Sign in to follow this  
André Silvestre

Phoenix

Recommended Posts

Boas,

 

Tiago, ;) .

 

Bruno, respondo por pontos para ser mais simples:

 

- uso os pós da Timo

- para a solução de Cálcio misturo 160g em 5l de água de osmose; para a solução de Carbonatos misturo 182g em 5l de água de osmose; para a solução de Magnésio misturo 341g em 5l de osmose

- doseio diáriamente 235ml de cada solução

 

Boas André, desde já obrigado.

 

Usas Magnésio 1 ou Magnénio 2?

 

Qual os valores de Ca e Mg tinhas antes de iniciar o Balling e que tens agora?

 

O que adicionais além do balling e do kalk?

 

Cumps.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas,

 

Rui, quem sabe nunca esquece. Realmente, as fotos foram tiradas com uma Canon 100mm ( 60mm? não tenho disso; devias querer dizer 18-55mm + extensores) gentilmente emprestada pelo amigo e Mestre da fotografia, João Ribeiro. Foram as primeiras fotos que tirei com tal lente que, diga-se de passagem, é outra liga. Vai-se mesmo ao pólipo.

 

Os neons... :lol:

Ainda bem que estão porreiros.

 

Bruno, é o Magnésio 1.

 

Valores de Ca e Mg antes do Balling não me recordo mas eram um pouco baixos uma vez que o aquário, quando foi remontado, foi cheio apenas com água natural. Neste momento mantenho o Ca a 430 e Mg a 1300.

 

Kalk? Onde é que foste buscar essa? Eu não adiciono Kalk desde, hummm, deixa cá ver... talvez Março de 2009. ;)

 

Apenas faço o Balling puro, alimento os peixes e corais pesada e variadamente e... TPAs contam como adição?!?

 

 

Abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas André, então fui buscar o kalk ao outro aqua teu já desactivado, o 112L.

 

Eu estou a fazer 20ml dia de A e B da Calxmax, 3ml dia de Salifert Coral food, e kalk em modo água de reposição e comida quanto baste para corais e peixes,e claro as TPA´s de osmose com sal da Elos, que achas? Vale a pena mudar?

 

Cumps.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas Bruno,

 

Sim, o 112L levava Kalk na reposição.

 

Se tens bons resultados com o método que usas, não mexas.

A julgar pelas fotos e videos do teu aquário, eu diria que os corais parecem estar com bons crescimentos e cores. Podes não ter os " valores ideais" ( para quem se preocupa com isso) mas mantendo os que tens estáveis, os animais não se ressentem. Vê se actualizas com fotos para ver como isso vai...

 

5f8590ce.jpg

 

d656302a.jpg

 

cf595359.jpg

 

b70fb999.jpg

 

a319d727.jpg

 

525de9a1.jpg

 

 

Abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa noite,

 

É escusado dizer que as fotos estão espectaculares, tanto quanto os corais.

Creio que se pudessem, esses SPS irião sorrir de contentes com as condições que encontram nesses 300L.

 

Uma curiosidade: apesar de manteres os LPS limitados a certas áreas do aquário e geralmente afastados de corais de outros tipos, alguma vez notastes comportamento agressivo da parte deles para com outros corais?

 

Cumprimentos,

Diogo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Obrigado Diogo.

 

Em relação à tua pergunta, não, nunca notei qualquer comportamento agressivo por parte dos LPS exactamente porque tive o cuidado de os colocar afastados dos SPS. No que toca à proximidade de corais moles como Zoanthus e Sinularia, que são os que tenho em contacto directo com alguns LPS, não tem havido qualquer problema. LPS do mesmo Género, normalmente, também podem ser colocados próximos uns dos outros.

 

 

Abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

boas andré

muito bom trabalho o aquario esta de muita boa saude

o gosto e a dedicaçao dao estes frutos, eu gosto muito os meus parabens

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá grande André!

Acabei mesmo agora de fazer mais uma maratona a ler este teu tópico que já vai em 18 páginas! Na sequência da nossa conversa, aquando da tua última visita à maternidade, fiquei com curiosidade no teu aquário, pois não visitava este tópico desde que postei há já bastante tempo. Desde que comecei a lê-lo, há coisa de uns dias atrás, passou a ser a minha leitura obrigatória e não consegui parar de o ler até chegar ao fim. O problema que te levou a refazer tudo deixou-me surpreendido já que o teu ákua ia bem lançado e já estava *****. O que é certo é que deste a volta por cima e agora vai tudo de vento em pôpa e o aquário está a tornar-se cada vez mais espectacular. Só depois de passarmos por situações como a que passaste é que o aquário de quarentena começa a fazer sentido e a ser ser visto como uma peça obrigatória. Por mais que leiamos e por mais que saibamos das cautelas que devemos ter, a quarentena é das coisa que mais negligenciamos mas tudo muda de figura quando damos de caras com o tal Sr. Abrolhos. Estamos sempre a aprender. E tenho parendido muito com o teu tópico e acho que será muito útil para quem pretenda iniciar-se nos salgados. Parabéns pelo teu aquario e segue em frente com esse teu admirável projecto.

