Estrela do mar


pjvf

Recommended Posts

Boas,

 

Tenho duas ou três estrelas do mar como da imagem. serão asterinas ? São bem maiores do que as que tenho visto. já tem quase 1.5cm de diametro. +- 1 moeda de 1euro

 

gallery_40774_1991_1288661.jpg

Obrigado pela ajuda.

Edited by pjvf

<!--740_689.png-->

Link to comment
Share on other sites

Boas,

 

Tenho duas ou três estrelas do mar como da imagem. serão asterinas ? São bem maiores do que as que tenho visto. já tem quase 1.5cm de diametro. +- 1 moeda de 1euro

 

 

 

gallery_40774_1991_1288661.jpg

Obrigado pela ajuda.

 

Olá pjvf

 

Se bem que raras,volta e meia aparecem asterinas desse tamanho,também as tenho.

Um abraço

 

Cjorgene

Link to comment
Share on other sites

  • 3 months later...

Susana, tenho evitado responder a esse comentário desprovido de qualquer nexo, por medo de parecer rude. Mas nunca vi um pequeno comentário com um pequeno paragrado tão ignorante e ao mesmo tempo alarmista, que surpreenderá e amedrontará novatos, mas que irá chocar (devido à ignorancia) quem sabe alguma coisa.

 

A questão das asterinas não tem a ver com partipação, mas a reprodução em numeros significativos, a maioria são pequenas, detritivoras e inofensivas (com impacto positivo no aquário) e a sua estadia nos aquários tem dois lagos de opinião, os que apoiam pela beleza do bicho e diversidade que trás ao ecossistema e os que são contra, por se reproduzirem bastante (nada a ver com a partição) e haver suspeitas de algumas espécies (casos raros) em que são problema para os corais. Daí o alarmismo de alguns e que transportaste para o caso em que ao remover se irá particionar... a sério!!!????

 

E, mais provas de desconhecimento é que "se parece com uma asterina", é evidente que é uma asterina, mesmo não se conhecendo a espécie, é algo facilmente perceptivel.

Link to comment
Share on other sites

  • 3 weeks later...

Tal como a Susana disse, a propagação por fragmentação é possível, se bem que raramente acontece. A grande maioria das estrelas do mar fragmentam-se libertando uma perna que passa a criar um novo núcleo e as suas pernas.

 

A maior parte das Asterinas comem restos de comida, animais mortos, algas e coralina. As que costumam vir na Rocha, infelizmente, comem corais, dai o alarmismo. Na minha opinião, removia as mesmas antes que passe para uma praga.

Link to comment
Share on other sites