Regressei ao Hobby! Novo Aquário (100x40x40)


Recommended Posts

Olá a todos,

Já por aqui ando registado faz muitos anos (HugoSousa), mas sem participação directa (sou apenas um leitor). Infelizmente não consegui resgatar a minha conta anterior, e criei uma nova.

Como indiquei vou voltar a montar um aquário, e resgatei o meu velhinho 100x40x40 que tinha de há 10 anos, e estou ainda em limpezas. Este aqua estava preparado com caixa para filtro interior, mas apenas a vou usar para colocar o termoestato lá dentro, e vou comprar um filtro externo (peno no Fluval 307). Ainda estou na fase de limpezas, como indicado, mas já estou em aquisição dos restantes componentes. Pretendo montar um aquário simples de fácil manutenção e por isso penso em colocar uns 5kg de rocha e um tronco madeira para embelezar, cerca de 25L de substrato/areão e plantas/musgo. Em termos de fauna, pretendia ter um cardume de Tetras (ainda estou a ver quais, mas pensei nos Neons), alguns peixes/camarões/caracóis de limpeza, e depois começar com alguns Guppies, mas o objetivo final será ter 3/4 Escalares.

Estava a pensar em comprar uns 3 Guppies para me ajudar no ciclo do azoto, e a primeira pergunta é exactamente sobre este processo. Vou começar por fazer o design com as areais/substrato e rochas/madeira, e depois juntar a água. estava a pensar adicionar apenas meio tanque de água e a tratar (cloro, cloromina, etc...). Depois de essa água estar "limpa", devo adicionar logo as plantas? É mais fácil com menos água para as plantas e agarrar aos outros elementos, mas irão aguentar-se nesta fase inicial? Ou as plantas só deve adicionar quando adicionar os peixes para se iniciar o ciclo de azoto?

O que tinha pensado era:

1º  - Design com Hardscaping e Areais

2º - Meio tanque com água e limpar a mesma.

3º - Adicionar as plantas

4º - Completar com água tratada e ligar filtro e termostato.

5º- Colocar 3 guppies, e iniciar ciclo de azoto.

Ou seja a dúvida é se o ponto 3 deve ou pode ser ali, ou se só devo colocar as plantas após o ciclo estar quase terminado?

Obrigado,
Hugo

Link to comment
Share on other sites

2 hours ago, Hugo Sousa Photography said:

Colocar 3 guppies, e iniciar ciclo de azoto.

Não! Por favor, não faças isso. Os animais só vão sofrer. Até podem sobreviver, mas vão certamente sofrer.

O que deves fazer, na minha opinião, é montar todo o hardscape, plantar todas as plantas que queres ter, encher o aquário (na totalidade... encher apenas até meio não te trás nenhuma vantagem), ligar o filtro e as luzes (com menos intensidade no início, para evitar o aparecimento de algas) e esperar até o ciclo do azoto estar completo. Durante a primeira semana, trocas de água diárias... na segunda semana, de dois em dois dias... na terceira, de três em três... e depois uma vez por semana, até os parâmetros da água estarem estabilizados. Só nessa altura deves incluir os vivos. Existem outras formas de fazer o ciclo... a mais fácil para ti seria tratar do hardscape, encher o aquário de água e deixar o filtro a funcionar, com a luz apagada, durante cerca de um mês. Depois tiras toda a água, introduzes as plantas, enches novamente o aquário e esperas uns dias (uma semana para ter a certeza que tudo está bem) para introduzir os vivos. Chama-se Dark Start, e ajuda-te a poupar na conta da água porque não tens que fazer as mudanças que falei em cima... podes procurar vídeos sobre esse método no Youtube. Para apressar o processo podes introduzir bactérias nitrificantes, que podes comprar numa qualquer loja de aquariofilia, ou ir introduzindo um ou dois flocos de comida de peixe por dia.

Boa escolha de filtro! Eu tenho um e recomendo. Em termos de preço/qualidade, não consegui encontrar melhor. E bem vindo de volta ao hobby 🙂 . Mais um fotógrafo por cá, segundo o que percebo pela tua imagem de perfil. Eheh.

Link to comment
Share on other sites

Obrigado pela resposta rápida! tenho andado a ler de tudo um pouco, e descobri que já se colam plantas aos adereços (wow). Muito bom!

há 9 minutos, JoseCarlosMarques disse:

Não! Por favor, não faças isso. Os animais só vão sofrer. Até podem sobreviver, mas vão certamente sofrer.

Tinha ficado com a ideia de que para se iniciar o ciclo se devia ter 1 ou 2 animais para se começar a produzir (xixi e cocó), mas podendo adicionar "artificialmente" as bactérias, obvio que se prefere esse método! Perfeito.
Já percebi também que não valem a pena meio tanque, que podemos logo começar com tanque completo e com as plantas todas. OK.

O filtro já foi de leitura por aqui. Gostei destes modelos e pelo que fui vendo em Youtubes e análises. Vou começar a adquirir o equipamento e o hardscaping para ver se começo então a trazer à vida o projecto.