Tenho que visitar essa pequena grande maravilha. Como o meu telelé foi a banhos e também fiquei sem o teu contacto, dá-me um toque ou envia-me o teu nº por mp.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas André tudo bem?

 

Podes indicar-me a dosagem diária em Mililitros de Ca, MG, KH que estás adicionar do composto de balling?

 

Obrigado.

 

Cumps.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas,

 

João, obrigado pelo simpático comentário.

 

Grande Machado, obrigado por passares por aqui. Palavras sábias. Pensamos sempre que só acontece aos outros, até nos acontecer. Lição aprendida, neste e em muitos outros aspectos. Felizmente que hoje em dia tudo corre bem, a paciência é maior, há prevenção, as entradas mais selectas, enfim, tentar elevar mais um pouco a fasquia. Em relação à visita, convites não têm faltado. Tens MP.

 

Bruno, post #424, página anterior:

 

 

...

 

Bruno, respondo por pontos para ser mais simples:

 

- uso os pós da Timo

- para a solução de Cálcio misturo 160g em 5l de água de osmose; para a solução de Carbonatos misturo 182g em 5l de água de osmose; para a solução de Magnésio misturo 341g em 5l de osmose

- doseio diáriamente 235ml de cada solução

 

...

 

 

Abraço,

André

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas André, desculpa, vi a página a pressa e não reparei.

 

Qual a tua opinião sobre a Fauna Marin recomendar 2kg por cada 5L no recipente, supostamente vai dar ao mesmo, visto que neste caso doseava-se menos ml?

 

A dosagem de cada solução metes a dose diária todo de uma vez ou repartida durante o dia entre as outras soluções?

 

É possivel manter o CA "Calcium chloride dihydrate" e MG “Magnesium chloride hexahydrate” e anular o KH “Sodium bicarbonate" sendo o KH mantido com reactor de kalk?

 

Que trace elements poes e quantidade?

 

Obrigado e desculpa mais uma vez.

 

Cumps.

Edited by Vodka7

Share this post


Link to post
Share on other sites
É possivel manter o CA "Calcium chloride dihydrate" e MG “Magnesium chloride hexahydrate” e anular o KH “Sodium bicarbonate" sendo o KH mantido com reactor de kalk?

 

Boas

 

o reactor de kalk vai adicionar tanto carbonatos como calcio, logo não dá para substituir somente o Bicarbonato. Pode é ajudar a diminuir a quantidade necessaria de baling, mas não vejo vantagem nenhuma nisso.

 

Abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas Bruno,

 

Não tem problema.

 

Qual a tua opinião sobre a Fauna Marin recomendar 2kg por cada 5L no recipente, supostamente vai dar ao mesmo, visto que neste caso doseava-se menos ml?

 

Sim, vai dar ao mesmo. A Fauna Marin recomenda fazer soluções concentradas ao ponto de atingirem a saturação. Isso traduz-se em adições mais reduzidas no aquário e em maior longevidade nas soluções feitas. Pessoalmente, gosto de fazer soluções mais diluídas porque me dão maior margem de manobra na altura dos incrementos e na própria adição, entre outras coisas...

 

A dosagem de cada solução metes a dose diária todo de uma vez ou repartida durante o dia entre as outras soluções?

 

A dosagem diária de cada solução é repartida ao longo de 24h para garantir estabilidade, evitar precipitações, etc.

 

É possivel manter o CA "Calcium chloride dihydrate" e MG “Magnesium chloride hexahydrate” e anular o KH “Sodium bicarbonate" sendo o KH mantido com reactor de kalk?

 

É possível mas não é desejável. O kH mantido com o reactor de kalk vai-te dar sempre valores inconstantes uma vez que este depende exclusivamente da evaporação ( mesmo que não dependesse, é sempre um método independente do Balling). Além disso, também te vai colocar Ca na água. Neste momento tens o Ca baixo mas com a adição deste através do suplemento individual e através do reactor de kalk, a médio/longo prazo, vais ter os valores todos discrepantes porque o Ca vai subir sem controle ( devido ao reactor de kalk), o kH vai descer com os consumos e às tantas tens novamente um desiquilíbrio mas desta vez no kH, que vai estar baixo para o valor de Ca presente na água. Basicamente, nunca vais ter o equilíbrio entre valores e a estabilidade que te interessa ter no aquário. Se os valores te preocupam assim tanto e queres equilibrar os mesmos, sugiro que desactives o reactor de kalk, adiciones inicialmente apenas o Ca e o Mg para equilibrar os valores em relação ao kH e quando estes estiverem no intervalo aceitável ( intervalo onde os 3 estão inter-relacionados), inicias o Método de Balling com a adição por igual dos 3 constituintes.

