pedroceriaco.flow

.Membro Ausente
  • Content Count

    88
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    5
  • Country

    Portugal

pedroceriaco.flow last won the day on July 6

pedroceriaco.flow had the most liked content!

Community Reputation

74 :)

About pedroceriaco.flow

  • Rank
    Recém Chegado Pro

Contact Methods

  • Website URL
    https://www.instagram.com/flow.aquascape/

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Concelho
    Évora (Évora)
  • Localização
    Évora

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Podem ver aqui como está mais actualmente. O vídeo foi gravado há uma semana, um dia ou dois depois da poda. Entretanto já está com mais cores nas pontas das rotalas. Já está maturado e estabilizado. Não varia muito nem precisa de manutenção muito intensiva. Estou a fertilizar muito pouco para crescer lentamente. Comecei a usar uma twinstar 600S para exprimentar como ficava com uma luz RGB e está muito bom...
  2. Obrigado Tozé!! Ainda não sei, talvez só uns neocaridinas. Não tenho assim tanta água útil para colocar peixes
  3. Boas a todos! No meu mais recente projecto, decidi tentar replicar um sistema de paludário, mais concretamente os DOOA Terra. No inicio, o maior desafio que via para a realização do projecto, seria como fazer o sump interno / parede de cascata, pois como nunca tinha colado acrílico antes, não sabia se as colas disponíveis iriam conseguir segurar as placas de modo a reter a água. Usei duas colas, indicadas na embalagem para plásticos duros e funcionaram as duas perfeitamente: Aqui está o diagrama que segui para montar o sump: O vidro em si é aproveitado de um aquário velho que desmanchei cortei e colei, aproveitando ao máximo as medidas já existentes, não tendo propriamente dimensões definidas à partida. No final, o paludário acabou por ficar com 40x26x40cm. A altura da água é de aproximadamente 10 cm. Para a bomba arranjei uma Hydor Pico 600-115, que me agradou pelo preço, o facto de ter caudal regulável e ser de pequenas dimensões - conectada a um tubo e um cotovelo para passar a água para a coluna do meio, que por sua vez, enche (por baixo) a última coluna. Nestas duas, coloquei esponja para ter alguma superfície de acumulação de bactérias benéficas bem como servir de suporte ao fogger que coloquei no topo da última coluna. A cantoneira que direcciona a água ao longo da parede, foi mais chata de fazer, pois isto de cortar acrílicos e vidros é sempre mais fácil quando estamos a trabalhar com dimensões maiores. Acabei por ter de colocar um pouco de lã de filtro nos primeiros buracos que deixam passar a água, de modo a que a mesma não saísse logo tão rapidamente na zona inicial. Para as esponjas da parede, decidi comprar mesmo as DOOA Wabi-kusa Mat, por me parecer a aposta mais segura para garantir o sucesso do projecto. Os suportes das esponjas são pequenos cilindros de PVC que cortei e colei na parede. Estou a usar como iluminação uma velhinha MasWas de 60cm colocada directamente no topo dos vidros; Estou a borrifar diariamente com o fertilizante / anti-fungos DOOA Wabi-kusa Mist; O hardscape era tudo material que já tinha por cá de projectos passados. Para plantar o musgo no tronco, utilizei a DOOA Terra Tape para reter mais a água e ajudar o musgo a manter-se húmido. Plantas: Anubias barteri var. angustifolia Anubias barteri 'Coffeefolia' Anubias barteri var. nana Bucephalandra "Kedagang" Hygrophila pinnatifida Micranthemum "Monte-Carlo" Vesicularia ferriei 'Weeping' Vesicularia dubyana 'Christmas' Taxiphyllum 'Spiky' Lemna minor Salvinia natans Hardscape: Red Moor Wood Lava rock Areia Se tiverem alguma dúvida ou curiosidade em relação ao projecto, estejam à vontade para perguntar. Não está perfeito a nível de acabamentos, mas estou muito contente com o resultado final e penso que caso tudo se desenvolva bem, vai ficar bonito e acabar por disfarçar as imperfeições do sistema. Tendo em conta os constrangimentos e o facto de ter utilizado ao máximo materiais e equipamentos que já tinha por cá, penso que foi uma boa alternativa económica. Fotos após montagem:
  4. Fiz um vídeo com alguns detalhes do aquário, só para me entreter e sempre dá para mostrar outra perspectiva. Aqui fica: Fotos novas: Dia 16. Março Dia 22. Março