Sim, sou fotografo 🙂 Tb és? Ou quem mais é?

Link to comment
Share on other sites

Boa sorte para ti. Não te esqueças de ir actualizando o estado do aquário. O pessoal gosta é de ver fotografias, para criticar 😂.

1 hour ago, Hugo Sousa Photography said:

Sim, sou fotografo 🙂 Tb és? Ou quem mais é?

Eu sou, mas há mais. Aqui no fórum e por esse mundo fora. Para começar, um dos grandes impulsionadores disto tudo... o Takashi Amano.

Link to comment
Share on other sites

Boas Hugo Sousa

Bem vindo novamente ao Fórum.

Está quase tudo dito pelo @JoseCarlosMarques mas eu quero acrescentar mais uma coisa,o ciclo do azoto para ficar completo dura um mês apartir do dia em que se monta o aquário,se começares bem tens todas as possibilidades de a coisa vir a correr melhor.

Fazer o ciclo do azoto com animais dentro não,por favor.

 

Saudações

Link to comment
Share on other sites

Olá Álvaro,

Obrigado pelo comentário e boas vindas. Já percebi. Não sei onde é que li, ou achei que tinha lido que se devia começar com 1 ou 2 peixes para se começar a produzir o xixi e cócó para a fase 1 do ciclo.
Mas já percebi que posso começar sem peixes, e caso queira adicionar produto para acelerar o processo.

Neste momento estou mais focado ainda em identificar todo o material que preciso, optimizar o budget e definir fases. Planeamento. Agora ainda estou bloqueado no co2. Estive a ler uma thread bem grande sobre o assunto, mas é antiga, e ainda não encontrei muita informação sobre os Kits DIY de Co2 que existem por aí.
Alguma lojas com KIts interessantes estão todas com stock a zeros, mas aos poucos vou lá.

Hoje vou a uma loja começar a ver hardscaping, pois tenho visto online várias peças, mas ainda não tenho bem noção de volume/peso e dimensões das peças, e preciso de ver in loco, pois posso estar a estimar por alto ou por baixo.

Obrigado

Link to comment
Share on other sites

2 hours ago, Hugo Sousa Photography said:

Neste momento estou mais focado ainda em identificar todo o material que preciso, optimizar o budget e definir fases. Planeamento. Agora ainda estou bloqueado no co2. Estive a ler uma thread bem grande sobre o assunto, mas é antiga, e ainda não encontrei muita informação sobre os Kits DIY de Co2 que existem por aí.
Alguma lojas com KIts interessantes estão todas com stock a zeros, mas aos poucos vou lá.

Hoje vou a uma loja começar a ver hardscaping, pois tenho visto online várias peças, mas ainda não tenho bem noção de volume/peso e dimensões das peças, e preciso de ver in loco, pois posso estar a estimar por alto ou por baixo.

Queres uma opinião... leva todo o tempo que precisares nesta fase, e aproveita-a! Começa a juntar rochas maiores, de que gostes (de preferência todas do mesmo género e da mesma cor) e vai "brincando" com elas em casa, quase como se fossem legos. Se não conseguires uma estrutura apelativa à primeira, não desesperes... por vezes podes precisar de voltar à loja para comprar mais uma ou duas, ou até pedaços mais pequenos, e com paciência chegará o dia em que vais ficar satisfeito com o resultado. Se vais usar também madeira no teu aquário, esta é a altura certa para a comprares também. O que geralmente o pessoal faz é recortar um pedaço de papelão com o tamanho do tanque para não estar a fazer estas experiências dentro dos vidros, correndo o risco de os riscar.

Durante este processo podes pensar no resto do equipamento, e até procurar sítios onde o mesmo seja mais barato. Aqui no Norte eu costumo muito ir à Paulo Vieira e à Pro Aquarium, mas as últimas coisas que tenho comprado até vieram todas aí do Sul, da Soluções Aquáticas. De qualquer maneira, é uma questão de procurares pela Internet, porque quase todas enviam por correio. No caso das pedras é mais complicado, porque convém olhar para elas antes de as comprares, mas quase tudo o resto pode ser comprado online.

Ainda em relação ao Hardscape, já pensaste se vais comprar substrato fértil ou inerte? É outra despesa que precisas ter em conta.

Em relação ao CO2, eu aconselhava-te a comprar uma garrafa com redutor, conta-bolhas e solenóide. O Kit completo. A curto prazo fica mais caro, mas é uma opção mais viável porque te permite ligar e desligar o CO2, com um temporizador, e permite que enchas depois a garrafa quantas vezes quiseres no futuro (fica barato). Para o tamanho do teu aquário também duvido que hajam muitos kits DIY que funcionem bem. Existem uns agora, que funcionam com garrafa pressurizada, e que também já permitem ligar e desligar a saída do gás, mas o preço (a meu ver) não justifica o investimento. Ah... outra coisa que podes fazer é procurar esse equipamento usado. Há sempre gente que desmonta aquários e podem vender-te peças em separado.

