Diogo HC Matias

.Membro Ausente
  • Content Count

    2,135
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    4
  • Country

    Portugal

Diogo HC Matias last won the day on May 30

Diogo HC Matias had the most liked content!

Community Reputation

18 :)

About Diogo HC Matias

  • Rank
    Membro Super Entusiasta
  • Birthday 05/29/1987

Contact Methods

  • Website URL
    http://dmscaping.blogspot.com/
  • ICQ
    0

Profile Information

Recent Profile Visitors

5,650 profile views
  1. É verdade, este aquário é muito bonito e tem algumas características que aprecio como o sexto vidro e a estrutura para esconder o equipamento, mas as dimensões são um desafio sim! Escolhi para substratos uma opção económica, mas que anteriormente me deu resultados aceitáveis: JBL Aquabasis Plus (4 cm apenas na traseira do aquário, na zona onde vão existir plantas) e Manado no topo (até 10 cm de altura nalgumas zonas). Continuo a achar que os produtos da ADA são os melhores para o crescimento e manutenção de plantas aquáticas em aquários full tech (+500 lm/L e injecção de CO2), mas como vou optar por uma montagem o mais simples e de mais baixa manutenção possível, estes substratos devem ser mais que suficientes. Sendo um aquário de baixa manutenção, a colocação de uma planta de tapete está praticamente fora de questão. Por isso, a frente do aquário tem apenas areia de sílica que é fácil de limpar e no longo prazo pode sempre ser substituída. Para separar os substratos usei uma cartolina que depois retirei. Há sempre alguma mistura de substratos nos primeiros tempos, mas quando as plantas ocuparem a zona de transição substrato-areia, esta mistura torna-se menos relevante. Uma vez que o aquário é muito alto e pouco profundo, o truque de aquascaping para minimizar estas dimensões menos favoráveis é um grande declive entre a frente e a traseira do aquário. Também as rochas devem ser colocadas de tal modo que ajudem a suportar o declive do substrato. Fiquei razoavelmente satisfeito com o hardscape principal, tendo conseguido gerar várias linhas condutoras do olhar e alguma profundidade com o uso destas rochas. Falta acrescer algumas rochas mais pequenas na zona de transição, eventualmente seixos de pequena granolometria, mas não tinha contado com essa possibilidade e não tinha esse material comigo durante a montagem. Irei acrescentar mais tarde, mesmo com o aquário já cheio. As plantas são muito simples e de baixa manutenção e exigência, pertencendo quase todas à classificação "Fácil" da Trópica. Em resumo, temos musgo nas extremidades dos troncos, fetos 'narrow' na base dos mesmos, Bucephalandras na zona de transição troncos-rochas, pinnatifida no centro do layout, cyperus na traseira e Hydrocotyle nas laterais. Ficaram a faltar algumas plantas por não haver stock, nomeadamente dois musgos para as rochas da frente, mas que podem ser adicionados posteriormente e que são a Riccardia chamedryfolia e o Fissidens fontanus e também uma ou mais espécies de Marselia, não para fazer tapete, mas para criar preciosos apontamentos de verde entre as rochas, com o seu pontual trevo de três folhas que por vezes as plantas deste género desenvolvem. E por hoje é tudo, aquário cheio, ciclagem iniciada, dentro de algumas semanas voltamos a falar!
  2. Guess who's back. E uns aninhos depois do último aquário plantado, o bichinho voltou a picar e iniciei a preparação da montagem de um novo aquário plantado. Serão 46 litros apenas e com tudo planeado de modo a requerer baixa manutenção, sendo a fauna e flora também adequadas a esse regime. Irei compensar com um hardscape robusto e bem trabalhado, incluindo rocha, troncos e areia e que mostrarei aqui quando tiver tudo preparado. Este primeiro post será também actualizado com fotos das fases mais importantes da montagem. Setup inicial Aquário: Fluval Edge 2.0 Black 46 litros (43x26x45 cm, CxLxA) Filtragem: ES50 Powerfilter (378 l/h) Iluminação: LED (42, 6,6 watt, 6500k, 560lm) Substrato fértil: JBL Aquabasis Plus Substrato inerte: JBL Manado Hardscape: Areia de sílica, xistos e madeira recolhidos localmente Manutenção Monitorização: Testes colorimétricos Fertilização: método estimativo com NPK doseados individualmente + micro-nutrientes Tropica Plant Nutrition Vivos Flora: Bucephalandra sp. 'Red', Bucephalandra sp. Wavy Green, Cyperus helferi, Fissidens fontanus, Hydrocotyle tripartita, Hygrophila pinnatifida, Marsilea crenata, Taxiphyllum sp. spiky Fauna: por decidir, mas incluirá camarões e uma espécie de nano-peixe de cardume. 26/05/2020 Acabado de encher