  5. Boas! A nível de novidades, o aquário encontra-se de momento com 1 mês e tudo a correr nos conformes. A guyana que tinha no canto esquerdo atrás, derreteu do nada após ter crescido com pujança e saúde ... Em dois ou três dias passou de uma moita para zero. Já no outro aquario em que a tive aconteceu o mesmo. Suspeito que não se dê bem em águas duras como é o caso... De resto apenas a bolbitis está também a definhar um bocado. Talvez não tenha circulação suficiente na base ou esteja a levar com a luz demasiado direta. As restantes plantas estão impecáveis, só curtia que a Arcuata fosse mais rápida a crescer e que a Rotala Hra ganhasse um vermelho mais forte. Mas para um mês não pode demos pedir mt mais... Como já tinha o filtro ciclado, coloquei a fauna que já tinha no meu aquário anterior passado uma semana prai: 6-7 Neons, 2 Barbo Cereja, 2 Gourami Pérola, 2 Corydoras sterbai, 4 Otocinclus affinis, 1 Neritina e alguns Neocaridina Blue-dream. Ficam as fotos: Dia 22 de Fevereiro: Dia 6 de Março:
  6. Já foi a Petfestival e já foram submetidas as fotografias para o concurso. Entretanto continuo com o aquário em funcionamento e a fazer algumas alterações/melhoramentos. Hoje tirei mais uma fotografia, que agora me parece melhor do que a que enviei para o concurso. Mas é assim mesmo. Devia ter dado ouvidos á malta que me sugeriu logo colocar aqui um caminho de areia. Mas a foto do concurso tem outros problemas. A areia ficou demasiado branca na imagem, a perspectiva está demasiado aberta. Neste aquário realmente gosto mais de ver imagens com uma distância focal mais longa, o que é contra-intuitivo para a criação de profundidade. De momento o lado esquerdo precisa de crescer mais, levou uma grande poda há poucos dias. Esperamos agora pelos resultados e vamos ver quando é que este aquário dará lugar a um novo projeto! Foto para o concurso: Estado actual:
  7. Boas a todos, Vou começar aqui um tópico sobre a montagem que realizei em conjunto com o @JoaoCandeias.flow, ao vivo na Petfestival 2020, a convite aqui do fórum (muito obrigado!) Agradecemos também aos patrocinadores da montagem, Twinstar, Aquario, Aquaflora, e Aqua Design Center, pela luz utilizada no workshop, substrato, plantas e hardscape. Sem mais demoras, vamos enumerar as plantas e equipamento desta montagem: Aquário: 60x40x40 Plantas: Myriophyllum sp. "Guyana" Rotala sp. "Green" Ludwigia arcuata Rotala "Vietnam H'ra" Mayaca fluviatilis Helanthium tenellum "Green" Eleocharis acicularis Micranthemum micranthemoides Bolbitis heudelotii Anubias barteri var. nana "Pangolino" Anubias barteri var. nana "Mini" Bucephalandra sp. "Lamandau Mini Red" Cryptocoryne sp. 'Tropica' Hydrocotyle cf. tripartita Hardscape: Ent Wood Ryuoh / Seiryu Stone Areia Sílica Branca ADA AquaGravel S (detalhes) Substrato: Aquario Neo Soil Plant 8L x1 Filtro: Hydor Prime 20 com NEO Media Soft CO2: Pressurizado com difusor in-line JBL Proflora Direct Termostato: In-line "JEBO" HT 600 - 200W O layout foi delineado na véspera do do workshop. Assim que vimos o material de hardscape que nos tinha chegado, ficamos tranquilos e contentes por ter peças variadas e bastante interessantes. Decidimos fazer uma composição triangular, estilo Nature Aquarium e complementar a verticalidade do aquário. O hardscape foi logo colado no fundo do aquário, directamente no vidro, e o substrato foi colocado depois. Recorremos a silicone e a super-cola em filtros de cigarro para segurar tudo muito bem, para evitar que a madeira flutuasse. (e não flutuou! ufa) Decidimos utilizar areia no plano frontal, por várias razões: Criar contraste entre uma zona densamente plantada e uma zona aberta; Devido à altura do aquário e ao posicionamento do hardscape, a luz incide muito menos na parte frontal do aquário. Assim, utilizamos apenas espífitas pouco exigentes em termos de luz mais para a frente (Anubias e Bucephalandra). O layout acabou por ficar ligeiramente diferente do planeado na véspera. Decidimos abrir mais a zona frontal, e desvendar a gruta que se formou por baixo do tronco, tirando a rocha que tínhamos no plano da véspera. Todo o layout abriu um bocado, e deitou-se mais sobre o vidro traseiro. Mas já era expectável que não ficasse tudo exactamente igual. No geral, estamos muito contentes com o layout, devido à verticalidade e imponência que transmite, ao uso de sombras e zonas claras que tentamos recriar com o