Depois disto tudo, fica a faltar a luz que vais utilizar. Pelo que percebi, não vais optar por plantas muito exigentes, logo não precisas de uma calha muito potente. Mas lembra-te que, de hoje para amanhã, podes mudar de opinião e se não tiveres uma calha adequada podes ter que comprar uma nova. Aposta numa coisa que te permita evoluir com o tempo.

As minhas montagens, geralmente, levam meses até colocar a água no aquário. Há quem o faça em menos tempo, mas como a minha disponibilidade financeira não é imensa, eu prefiro comprar as coisas com calma... por vezes uma coisa por mês, ou de dois em dois meses... e ter a certeza de que estou a fazer as coisas em condições, do que ir pelo mais barato que, não sempre mas geralmente, acabam por trazer maus resultados. Na dúvida, contacta lojas, e compara as opiniões. E coloca questões aqui!

Link to comment
Share on other sites

há 4 minutos, JoseCarlosMarques disse:

Queres uma opinião... leva todo o tempo que precisares nesta fase, e aproveita-a! Começa a juntar rochas maiores, de que gostes (de preferência todas do mesmo género e da mesma cor) e vai "brincando" com elas em casa, quase como se fossem legos. Se não conseguires uma estrutura apelativa à primeira, não desesperes... por vezes podes precisar de voltar à loja para comprar mais uma ou duas, ou até pedaços mais pequenos, e com paciência chegará o dia em que vais ficar satisfeito com o resultado. Se vais usar também madeira no teu aquário, esta é a altura certa para a comprares também. O que geralmente o pessoal faz é recortar um pedaço de papelão com o tamanho do tanque para não estar a fazer estas experiências dentro dos vidros, correndo o risco de os riscar.

Sim, já levo quase 1 mês nesta aventura, e nesta fase tenho é lido e visto muita coisa. Queria fazer algo mais plantado e menos artificial, pois na minha aventura anterior, foi muito artificial. Sei que vou falhar nesta primeira incursão, pois a minha maior dificuldade sempre foram as plantas 🙂 Para já tenho lido, reunido a lista de material, e feito planos. Fui hoje a uma loja bem simpática por sinal (Aqua Generus) que funciona em modo fora de horas o que dá jeito e é de um entusiasta, e já consegui ver in loco algumas peças para o hardscape e acho que para começar já sei o que vou querer (para começar :)). 
 

há 8 minutos, JoseCarlosMarques disse:

Ainda em relação ao Hardscape, já pensaste se vais comprar substrato fértil ou inerte? É outra despesa que precisas ter em conta.

Vou com substracto activo. Tinha andado a ver o JBL Manado com um mais fértil por baixo, mas já vi que é estranho de trabalhar. Falaram-me do Tropica Aquarium Soil, e acho que vou com 18 L (2 sacos) mais uma base de Tropica Plant Grow de 3Kg, e acho que é suficiente para alimentar as plantas e com o restante Hardscape (1 tronco médio e algumas rochas deve dar para o efeito.
 

há 11 minutos, JoseCarlosMarques disse:

Em relação ao CO2, eu aconselhava-te a comprar uma garrafa com redutor, conta-bolhas e solenóide. O Kit completo. A curto prazo fica mais caro, mas é uma opção mais viável porque te permite ligar e desligar o CO2, com um temporizador, e permite que enchas depois a garrafa quantas vezes quiseres no futuro (fica barato). Para o tamanho do teu aquário também duvido que hajam muitos kits DIY que funcionem bem. Existem uns agora, que funcionam com garrafa pressurizada, e que também já permitem ligar e desligar a saída do gás, mas o preço (a meu ver) não justifica o investimento. Ah... outra coisa que podes fazer é procurar esse equipamento usado. Há sempre gente que desmonta aquários e podem vender-te peças em separado.


Na loja onde estive, consigo um Kit com tudo (incluindo extintor CO2 e o restante pack por um valor aceitável. E assim consigo dar outro sustento à Flora.
 

há 12 minutos, JoseCarlosMarques disse:

Depois disto tudo, fica a faltar a luz que vais utilizar. Pelo que percebi, não vais optar por plantas muito exigentes, logo não precisas de uma calha muito potente. Mas lembra-te que, de hoje para amanhã, podes mudar de opinião e se não tiveres uma calha adequada podes ter que comprar uma nova. Aposta numa coisa que te permita evoluir com o tempo.

Neste passo ainda não vou avançar. Como disse estou a recuperar um Aquário antigo que tinha com BioBox incluída no interior, e tampa com 2 T8 de 30W cada. Vou manter a luz existente que está boa, e vou deixar a iluminação e o destapar do aquario para uma segunda fase, com uma calha bonita e umas luzes LED, mas para já vou-me safar com a iluminação que tenho, pois o € não dá para tudo.
 

Link to comment
Share on other sites

Posted (edited)

Boa! Acho que já tens tudo delineado. Agora é começar a por em prática.