 

Que trace elements poes e quantidade?

 

Não uso elementos traço, nem nas soluções, nem no sistema. Fazendo TPAs semanais de 10%, não vejo necessidade para tal uma vez que os sais sintéticos já vêm carregados com elementos traço na sua constituição ( muito acima dos níveis naturais), para além dos próprios sais do Balling que também já trazem elementos traço na forma de resíduos ( uma vez que não são 100% puros), as comidas, etc. Tudo isso durante 1, 2, 3 anos a ser constantemente introduzido no aquário já é muito, quanto mais ainda adicionar propositadamente esses elementos, principalmente quando ainda não se sabe quais os efeitos a longo prazo de dosagens dessa magnitude nos corais e restantes habitantes. Sabemos que algum pessoal os usa e que até pode passar uns largos meses sem problemas mas quando os problemas aparecem e os corais começam a definhar, será que aquela foi a causa do problema ou será que foi outra coisa qualquer? É sempre difícil perceber a que é que se deveu e nesse caso, prefiro ter menos um factor com que me preocupar.

 

 

Abraço,

André

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas André muito obrigado pela tua ajuda. Na verdade não tenho reactor de kalk, mas kalk na água de reposição automática, que de vez em quando dou um abanão para diluir.

 

Eu queria por Balling, mas dá-me a impressão que vai ficar mais caro que o metodo que tenho agora, será?

 

Obrigado e cumps.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá Bruno,

 

Penso que não mas é uma questão de fazeres a experiência. A compra dos três compostos pode-te sair ligeiramente mais caro que 1L de Calmax no início mas o tempo que estes duram acabam por compensar.

 

Desovas:

 

71c89f41.jpg

 

0dcb0d0f.jpg

 

05afdf0d.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas André tudo bem?

 

Já encomendei os da TIMO, o Timo Salt Pure é necessário?

 

A salinidade vai subir ou descer?

 

Mais uma vez obrigado.

 

Cumps.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas,

 

Bruno, não precisas do Timo Salt Pure. Na teoria, a salinidade é suposto aumentar mas na prática mantém-se estável.

 

Mais umas:

 

c827d72a.jpg

 

467ec53e.jpg

 

28f531b2.jpg

 

173f32fe.jpg

 

fb1ea56a.jpg

 

0333d4c0.jpg

 

cd613d86.jpg

 

f5f24442.jpg

 

c999f8e5.jpg

 

3e113cad.jpg

 

6da321af.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas André, isso agora está mesmo muito bom, agora está tudo a correr bem?

 

Eu já iniciei o Balling, não usei o Salt Pure, a Salinidade mexeu mas agora tá estável, até agora estou muito contente com o processo Balling, se quiseres podes acompanhar no tópico do meu aqua a evolução.

 

Obrigado e cumps.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá André,

 

O aquário ta brutal cores lindas.

Não tenho acompanho a leitura do teu tópico tenho sim acompanhado as fotos...

Diz uma coisa andas a adicionar aminoácidos ou algo do género? Vodka etc etc?

 

bigsmile

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas,

 

Boas André, isso agora está mesmo muito bom, agora está tudo a correr bem?

 

lol, Bruno, que eu saiba nunca correu mal. Pelos menos esta montagem.

 

Anthony, obrigado. ;)

Estou a adicionar Vodka ( etanol), Pro Skimmer ( açúcar) e MB7 ( bactérias).

 

A. desalwii finalmente a rebentar:

 

6b687709.jpg

Share this post


Link to post
Share on other sites

e nada de aminoácidos?

Com isso tudo os níveis de NO3 devem de estar bem baixos não?

Na tua opinião o MB7 é melhor que outro "produto" que faça o mesmo?

 

;)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas André, sim claro sobre a montagem anterior a essa.

 

Ainda bem que está tudo bem.

 

Cumps.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boas,

 

Anthony, tem de haver um equilíbrio na importação/exportação de nutrientes para os corais não passarem fome.

Em vez de AAs, apenas alimento mais os peixes e corais, o que acaba por ir dar ao mesmo. Por um lado temos redução de nutrientes e por outro, corais bem nutridos.

Em relação ao NO3, sinceramente já não me recordo quando foi a última vez que fiz o teste mas já na altura não servia de nada porque dava sempre zero.

Muito mais importantes que o NO3 são, na minha opinião, os Fosfatos. Foi por causa da exportação de PO4 que decidi promover o crescimento probiótico.