posicionamento dos troncos, à gruta central.... Agora é ver como as plantas se desenvolvem, e como o aquário evolui. Eventualmente serão trocadas algumas plantas de lugar, ou adicionadas outras, mas tudo a seu tempo. A experiência de fazer uma montagem ao vivo foi muito interessante e positiva. Agradecemos novamente ao fórum pelo convite, e a todos os patrocinadores e público que esteve presente. Ah e ao @ismael_figueira, @Bruno R. Carvalho, @Filipe Serrenho pela ajuda valiosa durante a montagem, a preparar as plantas e tudo o resto. Se não fossem vocês, ainda lá estávamos a descascar tudo. Acompanhem connosco o desenvolvimento deste aquário.
  8. Boas a todos. Mais um update. O aquário teve algumas mudanças, sendo a maior, a adição da Hottonia palustris, atrás. Tive mais problemas com algas no aquário, (após vencer aquela fase inicial das diatomaceas) e tive de fazer uma poda agressiva, à qual a Juncus repens não reagiu muito bem. Não iria crescer como queria a tempo da Pet e então, acabei por colocar esta planta que tinha no meu outro aquário. Em relação aos problemas de algas, foram devido a um relativo abandono do aquário. Não tive disponibilidade durante umas semanas para fertilizar e fazer manutenção e às tantas estava com isto mesmo em mau estado. Isto tudo aliado aos problemas da regularização do CO2 Mas voltei em força, fiz podas como já disse, cheguei a utilizar H2O2 localmente, esfreguei rochas, subi a luz, arranjei um sistema de CO2 só para ele e comecei a fertilizar quase diariamente com Tropica Specialized e Excel, e o aquário está quase limpo de momento (ainda tendo algumas algas, principalmente nas rochas, que ainda planeio eliminar até à Pet). Entretanto também coloquei os Guppies que andava a namorar. Endler Panda. 2 machos e 2 fêmeas. Já vinha um alevim na encomenda e entretanto já nasceram mais uns. Os machos saltaram os dois, um durante a noite que morreu e o outro no dia seguinte à minha frente, que consegui salvar. Desde aí baixei o nível da água e nunca mais tive problemas com isso. Adicionei também 5 Ottoncinclus, 1 Neritina, e alguns Neocaridina blue-dream ao Ancistrus e Caridina japonica que já lá tinha. De momento é continuar com o que estou a fazer, fertilizar todos ou quase todos os dias, Excel, e não descurar na manutenção geral. Seguem fotos:
  9. Sim, ainda precisa de crescer mais um bocadinho tudo. Estou só contente de já ter ultrapassado a "fase critica" em que este aquário já esteve. E muito contente com a forma que a Juncus tomou! Sinceramente, estou a ponderar ir para vivíparos. Tipo guppys endler ou algo do género. Nunca mantive vivíparos e acho que são capazes de dar um toque interessante ao aquário pelo dinamismo dos movimentos e pelos comportamentos das crias etc. Por outro lado, posso simplesmente meter só um cardume de neons on lamp-eyes.... Também já pensei num betta.... Não sei mesmo. Se conseguir sacar meia dúzia de Neocaridina blue-dream do meu outro aquário, também sou capaz de aqui os meter. O problema dos camarões e dos guppys é que depois para levar o aquário para a FIL vai ser difícil de os apanhar todos.........
  10. Actualmente o aquário já se encontra praticamente estabilizado. Falta só preencher mais a carpete na zona frontal à esquerda. A fase das algas já passou e agora é pensar na fauna que vou colocar. Foto tirada ontem, 26/11/19 Segue também um pequeno video com alguns detalhes do aquário 😀
  11. Pois tenho de começar a esfregar as rochas. E meter umas Neritinas para irem ajudando também não era mal pensado. Este aquario tem várias particularidades para ser atractivo para algas: Não usei medias já cicladas, e tenho pouca massa de plantas de caule /crescimento rápido. E também porque me desleixei nas tpas e tenho este desequilibro na regulação do co2. A Eleocharis gosto como está sinceramente, pelo menos para já. Realmente a Juncus estagnou bastante. É a primeira vez que estou a usar e ainda estou a ver como se comporta. Apenas dei um corte na Guyana que é realmente a única planta de caule e de crescimento mais rápido que tenho neste aquário. O drop checker tenho sempre tendência a meter no máximo a meio do aquário. Não acho que faça assim tanta diferença, mas no fundo a ideia é testar a concentração de co2 mais ao nível do substrato possível, uma vez que isso é indicação de que se está a distribuir bem pela coluna de água, e as plantas de carpete tem acesso ao mesmo, sendo a tendência natural de um difusor sem fluxo de agua suficiente no aquário, fazer com que o co2 suba todo e se mantenha mais à superfície. É um bocado como a ideia de meter os termómetros no lado oposto aos aquecedores: Não quer dizer que o aquário não aqueça igualmente, apenas terás uma leitura menos fiel se os colocares juntos.