O substrato da Tropica é poréreiro... é o que tenho no meu. Não seria a minha primeira escolha, porque a minha ideia era comprar o NeoSoil, da Aquario, mas como na altura não tinham, optei por este. Não sei se precisas do Plant Growth por baixo... isso usa-se mais em aquários com plantas mais exigentes. Mal não faz, claro, mas o que fiz no meu caso (e consegui uma bela carpete de Monte Carlo) foi usar JBL Volcano Mineral, só para elevar a altura do substrato atrás. Basicamente é rocha de lava partida em pedacinhos pequenos. Fica mais barato e ajuda bastante a subir a altura do substrato sem se gastar muito dinheiro.

Em relação à luz... eu não percebo muito de tubulares, mas já ouvi dizer que há marcas que vendem luzes LED tubulares. Pode ser uma boa opção para ti, mesmo em termos de consumos.

Edited by JoseCarlosMarques
Link to comment
Share on other sites

Bom dia Pessoal!

Ontem lá fui comprar quase tudo para fazer o arranque do aquário e começam as dúvidas, os problemas e as incertezas.

Problema 1, ninguém me avisou que os troncos flutuam 🙂 :). LOL Todo contente com o aquascaping básico, mas o meu primeiro mais à séria, e começo a por água e quando chega a meio .... puff ... o tronco soltou-se do meio de algumas pedras e substrato e topo do aquário! Para além de depois ter tido de deslocar várias rochas para conseguir voltar a segurar o tronco no sitio, acabei por desfazer o que tinha idealizado. O maior problema, tive tanto cuidado para meter água e não levantar substrato e area fértil, que com o tronco a sair do sitio fiquei com a água do aquário quase preta ..... O que fazer? Deixar filtro a correr para ir limpoando, ou delsigar e deixar a "poeira" assentar?

Problema 2, Lily Pipe com Skimmer. Engraçado o conceito, mas não consigo utilizar correctamente. Se o Filtro estiver a funcionar a 100%, o skimmer é puxado para dentro de água e deixa de fazer efeito. Passa a ser uma armadilha para peixes. Tenho o caudal em baixo do piper aberto totalmente, mas a força de sucção do Filtro é muita. Depois de ver vários videos no Youtube, percebi que é normal e que se deve regular o filtro. O problema é que para que o skimmer fique no topo, o caudal está quase no minimo. Não me parece lógico dimensionar um filtro com caudal de 5x a litragem do aquario, para depois reduzir aquilo para menos de metade, por causa do skimmer ... Estou a ver mal a coisa?

Questão 1:
UV inline. Indicaram-me na loja que não vale a pena UV principalmente se queremos fazer plantado, pois o UV não olha ao que esteriliza. Disse-me que um aquário equilibrado, com bom filtro, CO2, plantas saudáveis e com a devida fauna, tendo a manutenção a ser feita, não deve ficar turvo. E caso fique, que podemos com o filtro forçar a sua limpeza, substituindo algum media. Concordam ou acham que um sistema UV de 9W (aquario de 200l, com Filtro de 1000l/h) não faria mal e ajudava a clarear a água e a matar algumas coisas que não interessam?

Obrigado!!
 

Link to comment
Share on other sites

4 hours ago, Hugo Sousa Photography said:

Problema 1, ninguém me avisou que os troncos flutuam 🙂 :). LOL Todo contente com o aquascaping básico, mas o meu primeiro mais à séria, e começo a por água e quando chega a meio .... puff ... o tronco soltou-se do meio de algumas pedras e substrato e topo do aquário! Para além de depois ter tido de deslocar várias rochas para conseguir voltar a segurar o tronco no sitio, acabei por desfazer o que tinha idealizado. O maior problema, tive tanto cuidado para meter água e não levantar substrato e area fértil, que com o tronco a sair do sitio fiquei com a água do aquário quase preta ..... O que fazer? Deixar filtro a correr para ir limpoando, ou delsigar e deixar a "poeira" assentar?

Então, com tanto estudo, não leste em lado nenhum que isso podia acontecer? Oh rapaz!!!! O ideal teria sido colares o tronco às rochas, em sítios específicos, com super-cola e papel de cozinha, para o hardscape ficar seguro. Não só para evitar que o tronco flutuasse, mas para evitar também o deslocamento das rochas! No teu lugar, fazia isso agora, mas se já colocaste o substrato dentro do aquário não sei... deixa a poeira assentar, e logo vês o que fazer.

4 hours ago, Hugo Sousa Photography said:

Problema 2, Lily Pipe com Skimmer. Engraçado o conceito, mas não consigo utilizar correctamente. Se o Filtro estiver a funcionar a 100%, o skimmer é puxado para dentro de água e deixa de fazer efeito. Passa a ser uma armadilha para peixes. Tenho o caudal em baixo do piper aberto totalmente, mas a força de sucção do Filtro é muita. Depois de ver vários videos no Youtube, percebi que é normal e que se deve regular o filtro. O problema é que para que o skimmer fique no topo, o caudal está quase no minimo. Não me parece lógico dimensionar um filtro com caudal de 5x a litragem do aquario, para depois reduzir aquilo para menos de metade, por causa do skimmer ... Estou a ver mal a coisa?

