AlbCab

Membro
  • Posts

    230
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by AlbCab

  1. AlbCab

    AlbCab

  2. Penso que os red cherries podem apresentar coloração na casca. Pontos vermelhos, poucos ou muitos de forma a parecer que toda a superficie está coberta de vermelho, tipo sakura, pontos acastanhadas ou pretos, ausência de pontos. Quando a questão é como uma massa opaca que parece "debaixo da pele", normalmente está associada a uma doença. Fungo ? Bactéria ? Já tive alguns nestas condições, mas por acaso nunca com a cor branca. Tipicamente assim:
  3. Só tenho para mostrar athyaephyra, yellows, e jelskii ...
  4. Estes camarões não necessitam de água salobra. O "sempre li", sinceramente, não quer dizer nada. Gostaria de ler um artigo cientifico em que isso apareça. Eu tenho alguns que dizem o contrário. Em caso de dúvida, posso tentar ver como os publicar (por causa dos copyrights). Também já os reproduzi, mas não de forma tão "mediatica" com o labutes. Sempre em água doce, como acontece nas barragens do Douro, nos riachos do Alentejo, nas barragens do Ribatejo. O problema é a alimentação das larvas. E de uma vez por todas: ordem inferior quer dizer que passam por uma fase larvar. Nada mais. Não tem nada a ver com água doce, salobra ou salgada. Camarões encontrados em água salobra, adultos ou juvenis, não são desta espécie.
  5. Isto penso eu que não pode ter acontecido. Os ovos são fecundados na sela, só passam para baixo já fecundados. Fica o stress ou a qualidade da água ...
  6. AlbCab

    Apuramento

    A partir da espécie natural, por mutação podem obter-se variantes de cor, por exemplo. Penso que isto não é apuramento. É cruzar milhares de vezes milhares de camarões e um deles sair amarelo, depois de uma mutação. Ou vermelho. Na mutação, existe uma alteração dos genes. Mutações podem ser causadas por erros de copia do material durante a divisão celular, por exposição a radiação ultravioleta ou ionizante, mutagênicos químicos, ou vírus (da wikipedia). Apuramento é cruzar sistematicamente mutações, no sentido de fixar ou melhorar as caracteristicas que mutaram. Seja a cor, o tamanho, a opacidade, etc. Ou a cor dos olhos ... As mutações começaram a ser estudadas sistematicamente a partir de animais com ciclos de vida ainda mais curtos do que os camarões, (as chamadas moscas de fruta - Drosophila melanogaster) mas de facto nada interessantes. Mas deu para perceber que há mutações que não se mantêm, genes dominantes e recessivos, etc. Conclusão: é preciso muita reprodução para aparecerem erros genéticos (mutações). É preciso também muito trabalho para o apuramento das variedades !
  7. Uma sugestão: ver se os camarões são todos do mesmo tamanho. Normalmente há tendencia para comprar tudo do mesmo tamanho, e aí o mais provável é serem todas fêmeas ou todos machos. As fêmeas são as maiores, tentar arranjar meia duzia de mais pequenos, alguns devem ser machos. Quanto ao ictio, já li que os camarões não adoecem, mas são transmissores.
  8. Tenho-os com red's, sem problemas, excepto que agarram a comida primeiro, dado o seu tamanho. Mas como só conseguem agarrar um pedaço de comida cada, deixa, os outros para os restantes camarões. Mesmo dentro dos Macrobrachium jelskii existe uma hierarquia, os maiores (normalmente as fêmeas mais velhas) comem primeiro, é bastante engraçado de se ver.
  9. Quanto aos camarões, o único comportamento "agressivo" pode ter a ver com a alimentação ser feita por tamanho, ou seja, os maiores tendem a afastar os mais pequenos e "agarram" a comida. Mas isto não é um problema.
  10. Também acho que caracóis, mesmo helenas, não vão resolver ! Mas é uma praga do caraças. Aspirá-los ? Ou aspirar os reds e montar novo aquário ?
  11. um red com uma semana de vida é uma coisa linda, é preciso é uma lupa ! É que são miniaturas exactas dos pais mas com 1-2 mm de comprimento. Andam pelos vidros, nadam, andam pelas plantas ... O número que sobrevive tambem depende da alimentação existente.
  12. Manter camarinha num aquário é um desafio muito complicado, muito mais do que a maioria das outras espécies de camarão, porque precisam de refrigeração ! Ou seja, precisam de água salobra a salgada (ai aguentam uma grande variação de salinidade) mas no máximo a 18 graus, e muito oxigenada. Isso só se consegue com um chiller para arrefecer a água, equipamento muito caro porque pouco utilizado (apenas em certos casos de água salgada !). Aquecer a água é fácil (basta uma resistência) mas arrefecê-la ...
  13. Os que passam por fase larvar são muito dificeis de reproduzir, quanto mais num aqua de 20 litros ! Além de que as larvas não rastejam pelos vidros, ou estão em fase bentónica (no fundo) ou em fase plantónica (à superficie).
  14. Dependendo da temperatura da água, entre 25 e 50 dias ... Mas quando nascem são mesmo pequenos: parecem umas virgulas de letra arial 11 !
  15. AlbCab