 

Em relação ao MB7, é apenas mais um produto com formas vegetativas bacterianas. As estirpes de bactérias podem mudar de produto para produto ( cada produto tem a sua patente) mas as espécies são, provavelmente, as mesmas ( Nitrossomonas, Nitrobacter, Pseudomonas, etc). Não posso comentar se é melhor ou pior que outros produtos porque, por um lado, ainda só experimentei este e os RBs da ELOS e, por outro, ainda não consegui perceber se realmente é necessária a sua adição ou se a população bacteriana existente no sistema consegue auto gerir-se ou seja, se o bacterioplankton que promovemos com a adição de fontes de carbono consegue repor a parte da sua população que foi consumida/exportada ou se é necessária a contínua adição de bactérias através de suplementos. Eu acredito mais na primeira hipótese mas só depois de algum tempo do frasco acabar é que poderei chegar a uma conclusão. :)

 

Bruno, eu percebi-te. :)

Share this post


Link to post
Share on other sites
Boas,

 

Anthony, tem de haver um equilíbrio na importação/exportação de nutrientes para os corais não passarem fome.

Em vez de AAs, apenas alimento mais os peixes e corais, o que acaba por ir dar ao mesmo. Por um lado temos redução de nutrientes e por outro, corais bem nutridos.

Em relação ao NO3, sinceramente já não me recordo quando foi a última vez que fiz o teste mas já na altura não servia de nada porque dava sempre zero.

Muito mais importantes que o NO3 são, na minha opinião, os Fosfatos. Foi por causa da exportação de PO4 que decidi promover o crescimento probiótico.

 

Em relação ao MB7, é apenas mais um produto com formas vegetativas bacterianas. As estirpes de bactérias podem mudar de produto para produto ( cada produto tem a sua patente) mas as espécies são, provavelmente, as mesmas ( Nitrossomonas, Nitrobacter, Pseudomonas, etc). Não posso comentar se é melhor ou pior que outros produtos porque, por um lado, ainda só experimentei este e os RBs da ELOS e, por outro, ainda não consegui perceber se realmente é necessária a sua adição ou se a população bacteriana existente no sistema consegue auto gerir-se ou seja, se o bacterioplankton que promovemos com a adição de fontes de carbono consegue repor a parte da sua população que foi consumida/exportada ou se é necessária a contínua adição de bactérias através de suplementos. Eu acredito mais na primeira hipótese mas só depois de algum tempo do frasco acabar é que poderei chegar a uma conclusão. ;)

 

Bruno, eu percebi-te. ;)

 

No entanto continuas a por vodka e açúcar, lembro me ler algures que que depois de estar no zero deveria se parar a adição, serão opiniões certo?

Qual a diferença entre a vodka e o açúcar?

 

bigsmile

Share this post


Link to post
Share on other sites

É possível que algumas pessoas defendam esse ponto de vista. Pessoalmente, não vejo razões para parar porque atingindo-se um equilíbrio entre entrada/saída de nutrientes e descontinuando um dos principais factores que promovem a saída, a tendência será para os nutrientes voltarem a subir. O que pode e deve acontecer é o afinar das dosagens consoante a observação. Se a descontinuação for por efeitos indesejáveis que a adição de fontes de carbono trás, como o aparecimento de Cianobactérias, excesso de colónias de outras bactérias na rocha e areia, redução exagerada de nutrientes ao ponto de tornar os corais pálidos e fracos, etc, então aí sim, faz sentido cortar ou, pelo menos, reduzir a dosagem. O facto de ter os testes a zero não quer dizer que não tenha nutrientes na água e é por isso que a minha referência é a observação dos próprios corais e do aquário no geral. Também não me estou a guiar pelos artigos sobre o método no que diz respeito às dosagens porque se assim fosse, estaria a adicionar bem mais do que adiciono actualmente e então ai, talvez sim, chegaria a um ponto que teria de cortar ou, pelo menos, reduzir. Mas isso, e mais uma vez, na minha opinião, não é alcançar o equilíbrio. A tão banal frase de " cada aquário é um aquário" aplica-se mais uma vez a este tipo de métodos e há que ter em conta também os objectivos de cada pessoa. Eu tenho os meus objectivos, outros terão objectivos diferentes.

 

A diferença entre vodka e açúcar é a molécula que fornece os átomos de carbono; no vodka é o etanol e no açúcar é a glicose. Na prática, introduzo ambos por duas grandes razões: promover o crescimento de uma maior variedade de estirpes bacterianas, evitando assim a monocultura e fornecer uma fonte de energia extra aos próprios corais ( mais no caso do açúcar), ente outros ao nível do seu metabolismo.

 

 

Abraço

Share this post


Link to post
Share on other sites
Este tópico tem mais de 6 meses de antiguidade... Se fizer sentido, por favor considere criar um novo tópico em vez de reactivar este. Obrigado!

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this