É uma questão de ires experimentando a altura a que colocas o Lily Pipe, em relação à tona da água. Quanto maior essa distância (teoricamente) menos possibilidade tem o skimmer de afundar. Mas depende muito da força do filtro, e tens que ter em atenção a água que vai evaporando. De qualquer forma, garanto-te que com esse filtro o skimmer funciona. Eu usava um no meu aquário até muito pouco tempo atrás. Algumas dicas... tenta ter sempre o Lily Pipe livre de porcaria, para evitar, por exemplo, que a água deixe de circular por um dos lados e comece a fazer mais força no outro... se vires que o skimmer está a "saltitar" muito por ter pouco ar dentro dele, usa uma seringa para enche-lo novamente com ar... um truque que eu usava era inclinar ligeiramente o Lily Pipe - com a inclinação, o skimmer fica mais preso, e é mais difícil que ele afunde. Tem muita atenção a essa questão, porque é realmente uma armadilha grande para os peixes!

4 hours ago, Hugo Sousa Photography said:

Questão 1:
UV inline. Indicaram-me na loja que não vale a pena UV principalmente se queremos fazer plantado, pois o UV não olha ao que esteriliza. Disse-me que um aquário equilibrado, com bom filtro, CO2, plantas saudáveis e com a devida fauna, tendo a manutenção a ser feita, não deve ficar turvo. E caso fique, que podemos com o filtro forçar a sua limpeza, substituindo algum media. Concordam ou acham que um sistema UV de 9W (aquario de 200l, com Filtro de 1000l/h) não faria mal e ajudava a clarear a água e a matar algumas coisas que não interessam?

Eu achei estranho alguém falar em usar um filtro UV para um aquário plantado... até fui pesquisar se seria ou não uma solução adequada, mas não cheguei a nenhuma conclusão. Falei-te da utilização do Seachem Purigen (ou algum produto do género), para limpar as impurezas mais pequenas da água... acho uma opção mais barata e mais "natural". Por um lado gostava que experimentasses o filtro UV para nos relatares o resultado, mas muito sinceramente não acho isso uma opção muito viável.

Link to comment
Share on other sites

há 39 minutos, JoseCarlosMarques disse:

Então, com tanto estudo, não leste em lado nenhum que isso podia acontecer? Oh rapaz!!!! O ideal teria sido colares o tronco às rochas, em sítios específicos, com super-cola e papel de cozinha, para o hardscape ficar seguro. Não só para evitar que o tronco flutuasse, mas para evitar também o deslocamento das rochas! No teu lugar, fazia isso agora, mas se já colocaste o substrato dentro do aquário não sei... deixa a poeira assentar, e logo vês o que fazer.

Pois é ... esta passou-me mesmo ao lado. Mas já aprendi. Como ainda só tenho água, pedras e tronco, vou mexer ainda e colar alguns elementos. Vou fazer algumas alterações antes de introduzir seja o que for mais. Assim já tenho o filtro em funcionamento o ciclo já começou, vou fazer porcaria cada vez que mexer, mas depois deixo assentar e o filtro faze ro seu trabalho. Hoje com menos de 24 horas de apenas filtro a trabalhar a água já está quase limpa.

 

há 42 minutos, JoseCarlosMarques disse:

É uma questão de ires experimentando a altura a que colocas o Lily Pipe, em relação à tona da água. Quanto maior essa distância (teoricamente) menos possibilidade tem o skimmer de afundar. Mas depende muito da força do filtro, e tens que ter em atenção a água que vai evaporando. De qualquer forma, garanto-te que com esse filtro o skimmer funciona. Eu usava um no meu aquário até muito pouco tempo atrás. Algumas dicas... tenta ter sempre o Lily Pipe livre de porcaria, para evitar, por exemplo, que a água deixe de circular por um dos lados e comece a fazer mais força no outro... se vires que o skimmer está a "saltitar" muito por ter pouco ar dentro dele, usa uma seringa para enche-lo novamente com ar... um truque que eu usava era inclinar ligeiramente o Lily Pipe - com a inclinação, o skimmer fica mais preso, e é mais difícil que ele afunde. Tem muita atenção a essa questão, porque é realmente uma armadilha grande para os peixes!

Neste momento não há nenhuma justificação para ele afundar. Não há porcaria, ele está totalmente limpo, tenho a água a 3/4 cms da borda do aquário, e o lily está o mais baixo possível para que o skimmer suba o máximo e se distanciar da abertura de baixo. Mas tenho de ter o filtro regulado quase no mínimo para que ele se mantenha à tona e sem estar a balouçar e a engolir ar ... não estou satisfeito. Comprar um filtro de 100l/h e depois ter de reduzir o caudal para um minimo ridiculo para o skimmer funcionar sem engolir ar ou afundar, parece-me ridiculo. Para isso teria poupado no filtro uma dezenas de euros.