  3. Pois, aprendi muito aqui neste forum durante alguns bons anos! E já participei em anteriores edições da PetFil, uma delas como palestrante darei certamente, mas não deve ser já, já... Não fosse aquele pau enviesado que te estava a atrapalhar a composição (chegamos a falar) e tinhas ficado com uma profundidade à maneira! Parabéns também pela classificação Acerca desta composição, aproveito para mostrar porque é que ela funcionou:
  4. Muito obrigado aos Júris pela excelente classificação! Que bom saber que não lhe perdi o jeito apesar de estar sem aquário há quase 1 ano. Os meus agradecimentos ao Forum e aos intervenientes na PetFil 2017 que (como em anos anteriores) com pouco fazem muito! E obrigado à Ecoarium, loja que ainda não tive a oportunidade de visitar em Lisboa, mas que o farei certamente antes de montar novo aquário .png' alt=':biggn:'> PS: pode ser que esteja para breve!
  5. Boas, Ainda dá para acrescer o meu nome na sexta? É sempre uma boa oportunidade para rever esta malta! Abraços!
  6. Sim, o Vasco tem toda a razão, este evento foi de nível! Muita gente, alguns conhecidos, outros que se ficaram a conhecer, bom convívio, em suma uma tarde muito bem passada! E em particular para mim que estive uns anos fora do aquascaping foi um regresso em grande. .png' alt=':biggn:'> Já há algumas fotos no facebook da Aquaeden, mas ficam aqui as fotos "possíveis" (o Francisco, Miguel e Pedro tiraram com melhor detalhe) de cada ronda só para ficarem com uma ideia do que foi o nível do evento. 1ª Ronda 2ª Ronda 3ª Ronda 4ª Ronda Não fixei o número dos layouts vencedores de cada ronda, mas à final chegou este grupinho Layouts final Obrigado Rui e restante equipa Aquaeden pelo excelente evento. E este foi o resultado da ronda final.
  7. Os resultados já seguiram por correio... mas vamos recebe-los no e-mail dentro de 2 dias.
  8. É com muito gosto que volto a ver aqui um projecto teu! Bem estudado e bem efectuado. Gosto particularmente da realização do hardscape e da escolha da flora. Queria deixar apenas dois apontamentos: Acho que colocaste a hydrocotyle muito encostada à direita, criando-se uma zona de contraste numa lateral do aquário e logo um ponto focal num local menos desejável. Deverias tentar poda-la de modo a limitar o volume ocupado no canto direito de modo a começar a ocupar a zona mais à frente da main stone de tal modo que até passe servir como transição no plano intermédio. Não gosto da rotundifolia neste layout. Tem folhas muito grossas em comparação com as restantes plantas usadas. A wallichii seria preferível, ou então uma outra planta de caule de folhas finas como a L. arcuata. Outra opção era não usares mesmo nenhuma planta de caule, substituindo-a por exemplo pela vivipara que adicionaste recentemente. Aguardo novidades! Abraço!
  9. Ola! Não usei areia viva. Apenas areia de coral moido. Irá ser colonizada com base na rocha viva introduzida. Abraço
  10. Demasiada rocha e demasiado efeito parede. Porque não fazeres duas ilhas? Parece-me que algumas dessas rochas são menos porosas... eu retirava-as e mantinha as mais porosas que são as que maior filtração permitem.
  11. Quando quiserem postar ai umas fotos dos aquários com indicação do seu autor, cheguem-se à frente .png' alt=':biggn:'> Haviam uns muito interessantes apesar das limitações de hardscape e plantas...
  12. Esta é uma questão interessante de ser colocada. Também não sou adepto dos all-in-one porque gosto de controlar o que coloco na água, mas há vantagens nos all-in-one que não podem ser desprezadas. Nos fertilizantes de marcas como a ADA ou Elos, os seus all-in-one são formulados não apenas com nutrientes inorgânicos (nitratos, fosfatos, potássio, magnésio, ferro, etc) mas também com complementos orgânicos (aminoácidos, vitaminas, fontes de carbono orgânico) que potenciam o crescimento vegetal. No entanto, não são essenciais, pelo que se faz perfeitamente um luxuriante plantado sem o uso dos mesmos. Existem no entanto duas marcas que comercializam todos os nutrientes separadamente: a americana Seachem e a holandesa Easylife. A vantagem de usar fertilizantes deles em relação aos sais? Duas: menos trabalho (soluções já preparadas) e garantia de qualidade (ambas as marcas disponibilizam as análises aos seus produtos). A desvantagem: o preço. Pessoalmente sempre optei por uma solução intermédia: N-P-K e eventualmente Mg em sais e micros + Ferro de marca. Assim conseguia poupança e ao mesmo tempo eficácia. Boas fertilizações!
  13. Sim, KNO3 é essencial, mais importante que o sulfato de magnésio. Eu cheguei a usar uma proporção NPK de 20-5-40, que resultava num aquário densamente plantado, mas prefiro dosear em separado para corrigir carências.