sites

:arrow: plisboa, claro que sim! Se pretenderes tentar a reprodução deves arranjar dois aquas! Um de agua doce e outro de agua salobra! Mas tens que fazer isso com alguma antecedência!

 

:arrow: Sérgio Marques, continua a compensar! Agora um off-topic, Sérgio se descobrires quantas larvas estão no primeiro vídeo, ofereço-te todos os meus aquários! Alinhas??? lol

Link to comment
Share on other sites

boas.

 

tive o prazer de ver as japónicas baby pessoalmente e sao de facto um espectaculo !!!

 

estás de facto de parabens ! fico contente que a minha experiencia deu luz para a tua e que os meus erros na tentativa de criar japonicas tenham tido utilidade.

agora é tentar outras especies , hehehehe.

 

ps: devias ter posto as letras um nadinha maiores ... :arrow:

Link to comment
Share on other sites

:arrow: Sérgio Marques, continua a compensar! Agora um off-topic, Sérgio se descobrires quantas larvas estão no primeiro vídeo, ofereço-te todos os meus aquários! Alinhas??? lol

 

São mais que muitas.

 

Acertei?

Link to comment
Share on other sites

Viva,

 

Tive o prazer de ver o inicio deste projecto do Sergio e sem duvida o mérito é inteiramente dele, incansável no estudo e preparação das coisas e o resultado está ai é um "papá babado" hehehehe

 

Ao vivo a coisa tem outro impacto, são mesmo camarões o que ali está totalmente definidos, perco-me a olhar para eles cada vez que lá vou.

Venha o proximo desafio e boa sorte Sergio.

 

Abraço

 

João

Edited by Joao_Costa
Link to comment
Share on other sites

Salobra mais para o salgada! Captei na Escola da LA, na ETNA! Depois de Cacilhas! Durante a maré alta, claro!

 

LOL João! Sim, o João e o Adagas foram as pessoas que seguiram mais de perto todo o processo, dando-me sempre força para recomeçar! O meu OBRIGADO!

Agora, basta a madeira ovar novamente! lol

Mas tenho que encher o aqua primeiro!

Link to comment
Share on other sites

Deu muito gosto seguir este projecto quase do inicio e ainda dá mais gozo ver que depois de tanto esforço lá andam no aquário os pequenos camarões a nada todos contentes da vida. ;)

 

Venham os madeiras!!! :D

Link to comment
Share on other sites

Parabens pelo sucesso da sua reprodução... :D

Eu tambem tenho japonicas, umas 4 e penso que so uma seja femea, porque é a maior do que as outras 3 que eu tenho... Se ela ovar, tambem ou tentar a sua repodução, vai ser dificil, mas tambem hei de conseguir...

Agora vão ser os madeiras, espero que tambem tenha sucesso com eles...

 

cumps

Edited by fabio j
Link to comment
Share on other sites