 

há 44 minutos, JoseCarlosMarques disse:

Eu achei estranho alguém falar em usar um filtro UV para um aquário plantado... até fui pesquisar se seria ou não uma solução adequada, mas não cheguei a nenhuma conclusão. Falei-te da utilização do Seachem Purigen (ou algum produto do género), para limpar as impurezas mais pequenas da água... acho uma opção mais barata e mais "natural". Por um lado gostava que experimentasses o filtro UV para nos relatares o resultado, mas muito sinceramente não acho isso uma opção muito viável.

Pois, já li de tudo. Desde que não incomoda as plantas, a que é de facto prejudicial e que se deve reduzir as horas para o mínimo, ou só ligar quando a água está turva. Não me parece claro. Para já vai ficar de fora, e se depois se justificar logo penso nisso.

Link to comment
Share on other sites

3 hours ago, Hugo Sousa Photography said:

Neste momento não há nenhuma justificação para ele afundar. Não há porcaria, ele está totalmente limpo, tenho a água a 3/4 cms da borda do aquário, e o lily está o mais baixo possível para que o skimmer suba o máximo e se distanciar da abertura de baixo. Mas tenho de ter o filtro regulado quase no mínimo para que ele se mantenha à tona e sem estar a balouçar e a engolir ar ... não estou satisfeito. Comprar um filtro de 100l/h e depois ter de reduzir o caudal para um minimo ridiculo para o skimmer funcionar sem engolir ar ou afundar, parece-me ridiculo. Para isso teria poupado no filtro uma dezenas de euros.

Aumenta o nivel da água.

Com o filtro a funcionar há apenas 24H, acho que o melhor seria abortares esse início, esvaziar o tanque, tratar do hardscape e depois ligar outra vez o filtro. Acho que seria mais seguro e mais prático, mas tu lá saberás como queres fazer. 

Link to comment
Share on other sites

Boas Hugo Sousa

Já vi que estas com muita ansieidade,e ela tolda-te as ideias, se estas no princípio ´podes retirares a água toda colares o tronco ,e tens quer ter mais calma e paciência para fazeres as coisas,as pressas dão em geral muito mal resoltado .

 

Saudações

Link to comment
Share on other sites

há 20 horas, JoseCarlosMarques disse:

Aumenta o nivel da água.

Já tentei e não funcionou. Vou levar à loja e trocar. Ver se é este que está defeituoso, ou se é melhor é ficar com um inflow sem skimmer, e tratar da parte superior do aquário de outra forma. Mas não me parece normal o funcionamento, de todo!

há 20 horas, JoseCarlosMarques disse:

Com o filtro a funcionar há apenas 24H, acho que o melhor seria abortares esse início, esvaziar o tanque, tratar do hardscape e depois ligar outra vez o filtro. Acho que seria mais seguro e mais prático, mas tu lá saberás como queres fazer.

Sim é o que irei fazer. Faz sentido. Não tendo peixes nem plantas, é só tempo. Vou aproveitar para redesenhar com calma e melhor, colando os elementos todos.

 

há 17 horas, Alvaro Silva disse:

Já vi que estas com muita ansieidade,e ela tolda-te as ideias, se estas no princípio ´podes retirares a água toda colares o tronco ,e tens quer ter mais calma e paciência para fazeres as coisas,as pressas dão em geral muito mal resoltado .

Olá Alvaro, não estou de todo ansioso, não entendo porque ficou com essa ideia. O problema do tronco deve-se ao facto de nunca ter trabalhado com hardscaping a sério (como já mencionei), e achei que um tronco com 2kg não iria flutuar (erro, assumido). Vou sim, seguir os conselhos e tirar a água, re-desenhar o hardscaping, introduzir algumas peças adicionais, e tendo em consideração a colagem de alguns elementos, para não se soltarem ou caírem depois com o uso normal do aquário.

Vou dando noticias. Obrigado pela ajuda a ambos!

Link to comment
Share on other sites

1 hour ago, Hugo Sousa Photography said:

não entendo porque ficou com essa ideia.

🙂 Eu entendo. Neste hobby as coisas têm que ser feitas com muita calma. Mesmo achando que estás a levar o teu tempo, acabou por ser um pouquinho precipitado, aquilo que fizeste. Como acho precipitado estares a devolver já o skimmer. Acredita que, com tempo e várias tentativas, vais po-lo a funcionar! De qualquer maneira, e se a loja tiver essa opção, compra um kit como o meu, que é muito mais fácil de montar, e não é de vidro (menos riscos de partir, como já me aconteceu muitas vezes!!!)... a solução da Neo, em acrílico, com skimmer.

  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

há 7 horas, JoseCarlosMarques disse:

Mesmo achando que estás a levar o teu tempo, acabou por ser um pouquinho precipitado, aquilo que fizeste

Juro que não percebo o que é que foi precipitado. Podes elaborar o que te leva a achar que foi precipitado? Estou mesmo curioso.

