Rititi

.Membro Ausente
  • Content Count

    10
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 :)

2 Followers

About Rititi

  • Rank
    Recém Chegado
  • Birthday 02/04/1987

Contact Methods

  • Website URL
    http://
  • ICQ
    0

Profile Information

  • Localização
    Rio de Mouro, Sintra
  1. Rititi

    Rititi

  2. Eu não diria NÃO de forma assim tão inequívoca... As larvas de que falamos desenvolvem-se em água muito fria, por isso é provável que os parasitas, mesmo que existam, não sobrevivam à alta temperatura do aquário, ainda mais de um aquário de discos. Podemos sempre tentar pô-las em água quente, a ver quanto tempo se aguentam E digo-vos uma coisa...Tenho um disco pequenito que sempre comeu menos que os outros (só comia do fundo). Foi dar-lhe larvas dessas duas vezes e vê-lo arrebitar! Já come "à colher" como os amigos... Eles adoram! *Fiquem bem* Rita Saraiva
  3. Citando o artigo: Tênias são vermes platelmintos, parasitas intestinais do homem, de corpo achatado como uma fita. Os seus hospedeiros intermediários são o porco, no caso da "taenia solium", o boi no caso da Taenia saginata e os peixes no caso do Diphyllobothrium latum. Além de ser o hospedeiro definitivo, quando tem o lúmen do intestino parasitado, (de forma quase sempre benigna) causando a doença Teníase, o homem, também pode se tornar hospedeiro intermediário sendo acometido por uma doença mais grave, a Cisticercose As ténias são bichos extremamente específicos, que antes de chegarem ao seu "hospedeiro final" entram de alguma forma no "hospedeiro intermédio". Este normalmente ingere os ovos, e estes resistem à digestão e penetram no intestino. Daí aos músculos (local preferencial, penso eu) é um passinho, onde formam uma estrutura dormente chamada cisticerco. São estes cisticercos, presentes na "carne" que nós ingerimos, sendo estes "activados" pela nossa digestão. É então que estas coisinhas microscópicas se transformam na forma que nós reconhecemos, com os ganchos e o corpo em forma de fita. Assim, se o bicho na necropsia é mesmo uma ténia, duvido que seja uma Taenia saginata ou T. solium, dado que estas têm como hospedeiros final o homem ou espécies relativamente aparentadas. Portanto, a razão da infecção não deve ser a carne de boi. Têm antes de procurar uma ténia cujo hospedeiro final sejam peixes (de uma ponto de vista evolutivo, será de esperar que uma ténia que infecte os peixes tenha como intermediário algo que estes comam). Tarefa muito díficil, na minha opinião, pois há muita coisa que ainda não se sabe. Tentei no wikipédia e não encontrei Fiquem bem* Rita Saraiva
  4. Olá Segundo o meu professor de microbiologia, o que as algas verdes precisam para fazer a fotossíntese é mesmo de CO2... Assim como as plantas. Os (micro)organismos fotossintéticos mais comuns, nomeadamente as algas (verdes, castanhas, vermelhas) e as cianobactérias (também conhecidas por algas azuis, mas que por serem procariotas não são considerados algas mas sim bactérias) fazem a fotossíntese de forma muito semelhante às plantas que conhecemos, havendo consumo de CO2 e libertação de O2. Portanto, é provavelmente verdade que o garrafão deve estar aberto... Mas não devido à falta de oxigénio banana rock Fiquem bem* Rita Saraiva
  5. O bótia cá do aquário também fez algo muito parecido Mas agora vieram uns discos, e o bótia come a comida deles... E como está sempre gordinho, já não morde as plantas. Fiquem bem
  6. Olá Tenho anúbias, que ainda são granditas... Mas entretanto ele já ficou aparentemente bom, e novamente gordo. Devia ser ainda do stress. Obrigada Rita
  7. Mas ele já comeu... Tenho dado artémia (por ser o que me parece que eles gostam mais e mais comem) e mistura para discos. Ontem observei-o durante cerca de uma hora com a luz apagada e fazia os seus sprints... De momento a luz está acesa (vou-lhes dar comida) mas ele parece mais calmo. Se calhar é só mesmo o stress que ainda não passou Obrigada, Rita
  8. Comprei 3 discos (sendo inicialmente 4) há quase duas semanas. O antigo companheiro deles foi devolvido à loja com o que considero "hexamita fulminante" dado que quando o comprei estava igual aos seus companheiros de aquário e no dia seguinte estava irreconhecível e em mesmo muito mal estado. Os seus amigos na loja, pareciam óptimos. O que acontece agora é que um dos discos, o maiorzito, não pára quieto... Não pára mesmo... Não dispara, como o "devolvido" fazia.. Esse passava muito tempo parado, mas quando era para nadar, até se ouvia do outro lado da casa. Este nada mais continuamente mais depressa do que devia. A história destes peixinhos tem sido complicada. O que agora come e faz a sua vida saudavelmente (e "comilonamente") era precisamente aquele que no princípio não saia do seu cantito... O que ao princípio era mais valentão (o primeiro a comer) agora é o que não sai do meio dos fetos, provavelmente porque os outros dois não deixam. Quanto ao disco em questão, já o vi comer bem desde há uns dias para cá, mas hoje parece-me que comeu menos. Mudámos hoje cerca de 1/3 da água (o pH estava a descer rapidamente, devido provavelmente ao excesso de comida que temos dado) e os nitritos estão a 0. Será hexamita? Estou a ficar um pouco preocupada Obrigada Rita (Acho que já percebi que deviamos ter desparasitado os bichos...)
  9. Olá: Tive durante cerca de um ano um destes "L's" (que não sei especificar qual, só sei que não cresceu muito) que morreu de forma estranha há umas duas semanas. O bicharoco andava alegremente no aquário até que um dia fomos dar com ele morto. Isto aconteceu duas ou três semanas depois de comprar umas plantas vermelhas para o aquário. É verdade que ele não recebia comida suplementar, mas havia bastantes algas no aquário para ele comer, e quando ele morreu tive o cuidado de verificar a barriguinha e não achei que estivesse "chupada". Entretanto comprei um Ancistrus há semana e meia e devo dizer que a morte deste se encontra eminente (está a flutuar, apesar de ainda se mexer quando o toco). Apesar de o ter visto comer, este sim parece-me magro. Podia vir doente, ou ser um problema de adaptação, mas anteontem também morreu um tubarão frenatus, que andava bem gordo (até achei que tivesse morrido por excesso de comida) e colorido. Poderá ser das plantas vermelhas? É que estes peixes raspam e mordiscam a superfície das plantas... Ou será só muita coincidência (e azar) juntos? Beijnhos e Obrigada Rita
  10. Pois... É parecida comigo :P

    *

  11. Pois, arranjas uns bótias É muito giros vê-los a comer os caracóis... São absolutamente especialistas! *