    red cherry

    Eu já tive em diversos cubos, davam-se bem. cada cubo com o respectivo filtro de cascata. Mudava 1/2 litro de água por semana. musgo de java. iluminação barata tipo "chinês".
  16. Estou muito de acordo com o Fabio Silva. Algumas achegas: * E) Garrafões de agua de 5 litros funcionam muito bem. Eu pessoalmente não uso aditivos e deixo o cloro evaporar. Para isso, não encho os garrafões à 6ª feira, que é quando em Lisboa o pessoal da Epal carrega no cloro para durar o fim de semana. Mudo 1 garrafão 2 vezes por semana, à 5ª e ao domingo. * F) Sempre me dei mal com CRS em áquas ciclados sem peixes. A minha sugestão é maturar bem o aqua com peixes, retirá-los e introduzir os CRS.
  17. Se as red's estão ovadas, a culpa então já não é dos machos ... só ficam ovadas depois de fecundadas. Ver os filtros e os companheiros de aquário ...
  18. Atenção que para os ibéricos têm que ser locais exclusivamente de água doce, barragens ou cursos de água longe da foz dos rios. Não suportam água salgada. O tamanho do aquário dá perfeitamente. Mas como a reprodução é muito, mas mesmo muito, complicada, e a esperança de vida a temperaturas baixas (< 24 graus) não deve exceder 2 anos ...
  19. Em Alcochete, não são camarões ibéricos certamente (exclusivamente de água doce). Será camarinha (camarão de água salobra / salgada).
  20. Os meus também comprei ao Oliveira. Aqui vai uma foto onde se vê melhor o rostro. Acho que tinha piada descobrirmos de facto que espécies são. Com a ajuda dos nossos amigos do Brasil !?
  21. Atenção ao ciclar: não é só pôr a agua e esperar 2 semanas !
  22. As populações não aumentam sempre. Os red's vão reproduzir-se até atingirem o número que o meio suporta, conforme a alimentação, temperatura, qualidade da água, etc. Podem ser 25, 50, 100 ou mais.
  23. Carlos, parece que afinal são mesmo larvas. Encontrei este texto num trabalho: Lasi (1993) suggests that M. jelskii, a species with ab­breviated larval development, completes development of the young (from hatching to metamorphosis) during the low-water period, using the roots of hyacinth as a nursery habitat. http://academic.uprm.edu/publications/cjs/.../39_155-159.pdf Tem portanto um desenvolvimento larvar abreviado, conformes tu dizias. Boa !
  24. Será alguma coisa tipo "saco vitelino" que é absorvido rapidamente ? Consequência de "parto prematuro" ? O comportamento descrito era de todos os recem-nascidos ou só de alguns ? Como estão eles hoje ?
  25. Pelas fotos, não me parecem larvas - parecem-me pequenos camarões miniaturas. Quer nas fotos de perfil, quer nas tiradas por baixo. Larvas, para mim, são por exemplo as dos Atyaephyra desmaresti, Só encontrei a foto abaixo, onde não se vê muito bem. Vou procurar melhor material.