Relativamente ao Skimmer, já estive a ver os Neo, e poderá ser uma opção a seu tempo, mas este que tenho lamento ... Sou engenheiro de formação e a coisa está mesmo mal desenhada, e quando mais leio e vejo sobre isso, mais claro fica. Todos, repito, todos os videos que falam sobre este problema de "boobing" do skimmer em lily pipes como o que tenho, apresentam a mesma solução ... redução do flow do filtro. Aliás se fores ler a documentação dos Neo, verificas que a inovação que eles apresentam de colocar o skimmer no outflow é exactamente para evitar a redução de flow do filtro que é um problema. Enviei um video para a loja e não têm solução a não ser redução de flow. Aceito reduzir o flow se a fauna e flora assim o exigirem, não acho normal reduzir o flow porque uma peça de um equipamento não me permite utilizar o "potencial" de um filtro ... 

Se alguém me apresentasse uma solução para colocar o skimmer a funcionar nestes lily pipes sem reduzir caudal do filtro, assino já por baixo. Infelizmente nem aqui, nem em mais 2 fóruns que participo lá fora, e nem no reddit consegui solução para este "problema".

Link to comment
Share on other sites

11 hours ago, Hugo Sousa Photography said:

Juro que não percebo o que é que foi precipitado. Podes elaborar o que te leva a achar que foi precipitado? Estou mesmo curioso.

Não vale a pena prolongarmos esse assunto. O teu ritmo de trabalho é diferente do meu, e não faz qualquer sentido eu tecer comentários em relação a ele com base na maneira como trabalho. Peço desculpa por ter feito isso antes.

Relativamente ao Skimmer, garanto-te que ele funciona com o filtro que tens na sua máxima potência, porque eu tinha um a funcionar no meu tanque com o mesmo filtro. A não ser que tenhas comprado um Skimmer com um design diferente da maioria dos que andam aí no mercado. Admito que não é a coisa mais fácil de montar, sim, e se achas que não é a solução mais adequada para ti, então procura uma que seja. Um Inflow sem Skimmer, por exemplo, e um Skimmer à parte. Feitas as contas, acho que o da Neo fica mais em conta, mas podes optar também pelo Inflow sem Skimmer e ir limpando o biofilme com um guardanapo de papel de vez em quando.

Olha, e fotografias do estado dessa montagem?

Link to comment
Share on other sites

Olá,

 Já estou registado há muito neste forum mas nunca coloquei muita coisa, pois foi muito tempo a aprender, com muita calma (Neste momento tenho 4 aquas (2 de aprox 60L e 2 de aprox16L). 

 Como no início as informações são escassas para tudo o que há necessidade de saber, vou colocar aqui as conclusões da minha experiencia (é um caminho e não o unico caminho).

 As minhas conclusões que posso colocar aqui para ajudar quem começa sem cometer muitos erros a nivel de equipamento são: 

- Aquario ideal para começar (mínimo 60L), mais fácil de estabilizar (aqui a experiencia deste forum foi crucial) 

- Coloca terra ( aquabasis da JBL por exemplo mas qualquer alternativa serve) aprox 2 a 3 cm do fundo, para as plantas 

- Hardscaping - a gosto

- Eu gosto particularmente ( pois não me limita mais tarde ) de por cima da terra colocar uma camada fina de JBL Manado dark, pela razão de ser um substato em que os caracóis helena se dão bem pois podem enterrar-se sem esforço (mais tarde vais precisar pois é quase garantido que um dia vais comprar uma planta com caracóis e não os vais conseguir ver até teres o aquario cheinho, e nessa altura vai adorar os Anentome Helena.

 - Filtro externo (SEMPRE !!, só nos pequenos (16L) uso outro, um eheim de canto muito fixe) (eu prefiro os eheim classic 250 para 60 L, mas comprar só quando tiverem as torneiras incluidas no kit senao fica + caro) com as torneiras vais ter um método muito simples de desligar o filtro levar limpar e voltar a trazer.

- Quanto a aquecimento (o eheim são bons mas neste momento prefiro os aquael platinium pois mesmo que não tenha termómetro (o que é altamente recomendável) o led pisca com a temperatura actual e  fica outro fixo na programada pelo que sabes aprox qual a temperatura actual.

- Alimentador automatico (nas férias dá imenso jeito !!) o WIFI da ICA é muito bom, já tive outros mais caros mas não vale a pena.

E está mais ou menos o básico (Plantas a gosto , com o tempo aprendes)

Nota CO2 não é necessário a não ser que as plantas sejam muito exigentes (custo + alto), pesquisar bem plantas e caracteristicas ajuda imenso.

E penso que não me esqueci de nada em especial excepto vivos:

Must have : Neritina, otocinclus e camarões se gostares( neste caso tens que escolher tipos de peixe que não lhes chamem petiscos), ajudam imenso a equilibrar o aquario.

O resto escolhe animais compatíveis entre si e pesquisa o máximo sobre cada um em particular, mas há alguns belissimos e que dão poucas dores de cabeça como o Tetra carninal por exemplo, mas existem tantos...

No verão é a altura mais problemática na minha experiencia, pois o nosso tempo quente dificulta a estabilização.