  12. Boas malta. Está na altura de fazer um update! Chegaram as algas há coisa de uns dias. Agora é apertar mais com as tpas, limpar o excesso e aguentar esta fase normal. Já meti os amanos vindos da soluções aquáticas, mas como vieram mais pequeninos que alguns dos meus blue dream, vão ter de trabalhar muito para aguentar lol. Por outro lado, tenho ideia que vieram mais do que encomendei, por isso não me posso queixar. Confirma-se o que temia... Existe micranthemoides ali pelo meio da monte-carlo. Pelo menos 1 dos 3 vasos de "monte-carlo" que utilizei, era efectivamente micranthemoides. Vamos aguardar pela evolução da carpete para conseguir perceber melhor a "gravidade" da situação. Em ultimo caso posso sempre arrancar e comprar um in-vitro de monte carlo e safo a coisa logo. Mas se for pouca micranthemoides até pode dar um toque interessante. Vamos ver. Agora estou só focado em atingir a estabilidade do aquário e ultrapassar a fase das alguinhas. Tenho tido alguns problemas com o CO2.. Como estou a usar o mesmo sistema pressurizado que alimenta o meu outro aquário, que tem um difusor in-line, as pressões necessárias para os difusores funcionarem simultaneamente e de forma correta, são distintas o que faz com que a solenoide sozinha não dê conta do recado no que toca a activar o CO2 para ambos aquários. Tenho sempre de ser eu a aumentar a potência manualmente no inicio, para ambos os aquários serem alimentados correctamente. E agora nesta fase não convém nada ter problemas de CO2. Mas estou a investigar qual a solução mais eficiente, sem precisar que eu tenha de ir mexer na pressão manualmente todos os dias. Foto tirada hoje. após TPA forte
  13. Não conhecia esta montagem. Gostei mesmo muito do layout do hardscape, acho que tens aqui um daqueles aquários que saem "fora da caixa" na escolha dos materiais e o layout em si conjuga bem o uso das madeiras nas rochas. As linhas agressivas resultam num dinamismo muito porreiro. Os detalhes da gravilha e pedaços pequenos de pedras tão muita bons. Apenas lhe dava mais altura na parte de trás direita, tentando que o caminho subisse mais e que tapasse mais o vidro traseiro do aquário, com plantas etc, adicionando uma layer extra de profundidade ao mesmo (dicas do novo video do Josh Sim lol). Em relação ao solo reutilizado, tinha estado em uso quanto tempo antes? Achas que as plantas estão a crescer mais lentamente por o solo estar menos carregado? E o background que usas azulado, é diy ou é efeito da fotografia?
  14. Obrigado a todos pelas palavras! Apesar de a rocha que referem ser de facto de uma coloração ligeiramente diferente das restantes, penso que acaba por chamar ainda mais a ela, e uma vez que é de facto a rocha principal e mais alta do aquário, torna-se algo positivo. Problemática era a rocha sobre a qual essa tá pousada, que inicialmente era outra muito mais feia, mas que veio a ser substituída por esta muito mais interessante. Em relação a mudar a rocha que referem, de posição, é impossível uma vez que já esta colada com o tal filtro de cigarro e também porque este é efectivamente o seu lado mais bonito. Em relação ao caminho, é a primeira vez que faço. De momento está só aquele trilho de areia como marcador para no futuro quando o aquário maturar, melhorar. E as fotos foram tiradas ontem, primeiro dia do aquário com água. Não tive nebulosidade nenhuma nem nada. Hoje no entanto, reparo que a agua está ligeiramente amarela como se tivesse taninos (o que é curioso uma vez que não tenho madeira nenhuma). Talvez seja um bloom especial de corrida lol. Já fiz a TPA do segundo dia, e está impecável. Montei também hoje o CO2 pressurizado, puxado do meu sistema principal que alimenta o meu outro aquário. Agora está a levar a mesma quantidade de CO2 que o aquário de 100 litros ao lado dele. Enquanto não tiver fauna, as plantas até agradecem! Depois trato de colocar uma válvula de ajuste fino dedicada para ele.