Quanto ao tratamento das águas para TPA tenho uma técnica que faço há muito resulta muito bem e dá pouca chatice:

 Pega em garrafões de 6L adicional com uma seringa 20ml por cada garrafão e guarda com a tampa aberta, guarda pelo menos 5 garrafoes para um aqua de 60L quando precisares tens sempre uma reserva de agua adequada para fazer a TPA.

Já me alonguei muito, deixo mais para a próxima.

 

 

On 08/06/2024 at 14:01, Hugo Sousa Photography disse:

Olá Álvaro,

Obrigado pelo comentário e boas vindas. Já percebi. Não sei onde é que li, ou achei que tinha lido que se devia começar com 1 ou 2 peixes para se começar a produzir o xixi e cócó para a fase 1 do ciclo.
Mas já percebi que posso começar sem peixes, e caso queira adicionar produto para acelerar o processo.

Neste momento estou mais focado ainda em identificar todo o material que preciso, optimizar o budget e definir fases. Planeamento. Agora ainda estou bloqueado no co2. Estive a ler uma thread bem grande sobre o assunto, mas é antiga, e ainda não encontrei muita informação sobre os Kits DIY de Co2 que existem por aí.
Alguma lojas com KIts interessantes estão todas com stock a zeros, mas aos poucos vou lá.

Hoje vou a uma loja começar a ver hardscaping, pois tenho visto online várias peças, mas ainda não tenho bem noção de volume/peso e dimensões das peças, e preciso de ver in loco, pois posso estar a estimar por alto ou por baixo.

Obrigado

 

Link to comment
Share on other sites

20 hours ago, alf550 said:

Olá,

 Já estou registado há muito neste forum mas nunca coloquei muita coisa, pois foi muito tempo a aprender, com muita calma (Neste momento tenho 4 aquas (2 de aprox 60L e 2 de aprox16L). 

 Como no início as informações são escassas para tudo o que há necessidade de saber, vou colocar aqui as conclusões da minha experiencia (é um caminho e não o unico caminho).

 As minhas conclusões que posso colocar aqui para ajudar quem começa sem cometer muitos erros a nivel de equipamento são: 

- Aquario ideal para começar (mínimo 60L), mais fácil de estabilizar (aqui a experiencia deste forum foi crucial) 

- Coloca terra ( aquabasis da JBL por exemplo mas qualquer alternativa serve) aprox 2 a 3 cm do fundo, para as plantas 

- Hardscaping - a gosto

- Eu gosto particularmente ( pois não me limita mais tarde ) de por cima da terra colocar uma camada fina de JBL Manado dark, pela razão de ser um substato em que os caracóis helena se dão bem pois podem enterrar-se sem esforço (mais tarde vais precisar pois é quase garantido que um dia vais comprar uma planta com caracóis e não os vais conseguir ver até teres o aquario cheinho, e nessa altura vai adorar os Anentome Helena.

 - Filtro externo (SEMPRE !!, só nos pequenos (16L) uso outro, um eheim de canto muito fixe) (eu prefiro os eheim classic 250 para 60 L, mas comprar só quando tiverem as torneiras incluidas no kit senao fica + caro) com as torneiras vais ter um método muito simples de desligar o filtro levar limpar e voltar a trazer.

- Quanto a aquecimento (o eheim são bons mas neste momento prefiro os aquael platinium pois mesmo que não tenha termómetro (o que é altamente recomendável) o led pisca com a temperatura actual e  fica outro fixo na programada pelo que sabes aprox qual a temperatura actual.

- Alimentador automatico (nas férias dá imenso jeito !!) o WIFI da ICA é muito bom, já tive outros mais caros mas não vale a pena.

E está mais ou menos o básico (Plantas a gosto , com o tempo aprendes)

Nota CO2 não é necessário a não ser que as plantas sejam muito exigentes (custo + alto), pesquisar bem plantas e caracteristicas ajuda imenso.

E penso que não me esqueci de nada em especial excepto vivos:

Must have : Neritina, otocinclus e camarões se gostares( neste caso tens que escolher tipos de peixe que não lhes chamem petiscos), ajudam imenso a equilibrar o aquario.

O resto escolhe animais compatíveis entre si e pesquisa o máximo sobre cada um em particular, mas há alguns belissimos e que dão poucas dores de cabeça como o Tetra carninal por exemplo, mas existem tantos...

No verão é a altura mais problemática na minha experiencia, pois o nosso tempo quente dificulta a estabilização.

Quanto ao tratamento das águas para TPA tenho uma técnica que faço há muito resulta muito bem e dá pouca chatice:

 Pega em garrafões de 6L adicional com uma seringa 20ml por cada garrafão e guarda com a tampa aberta, guarda pelo menos 5 garrafoes para um aqua de 60L quando precisares tens sempre uma reserva de agua adequada para fazer a TPA.

Já me alonguei muito, deixo mais para a próxima.

Alf, repetiste a mesma receita 3 ou 4 vezes em posts diferentes. Eheh. Olha que o que serve para ti, pode não funcionar para os outros rapaz.

Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.